O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Tecnologia

Arquitetura hackeada? Fachada responde a estímulos e poluição do ar

12:00 - 17 Maio, 2018
Arquitetura hackeada? Fachada responde a estímulos e poluição do ar, © Ayla Hibri
© Ayla Hibri

São Paulo, assim como tantas cidades brasileiras, possui uma arquitetura estandardizada, monótona, cinza, com sua estética definida por incorporadoras e construtoras, com baixíssimo valor arquitetônico.

É claro que temos edifícios de grande relevância -entre eles, os clássicos do centro histórico, como o edifício Martinelli, os exemplares modernos de Rino Levi e Artacho Jurado, em Higienópolis, e os experimentos contemporâneos na Vila Madalena, assinados por Isay Weinfeld e a Triptyque. Infelizmente são poucos exemplos, que se reduzem a quase zero quando avançamos para a periferia.

Estou obcecado com a ideia de que podemos mudar essa realidade, hackeando edifícios existentes, estimulando uma nova identidade urbana, elevando a autoestima, melhorando a qualidade de vida e promovendo inovação e sustentabilidade a custos viáveis.

II Jornada Ciência, Tecnologia e Sociedade: geopolítica do conhecimento, dependência e colonialidade na América Latina

08:00 - 16 Maio, 2018
II Jornada Ciência, Tecnologia e Sociedade: geopolítica do conhecimento, dependência e colonialidade na América Latina, cartaz do evento
cartaz do evento

A II Jornada Ciência, Tecnologia e Sociedade, a ser realizada na UNILA/Foz do Iguaçu, nos proximos dias 24 e 25 de maio, tem como eixo temático a geopolítica do conhecimento, dependência e colonialidade na América Latina. Em outras palavras, procuraremos aproximar, na Jornada, o Pensamento Latino-Americano em Ciência, Tecnologia e Sociedade (PLACTS) da perspectiva decolonial, por entendê-la como uma expressão teórica feita pelo Sul e para o Sul, especialmente voltada às temáticas mais pertinentes à América Latina. O pensamento decolonial compreende o mundo através de suas interioridades, de seu espaço geográfico e de seus corpos dissidentes, numa denúncia contundente

OMA entre os vencedores do concurso para o Masterplan de Unicorn Island na China

19:00 - 15 Maio, 2018
OMA entre os vencedores do concurso para o Masterplan de Unicorn Island na China, Cortesia de OMA
Cortesia de OMA

OMA foi anunciado como um dos quatro escritórios que venceram uma concurso internacional para o desenho da Unicorn Island em Chengdu, um "masterplan inovador projetado especificamente para empresas da Nova Economia".

À medida que a China passa de uma economia orientada à produção para uma economia baseada em conhecimento e serviços, o plano visa fornecer uma variedade de condições de trabalho e de vida para empresas iniciantes e locais, com valores superiores a um bilhão de dólares americanos. Juntamente com o OMA, os quatro vencedores também incluíram Morphosis, que foi reconhecida por seu esquema de organização de negócios, infraestrutura ecológica e estilo de vida.

Cortesia de OMA Cortesia de OMA Cortesia de OMA Cortesia de OMA + 13

Benoy vence concurso para o centro de inovação em ciência Yuqiao em Xangai

19:00 - 11 Maio, 2018
Benoy vence concurso para o centro de inovação em ciência Yuqiao em Xangai, Cortesia de Benoy
Cortesia de Benoy

Especialistas em planejamento e arquitetura de mestres internacionais, Benoy venceu a licitação para o Centro de Inovação Científica Yuqiao, de 367.000 metros quadrados. Este centro tecnológico irá trabalhar para o objetivo de Xangai de ser uma cidade de classe mundial até 2040.

Vídeo apresenta proposta de Foster + Partners para uma rede Hyperloop de transporte de carga

16:00 - 4 Maio, 2018
Vídeo apresenta proposta de Foster + Partners para uma rede Hyperloop de transporte de carga, Cortesia de Foster + Partners
Cortesia de Foster + Partners

O escritório Foster + Partners publicou um vídeo mostrando sua proposta para uma futura infraestrutura de transporte de alta velocidade que tira proveito dos avanços recentes da tecnologia de hyperloop. Projetado para a DP World Cargospeed, uma colaboração entre a gigante de carga DP World e a Virgin Hyperloop One, a proposta de Foster + Partners para esta rede de infraestrutura busca criar um novo ecossistema onde os centros urbanos e paisagens rurais estejam interconectados.

