O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Dia Mundial sem Carro: uma coletânea de iniciativas em prol do pedestre e ciclistas

19:00 - 21 Setembro, 2018
Dia Mundial sem Carro: uma coletânea de iniciativas em prol do pedestre e ciclistas, <a href='https://www.flickr.com/photos/sigalrm/41585438944/in/photolist-26mLfbC-jNmUgt-WhQd5j-eipRDc-asUKNQ-25xekaq-KYHnfB-e4Yj1e-bvYKGH-33WsZH-8sRCTU-22w2YM4-duQ3yh-79J1tY-ncfazg-qWjGRx-7jg9eK-4kiZse-fSGbUM-fb96dN-Ypycq5-oZyTt3-8ga7Jm-DNaqsH-CqqQyv-mYfehc-navfuz-5uzeSd-hxxEM6-gPpsZu-pR2WhB-7Ykdit-2tNxP-bD7f5P-7jdkhM-qAgcwx-iy4YBZ-anC1H-mcestH-6hMTHK-pRAJ5X-nR5yJ1-jWAYqn-hoJmyh-jdfu7R-4CUMho-auC6Eg-ibAeDy-5CiuDi-ohfnRm'>© via Flickr Pascal Volk</a> Licença CC BY-SA 2.0
© via Flickr Pascal Volk Licença CC BY-SA 2.0

Comemorado mundialmente todos os anos, o Dia Mundial Sem Carro surgiu como uma iniciativa para estimular a reflexão acerca do uso excessivo do automóvel nos deslocamentos realizados cotidianamente pela população global, e seus impactos no meio ambiente. A ideia propõe que motoristas não utilizem o automóvel durante este dia permitindo melhora da qualidade do ar e da vida nas cidades, incentivando a caminhada e o uso de meios de transporte não poluentes, como a bicicleta.

A data foi iniciada oficialmente em 1997 na França, sob o título de Car-Free Day, posteriormente espalhando-se pelo território europeu e em seguida, por todo o mundo. Com a força ganha pela data, em 2002 foi lançada a Semana Europeia de Mobilidade, sob a realização de uma agenda dedicada especialmente a discussões e atividades com o objetivo de aguçar o senso crítico da sociedade aos males que o uso do automóvel tem sobre a qualidade do ar, meio ambiente, ser humano e cidades. Pesquisadores como Jane Jacobs, Jan Gehl, Jeff Speck, entre muitos outros, já evidenciaram que o uso indiscriminado dos automóveis causa consequências negativas para os ambientes urbanos.

Projeto Hololightkeeper do Studio NAB resgata a tecnologia dos hologramas para reinventar os antigos faróis

16:00 - 21 Setembro, 2018

‘Hololightkeeper’ um modelo conceitual que se destaca por usar tecnologias holográficas, faz homenagem a uma estrutura arquitetônica que se transformou em relíquia: o farol. Primeiramente idealizado par auxiliar na navegação marítima, guiando os marinheiros até terra firme, e servindo de apoio para barcos em situações perigosas, os faróis foram substituídos por tecnologias modernas, e o edifício perdeu sua função. A partir deste princípio, o Studio NAB projetou o ‘Hololightkeeper’ na tentativa de resgatar a tipologia deste edifício desmaterializando a estrutura do farol e mantendo seu simbolismo histórico.

Projeto Hololightkeeper do Studio NAB resgata a tecnologia dos hologramas para reinventar os antigos faróis Projeto Hololightkeeper do Studio NAB resgata a tecnologia dos hologramas para reinventar os antigos faróis Projeto Hololightkeeper do Studio NAB resgata a tecnologia dos hologramas para reinventar os antigos faróis Projeto Hololightkeeper do Studio NAB resgata a tecnologia dos hologramas para reinventar os antigos faróis + 10

Restauro da Catedral de Salvador revela raridades do século 17

07:00 - 21 Setembro, 2018
Restauro da Catedral de Salvador revela raridades do século 17, © Mateus Morbeck/Iphan
© Mateus Morbeck/Iphan

Tombado como Patrimônio Cultural Mundial, o Centro Histórico de Salvador (BA), no coração do Pelourinho, é o endereço da Catedral Basílica da cidade, uma construção datada do século 17. Uma das mais importantes construções sacras do país, a basílica passou por um processo de restauração de três anos e oito meses que, mais do que trazer de volta ao público os itens de já faziam dela uma obra única, revelou espaços e peças cuja existência era até então desconhecida ou que se julgavam perdidas.

