1. ArchDaily
  2. América Do Norte

América Do Norte: O mais recente de arquitetura e notícia

Prêmio Mies Crown Hall Americas divulga lista de projetos finalistas da categoria principal

O Prêmio Mies Crown Hall Americas (MCHAP) anunciou os 48 projetos finalistas selecionados pelo júri do MCHAP 2022. Dos projetos indicados, foram escolhidos 38 para a categoria MCHAP e 10 para a categoria MCHAP.emerge. O quarto ciclo de prêmios considera obras construídas concluídas nas Américas entre janeiro de 2018 e dezembro de 2021, indicadas por uma rede anônima de especialistas e profissionais internacionais.

Prêmio Mies Crown Hall Americas divulga lista de projetos finalistas da categoria principalPrêmio Mies Crown Hall Americas divulga lista de projetos finalistas da categoria principalPrêmio Mies Crown Hall Americas divulga lista de projetos finalistas da categoria principalPrêmio Mies Crown Hall Americas divulga lista de projetos finalistas da categoria principal+ 6

MVRDV divulga projeto de torres residenciais em Puerto Santa Ana, Equador

MVRDV revelou as imagens do seu primeiro projeto na América do Sul. The Hills é um edifício residencial localizado na orla do rio Guayas, em Guayaquil, Equador, composto por seis torres residenciais dispostas em uma base de uso misto, criando a imagem de um vale. As torres variam em altura, de 92 a 143 metros, elevando-se à medida que se afastam da orla. Toda a composição é inspirada na paisagem local que mescla o ambiente natural e urbano.

MVRDV divulga projeto de torres residenciais em Puerto Santa Ana, EquadorMVRDV divulga projeto de torres residenciais em Puerto Santa Ana, EquadorMVRDV divulga projeto de torres residenciais em Puerto Santa Ana, EquadorMVRDV divulga projeto de torres residenciais em Puerto Santa Ana, Equador+ 13

Cultura e arquitetura na América: projetos habitacionais nos países da União Pan-Americana

O final do século XIX nas Américas é marcado por uma onda de disputas históricas e transformações políticas que têm como pano de fundo a busca por uma identidade nacional. A época registra uma série de conflitos e disputas pelas independências daqueles que hoje conhecemos como países e repúblicas soberanas. É neste contexto que surgem os movimentos pan-americanos, ou ainda hispano-americanos, que, apesar de terem influências políticas variadas e distintas entre si, almejavam uma unificação de todos os territórios do continente Americano. 

Cultura e arquitetura na América: projetos habitacionais nos países da União Pan-AmericanaCultura e arquitetura na América: projetos habitacionais nos países da União Pan-AmericanaCultura e arquitetura na América: projetos habitacionais nos países da União Pan-AmericanaCultura e arquitetura na América: projetos habitacionais nos países da União Pan-Americana+ 15

Território contestado: relações entre a crise climática e a propriedade da terra

A arquitetura é um ofício ou prática que, na maioria dos casos, envolve a construção de estruturas físicas e materiais. A arquitetura procura dar forma a edifícios destinados a servirem diferentes propósitos como trabalho, moradia, convivência, oração entre outros tantos. Estruturas construídas e intervenções arquitetônicas, no entanto, necessitam de um espaço físico para materializar-se. Dito isso, a melhor compreensão a relação intrínseca entre espaço e arquitetura, pode ser a chave para estabelecermos práticas mais sustentáveis nos campos da arquitetura, engenharia e construção civil.

A volta do telhado em duas águas na arquitetura contemporânea

Nova Scotia–based MacKay-Lyons Sweetapple Architects has built several steel-clad gabled houses like the East Dover House, shown here, because the material blends in with cliffside landscapes, rusts to fit geology, and needs zero maintenance.. Image Courtesy of James Brittain Photography
Nova Scotia–based MacKay-Lyons Sweetapple Architects has built several steel-clad gabled houses like the East Dover House, shown here, because the material blends in with cliffside landscapes, rusts to fit geology, and needs zero maintenance.. Image Courtesy of James Brittain Photography

No artigo desta semana da Metropolis Magazine, Kelly Beamon explora “a simbologia do telhado em duas águas”, analisando como muitos arquitetos contemporâneos têm se apropriado desta tipologia fundamental para ressignificar a sua própria essência. De acordo com Beamon, o telhado em duas águas é uma das mais tradicionais soluções arquitetônicas de cobertura, utilizada amplamente tanto em regiões de clima frio quando temperado, a qual está composta por dois planos inclinados e opostos os quais se encontram para formar a cumeeira. Como uma das soluções construtivas mais emblemáticas na arquitetura residencial dos EUA, este artigo procura analisar como este tradicional recurso tem sido reinventado ao longo das últimas décadas.