Estaria o plano da Índia de construir 100 cidades inteligentes fadado ao fracasso?

07:00 - 14 Março, 2018
Estaria o plano da Índia de construir 100 cidades inteligentes fadado ao fracasso?, Skyline de Mumbai. Imagem <a href='https://pixabay.com/en/mumbai-bombay-cityscape-skyline-390543/'>via Pixabay</a> usuário PDPics (domínio público)
Skyline de Mumbai. Imagem via Pixabay usuário PDPics (domínio público)

Missão Cidade Inteligente do governo indiano, lançada em 2015, prevê o desenvolvimento de cem "cidades inteligentes" até 2020 para apresentar soluções para a rápida urbanização do país; trinta cidades foram adicionadas à lista oficial na semana passada, levando o número total atual de iniciativas planejadas para noventa. A missão de US$ 7,5 bilhões abrange o desenvolvimento geral de infraestrutura básica — abastecimento de água, eletricidade, mobilidade urbana, habitação a preços acessíveis, saneamento, saúde e segurança — ao mesmo tempo que incluem "soluções inteligentes" baseadas em tecnologia para impulsionar o crescimento econômico e melhorar a qualidade de vida dos cidadãos nas cidades.

Em um país imerso em corrupção, a missão foi elogiada pelo uso transparente e inovador de um nacional "Desafio Municipal" para dar financiamento às melhores propostas dos órgãos municipais locais. Seu manifesto utópico e implementação, no entanto, são motivos de grande preocupação entre os planejadores urbanos e tomadores de decisão hoje, que questionam se a própria ideia de cidade inteligente indiana é inerentemente falha.

O futuro da habitação: drones, automação e moradias compartilhadas

07:00 - 3 Março, 2018
O futuro da habitação: drones, automação e moradias compartilhadas, via Humphreys & Partners Architects
via Humphreys & Partners Architects

O escritório de arquitetura Humphreys and Partners, com sede em Dallas, apresentou no início deste ano durante a exposição 'International Buiders', uma perspectiva particular daquilo que poderá vir a ser a arquitetura residencial em um futuro próximo. A proposta considera questões importantes na arquitetura como a habitação social e a sustentabilidade na construção, além de como a tecnologia tem transformado a maneira como habitamos nossas cidades. Este projeto futurístico composto de dois arranha-céus chamados de Pier 2: Apartment of the Future, não poderiam estar situados em um lugar mais sugestivo: a orla Manhattan.

via Humphreys & Partners Architects via Humphreys & Partners Architects via Humphreys & Partners Architects via Humphreys & Partners Architects + 6

Ilustrações futuristas mostram novas opções de trabalho no campo da arquitetura e construção em 2030

16:00 - 20 Fevereiro, 2018
Ilustrações futuristas mostram novas opções de trabalho no campo da arquitetura e construção em 2030, via MIT Technology Review
via MIT Technology Review

Em um mundo onde a tecnologia ocupa a linha de frente de nossas vidas, é difícil imaginar que muitos dos empregos de hoje em dia não existiam há 10 anos; motoristas de uber, gerentes de redes sociais, desenvolvedores de aplicativos e até o trabalho de um editor do ArchDaily pareceriam ideias abstratas num passado bastante próximo. À medida que a tecnologia avança, mais postos de trabalho serão criados, enquanto outros serão deixados para trás, dando margem a especulações sobre o que virá a seguir.

É quase impossível prever o futuro, mas a agência digital AKQA e a Mish Global tentaram o impossível e vislumbraram vários empregos potenciais no setor de arquitetura e construção em 2030, a partir das inspirações de várias apresentações do Fórum Econômico Mundial. Com a velocidade das mudanças na última década, esses novos empregos não parecem muito longe da realidade.

O que é o BIM e por que ele é fundamental nos projetos arquitetônicos atualmente?

19:00 - 9 Fevereiro, 2018
O que é o BIM e por que ele é fundamental nos projetos arquitetônicos atualmente?, Cortesía de Gonzalo De la Parra
Cortesía de Gonzalo De la Parra

BIM (Building Information Modeling) é uma metologia que permite criar simulações digitais, manejando coordenadamente toda a informação de um projeto de arquitetura.

