Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Elemental

Elemental: O mais recente de arquitetura e notícia

Alejandro Aravena: "A necessidade mais básica e urgente é como um template que elimina o irrelevante"

Alejandro Aravena esteve em Florianópolis na última semana, convidado pelo NCD Summit 2019 para palestrar sobre Arquitetura Social. Fundador do "do tank" ELEMENTAL, o Prêmio Pritzker de 2016 deu um panorama geral de sua obra, passando pelas mais distintas tipologias de projeto, sempre evidenciando os processos que levaram às soluções adotadas. Antes da palestra, Aravena concedeu uma entrevista exclusiva ao ArchDaily Brasil. Confira a entrevista a seguir:

"Não somos consultores, somos autores. Isso significa arriscar e propor": Alejandro Aravena aconselha jovens profissionais

Em um recente vídeo publicado pelo Louisiana Channel, Alejandro Aravena, vencedor do Prêmio Pritzker de 2016, compartilha seus conselhos com jovens arquitetos. O aclamado arquiteto chileno incentiva jovens profissionais a serem o mais nerds, livres e rebeldes quanto possível. Absorver e compreender o máximo que puder e, em seguida, usar esse conhecimento para abordar um projeto de forma livre é um ciclo que continuamente se alimenta. Ouvir, e, particularmente, ouvir com a mente aberta e sem preconceitos, é o segundo conselho de Aravena. “Não somos consultores, somos autores ... Isso significa arriscar e propor”, continua, descrevendo a prática da arquitetura.

Alejandro Aravena encerra na Casa da Música no Porto o Congresso Internacional “Affordable housing. The 20th Century Legacy. Learning From The Past. What Future? Challenges And Opportunities”

International Congress "AFFORDABLE HOUSING. THE 20TH CENTURY LEGACY. Learning from the past. What future? Challenges and opportunities"


O arquiteto chileno Alejandro Aravena (1967), Prémio Pritzker e curador da XV Bienal de Veneza ' Reporting From the Front', em 2016, ocupa um lugar de particular relevância no debate e produção arquitectónica contemporâneos.

Alejandro Aravena é o convidado a encerrar os trabalhos do Congresso Internacional "AFFORDABLE HOUSING.THE 20TH CENTURY LEGACY. Learning from the past. What future? Challenges and opportunities", vem à Casa da Música no Porto, para apresentar uma conferência na qual revelará o seu entendimento e posição crítica quanto ao

Luminárias desenhadas por arquitetos são atração na Semana do Design de Milão 2019

A Semana de Design de Milão, que este ano acontece entre os dias 09 e 14 de Abril, é o principal e mais conhecido evento de design do mundo, aonde são apresentados todos os anos as principais tendências do design contemporâneo. O Salone del Mobile, como parte dos eventos da Semana de Design, acolhe este ano a Bienal Euroluce, uma exposição internacional de design de iluminação.

A Euroluce deste ano apresenta duas tendências para os próximos anos: "redescobrindo o passado" e "referenciando a natureza". Antigas peças de design foram redescobertas e trazidas de volta à vida, não apenas para servir como símbolos do passado, mas como uma nova fonte de inspiração para o futuro. A referência à natureza é, evidentemente, a principal tendência no mundo do design hoje, dominando não apenas as peças apresentadas na Euroluce mas todas as outras categorias de objetos presentes na Semana de Design de Milão de 2019. São peças inspiradas na natureza e em suas formas naturais e orgânicas, além é claro, de materiais reciclados e ecologicamente corretos.

Seguindo estas linhas, as peças mais chamativas do Euroluce deste ano levam a assinatura de renomados arquitetos e estúdios de design do mundo. Importantes arquitetos fazem sua estréia como designers e apresentam ao mundo suas peças e soluções inteligentes de iluminação.

ELEMENTAL, a monografia mais completa de Alejandro Aravena

Phaidon publicou recentemente Elemental, uma monografia que demonstra plenamente o compromisso social e os métodos de Alejandro Aravena e seus companheiros de trabalho.

Alejandro Aravena receberá o prêmio RIBA Charles Jencks de 2018

O arquiteto chileno Alejandro Aravena e fundador do ELEMENTAL foi eleito o premiado de 2018 do Prêmio Charles Jencks do Instituto Real dos Arquitetos Britânicos (RIBA). O prêmio é concedido em reconhecimento às contribuições excepcionais de um indivíduo para o campo da arquitetura, tanto em obras construídas quanto em trabalhos teóricos. Aravena receberá o prêmio e fará uma palestra na sede do RIBA em Londres no dia 15 de outubro.

© Iwan Baan Alejandro Aravena receberá o prêmio RIBA Charles Jencks de 2018 © Laurian Ghintiou © Suyin Chia + 10

ELEMENTAL propõe edifício ponte em Buenos Aires

O escritório de arquitetura liderado por Alejandro Aravena propôs um edifício que aborda a integração física do bairro Villa 31, em Buenos Aires. O projeto, que conta com um parque linear em sua cobertura, tem como objetivo abrigar a nova sede do Cone Sul do Banco Interamericano de Desenvolvimento, além de facilitar o acesso dos habitantes do bairro a outras zonas da cidade.

