1. ArchDaily
  2. Arranha-céu

Arranha-céu: O mais recente de arquitetura e notícia

Zaha Hadid Architects projeta arranha-céu para o empreendimento Neom, na Arábia Saudita

O escritório Zaha Hadid Architects divulgou o desenho de um arranha-céu de 330 metros de altura localizado no resort de Trojena, que faz parte do projeto Neom, na Arábia Saudita. O edifício foi apresentado na Cityscape Conference em Riad, como parte de uma exposição focada no ambicioso empreendimento. O novo arranha-céu estará localizado em uma montanha com vista para um lago artificial — elemento central integrador de Trojena. ZHA também divulgou o projeto de uma segunda estrutura no local: um pavilhão próximo ao arranha-céu.

Zaha Hadid Architects projeta arranha-céu para o empreendimento Neom, na Arábia Saudita - Image 1 of 4Zaha Hadid Architects projeta arranha-céu para o empreendimento Neom, na Arábia Saudita - Image 2 of 4Zaha Hadid Architects projeta arranha-céu para o empreendimento Neom, na Arábia Saudita - Image 3 of 4Zaha Hadid Architects projeta arranha-céu para o empreendimento Neom, na Arábia Saudita - Image 4 of 4Zaha Hadid Architects projeta arranha-céu para o empreendimento Neom, na Arábia Saudita - Mais Imagens+ 3

Arranha-céus: a solução é crescer para cima com térreos amigáveis

Singapura, China, Dubai (Emirados Árabes Unidos), Londres (Inglaterra), Toronto (Canadá), Hong Kong, Nova York (EUA) e Paris (França) são exemplos de lugares que vêm se verticalizando mais intensamente nos últimos anos e adotando uma série de medidas para conter a expansão de seus territórios ao mesmo tempo em que buscam atender à demanda por mais moradias e infraestrutura. Nesse sentido, essas regiões têm visto crescer cada vez mais o número de arranha-céus ou prédios altos — como também são chamados — sendo construídos em seus bairros, inclusive em áreas centrais e históricas.

Arranha-céus: a solução é crescer para cima com térreos amigáveis - Image 1 of 4Arranha-céus: a solução é crescer para cima com térreos amigáveis - Image 2 of 4Arranha-céus: a solução é crescer para cima com térreos amigáveis - Image 3 of 4Arranha-céus: a solução é crescer para cima com térreos amigáveis - Image 4 of 4Arranha-céus: a solução é crescer para cima com térreos amigáveis - Mais Imagens

Mario Cucinella Architects vence concurso para projetar dois arranha-céus em Viena

Mario Cucinella Architects acaba de ganhar um concurso fechado para projetar duas torres multifuncionais em Viena. Situado no 2º distrito da capital austríaca, onde o empreendimento urbano dinâmico “Viertel Zwei” está em obras há algum tempo, o projeto consiste em dois arranha-céus, ambos de diferentes linguagens arquitetônicas e feitos para diferentes propósitos, que conformarão um complexo urbano.

Mario Cucinella Architects vence concurso para projetar dois arranha-céus em Viena - Image 1 of 4Mario Cucinella Architects vence concurso para projetar dois arranha-céus em Viena - Image 2 of 4Mario Cucinella Architects vence concurso para projetar dois arranha-céus em Viena - Image 3 of 4Mario Cucinella Architects vence concurso para projetar dois arranha-céus em Viena - Image 4 of 4Mario Cucinella Architects vence concurso para projetar dois arranha-céus em Viena - Mais Imagens+ 6

A ascensão das cidades arranha-céus: entrevista com Stefan Al

Stefan Al é o autor de Supertall: How the World’s Tallest Buildings Are Reshaping Our Cities and Our Lives (Norton, 2022). Al é PhD em Planejamento Urbano e Regional pela University of California, Berkeley. Ele trabalha como arquiteto e lecionou na Virginia Tech, na Columbia University, no Pratt Institute, na University of Hong Kong e na University of Pennsylvania.

Quay Quarter Tower projetada pela 3XN vence o International High-Rise Award 2022/23

O escritório de arquitetura dinamarquês 3XN ganhou o 10º International High-Rise Award, prêmio para o arranha-céu mais inovador do mundo em 2022/23, com a torre comercial Quay Quarter Tower em Sydney, na Austrália. Dos mais de 1.000 arranha-céus concluídos nos últimos dois anos, o Quay Quarter Tower foi selecionado porque implementou soluções inovadoras em um momento de crescentes desafios ecológicos, integrando a estrutura de arranha-céus existente da década de 1970 no novo edifício.