MobiliDADOS: as políticas de mobilidade urbana nas eleições de 2018

12:00 - 20 Setembro, 2018
MobiliDADOS: as políticas de mobilidade urbana nas eleições de 2018, © Stefano Aguiar | ITDP Brasil
© Stefano Aguiar | ITDP Brasil

Como promover a discussão baseada em dados confiáveis durante as eleições, e a incorporação de indicadores de mobilidade urbana aos planejamentos a serem apresentados posteriormente, quandos os eleitos assumirem seus mandatos? Concentrada nesta pergunta, a equipe do Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento (ITDP Brasil) têm feito um esforço, em parceria com a Purpose Climate Lab, para influenciar as campanhas das cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Recife.

A estratégia é promover a articulação entre organizações e movimentos sociais que atuam localmente nas agendas de mobilidade e sustentabilidade. De posse de indicadores apurados e disponibilizados na plataforma MobiliDADOS, estas organizações passam a dispor de subsídios importantes para a incidência no debate eleitoral. A ferramenta apresenta dados ilustrados e contextualizados sobre a realidade do transporte em diversas cidades e regiões metropolitanas, fornecendo insumos para questionar as propostas dos candidatos aos cargos do Executivo e do Legislativo.

Inspiração na natureza muito além da forma: a biomimética na arquitetura

12:00 - 19 Setembro, 2018
Inspiração na natureza muito além da forma: a biomimética na arquitetura, Cortesia de Natureza Urbana
Cortesia de Natureza Urbana

A biomimética na arquitetura não define a forma ou busca que seja parecido com isso ou com aquilo. O objetivo é que tenha na arquitetura uma solução que desempenhe a estratégia que foi observada na natureza. Não é exatamente a forma pela forma, não se pretende copiar formas, e sim uma razão mais profunda das formas. E vai muito além de se inspirar somente em formas. Se observa contexto, sistemas, inter-relações e é nestas associações que está a verdadeira beleza da biomimética. A criação arquitetônica é livre pois está apenas sendo inspirada por um design principle, que é a estratégia de como a natureza faz o que o projeto busca como desempenho para uma determinada demanda. É um processo de co-criação entre a biologia e a arquitetura, é de fato transdisciplinar.

Três direitos dos pedestres que podem ser assegurados por meio do desenho urbano

07:00 - 19 Setembro, 2018
Três direitos dos pedestres que podem ser assegurados por meio do desenho urbano, Intervenções na Rua Joel Carlos Borges garantem maior segurança aos pedestres. Foto: Pedro Mascaro/WRI Brasil
Intervenções na Rua Joel Carlos Borges garantem maior segurança aos pedestres. Foto: Pedro Mascaro/WRI Brasil

Ainda que todos sejamos pedestres, muitas vezes quem está atrás do volante não respeita o espaço, o tempo ou a prioridade de quem anda a pé. Esse é um dos motivos que faz de qualquer caminhada nas cidades um desafio. Além das questões de segurança pública, a hierarquia e o consequente desenho urbano que configuram as vias urbanas brasileiras dificultam o atendimento dos direitos básicos dos pedestres.

Moldando o futuro: o que considerar ao projetar para crianças

12:00 - 18 Setembro, 2018
© Kyungsub Shin
© Kyungsub Shin

Le Corbusier declarou em seu texto seminal, Towards a New Architecture, que “... o homem olha para a criação da arquitetura com seus olhos, que estão a 1,70 metros do chão”. Códigos lógicos e racionais como esse configuram os padrões para grande parte da produção arquitetônica - mas, é claro, essas "normas" são tão construídas quanto a própria arquitetura. Esse padrão em particular é especialmente irrelevante ao projetar para crianças, em que as premissas arquitetônicas centradas em adultos não se aplicam e nem devem ser aplicadas.

