1. ArchDaily
  2. Arranha Céu

Arranha Céu: O mais recente de arquitetura e notícia

SOM projeta sede global da Hytera em Shenzhen, China

Hytera, uma das maiores fabricantes mundiais de sistemas de rádio e comunicação, convidou o escritório SOM para projetar sua sede global em Shenzhen, China. Integrado ao contexto, o projeto faz coro a outras empresas de tecnologia emergentes da cidade e introduz uma nova tipologia de espaço para escritórios, além de ativar o espaço público do entorno imediato.

Courtesy of SOMCourtesy of SOMCourtesy of SOMCourtesy of SOM+ 15

Edifício residencial pré-fabricado mais alto do mundo será construído em Singapura

O escritório ADDP Architects divulgou recentemente seu projeto Avenue South Residences em Singapura, com as duas torres residenciais pré-fabricadas mais altas do mundo. Com conclusão prevista para 2026, as torres de 56 pavimentos "se localizam ao lado de cinco edifícios históricos em uma das avenidas mais arborizadas de Singapura".

Cortesia de ADDP ArchitectsCortesia de ADDP ArchitectsCortesia de ADDP ArchitectsCortesia de ADDP Architects+ 13

ODA projeta arranha-céu com vazio central em Seattle

O escritório ODA divulgou imagens de sua nova torre de uso misto de 362 metros de altura no centro de Seattle. O projeto destaca o valor do espaço ao ar livre e conta com um grande vazio que ocupa o meio da torre, oferecendo vistas para a paisagem urbana e natural.

Herzog & de Meuron projetam edifício mais alto do Canadá

O escritório suíço Herzog & de Meuron desenvolveu o projeto para um arranha-céu em Toronto. Se construído, o projeto terá 324 metros de altura e se tornará o edifício residencial mais alto do Canadá. Trabalhando em conjunto com o escritório local Quadrangle, a dupla foi contratada pelas empresas holandesas de desenvolvimento imobiliário Kroonenberg Geoep e ProWinko para projetar o novo ícone da cidade.

UNStudio divulga imagens das obras da Torre Wasl em Dubai

O UNStudio, em colaboração com Werner Sobek, projetou um novo arranha-céu para Dubai que se tornará uma das mais altas fachadas de cerâmica do mundo após sua conclusão. Criado para o Wasl Development Group, o projeto está localizado ao longo da famosa via do Sheikh Zayed e em frente ao Burj Khalifa.

© UNStudio© UNStudio© UNStudio© UNStudio+ 21

7 Tendências em madeira para acompanhar em 2020

A história da construção em madeira remonta ao período neolítico, ou potencialmente até mais cedo, quando os humanos começaram a usar madeira para construir abrigos a partir de pequenas peças. O surgimento das primeiras ferramentas de pedra polida, como facas e machados, tornou o manuseio da madeira mais eficiente e preciso, aumentando a espessura das seções de madeira e sua resistência. Ao longo das décadas, a aparência rústica dessas primeiras construções tornou-se cada vez mais ortogonal e limpa, como resultado da padronização, produção em massa e o surgimento de novos estilos e estéticas.

Hoje estamos vivendo outro momento seminal na evolução da madeira. Nutridas e fortalecidas pelos avanços tecnológicos, novos sistemas de pré-fabricação e uma série de processos que aumentam sua sustentabilidade, segurança e eficiência, as estruturas de madeira estão surgindo nos skylines das cidades e, por sua vez, estão reconectando nossos espaços interiores à natureza através do calor, textura e beleza da madeira. Para onde esse caminho nos levará? Abaixo, analisamos 7 tendências que sugerem que esse progresso deve continuar, aumentando as capacidades e a altura dos prédios de madeira nos próximos anos.

