1. ArchDaily
  2. Alvaro Siza

Alvaro Siza: O mais recente de arquitetura e notícia

14 Exemplos de como incorporar uma piscina no interior de uma casa

Apresentamos uma seleção de fotografias de casas com piscinas em seus interiores. São 14 projetos que apresentam diferentes ideias e soluções de como incorporar a água no espaço cotidiano de uma residência, resolvendo os problemas de carga, umidade e infiltrações. Veja, a seguir, imagens feitas por fotógrafos como Mariela Apollonio, Kent Soh e Marcello Mariana.

Casa Shaw / Patkau Architects. Image © Benjamin BenschneiderVilla K / Paul de Ruiter Architects. Image © Pieters Kers & Patrick VoigtHaffenden House / PARA. Image © Nathan RaderCasa Fez / Álvaro Siza Vieira. Image © Fernando Guerra |  FG+SG+ 15

Álvaro Siza recebe o Prêmio Nacional de Arquitetura da Espanha via streaming

Há um ano anunciamos que o arquiteto português Álvaro Siza Vieira fora agraciado com o Prêmio Nacional de Arquitectura de Espanha 2019. Hoje, 30 de outubro, a cerimônia terá não só uma edição especial via streaming no Palácio Zurbano em Madrid, como será a primeira vez que o prêmio é entregue pelo Primeiro Ministro.

Álvaro Siza projeta novo conjunto residencial em Gallarate, Itália

Assentado em um lote suburbano de Gallarate, na região italiana da Lombardia, ergue-se, em dois blocos de mármore travertino, o mais recente projeto de Álvaro Siza: um condomínio residencial de 20 unidades desenvolvido em parceria com o escritório português COR Arquitectos. Fazendo frente para a movimentada Via Roma e a pacata Via Postporta, o conjunto reinterpreta duas tipologias locais – o pátio lombardo e a vila isolada – em um jogo de volumes que faz lembrar as geometrias de outra obra-prima de Siza, a Faculdade de Arquitetura do Porto.

© Francesca Ióvene - fōndaco studio© Francesca Ióvene - fōndaco studio© Francesca Ióvene - fōndaco studio© Francesca Ióvene - fōndaco studio+ 14

Complexo Residencial em Gallarate / Álvaro Siza + COR Arquitectos

© Francesca Ióvene - fondaco studio© Francesca Ióvene - fondaco studio© Francesca Ióvene - fondaco studio© Francesca Ióvene - fondaco studio+ 66

  • Arquitetos: COR Arquitectos, Álvaro Siza
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  3266
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2020

Arquiteturas para após a morte: criptas, túmulos e mausoléus

A mortalidade define a arquitetura e a experiência humana. Ao longo do tempo, as estruturas funerárias foram projetadas por diversas sociedades e civilizações, para fundamentar suas crenças pessoais e compartilhadas. A ideia da vida após a morte molda como esses edifícios foram construídos, de monumentos simbólicos a vastas tumbas e criptas. Descubra uma nova série de exemplares da arquitetura moderna, projetados para a lembrança e reflexão.

© Paul Crosby Photography© David Frutos Ruiz© Gianluca Gelmini© Jonathan Hadiprawira+ 15

Dinâmica dos fluidos: piscinas icônicas ao redor do mundo

Os complexos aquáticos são definidos por atividades. Contendo espaços destinados a exercícios físicos e atividades de lazer, eles são projetados para acolher diferentes escalas de movimento. Em sua essência, eles se concentram em piscinas, estruturas que exploram ideias de luz e espaço ao longo de milênios, desde o "Grande Banho" do Paquistão, em Mohenjo-Daro e antigas estruturas gregas, até complexos de natação contemporâneos.

© Jack Hobhouse© Edouard Decam© Fernando Guerra | FG+SG© Shai Gil+ 11

Álvaro Siza, entre o moderno e o tradicional

Álvaro Joaquim de Melo Siza Vieira, ou simplesmente Álvaro Siza, nasceu em Matosinhos, Portugal, em 25 de junho de 1933. Sua primeira obra – quatro casas em Matosinhos – foi construída em 1954, antes mesmo de concluir seus estudos na Escola de Belas Artes da Universidade do Porto (atual Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto – FAUP), o que veio a acontecer um ano mais tarde.

Parque Atlântico - 2005. Image © Fernando Guerra |  FG+SGChurch and P. Centre | Marco de Canavezes  - 1997/2006. Image © Fernando Guerra |  FG+SGSerralves Foundation - 1999. Image © Fernando Guerra |  FG+SGLeça da Palmeira Swimming Pool - 1966. Image © Fernando Guerra |  FG+SG+ 67

Quem já ganhou o Prêmio Pritzker?

