Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Bienal De Veneza

Bienal De Veneza: O mais recente de arquitetura e notícia

Da modernidade aos muros de ar: três pavilhões do Brasil na Bienal de Veneza

Desde 1980, com a primeira exposição dedicada exclusivamente à arquitetura, intitulada A presença do passado e dirigida por Paolo Portoghesi, a Bienal de Veneza se posicionou como um dos pontos de inflexão da história da arquitetura contemporânea. Desde então, 16 edições já ocuparam os espaços do Giardini e do Arsenale, abordando temas que vão dos elementos fundamentais da arquitetura ao futuro da disciplina.

Recortes cartográficos – Muros de Ar

A exposição Muros de Ar no pavilhão brasileiro da Bienal de Veneza de 2018 apresentou 17 projetos de diferentes regiões do país, selecionados a partir de uma chamada aberta, além de uma série de grandes desenhos cartográficos que abordam diferentes aspectos da urbanização do país através das lentes da arquitetura. Nesta publicação apresentamos a série de dez mapas presentes no catálogo da exposição Muros de Ar, como recortes dos mapas da exposição, estudo desenvolvido pelo Mapping-lab em colaboração com os curadores do Pavilhão do Brasil (Gabriel Kozlowski, Laura González Fierro, Marcelo Maia Rosa e Sol Camacho) e equipe.

David Adjaye projeta primeiro pavilhão de Gana para a Bienal de Arte de Veneza

Enquanto a próxima edição da Bienal de Veneza para Arquitetura está há mais de um ano de distância, a edição de arte está próxima. Gana, país que participará pela primeira vez do maior evento de artes do mundo, anunciou o arquiteto responsável por seu pavilhão: ninguém menos que Sir David Adjaye.

Fotografias de Denise Scott Brown são expostas em Nova Iorque e Londres

A Carriage Trade Gallery, em Nova Iorque, inaugurou uma exposição que celebra a fotografia de Denise Scott Brown, destacando o significado da pop art no vernáculo americano. O projeto foi iniciado por Scott Brown e exibido pela primeira vez em Veneza em 2016, os recentes eventos em Londres e Nova Iorque foram organizados pela PLANE-SITE.

A exposição, intitulada “Photographs 1956-1966”, tem co-curadoria de Andres Ramirez e apresenta 10 fotografias, todas disponibilizadas para venda limitada. Além da mostra na Carriage Trade, uma exposição simultânea está sendo realizada nas Window Galleries da Central Saint Martins, em Londres.

Cortesia de Carriage Trade. Foto de Nicholas Knight. Cortesia de Carriage Trade. Foto de Nicholas Knight. Cortesia de Carriage Trade. Foto de Nicholas Knight. Cortesia de Carriage Trade. Foto de Nicholas Knight. + 24

Exposição "Lightbox" na Bienal de Veneza explora as qualidades da iluminação na arquitetura

A exposição Time Space, promovida pelo Centro Europeu de Cultura durante a Bienal de Veneza, apresenta um curta-metragem sobre as qualidades espaciais da luz no projeto arquitetônico, material ou metaforicamente.

Essa colaboração entre o arquiteto e professor Jorge L. Hernández e o fotógrafo Carlos Domenech explora a solução projetual encontrada pelo primeiro para o tribunal de Williamsburg, nos EUA, uma proposta fortemente embasada na iluminação. Confrontando as questões de segurança e privacidade do pogama com a necessidade de luz natural, Hernández propôs uma nova cúpula como uma torre vernacular para iluminação. A luz, que banha o tribunal de cima, transforma o espaço outrora monótono em uma “alegoria da justiça”.

Primeira participação do Vaticano na Bienal de Veneza: Pavilhão da Santa Sé

Aerial view. Imagem © Laurian Ghinitoiu
Aerial view. Imagem © Laurian Ghinitoiu

A 16ª edição da Bienal de Arquitetura de Veneza traz pela primeira vez a participação do Vaticano. Com seu pavilhão da Santa Sé, a cidade-estado convidou arquitetas e arquitetos a projetarem capelas que, após a Bienal, serão relocadas em diferentes partes do mundo.