Conheça os 6 jovens arquitetos premiados pela Architectural League

A Architectural League of New York anunciou os vencedores do Prêmio Architectural League 2020 para Jovens Arquitetos + Designers. Com foco em novos talentos, o prêmio de maior prestígio da América do Norte incentiva o desenvolvimento de indivíduos distintos e destaca seu trabalho.

Projetando com a natureza: a nova arquitetura residencial peruana

Praticamente oitenta por cento da área total do subcontinente sul-americano encontra-se em zonas tropicais. Isso faz com que a maioria dos países que habitam nosso continente sejam tropicais por excelência, como o Peru, onde quase dois terços de seu território é ocupado pela floresta amazônica, uma porcentagem muito maior que em nosso próprio país, o qual contém cerca de 60% da área total da maior floresta tropical do nosso planeta. Como um país em meio à floresta, a arquitetura no Peru evoluiu - desde os tempos pré-colombianos - construindo um diálogo direto com a paisagem tropical, adaptando-se à ela de forma quase simbiótica. Hoje, a nova arquitetura peruana está redescobrindo as suas raízes, dando voz a uma nova maneira de se pensar o espaço construído, o qual abraça e incorpora a natureza, trazendo-a para o centro do espaço da vida cotidiana.

Projetando com a natureza: a nova arquitetura residencial peruanaProjetando com a natureza: a nova arquitetura residencial peruanaProjetando com a natureza: a nova arquitetura residencial peruanaProjetando com a natureza: a nova arquitetura residencial peruana+ 13

Comitê de Design do AIA realiza a primeira conferência sul-americana no Chile

O Comitê de Design do Instituto Americano de Arquitetos está realizando sua primeira conferência na América do Sul esta semana em Santiago e Valparaíso, Chile. Começando no dia 20 de outubro e terminando no dia 27, a conferência é organizada pela Fundação Copperbridge em colaboração com o Constructo Chileno e o Massantiago. A conferência do CoD terá enfoque na arquitetura contemporânea e no tecido urbano de cada cidade e possui em sua programação passeios, apresentações e exposições com instituições chilenas.

Primeiro projeto do BIG na América do Sul começa a ser construído

Projetado para assumir o posto de edifício mais alto de Quito, o IQON será o primeiro projeto a ser construído pelo BIG na América do Sul. Com a construção já em andamento, o edifício de uso predominantemente residencial se revela em forma de torre curva com varandas salientes. Comprimida entre o denso centro urbano de Quito e o parque La Carolina, a torre foi carinhosamente-apelidada de "urban tree farm". A sua extensão vertical foi concebida não apenas para permitir vistas para os vulcões que cercam a cidade, mas também para integrar e acolher uma nova paisagem natural dentro do próprio edifício.

Primeiro projeto do BIG na América do Sul começa a ser construídoPrimeiro projeto do BIG na América do Sul começa a ser construídoPrimeiro projeto do BIG na América do Sul começa a ser construídoPrimeiro projeto do BIG na América do Sul começa a ser construído+ 14

Terremoto atinge o México deixando mortos, feridos e desabrigados

Após o devastador terremoto de magnitude 7.1 que atingiu o México ontem às 13:14 (hora local), há diversos mortos - mais de 200 pessoas até o momento -, feridos ou presos nos escombros de edifícios colapsados. Enquanto os esforços de resgate continuam e as informações em torno do alcance da devastação são preliminares, as escolas estão fechadas indefinidamente e as principais empresas e organizações solicitaram que seus funcionários não trabalhem.

O número de mortos continua crescendo e o ArchDaily México, sediado na Cidade do México, relata a destruição de grande parte do tecido urbano da capital. As filmagens capturadas por moradores aterrorizados mostram os momentos finais de edifícios - muitos com mais de quatro pavimentos - que foram reduzidos a escombros em segundos.

Mapas antigos mostram por que inventar coisas pode ser uma má ideia

É difícil imaginar um mundo inexplorado. Hoje, GPS e mapas de satélite nos guiam pelas cidades, sejam familiares ou novas, enquanto as técnicas de varredura e mapeamento estão gradualmente tirando último ar de mistério em relação aos territórios ainda inexplorados do planeta. No entanto, a elaboração de mapas nos séculos XVI e XVII era uma arte, ainda que bastante incerta e repleta de lacunas.

12 projetos selecionados pelo uso inovador do cobre na arquitetura

A Copper Development Association (CDA) anunciou sua seleção de projetos para o 2015 North American Copper in Architecture Awards (NACIA), premiação que se encontra este ano em sua oitava edição. O prêmio celebra os melhores projetos que incorporam o uso do cobre e as doze obras selecionadas abrangem as categorias educacional, residencial, hospitalar e marcos históricos.