Os arquitetos Kim Herforth Nielsen (fundador e diretor de criação do 3XN) e Fred Holt (sócio e diretor do 3XN) receberão o prêmio na cerimônia da 10ª edição do IHA em Paulskirche, Frankfurt, juntando-se à lista de laureados que inclui Norra Tornen do OMA (2020), Torre Reforma do LBR&A Arquitectos (2018), 57 West do BIG (2016) e Torre Agbar do Ateliers Jean Nouvel (2006).

Quay Quarter Tower projetada pela 3XN vence o International High-Rise Award 2022/23 - Image 1 of 4Quay Quarter Tower projetada pela 3XN vence o International High-Rise Award 2022/23 - Image 2 of 4Quay Quarter Tower projetada pela 3XN vence o International High-Rise Award 2022/23 - Image 3 of 4Quay Quarter Tower projetada pela 3XN vence o International High-Rise Award 2022/23 - Image 4 of 4Quay Quarter Tower projetada pela 3XN vence o International High-Rise Award 2022/23 - Mais Imagens+ 9

Icon Architects projeta o edifício de madeira mais alto da América do Norte em Toronto

A Icon Architects divulgou o projeto de uma torre de madeira de 90 metros de altura em Toronto, Canadá, que se tornará, uma vez concluída, o edifício mais alto da América do Norte. Chamado "191-199 College Street", o projeto está alinhado com o masterplan liderado por Alison Brooks Architects, Adjaye Associates, Henning Larsen e SLA para desenvolver o Waterfront de Toronto, que visa transformar a cidade em um polo de habitações a preços acessíveis, espaços públicos de qualidade e novas oportunidades de negócios. A construção em CLT gerará cerca de 3.300 toneladas métricas de emissões de gases de efeito estufa a menos que uma obra convencional. Além dos benefícios ambientais, a torre acomodará cerca de 400 unidades de aluguel a preços acessíveis.

Obras do arranha-céu projetado pelo BIG na zona leste de Berlim avançam

O terceiro edifício mais alto de Berlim, um arranha-céus de 142 metros de altura projetado pelo Bjarke Ingels Group (BIG), deverá ser concluído até 2023. Localizado próximo à estação Warschauer e à Arena Mercedes-Benz, o EDGE East Side será um eixo vertical de 65.000 m² que liga dois dos subúrbios mais vibrantes e artísticos de Berlim: Friedrichshain e Kreuzberg.

Combinando requisitos urbanos contemporâneos e elementos naturais, a estrutura contará com vistas 360º de Berlim Oriental e 36 pavimentos de locais de trabalho compartilhados e dedicados. Alguns setores da construção atenderão organizações ou indivíduos com foco principalmente em sustentabilidade, educação ou questões sociais. A torre também abrigará os escritórios da Amazon, com espaço para até 3.400 funcionários.

Obras do arranha-céu projetado pelo BIG na zona leste de Berlim avançam - Image 1 of 4Obras do arranha-céu projetado pelo BIG na zona leste de Berlim avançam - Imagem de DestaqueObras do arranha-céu projetado pelo BIG na zona leste de Berlim avançam - Image 2 of 4Obras do arranha-céu projetado pelo BIG na zona leste de Berlim avançam - Image 3 of 4Obras do arranha-céu projetado pelo BIG na zona leste de Berlim avançam - Mais Imagens

CapitaSpring Tower projetada por BIG e Carlo Ratti é inaugurada em Singapura

Projetada pelo BIG-Bjarke Ingels Group e CRA-Carlo Ratti Associati, a CapitaSpring é a mais recente adição de Singapura. Recentemente concluído, após quatro anos de construção, o oásis de 280 metros de altura, considerado uma das estruturas mais altas da cidade, é um arranha-céu de uso misto com abundantes jardins suspensos e parque na cobertura, espaço para escritórios, residência com serviços, hawker center (mercado gastronômico), restaurantes e espaços públicos.

O arranha-céu biofílico, alinhado com “o urbanismo vertical pioneiro da cidade” e com a reputação de Singapura como cidade-jardim, está localizado no coração do distrito financeiro, em um antigo estacionamento público e centro de vendedores ambulantes. Composta por 80.000 plantas, traduzindo-se em uma área total ajardinada de mais de 140% da área do terreno, a torre cria um “novo espaço verde de alta densidade para os moradores e transeuntes”.