O Prêmio Pritzker é o reconhecimento mais importante que um arquiteto(a) pode receber em vida. A honraria é outorgada todos os anos a arquitetos e arquitetas cuja obra construída "tenha produzido significativas contribuições para a humanidade ao longo dos anos", segundo explica a própria organização responsável pela premiação. Por esta razão, o júri presta homenagem a pessoas e não a escritórios, como já aconteceu em 2000 (Rem Koolhaas ao invés do OMA), 2001 (Herzog & de Meuron), 2010 (SANAA), 2016 (Elemental) e 2017 (RCR Arquitectes), premiando seus fundadores (como no caso do SANAA), o então, um deles (Elemental).

Acompanhe as obras do primeiro edifício de Álvaro Siza em Nova Iorque

Com 120 metros de altura e localizado na esquina da West 56th Street com a Eleventh Avenue, o primeiro edifício de Álvaro Siza em Nova Iorque está prestes a ser concluído. Nomeado 611 West 56th Street, o condomínio residencial contará também com diversos equipamentos para seus residentes, como uma piscina, um spa, uma academia, um playground para crianças e espaços para eventos.

Álvaro Siza inaugura pavilhão revestido de papel alumínio em Xangai

Álvaro Siza, possivelmente o arquiteto português mais reconhecido mundialmente, inaugurou seu Pavilhão para a marca de móveis CAMERICH, em Xangai, na 44ª Feira Internacional de Mobiliário da China (CIFF 2019). Revestido de papel alumínio, o projeto apresenta volumetria intrincada e planta bastante irregular, quase biomórfica, fazendo lembrar algum animal - "um tamanduá, um elefante ou talvez o gato que habita o escritório de Siza", sugere António Choupina, consultor do projeto.

Desenhos de Norman Foster, Álvaro Siza e Souto de Moura em leilão na FAUP

Desenhos, fotografias, serigrafias e outras peças originais produzidas por arquitetos e artistas de diferentes partes do mundo serão leiloadas na Faculdade de Arquitetura do Porto. A iniciativa “Quem dá mais”, uma venda livre promovida por estudantes do segundo ano do Mestrado Integrado em Arquitectura (MIArq) da FAUP, contará, entre outros, com trabalhos Norman Foster, Álvaro Siza e Eduardo Souto de Moura.

Lições da arquitetura: leituras a partir de poéticas

O arquiteto Luciano Margotto, orientado pela Profa. Dra. Mônica Junqueira de Camargo, apresenta nessa tese de doutorado cinco lições da arquitetura: Austeridade, Generosidade, Liberdade, Público e Espacialidade. O autor investiga no trabalho as obras de arquitetos como Carlos Millan, Marcello Fragelli, Eduardo Souto de Moura, Oscar Niemeyer, Vilanova Artigas, Fábio Penteado, Lucio Costa, Lina Bo Bardi, Paulo Mendes da Rocha, Brasil Arquitetura, Gabriel Guarda, Martín Correa e Alvaro Siza. Veja abaixo o resumo da tese defendida na FAUUSP em 2016.

Exposição "Siza – Unseen & Unknown" mostra o lado sensível e pessoal da obra de Álvaro Siza

Álvaro Siza nasceu em 1933, mesmo ano em que a Bauhaus fechou suas portas. Talvez ele seja o último modernista em atividade, ou, pelo menos, a voz mais significativa a ainda carregar o inconcluso projeto moderno século XXI adentro. A exposição Siza - Unseen and Unknowi, que inaugura no dia 20 de fevereiro na Tchoban Foundation, em Berlim, apresenta uma série de cem croquis que narram a obra do mestre português, entremeada pelo projeto moderno e por questões pessoais.

7 conselhos de grandes arquitetos para jovens arquitetos

Em muitos momentos na carreira de arquiteto nos deparamos com dúvidas e inseguranças sobre a nossa profissão. Por isso, estar em contato com a sabedoria de grandes nomes do campo como Alejandro Aravena, Álvaro Siza, César Pelli, Francis Kéré, Jeanne Gang, Norman Foster e Paulo Mendes da Rocha, sirva como um momento de inspiração para enfrentar os desafios que a Arquitetura e Urbanismo nos propõe. Veja, a seguir, conselhos destes grandes arquitetos.

ARCHIVOIDS de Federico Babina exalta as arquiteturas do vazio

O artista italiano Federico Babina compartilhou conosco seu mais recente trabalho de ilustração arquitetônica. Archivoid procura "esculpir massas invisíveis de espaço" através da leitura de negativos - usando a linguagem arquitetônica de arquitetos famosos do passado e do presente, de Frank Lloyd Wright a Bjarke Ingels.

As imagens de Babina criam um ponto de vista inverso, uma inversão de percepção para uma leitura alternativa do espaço e da própria realidade. Fazendo do espaço negativo seu protagonista, Babina traça as “pegadas arquitetônicas” de arquitetos famosos, unindo misteriosas geometrias com uma combinação de cores vibrantes.

© Federico Babina© Federico Babina© Federico Babina© Federico Babina+ 9