© Katsuhisa Kida © Antoine Espinasseau © John Donat RIBA Library Photographs Collection © Dorte Mandrup + 24

Destaques da semana: reconhecimento no mundo da arquitetura

10:00 - 18 Setembro, 2018

Por mais que tentemos não nos abalar com a opinião dos outros, receber um reconhecimento é algo muito poderoso. Reconhecimento carrega consigo uma audiência cativa (e muita expectativa), não apenas admiradores, mas também "caçadores de recompensa" - ou, cinicamente, aqueles que sempre estão prontos para capitalizar algo para si com o trabalho dos outros. Para os arquitetos, reconhecimento pode ser tanto uma bênção quanto uma maldição. Muitos escritórios se mantém fiéis a uma ideia ou conceito; Porém, à medida que o reconhecimento vai chegando, diluído em forma de rótulos, torna-se cada dia mais difícil entender o que está sendo reconhecido. Esta semana, divulgamos uma série de premiações significativas no campo da arquitetura - além de uma entrevista estrondosa com dois arquitetos determinados a questionar os rótulos que acompanham os galardões. Leia a nossa revisão da semana.

Palácio Quitandinha: hotel cassino em Petrópolis é destino perfeito para amantes de Wes Anderson

07:00 - 18 Setembro, 2018
Palácio Quitandinha: hotel cassino em Petrópolis é destino perfeito para amantes de Wes Anderson, Salão Mauá, com sua cúpula de 50 metros de diâmetro e 30 metros de altura. Image © Flagrante / Romullo Fontenelle
Salão Mauá, com sua cúpula de 50 metros de diâmetro e 30 metros de altura. Image © Flagrante / Romullo Fontenelle

A indústria do entretenimento costuma oferecer à arquitetura alguns de seus programas mais inusitados. De parques temáticos que exploram tempos perdidos e mundos ainda não descobertos a Las Vegas, cidade já muito estudada por suas características urbanas particulares e numerosos edifícios de hotéis e cassinos que apresentam, lado a lado, uma infinidade de estilos arquitetônicos.

No Brasil não é diferente e o impulso em explorar a economia do entretenimento resultou, em meados do século XX, em um singular edifício em estilo normando-francês, construído na serra do Rio de Janeiro: o Palácio Quitandinha

Instalação de concreto e plástico bolha conforma espaço com qualidades acústicas únicas

12:00 - 17 Setembro, 2018
© Per Lundström
© Per Lundström
© Per Lundström
© Per Lundström

Uma instalação no Karolinska Institutet, na Suécia, é inteiramente revestida por painéis de concreto translúcido, mesclando concreto e plástico bolha, interagindo processos de alta e baixa tecnologia. Trata-se de um espaço amorfo com qualidades acústicas únicas e que funciona como um espaço para palestras.

Os painéis foram criados pressionando concreto de alta performance entre duas camadas de plástico bolha, criando superfícies com milhares de cavidades e perfurações, as quais absorvem ruídos e difundem os sons de alta frequência. O resultado é um ambiente onde grande parte dos ruídos indesejáveis e ecos são absorvidos.

Arquitetura do vinho: adegas, salas de máquinas e centros de degustação

10:00 - 17 Setembro, 2018
Cortesía de Beaucastel Winery Beaucastel Winery
Cortesía de Beaucastel Winery Beaucastel Winery

© David Frutos © José Hevia © Nic Lehoux © Bruce Damonte Photography + 28

A produção de vinho é uma indústria que combina forte atividade econômica com um importante legado cultural. Embora existam vários programas relacionados ao setor do vinho, geralmente, a imagem mais comum é a dos espaços onde ocorre, de fato, a transformação da uva na bebida. No entanto, há uma multiplicidade de atividades agrupadas em torno da vinicultura que desempenham um papel importante quando se trata de promover a indústria, como salas de degustação, centros de educação, vendas ou salas de distribuição.

A seguir, apresentamos 27 exemplos de arquiteturas voltadas à indústria do vinho. 

Fotos do cinema Neelam, um ícone modernista na Chandigarh de Le Corbusier

19:00 - 16 Setembro, 2018
© Edmund Sumner
© Edmund Sumner

O Neelam Cinema é um dos três teatros construídos em Chandigarh, cidade modernista planejada por Le Corbusier. Construído pouco depois da independência da Índia no início dos anos 1950, o cinema está localizado na movimentada área industrial do Setor 17. Projetado pelo arquiteto Aditya Prakash sob a orientação de Le Corbusier e seu primo Pierre Jeanneret, a estrutura modernista permanece até hoje em sua forma original e continua projetando filmes de Bollywood. No entanto, sem a proteção como Patrimônio Mundial da UNESCO, o futuro do cinema permanece incerto. Abaixo, o fotógrafo britânico Edmund Sumner discute sua experiência de fotografar o cinema de 960 lugares, o coração da cidade, e um ícone de Chandigarh.