Gymnasium Régis Racine / Atelier d'Architecture Alexandre Dreyssé. Image © Clément GuillaumeCanoeing Training Base / PSBA + INOONI. Image © Bartosz DworskiHälleskogsbrännan Visitor Center / pS Arkitektur. Image © Jason Strong PhotographyLa Seine Musicale / Shigeru Ban Architects. Image Cortesía de Blumer Lehmann+ 25

AS+GG divulga projeto de novo distrito financeiro na China

O escritório de arquitetura Adrian Smith + Gordon Gill, com sede em Chicago, acaba de apresentar novas imagens para o projeto do novo Distrito Financeiro de HeXi Yuzui, em Nanjing, China. A AS+GG é responsável tanto pelo desenvolvimento urbano da área quanto pelo projeto de um arranha-céu de quinhentos metros de altura, concebido para se tornar o ponto focal do novo distrito financeiro do oeste da China, o qual pretende atrair novos investidores, visitantes e turistas do mundo todo.

Tutorial: Como construir (ainda) mais alto com madeira

Prédios altos de madeira estão em ascensão. Equipes de projeto em todo o mundo estão aproveitando as tecnologias em constante evolução para criar estruturas cada vez mais altas. A partir do nosso artigo recente que explora o futuro dos arranha-céus, estamos aprofundando as novas tecnologias emergentes de madeira e as vantagens de construir mais alto com madeira. Este tutorial explora como transformar em realidade as estruturas altas de madeira.

Brock Commons Tallwood House. Image © KKLawCourtesy of Perkins + WillWood Innovation and Design Centre . Image © Ema PeterBrock Commons Tallwood House. Image Courtesy of naturallywood.com+ 7

Torre mais estreita do mundo está perto de ser concluída em Nova Iorque

Localizado próximo ao Central Park, no centro de Manhattan, o 111 West 57th Street, o segundo edifício residencial mais alto do Hemisfério Ocidental, alcançou a marca dos 435 metros. Projetada pelo escritório SHoP, com arquitetura de interiores do Studio Sofield, a torre é considerada a mais esbelta do mundo.

Cortesia de 111 West 57th StreetCortesia de 111 West 57th StreetCortesia de 111 West 57th Street© EJ aerial dusk+ 13

Estruturas de madeira são o futuro dos arranha-céus?

Ao longo dos últimos anos, o desenvolvimento de novas tecnologias e o aumento da procura por materiais e sistemas construtivos mais sustentáveis têm impulsionado o uso de estruturas de madeira na arquitetura do século XXI. Sistematicamente, a madeira se firmou como uma alternativa ao concreto e o aço, passando a ser amplamente utilizada também em projetos de arranha-céus e edifícios em altura. Ao longo dos últimos seis anos foram construídos - ou estão sendo construídos - mais de 44 edifícios em altura com estruturas de madeira. Segundo definição do Council on Tall Buildings and Urban Habitat, podem ser considerados arranha-céus edifícios construídos com estruturas de madeira com mais de quatorze pavimentos ou cinquenta metros de altura. Exemplos notáveis já foram notícia aqui no Archdaily Brasil, como o Edifício T3 desenvolvido em parceria entre a Michael Green Architecture e o DLR Group e a Torre HAUT, projetada pelo Team V Architectuur.

Quais são e onde estão os maiores arranha-céus do Brasil

Debater a legislação urbana levanta, via de regra, a questão da altura das edificações - ponto crucial para compreender e prever se o tecido urbano tem capacidade de comportar a multiplicação de pavimentos. No Brasil, o problema é fundamental, haja vista a ineficiência da rede urbana da maioria das cidades, entretanto, ainda há certo exagero em afirmar que, mesmo em nossos centros mais urbanizados, o eixo Z é excessivamente explorado. 

Pelli Clarke Pelli projeta três torres para a regeneração do centro de Tóquio

Os arquitetos da Pelli Clarke Pelli Architects divulgaram seu primeiro projeto no Japão, um complexo em altura que contará com o edifício mais alto do país, com 330 metros de altura. O escritório dos EUA projetou três torres para o distrito de Toranomon-Azabudai, em Tóquio, como parte de um projeto de regeneração urbana da área central da capital.

REX, SOM e SHOP entre os finalistas para projetar torre de US$ 600 milhões na Austrália

Os investidores Cbus e Nielson Properties apresentaram os candidatos para o projeto de uma torre de escritórios de US$ 600 milhões em North Quay, Brisbane. Quatro equipes de arquitetura locais e internacionais foram selecionadas para criar propostas para a torre comercial que acomodará 50.000 metros quadrados de espaços para escritórios. Os investidores pretendem criar um local de trabalho inovador que represente o novo mundo do trabalho.