Mais informações a seguir. 

Alejandro Aravena compartilha detalhes do mega projeto cultural do ELEMENTAL no Qatar

Em maio de 2017, o escritório chileno ELEMENTAL foi selecionado para projetar o Art Mill, um centro cultural anunciado como um dos maiores do Qatar, que será construído em um terreno adjacente ao Museu de Arte Islâmica de I.M. Pei e ao Museu Nacional do Qatar de Jean Nouvel.

Após uma viajem a Doha, Alejandro Aravena conversou com o jornal chileno El Mercurio e compartilhou detalhes sobre o projeto. "Uma das coisas que propusemos é que o projeto permanecerá por mil anos", explica o Pritzker 2016. "Quando vemos instalações industriais, especialmente os silos, as ruínas arqueológicas levantam algumas questões", acrescenta.

La Serpentina, um jogo infantil urbano projetado por ELEMENTAL para Somos Choapa

No centro do Parque Cultural de Valparaíso (Chile), um novo jogo infantil urbano capturou a atenção e a energia de crianças de todas as idades nas últimas duas semanas: é uma estrutura metálica de 40 metros de comprimento que contém um caminho ondulado colorido onde crianças correm, pulam, se escondem e deslizam.

Trata-se de La Serpentina, um dos projetos públicos espaciais que o escritório ELEMENTAL (Alejandro Aravena) construirá para Somos Choapa no Chile, e que por estes dias, faz uma parada em Valparaíso por ocasião da XX Bienal de Arquitectura y Urbanismo de Chile.

Após a concepção de dispositivos similares implantados no perímetro do Parque Bicentenário da Infância (2012) em Santiago, La Serpentina é uma das duas intervenções com as quais a Somos Choapa participa da Bienal. O segundo é um modelo interposto com uma série de telas de toque implantadas no recinto principal do Parque Cultural de Valparaíso, representando mais de 100 iniciativas concretas do projeto.

Detalhes construtivos das habitações incrementais do ELEMENTAL

Boa localização, crescimento harmônico no tempo, preocupação pelo desenho urbano e o fato de entregar uma estrutura que permita "semear o DNA de uma habitação de classe média", são os pontos chave do ABC da habitação incremental, desenvolvido pelos arquitetos chilenos do ELEMENTAL. Em suas palavras, trata-se de "assegurar um equilíbrio entre densidade e baixa altura -sem superlotação- com a possibilidade de expansão (da habitação social à casa de classe média)".

Seguindo essa linha de ação, o escritório liberou os desenhos técnicos de 4 dos projetos realizados sob esses princípios, para que sirvam como bons exemplos de projeto, já implementados e testados na realidade. No entanto, apesar de colocá-los à disposição para sua livre consulta e download, os arquitetos enfatizam que esses desenhos devem ser ajustados para cumprir com as normativas e os códigos de obra de cada realidade local, utilizando materiais construtivos pertinentes.

Projeto de ampliação de uma das residências incrementais do ELEMENTAL

“Las Anacuas” é um conjunto de habitações projetado pelo ELEMENTAL a oeste da área metropolitana de Monterrey, México, composto por edifícios em fita, com três pavimentos e estrutura preparada para a expansão das unidades.

No fim de 2013, uma jovem família contatou o escritório mexicano ARKRAFT Studio para realizar um projeto muito pontual: ampliar a metade expansível de sua residência. Pouco mais de três anos depois, o projeto se concretizou e o esforço deu resultados: o desenho buscou a continuidade espacial e potencializou a percepção de amplitude dentro da estrutura predeterminada pelo projeto original do ELEMENTAL.

ELEMENTAL vence concurso para projetar um dos maiores centros culturais do Qatar

O escritório ELEMENTAL, liderado pelo Pritzker, Alejandro Aravena, foi escolhido como vencedor do concurso para o projeto Art Mill em Doha, no Catar. Superando outros sete finalistas internacionais, entre os quais o Atelier Bow-Wow e o Renzo Piano Building Workshop, o escritório chileno foi elogiado pelo júri por desenvolver "uma arte serena, na qual a estrutura é a arquitetura." Assim que for concluído, o projeto conectará outros dois importantes equipamentos culturais: o Museu de Arte Islâmica, projetado por I.M. Pei, e o Museu Nacional do Catar de Jean Nouvel.

Alejandro Aravena no Habitat III: "Se projetarmos boas cidades, podemos alcançar o desenvolvimento"

Na semana passada aconteceu em Quito, Equador, a Terceira Conferência sobre Habitação e Desenvolvimento Sustentável, Habitat III. Durante quatro dias, la conferência reuniu à delegações de mais de 142 países que tinham como objetivo aprovar uma Nova Agenda Urbana que foi apresentada no encerramento da cúpula na quinta-feira passada, dia 20 de outubro (saiba mais detalhes aqui).

Além disso, o evento contou com 36.000 participantes e diversos eventos que reuniram profissionais renomados de áreas relacionadas com o desenvolvimento urbano. Um deles foi o ciclo de Urban Talks, que teve como palestrante inaugural ao arquiteto chileno, vencedor do Prêmio Pritzker 2016, Alejandro Aravena.