© Edmund Sumner © Edmund Sumner © Edmund Sumner © Edmund Sumner + 10

7 Curta-metragens de arquitetura que você não encontrará no Netflix

10:00 - 16 Setembro, 2018
7 Curta-metragens de arquitetura que você não encontrará no Netflix

Considerando que uma obra de arquitetura possa ser fotografada, representada ou simplesmente definida verbalmente, ela também pode ser protagonista de uma obra cinematográfica. Isto fica muito claro em Arquitectura en Corto, um ciclo de curta-metragens sobre inovações e tendências na arquitetura contemporânea.

"A vitalização de vídeos nas redes sociais e dispositivos móveis; custos de produção mais acessíveis e, sobretudo, a necessidade de divulgar e comunicar projetos e processos cada dia mais complexos e inovadores, são algumas das tantas causas que levam a arquitetura a aproximar-se ainda mais desta forma de expressão", explicam Roca Gallery e Technal, organizadores do Arquitectura en Corto.

Como os presidenciáveis pretendem enfrentar a crise urbana e habitacional

07:00 - 16 Setembro, 2018
Como os presidenciáveis pretendem enfrentar a crise urbana e habitacional, Foto: <a href="https://visualhunt.com/author/ca1db1">Ndecam</a> on <a href="https://visualhunt.com/re/911d5e">Visualhunt</a> / <a href="http://creativecommons.org/licenses/by/2.0/"> CC BY</a>
Foto: Ndecam on Visualhunt / CC BY

Basta circular pelas cidades brasileiras, perdendo horas em congestionamentos ou esperando ônibus ou metrôs que passam lotados – ou não existem! – para constatarmos que elas estão longe de alcançar um padrão razoável de funcionamento. E mesmo quem, supostamente protegido por muros, entra muito pouco em contato com as condições precárias que marcam a situação habitacional de milhões de famílias, se assusta com o aumento do número de pessoas morando nas ruas ou a evidência desta precariedade, quando alguma tragédia, como o incêndio no Edifício Wilton Paes de Almeida, ganha as páginas dos jornais e outras mídias. É de se esperar, portanto, que o tema das cidades, e da moradia e do transporte, em particular, estejam presentes nos programas de governo dos candidatos à presidência da República.

Dominique Perrault lança curso online sobre o potencial da arquitetura subterrânea

15:00 - 15 Setembro, 2018
Cortesia de Dominique Perrault Architecture
Cortesia de Dominique Perrault Architecture

A École Polytechnique Federale de Lausanne e o arquiteto Dominique Perrault anunciaram um novo curso que visa explorar a arquitetura subterrânea das cidades. O curso, intitulado “Groundscape Architecture Design Lab, rethinking cities underground”, está disponível na plataforma edx e é gratuito para usuários registrados. As aulas começarão no dia 15 de outubro.

Dança vertical: uma nova forma de explorar a arquitetura

10:00 - 15 Setembro, 2018
Dança vertical: uma nova forma de explorar a arquitetura, via BANDALOOP
via BANDALOOP

O que há de comum entre dança e arquitetura? Ainda que pareça evidente que estas duas disciplinas andam lado a lado, é difícil explicar como as vivências que experimentamos nos espaços arquitetônicos pela "dança do comum" são guardadas em nossa memória corporal e esta memória não divide as experiências por disciplinas, o que resulta em algo integrado e único. Isso foi experimentado por diversos autores em diferentes décadas e cada vez mais é evidente a inquietude de nossos corpos em explorar de diversas maneiras as edificações que formam as cidades.

Mesmo assim, não deixa de ser surpreendente o resultado da pesquisa dança-arquitetura realizada em diversas ocasiões por trabalhos que exploram as cidades através de suas danças. No entanto, é importante dizer que não se trata de uma atividade meramente contemplativa, pelo contrário, a forma como nos movemos pelas cidades nos fala de uma cultura específica em diversas situações urbanas. Nas palavras da filósofa Marina Garcés: O corpo já não é aquilo que nos amarra ao lugar, mas é a condição para todo lugar. É o ponto zero de todas as espacialidades que podemos experienciar e, ao mesmo tempo, de todos os vínculos que nos constróem, material e psiquicamente.