Honglin Li projeta arranha-céu abastecido por energia gerada com lixo oceânico

O arquiteto Honglin Li criou uma proposta para um arranha-céu com energia gerada a partir do lixo oceânico. Chamado de FILTRATION, o projeto foi premiado com Menção Honrosa no concurso 2019 eVolo Skyscraper. A megaestrutura modular pré-fabricada contém várias Instalações de recuperação de materiais e estações de tratamento de água para reciclar o lixo flutuante e limpar a água do mar enquanto enfrenta a crise energética mundial.

Monumentos tradicionais da arquitetura iraniana são reimaginados como arranha-céus

© Mohammad Hassan Forouzanfar© Mohammad Hassan Forouzanfar© Mohammad Hassan Forouzanfar© Mohammad Hassan Forouzanfar+ 10

Monumentos tradicionais da arquitetura iraniana são frequentemente construídos abaixo do solo devido às especificidades técnicas dessa cultura vernacular. Palácios, mesquitas e edifícios públicos são construídos com apenas um ou dois andares, e a arquitetura iraniana raramente apresenta torres ou arranha-céus.

Fundamental e Omega projetam "Torre do Sol" sobre o rio Ishim no Cazaquistão

Os escritórios Fundamental Architects e Omega Render, com sede em Roterdã, projetaram um icônico arranha-céu e uma ponte sobre o rio Ishim, no Cazaquistão. Feito para o maior empreendedor do país, o BI GROUP, o prédio de uso misto de 75.000 metros quadrados está situado no coração de Astana. Chegando a uma altura de 121 metros sobre o rio Ishim, o edifício está prestes a abrigar residências, escritórios, hotéis e funções comerciais como um centro de infra-estrutura.

Torre do Sol. Imagem Cortesia de Omega RenderTorre do Sol. Imagem Cortesia de Omega RenderTorre do Sol. Imagem Cortesia de Omega RenderTorre do Sol. Imagem Cortesia de Omega Render+ 10

Arranha-céu no Irã combina parque aquático vertical e mineração de criptomoedas

Imagine um parque aquático vertical transformado em arranha-céu. Agora, esconda em baixo de seus tobogãs milhares de super computadores com altíssima capacidade de processamento de dados. Esta é a delirante ideia por trás do projeto da JCPOA Tower, desenvolvida para o concurso international de ideias Evolo Skyscraper 2019. A torre foi concebida para abrigar dois programas tão distintos quanto de pode imaginar: um parque aquático e uma mineradora de criptomoeda. Idealizado pela equipe de arquitetos composta por Ilia Attarpour, Dadbeh Mohebbi Gilani e Ramtin Taherian, o projeto é uma resposta as sanções econômicas impostas pelos EUA ao Irã e a decorrente crise geopolítica em torno da desvalorização da moeda do país. A equipe propôs uma estrutura híbrida composta por um parque aquático e sistemas de mineração de criptomoeda ou bitcoins.

JCPOA Tower: Crypto-Park. Imagem cortesia de Ilia Attarpour, Dadbeh Mohebbi Gilani, Ramtin TaherianJCPOA Tower: Crypto-Park. Imagem cortesia de Ilia Attarpour, Dadbeh Mohebbi Gilani, Ramtin TaherianJCPOA Tower: Crypto-ParkJCPOA Tower: Crypto-Park+ 10

odD+ Architects reinterpreta os históricos pátios e jardins de Quito em uma tipologia vertical

O escritório odD + Architects projetou uma torre residencial com jardins externos em Quito, Equador. Inspirada na tradicional arquitetura da cidade de claustros e jardins, a torre reinterpreta a ideia de pátio em sua fachada. Apelidado de Jardim Comum, o projeto enquadra perspectivas da paisagem urbana em seus 12 pavimentos de jardins e arcadas.

Cortesia de odD+ ArchitectsCortesia de odD+ ArchitectsCortesia de odD+ ArchitectsCortesia de odD+ Architects+ 6