Os vencedores foram selecionados por um júri composto por profissionais da indústria que se basearam na qualidade geral dos projetos, no emprego e tratamento do cobre, na inovação e no cuidado em relação aos elementos históricos.

12 projetos selecionados pelo uso inovador do cobre na arquitetura12 projetos selecionados pelo uso inovador do cobre na arquitetura12 projetos selecionados pelo uso inovador do cobre na arquitetura12 projetos selecionados pelo uso inovador do cobre na arquitetura+ 13

Vídeo: O que podemos aprender com os edifícios em altura

O que você acha que as comunidades de edifícios em altura da América do Norte, Ásia e Europa Ocidental devem aprender umas com as outras? Foi isso que o Center on Tall Buildings and Urban Habitat (CTBUH) perguntou a cinco renomados arquitetos, cujas respostas compuseram um panorama eclético e significativo sobre o estado dos edifícios em altura em todo o mundo. Como disse Rem Koolhaas, cada região apresenta seu próprio caminho que vale a pena ser compreendido, como por exemplo a transição do mundo Árabe da "extravagância à racionalidade" ou o foco da Ásia da realização de projetos. Mas, como James Goettsch aponta, "nem todo edifício tem que ser algo extraordinário". Está ótimo se alguns edifícios não forem nada além de "bons cidadãos".

“Os Gêmeos” convertem 6 grandes silos em uma obra de arte pública

A Bienal de Vancouver é um evento que, duas vezes por ano, presenteia os habitantes com novas obras de arte para que sejam desfrutadas nos locais em que passam diariamente.

Esse ano os organizadores escolheram intervir na ilha Grandville, onde viram a possibilidade de converter seis enormes silos de 23 metros de altura em obras de arte, como parte de um Museu a Céu Aberto.

Os encarregados de pintar as estruturas foram “Os Gêmeos” brasileiros. Os murais foram inaugurados no início de setembro, mas estão dando o que falar há algum tempo. Isso porque a intervenção de 7.200 m² será permanente e alterou o aspecto das estruturas que seguiram funcionando, mas com uma imagem que tem apoio dos cidadãos.

“Os Gêmeos” convertem 6 grandes silos em uma obra de arte pública“Os Gêmeos” convertem 6 grandes silos em uma obra de arte pública“Os Gêmeos” convertem 6 grandes silos em uma obra de arte pública“Os Gêmeos” convertem 6 grandes silos em uma obra de arte pública+ 15

Vídeo: A história do Parque Millenium de Chicago em 3 minutos

Antes da construção do Parque Millenium de Chicago nos anos 90, uma parte dos 24,5 hectares da superfície era utilizada como um estacionamento para carros e outra porção usada pela companhia ferroviária de Illinois, que deixava alguns trens antigos parados no local.

Vendo como este enorme terreno estava se perdendo, o ex-prefeito Richard Daley iniciou uma aliança com representantes do setor público e privado para desenvolver um parque dentro da cidade e, assim, reativar o espaço.

De locais abandonados a parques urbanos: 3 projetos nos EUA

Tomando como exemplo o High Line, em Nova Iorque, diversas cidades têm desenvolvido projetos para criar novos espaços públicos em lugares em desuso. Alguns destes casos são: “The Goods Line Project”, em Sidney, e a transformação de um bairro central de Moscou a partir da recuperação de uma fábrica.

Nos Estados Unidos, três novas iniciativas, em Chicago, Los Angeles e novamente em Nova Iorque, buscam regenerar regiões abandonadas e que tem em comum o desejo de criar novos parques urbanos. Enquanto que, em alguns dos casos, os projetos surgiram a partir de autoridades, em outros tem sido impulsionados por organizações de cidadãos, o que, por si só já é uma grande demonstração de que iniciativas cidadãs podem chegar longe e melhorar efetivamente as cidades.

Veja, a seguir, as descrições, imagens e vídeos dos projetos. 

“You Are Here”: Mapas da experiência humana nas cidades

Mapear a experiência humana nas cidades para, então, convertê-las em lugares mais habitáveis. Com essa ideia o Grupo de Computação Social do Instituto Tecnológico de Massachusetts (MIT) lançou no começo de abril o projeto de cartografia “You Are Here”, que tem como objetivo fomentar mudanças sociais em diversas áreas, mostrando, em mapas, tanto os locais onde há falta de vegetação como os lugares onde ocorrem mais acidentes de trânsito, especificamente de bicicletas.

Saiba mais sobre o projeto a seguir.