Mobilidade não é sinônimo de transporte

07:00 - 15 Setembro, 2018
Mobilidade não é sinônimo de transporte, Foto: <a href="https://visualhunt.com/author/8b686a">Tar.Digital</a> on <a href="https://visualhunt.com/re/8a6463">Visualhunt</a> / <a href="http://creativecommons.org/licenses/by-nc/2.0/"> CC BY-NC</a>
Foto: Tar.Digital on Visualhunt / CC BY-NC

O termo mobilidade apareceu, nos últimos anos, de maneira crescente nos meios de comunicação, possivelmente motivado pela instituição da Política Nacional de Mobilidade Urbana (PNMU), em janeiro de 2012, e a exigência da elaboração dos Planos de Mobilidade Urbana. No entanto, o termo mobilidade muitas vezes perde o sentido quando se torna sinônimo de transporte. Perde, já que essas duas palavras não têm o mesmo significado. Mobilidade não se resume ao transporte.

Nova série de documentários explora a relação entre arquitetura e natureza

15:00 - 14 Setembro, 2018
Nova série de documentários explora a relação entre arquitetura e natureza

Architecture, form and energy é uma série de documentários filmados no início de 2018 em Londres e na Cidade do México, com a participação de seis arquitetos do Reino Unido, Estados Unidos, Malásia e México. A ideia vem da criação de um documento eletrônico para disseminar temas que inspiram a evolução da arquitetura contemporânea a partir da influência da natureza, clima, relação entre forma e energia, escolha eficiente de materiais e tecnologias adequadas. 

Chiquitectos: quando as crianças experimentam arquitetura

12:00 - 14 Setembro, 2018
Chiquitectos: quando as crianças experimentam arquitetura, La arquitectura como refugio: propuesta de Samuel, 6 años. Image Cortesía de Chiquitectos
La arquitectura como refugio: propuesta de Samuel, 6 años. Image Cortesía de Chiquitectos

Chiquitectos é um projeto espanhol "lúdico e educativo" que procura despertar o interesse das crianças e jovens pela arquitetura, o entorno, pela cidade e pelo desenvolvimento sustentável. "Queremos contribuir para a criação de cidadãos participativos e responsáveis por suas próprias decisões, capazes de agir para mudar o estado das coisas", afirma a equipe liderada pela arquiteta Almudena de Benito.

Em seus escritórios, brincar livremente com todos os tipos de materiais físicos e digitais é entendido como a ferramenta fundamental para aprender, entender e explorar. "(Crianças) interagem com o espaço, brincam com a luz, experimentam diferentes formas, descobrem a importância da estrutura e compreendem o significado de escala e proporção", acrescentam.

Para conhecer parte do seu trabalho, a equipe da Chiquitectos nos apresenta uma (difícil) seleção de sete projetos concebidos por meninos e meninas entre os 5 e 14 anos de idade, que trabalham com os seus sonhos, alegrias e preocupações para traduzir várias propostas através da experimentação arquitetônica (incluindo uma construção para escapar de um pesadelo recorrente).

Conheça as sete idéias a seguir. 

Trucos espaciales: propuesta de Max, Nina y Sofía de 12, 13 y 14 años respectivamente.. Image Cortesía de Chiquitectos Refúgios + emoções: proposta de Claudia, Lucas e Marco  7, 9 e 8 anos respectivamente. Image © Rosvima Refugio soñado: propuesta de Oliver, 5 años. Image Cortesía de Chiquitectos Refugio soñado: propuesta de Bruno, 6 años. Image Cortesía de Chiquitectos + 11

100 anos da Bauhaus: 10 coisas que todo arquiteto precisa saber

10:00 - 14 Setembro, 2018
100 anos da Bauhaus: 10 coisas que todo arquiteto precisa saber, Bauhaus Dessau © Nate Robert via Flickr  License Under CC BY-SA 2.0. Image
Bauhaus Dessau © Nate Robert via Flickr License Under CC BY-SA 2.0. Image

A Bauhaus foi uma grande fábrica de novas ideias, uma instituição muito à frente de seu tempo. No ano que vem, estaremos celebrando o centenário de uma das instituições artísticas mais marcantes da era moderna. Pensando nisso, compilamos dez fatos surpreendentes que todo arquiteto precisa saber antes que a Bauhaus volte a ser o assunto da vez. 