CapitaSpring Tower projetada por BIG e Carlo Ratti é inaugurada em Singapura - Image 1 of 4CapitaSpring Tower projetada por BIG e Carlo Ratti é inaugurada em Singapura - Image 2 of 4CapitaSpring Tower projetada por BIG e Carlo Ratti é inaugurada em Singapura - Image 3 of 4CapitaSpring Tower projetada por BIG e Carlo Ratti é inaugurada em Singapura - Image 4 of 4CapitaSpring Tower projetada por BIG e Carlo Ratti é inaugurada em Singapura - Mais Imagens+ 20

Conheça os 34 arranha-céus indicados ao International High-Rise Award 2022/23

O International High-Rise Award 2022/23 nomeou 34 projetos de destaque de 13 países diferentes para concorrer à edição deste ano. Selecionados pelo Deutsches Architekturmuseum (DAM), os edifícios selecionados foram escolhidos entre mais de 1.000 novos arranha-céus em todo o mundo, datados dos últimos dois anos. Como em anos anteriores, observou-se um declínio considerável nos arranha-céus concluídos.

O júri de jurados internacionais para o High-Rise Award deste ano foi composto pelo arquiteto Sven Thorissen (MVRDV) e incluiu arquitetos, engenheiros, críticos de arquitetura e representantes do DekaBank, da cidade de Frankfurt e do Deutsches Architekturmuseum (DAM). No outono, cinco finalistas serão anunciados para segunda etapa do processo, e o vencedor será lançado em 8 de novembro de 2022.

Conheça os 34 arranha-céus indicados ao International High-Rise Award 2022/23 - Image 1 of 4Conheça os 34 arranha-céus indicados ao International High-Rise Award 2022/23 - Image 2 of 4Conheça os 34 arranha-céus indicados ao International High-Rise Award 2022/23 - Image 3 of 4Conheça os 34 arranha-céus indicados ao International High-Rise Award 2022/23 - Image 4 of 4Conheça os 34 arranha-céus indicados ao International High-Rise Award 2022/23 - Mais Imagens+ 32

Os antigos arranha-céus do Iêmen: como o conflito apaga o patrimônio

Arranha-céus são elementos inerentes às cidades contemporâneas. Seja em São Paulo ou Nova York, em Seul ou Dubai, essas estruturas imponentes são onipresentes no tecido urbano e a imagem convencional que se tem delas é de planos de vidro. Isso não ocorre no Iêmen, onde há exemplos antigos que são bem diferentes dos arranha-céus atuais. No centro do país, a cidade de Shibam é cercada por uma muralha fortificada e é o lar de exemplos deslumbrantes de habilidade arquitetônica: casas em torre que datam do século XVI com até sete andares de altura.

Os antigos arranha-céus do Iêmen: como o conflito apaga o patrimônio - Image 1 of 4Os antigos arranha-céus do Iêmen: como o conflito apaga o patrimônio - Image 2 of 4Os antigos arranha-céus do Iêmen: como o conflito apaga o patrimônio - Image 3 of 4Os antigos arranha-céus do Iêmen: como o conflito apaga o patrimônio - Image 4 of 4Os antigos arranha-céus do Iêmen: como o conflito apaga o patrimônio - Mais Imagens+ 3

Arábia Saudita planeja arranha-céu espelhado de 170 quilômetros de comprimento

O governo da Arábia Saudita divulgou imagens de um arranha-céu de 170 quilômetros de comprimento como parte do projeto NEOM. Anunciado pelo príncipe herdeiro Mohammed bin Salman, The Line é um empreendimento urbano reimaginado que liga a costa do Mar Vermelho às montanhas e vales superiores do noroeste da Arábia Saudita. A estrutura compacta, com 200 metros de largura, apresenta um experimento social e econômico. A cidade tem como intuito ser zero carbono, eliminando infraestruturas intensivas em carbono, como carros e estradas, e funcionará com energia 100% renovável, incluindo as operações de suas indústrias.

Arábia Saudita planeja arranha-céu espelhado de 170 quilômetros de comprimento - Image 1 of 4Arábia Saudita planeja arranha-céu espelhado de 170 quilômetros de comprimento - Image 2 of 4Arábia Saudita planeja arranha-céu espelhado de 170 quilômetros de comprimento - Image 3 of 4Arábia Saudita planeja arranha-céu espelhado de 170 quilômetros de comprimento - Image 4 of 4Arábia Saudita planeja arranha-céu espelhado de 170 quilômetros de comprimento - Mais Imagens+ 10

Rem Koolhaas sobre o fenômeno dos arranha-céus e o potencial dos Emirados de reinventar a urbanização

Rem Koolhaas, co-fundador do Office for Metropolitan Architecture (OMA), ganhador do Prêmio Pritzker em 2000 e um dos mais proeminentes teóricos do urbanismo hoje em dia, foi um dos primeiros a questionar o fenômeno dos arranha-céus e sua influência na transformação da cidade. Particularmente intrigado com a região do Golfo Pérsico e as ambições urbanas desta área, em 2009, durante a 9ª edição da Bienal de Sharjah, fez uma palestra sobre o potencial de reinventar a urbanização nos Emirados Árabes Unidos.