5 Iniciativas que mostram a ascensão da arquitetura open source

Na arquitetura, talvez a mudança mais marcante do século XX foi o repensamento radical do fornecimento de habitação que trouxe, movido por uma explosão populacional e pela devastação de duas guerras mundiais. Claro, a revalorização do desenho e construção de habitação do Modernismo foi uma parte desta trajetória, mas mesmo o Modernismo foi sustentado por um processo tradicional, que precisava de clientes, projetistas e empreiteiros. Entre estratégias mais radicais estão um pequeno número de empreendimentos alternativos, como as casas encomendadas pelo correio nos EUA e os projetos de casas DIY (sigla para Do It Yourself, algo como faça você mesmo) de Walter Segal no Reino Unido. Estas iniciativas procuram virar o processo tradicional de construção de cabeça para baixo, capacitando as pessoas a construírem suas próprias casas, proporcionando materiais e projetos o mais barato possível.

No século XXI, o espírito destes movimentos marginais está vivo e passa bem, mas os parâmetros mudaram um pouco: com o aumento do individualismo, e novas tecnologias provocando o "movimento do criador," o foco mudou de dar às pessoas os materiais para construir um projeto fixo para melhorar o acesso à propriedade intelectual, permitindo que mais pessoas aproveitem destes projetos baratos e efetivos. A década passada presenciou uma série de iniciativas destinadas a difundir projetos de arquitetura open source (código aberto) - continue a seguir para saber mais sobre cinco deles.

Em foco: Alejandro Aravena

Como fundador do "do tank" Elemental, o arquiteto chileno Alejandro Aravena (nascido no dia 22 de junho de 1967) talvez seja o arquiteto mais socialmente engajado a receber o Prêmio Pritzker recentemente. Distanciando-se de uma abordagem puramente estética, Aravena explica: "não achamos que somos artistas. Arquitetos gostam de construir coisas que são únicas. Mas se algo é único, ele não pode ser replicado, então, em termos de servir muitas pessoas em muitos lugares, o valor é próximo a zero."[1] Para Aravena, o principal objetivo do arquiteto é melhorar o modo de vida das pessoas ao abordar tanto as necessidades sociais e desejos humanos, como as questões políticas, econômicas e ambientais.

12 coisas que você precisa ver na Bienal de Veneza 2016

"Reporting From the Front". Imagem © Italo Rondinella
"Reporting From the Front". Imagem © Italo Rondinella

Há uma enorme intensidade de informações, conhecimentos e ideias na Bienal de Arquitetura em Veneza este ano, intitulada Reporting From the Front. Com todos os editores executivos e editores-chefe do ArchDaily Inglês, Espanhol e Português reunidos em Veneza para a abertura - além do co-fundador David Basulto e do editor James Taylor-Foster, curadores do Pavilhão Nórdico -selecionamos este ano doze das nossas exposições favoritas que devem ser visitadas.

Por que a iniciativa open source de Aravena é um grande passo para oferecer moradias melhores para todos

Este artigo, escrito pela fundadora de Paperhouse, Joana Pacheco, foi originalmente publicado na Metropolis Magazine como "Aravena's Small Step, Open Source's Big Leap."

Quando Alejandro Aravena foi o ganhador do Prêmio Pritzker no início de abril, fez um anúncio importante: os desenhos de quatro de seus projetos de moradia social estariam desde aquele dia disponíveis no site do Elemental para uso livre.

Através do trabalho do seu escritório Elemental, Aravena é conhecido por seu interesse no desenho participativo de moradia incremental: um modo de trabalhar que está ligado às limitações de orçamento e que se converte em pedra angular do trabalho do estúdio Elemental. O lema - que foca naquilo que é difícil de conseguir, que não se pode fazer de forma individual e que garante o bem estar comum no futuro - tem como resultado a 'metade de uma casa'. Apresentado pela primeira vez há mais de uma década, o modelo consiste em um espaço expansível de 40 metros quadrados, que conta com a infraestrutura básica incorporada (divisões, estrutura e paredes contra-incêndio, banheiros, cozinha, escadas, coberturas) a qual se pode adicionar recintos ao longo do tempo. Não se trata somente de um caso exitoso a partir de um ponto de vista conceitual e de gestão de projetos, mas também têm como resultado um projeto estético aberto e diverso. A partir desta única ideia, pode-se originar mais de 100 variações.

Discurso de Alejandro Aravena no Prêmio Pritzker 2016

Cortesia de ©The Hyatt Foundation / The Pritzker Architecture Prize
Cortesia de ©The Hyatt Foundation / The Pritzker Architecture Prize

O ArchDaily Brasil tem o prazer de compartilhar, com a permissão da Hyatt Foundation e do Prêmio Pritzker de Arquitetura, a transcrição do discurso de aceite de Alejandro Aravena, realizado no dia 4 de abril durante a cerimônia do Prêmio Pritzker 2016, que ocorreu na Sede das Nações Unidas em Nova Iorque.