Projeto de pesquisa analisa a situação atual da habitação tradicional no México

19:00 - 12 Setembro, 2018
Projeto de pesquisa analisa a situação atual da habitação tradicional no México, Retrato de pobladores. Casa Zapoteca. El Zapote, Oaxaca. 2018.. Image © Onnis Luque + Mariana Ordoñez
Retrato de pobladores. Casa Zapoteca. El Zapote, Oaxaca. 2018.. Image © Onnis Luque + Mariana Ordoñez

Casa en la costa. San Felipe, Yucatán. 2017.. Image © Onnis Luque + Mariana Ordoñez Casa en la costa. San Felipe, Yucatán. 2017.. Image © Onnis Luque + Mariana Ordoñez Casa Tzeltal. Tenejapa, Los Altos de Chiapas. 2016.. Image © Onnis Luque + Mariana Ordoñez Casa Mixe. Coatlán, Oaxaca. 2018.. Image © Onnis Luque + Mariana Ordoñez + 41

A tradicional habitação mexicana está sendo rapidamente transformada por uma série de fatores, como a urbanização de áreas rurais, a interrupção da transmissão do conhecimento popular, a perda de bens naturais e as políticas públicas de habitação que negligenciam a importância dos tradicionais sistemas construtivos e promovem materiais industrializados, o que cria imaginários aspiracionais que ressignificam o conceito de moradia digna e resiliente.

Esse panorama conduz à perda do patrimônio arquitetônico tangível e intangível, bem como aos valores arquitetônicos que os povos indígenas desenvolveram ao longo do tempo. Ou seja, não apenas os objetos arquitetônicos correm o risco de desaparecer, mas também o conhecimento por trás da habitação vernacular, bem como sua relação e complexo entendimento do território em que está inserida.

Destaques da semana: edifícios como identidade, achados e perdidos

10:00 - 12 Setembro, 2018
Destaques da semana: edifícios como identidade, achados e perdidos, luis.rib. Via Instagram
luis.rib. Via Instagram

É em momentos de desastres - natural, militar ou de outras formas - que o valor do nosso ambiente construído como uma forma de identidade cultural se torna mais tragicamente visível. O incêndio que varreu o Museu Nacional do Brasil na noite de segunda-feira destruiu não apenas artefatos históricos inestimáveis, mas um prédio que simbolizava tanto um país quanto um povo. O desaparecimento da paisagem urbana é o desaparecimento da identidade, cultura e pessoas.

Como o terrorismo tem moldado os espaços públicos

12:00 - 11 Setembro, 2018
Como o terrorismo tem moldado os espaços públicos, via Shutterstock
via Shutterstock

Há dezessete anos o mundo assistia a um dos maiores e mais trágicos eventos da história:o “ataque de 11 de Setembro de 2001”, deixando aproximadamente 3 mil mortos e mais de 6 mil feridos. Outros diversos ataques já haviam ocorrido e continuam acontecendo em diversas cidades pelo mundo. Por tratarem-se de eventos surpresa e pulverizados no território, mas que geralmente ocorrem em espaços públicos com multidões, ações diversas tem sido realizadas para impedir os ataques, isso tem desafiado potências e organizações centradas em estratégias de segurança.

Os 116 melhores livros de arquitetura para profissionais e estudantes

10:00 - 11 Setembro, 2018
Os 116 melhores livros de arquitetura para profissionais e estudantes, © Leandro Fuenzalida | ArchDaily
© Leandro Fuenzalida | ArchDaily

Preparamos uma lista abrangente com 116 livros de arquitetura e temas relacionados que consideramos interessantes para ampliar seus conhecimentos sobre a disciplina.

Buscamos títulos de diferentes partes do mundo com o objetivo de apresentar visões que dizem respeito a contextos culturais distintos. De compilações de ensaios e teorias sobre o crescimento das cidades a romances que flertam com a arquitetura e séries de ilustrações e gravuras.

Veja, a seguir, nossas sugestões acompanhadas por uma breve descrição.