Enquanto o CAD permite o desenho em 2 ou 3 dimensões, sem distinguir seus elementos, este sistema de dados incorpora a quarta e a quinta dimensões (tempo e custos), permitindo gerenciar a informação de forma inteligente ao longo do ciclo de vida de um projeto, automatizando processos de programação, projeto conceitual, detalhes, análises, documentação, fabricação, logística de construção, operação e manutenção, renovação e / ou demolição.

Em qualquer projeto e construção há infinitos participantes e interações diversas entre as partes. Os projetos são multidisciplinares e incluem informações que nem todos gerenciam. Então, quem é responsável pelo que em cada projeto? Até onde minha responsabilidade vai e onde a sua começa? O BIM permite ordenar a complexidade desse processo.

Revestimento Trespa Meteon, modelado no Revit O que é o BIM e por que ele é fundamental nos projetos arquitetônicos atualmente? Revestimento Trespa Meteon, modelado no Revit Revestimento Trespa Meteon, modelado no Revit + 7

1º Seminário Nacional Online VIABIMLIZE

06:00 - 31 Janeiro, 2018
1º Seminário Nacional Online VIABIMLIZE, 1º Seminário Nacional Online VIABIMLIZE
1º Seminário Nacional Online VIABIMLIZE

Estamos vivendo uma era de inovações de magnitude global.

A Arquitetura e Engenharia vêm sendo transformadas - também - por essas inovações, tendo como grande frente um novo conceito de projeto chamado BIM.

BIM (Building Information Modeling) segundo Bilal Succar é um conjunto de políticas inter-relacionadas, processos e tecnologias criados para gerenciar a construção de um edifício a partir de um banco de dados, desde a fase de projeto até o final de sua vida útil.

Dessa forma temos quatro grandes agentes para um bom funcionamento do BIM:

PESSOAS | GESTÃO | PROCESSOS | TECNOLOGIA

Assim, o seminário VIABIMLIZE busca trazer alguns conceitos chaves

Como os drones podem ser usados na arquitetura (sem infringir a lei)

07:00 - 20 Janeiro, 2018
Como os drones podem ser usados na arquitetura (sem infringir a lei), © <a href='https://unsplash.com/photos/DiTiYQx0mh4'>Dose Media on Unsplash</a>
© Dose Media on Unsplash

Este artigo foi originalmente publicado no site Archipreneur como "How Drones Can Be Used in Architecture."

Pequenos veículos aéreos não tripulados (UAVs), comumente chamados de drones, estão ganhando popularidade não só entre o público e consumidores em geral, mas também entre os profissionais que trabalham na indústria da arquitetura e construção. Nesse sentido, temos visto propostas ambiciosas para seu uso, seja como veículos de transporte ou como ferramentas de marketing.

Embora esta nova tecnologia, como a impressão 3D e a fabricação robotizada em geral, prometa revolucionar a profissão arquitetônica, é importante saber até que ponto sua aplicação prática pode afetar o modo como trabalham os arquitetos. Parece que, por enquanto, os drones têm grandes potenciais quando se trata de vários aspectos dessa profissão.

5 carreiras emergentes em tecnologia de arquitetura para prestar atenção a partir de 2018

12:00 - 11 Janeiro, 2018
5 carreiras emergentes em tecnologia de arquitetura para prestar atenção a partir de 2018, Composição baseado em imagens por Pixabay users <a href='https://pixabay.com/en/building-reflection-window-glass-922529/'>LenaSevcikova</a> and <a href='https://pixabay.com/en/man-virtual-reality-samsung-gear-vr-1416140/'>HammerandTusk</a>
Composição baseado em imagens por Pixabay users LenaSevcikova and HammerandTusk

Mesmo com tecnologias como a realidade virtual, realidade aumentada, impressão 3D, design computacional e robótica já reformulando a prática de arquitetura, a comunidade de projeto está apenas riscando a superfície do potencial dekas. Projetistas que reconhecem isso e investem na construção de habilidades e experiência para maximizar o uso dessas ferramentas no futuro se tornarão inerentemente melhores arquitetos e posicionando-se aos novos caminhos da carreira à medida que nossa profissão evolui. Mesmo há apenas uma década atrás, os projetistas com interesses em arquitetura e tecnologia eram essencialmente obrigados a prosseguir em um ou outro campo. Agora, com a arquitetura começando a aproveitar o poder das tecnologias de ponta, esses campos não são mais mutuamente exclusivos.