Por ocasião do jubileu de ouro dos Emirados Árabes Unidos, marcando 50 anos desde que foram fundados em 1971, 50U, publicado pela Archis, explora os diferentes desenvolvimentos no Golfo, esta região que "testemunhou a transformação de uma cidade parcialmente nômade, parcialmente baseada na comunidade em uma sociedade metropolitana globalmente ativa”. Depois de Al Manakh, em 2007, seguido em 2010 por Al Manakh Cont’d, 50U conta a história dos Emirados Árabes Unidos por meio de 50 retratos de pessoas, plantas e lugares. O livro também compartilha um trecho da palestra de Koolhaas em 2009 que reflete sobre as condições contemporâneas, focando especificamente em sua leitura de Dubai, seu envolvimento arquitetônico e suas previsões urbanas futuras.

Álvaro Siza conclui seu primeiro arranha-céu em Nova Iorque, o 611 West 56th Street

Álvaro Siza conclui seu primeiro arranha-céu em Nova Iorque, o 611 West 56th Street - Imagem de Destaque
© João Morgado

A densa paisagem de Manhattan acaba de receber mais um arranha-céu, desta vez projetado por um Pritzker português. Com 137 metros de altura e 35 pavimentos, o 611 West 56th Street, primeiro edifício de Álvaro Siza em Nova Iorque, foi externamente concluído. O condomínio de luxo, que é também a primeira obra de Siza nos Estados Unidos, conta, ainda, com diversos equipamentos para seus residentes, como uma piscina, um spa, uma academia, um playground para crianças e espaços para eventos.

Álvaro Siza conclui seu primeiro arranha-céu em Nova Iorque, o 611 West 56th Street - Image 1 of 4Álvaro Siza conclui seu primeiro arranha-céu em Nova Iorque, o 611 West 56th Street - Image 2 of 4Álvaro Siza conclui seu primeiro arranha-céu em Nova Iorque, o 611 West 56th Street - Image 3 of 4Álvaro Siza conclui seu primeiro arranha-céu em Nova Iorque, o 611 West 56th Street - Image 4 of 4Álvaro Siza conclui seu primeiro arranha-céu em Nova Iorque, o 611 West 56th Street - Mais Imagens+ 20

Lições do único arranha-céu de Frank Lloyd Wright, válidas até hoje

A Price Tower é o único edifício de grande altura feito pelo famoso arquiteto americano Frank Lloyd Wright e um de seus únicos projetos orientados verticalmente. Localizado em Bartlesville Plains, Oklahoma e encomendado pela empresa local de petróleo e produtos químicos H.C. Price Company, a torre de uso misto é significativa não só pela sua singularidade dentro da obra do arquiteto, mas também pelos seus materiais e desenho estrutural. Algumas das inovações desenvolvidas por Wright, que surgiram pela primeira vez em meados do século 20, ainda são úteis e eficazes até hoje.

Futuro da Tour Triangle projetada por Herzog & de Meuron em Paris segue incerto

Depois de mais de uma década de tentativas frustradas, problemas econômicos e disputas legais além de muita resistência por parte da comunidade local, a Tour Triangle (Triangle Tower) projetada pela Herzog & de Meuron finalmente parece estar caminhando para um final a medida que tudo parece indicar que as obras serão iniciadas muito em breve em um terreno próximo ao Parque de Exposições Porte de Versailles no 15º distrito municipal de Paris. Entretanto, enquanto as máquinas ainda estão esquentando os motores, esforços estão sendo feitos para barrar o projeto de forma definitiva.

Adjaye Associates a um passo de ver seu primeiro arranha-céu construído em Manhattan

A Adjaye Associates revelou recentemente imagens do seu projeto desenvolvido para um dos últimos terrenos vazios no centro de Manhattan. Localizado em frente ao Jacob K. Javits Center, entre as ruas West 35th e 36th, este poderia ser o edifício mais alto construído pelo escritório de David Adjaye até o momento.

Segundo arranha-céu mais alto do mundo será construído na Rússia

O escritório de arquitetura escocês Kettle Collective divulgou seu projeto para um arranha-céu de 703 metros de altura em São Petersburgo, Rússia, que será o segundo edifício mais alto do mundo depois do Burj Khalifa de Dubai. O Lakhta Center II será construído ao lado do Lakhta Center, atualmente o edifício mais alto da Europa e sede da empresa de energia Gazprom.

Segundo arranha-céu mais alto do mundo será construído na Rússia - Image 1 of 4Segundo arranha-céu mais alto do mundo será construído na Rússia - Image 2 of 4Segundo arranha-céu mais alto do mundo será construído na Rússia - Image 3 of 4Segundo arranha-céu mais alto do mundo será construído na Rússia - Image 4 of 4Segundo arranha-céu mais alto do mundo será construído na Rússia - Mais Imagens