Com muitos escritos sobre como a tecnologia está mudando a maneira como os arquitetos trabalham e os produtos que podemos oferecer aos clientes durante o ciclo de vida de um projeto, houve menos foco em como a tecnologia está mudando as oportunidades de carreiras na área. Os escritórios de arquitetura estão agora contratando para cargos que não existiam, mesmo há três anos atrás. Aqui está uma visão em cinco modelos de carreiras emergentes que a tecnologia tornará possível em 2018 e no futuro imediato.

Realidade virtual colaborativa permite que arquitetos se encontrem dentro do modelo 3D do projeto

07:00 - 30 Novembro, 2017

Boa comunicação é fundamental para o sucesso de qualquer projeto, especialmente na arquitetura e construção. A indústria passou de desenhos 2D para modelos 3D em BIM feitos com softwares como SketchUp e Revit. No entanto, mesmo com modelos 3D a comunicação pode não ser muito fácil as vezes. A solução vem como o InsiteVR

A mais recente inovação do InsiteVR é semelhante à função "compartilhar tela" dos computadores, porém, em 3D. Ao passo que a realidade virtual (VR) se torna mais acessível e portátil, modelos colaborativos de VR tem o potencial de se tornarem tão comuns quando uma reunião com telas compartilhadas. Juntos ou em partes distantes do mundo, InsiteVR permite que arquitetos e profissionais da construção civil avaliem seus projetos em realidade virtual. As ferramentas disponíveis permitem eleger alguém para apresentar o modelo, microfone, marcações colaborativas, modelos sincronizados na nuvem e escala. 

via InsiteVR via InsiteVR via InsiteVR via InsiteVR + 7

Florestas verticais em Marte podem ser o futuro das cidades

15:00 - 5 Novembro, 2017
Florestas verticais em Marte podem ser o futuro das cidades, Cortesia de SUSAS 2017
Cortesia de SUSAS 2017

Podem a arquitetura e o design reverter a mudança climática? O arquiteto Stefano Boeri acredita que sim. A Floresta Vertical de Boeri, projeto que combina as esferas naturais e urbanas através da biodiversidade e do reflorestamento, já se concretizou em Milão, está atualmente em construção em Pequim e logo será construída em Xangai. (Assista ao vídeo para saber mais sobre os projetos de florestais verticais de Boeri).

Lançamento da campanha: Fábrica Experimental de Cidades

18:00 - 20 Outubro, 2017
Lançamento da campanha: Fábrica Experimental de Cidades, MNLM-DC e UFRJ
MNLM-DC e UFRJ

Está no ar a campanha da Fábrica Experimental de Cidades Solano Trindade!
benfeitoria.com/fabricaexperimentalmnlmdc

Um espaço de educação e emancipação, onde será possível fabricar diferentes componentes, experimentar tecnologias alternativas e outras formas de construir a cidade coletivamente.

O projeto, fruto do acordo de cooperação técnica entre o MNLM-Duque de Caxias/RJ e a UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro, será construído na Ocupação Solano Trindade, em Duque de Caxias, e conta com uma rede interdisciplinar de colaboradores.

Os programas habitacionais não levam em conta que produzir habitação também é produzir cidade. O resultado disso é a construção de casas e bairros que não consideram

Smart Cities: a promoção da desigualdade?

07:00 - 9 Outubro, 2017
Smart Cities: a promoção da desigualdade?, Como ex Diretor de Urbanismo de Nova Iorque, Alexandros Washburn teve que considerar cuidadosamente se os desenvolvimentos tecnológicos eram bons para os habitantes da cidade. Imagem © <a href='https://www.pexels.com/photo/bridge-brooklyn-bridge-buildings-city-534757/'>Usuário Pexels Kai Pilger</a> licença CC0
Como ex Diretor de Urbanismo de Nova Iorque, Alexandros Washburn teve que considerar cuidadosamente se os desenvolvimentos tecnológicos eram bons para os habitantes da cidade. Imagem © Usuário Pexels Kai Pilger licença CC0

Este artigo foi originalmente publicado pela Common Edge como"Can the Wired City Also Be the Equitable One?"

Uma cidade é inteligente quando toma melhores decisões, e há apenas dois tipos de decisão: a estratégica e a tática. As decisões estratégicas determinam a coisa certa a fazer. As decisões táticas escolhem a maneira certa de fazê-la. A tecnologia inteligente não é inteligente se nos faz confundir, enquanto cidadãos, as decisões estratégicas com as táticas. Em outras palavras, há muitas decisões sobre o funcionamento de uma cidade que felizmente podemos delegar à tecnologia. Mas há questões de governança, de determinação de nosso destino, de decidir o que é certo fazer enquanto sociedade que, se delegarmos, abdicaremos. "Governar é escolher", disse uma vez John F. Kennedy.

Os vários consultores e representantes de empresas de alta tecnologia que vieram conversar comigo quando eu era o Diretor de Urbanismo da cidade de Nova York me prometiam uma cidade inteligente como um lugar onde os semáforos ficaram sempre verdes e as portas dos elevadores estavam sempre abertas, prontas para a nossa chegada. Eles prometiam uma cidade que antecipa nossas necessidades a cada passo, dada a tentadora forma com que, hoje, nossos dispositivos pessoais estão conectados, com aplicativos que parecem nos conhecer melhor que nós mesmos. Agora, com o advento da internet das coisas no horizonte próximo, estamos preparados para tornar as cidades inteligentes uma realidade. Imagine o incrível poder de uma cidade inteira sincronizada com nossas preferências e nosso movimento!

Vértice - Arquitetura e Design

18:00 - 19 Setembro, 2017
Vértice - Arquitetura e Design, Vértice - Arquitetura e Design
Vértice - Arquitetura e Design

O VÉRTICE - Arquitetura e Design tem como foco repensar esses segmentos no estado da Paraíba e fomentá-los como expressão artística, cultural e social para provocar insights criativos no público presente.

“Novos Olhares” será o tema do evento, que terá uma programação diversificada com palestras ministradas por arquitetos e designers como: Paulo Peregrino (PB), Suellen Montenegro (PB), Leonardo Maia (PB), Francisco Cabral (PB), Sérgio Matos (MT), Diego Simon (SP), O Norte Oficina de Criação (PE) e Guto Requena (SP).

O encontro apresentará uma abordagem focada nas novas ideias, trocas de experiências, empreendedorismo e carreira, no qual a criatividade será o elo entre

Como as novas tecnologias estão transformando as conversas de elevador em coisas do passado

07:00 - 10 Agosto, 2017
Como as novas tecnologias estão transformando as conversas de elevador em coisas do passado, O show de luz dinâmica na Torre A'DAM, Amsterdã. Projetado por InventDesign, fotografia de Dennis Bouman. Imagem © InventDesign
O show de luz dinâmica na Torre A'DAM, Amsterdã. Projetado por InventDesign, fotografia de Dennis Bouman. Imagem © InventDesign

As viagens de elevador podem oferecer uma experiência inspiradora, mas mesmo sendo indispensáveis nos edifícios modernos, os usuários enfrentam espaços extremamente compactos, os quais são projetados para se adequarem apenas aos edifícios. Os estranhos olhares para o chão ou para o rosto de outras pessoas revelam nosso desconforto com a multidão anonima dos elevadores. Não seria possível uma experiência espacial mais emocionante? As telas e projeções estão começando a ser utilizadas em elevadores, mas representam apenas o início de uma revolução na atmosfera criada durante o transporte vertical.

O show de luz dinâmica na Torre A'DAM, Amsterdã. Projetado por InventDesign, fotografia de Dennis Bouman. Imagem © InventDesign O show de luz dinâmica na Torre A'DAM, Amsterdã. Projetado por InventDesign, fotografia de Dennis Bouman. Imagem © InventDesign Shaft iluminado do elevador na Atomium em Bruxelas, Bélgica Projetado por André Waterkeyn e pelos arquitetos André e Jean Polak. Imagem © Thomas Schielke Shaft iluminado do elevador com design no Chelsea Day School, New York. Design de Kenji Hirata. Imagem © GION + 12