Localizadas em uma área arborizada na ilha veneziana de San Giorgio Maggiore, dez capelas projetadas por arquitetos como Norman Foster, Eduardo Souto de Moura e Carla Juaçaba se unem a uma décima primeira projetada pelo escritório MAP Architects. Esta última serve como um prelúdio para as demais capelas, ao mesmo tempo que reflete sobre o projeto de Gunnar Asplund para a Capela Woodland, de 1920.

Pavilhão Português na Bienal de Veneza 2018 apresenta "Public Without Rhetoric"

Como parte da cobertura da Bienal de Arquitetura de Veneza de 2018, apresentamos a proposta para o Pavilhão Português. Abaixo, os curadores Nuno Brandão Costa e Sérgio Mah explicam sua contribuição com suas próprias palavras.

Kenneth Frampton é premiado com o Leão de Ouro na Bienal de Veneza 2018 por sua trajetória profissional

Kenneth Frampton. Image Cortesia de The Venice Biennale
Kenneth Frampton. Image Cortesia de The Venice Biennale

O arquiteto, historiador, crítico e educador britânico Kenneth Frampton foi laureado com o Leão de Ouro por sua trajetória profissional na Bienal de Veneza de 2018. A decisão foi tomada pelo Conselho da Bienal de Veneza, presidido por Paolo Baratta, sob recomendação das curadores da Bienal, Yvonne Farrell e Shelley McNamara, do escritório Grafton Architects.

Tendo estudado na Architectural Association em Londres, Frampton é professor na Escola de Graduação em Arquitetura, Planejamento e Preservação da Universidade de Columbia, em Nova Iorque desde 1972. Também lecionou em várias outras instituições, incluindo o ETH Zurich, o Royal College of Art em Londres, e o Instituto Berlage em Amsterdã. Seu trabalho mais influente, "História Crítica da Arquitetura Moderna", foi descrito pelo presidente da Bienal, Paolo Baratta, como um livro com o qual "nenhum aluno de nenhuma faculdade de arquitetura não está familiarizado."

Foster + Partners divulga projeto de capela para o Vaticano na Bienal de Veneza 2018

O escritório Foster + Partners divulgou detalhes do projeto de sua capela para a primeira participação do Vaticano na Bienal de Veneza. O Pavilhão da Santa Sé será composto por dez capelas projetadas por dez arquitetos, situadas na ilha veneziana de San Giorgio Maggiore. Entre os arquitetos selecionados pelo Vaticano estão Foster + Partners, Eduardo Souto de Moura e Carla Juaçaba.

Cortesia de Norman Foster Cortesia de Foster + Partners Chapel Plan. Image Cortesia de Foster + Partners Chapel Section. Image Cortesia de Foster + Partners + 6

Bienal de Veneza de 2018 revela mais detalhes sobre o tema deste ano, "Freespace"

Na conferência de imprensa de hoje, as curadoras da Bienal de Veneza 2018, Yvonne Farrell e Shelley McNamara do Grafton Architects, revelaram mais informações sobre o próximo evento deste ano, que acontecerá de 26 de maio a 25 de novembro. Com base no conceito temático, a dupla apresentada em junho passado - "Freespace" - o evento contará com uma exposição principal no Pavilhão Central dos Giardini e Arsenale com trabalho de 71 participantes, enquanto duas Seções especiais contarão com um total de 29 participantes adicionais . Em outros locais, 65 pavilhões nacionais apresentarão contribuições de todo o mundo, incluindo 7 participantes pela primeira vez: Antígua e Barbuda, Arábia Saudita, Guatemala, Líbano, Mongólia, Paquistão e Santa Sé.

Bienal de Veneza 2018: Pavilhão da Dinamarca foca no poder da inovação colaborativa

O Pavilhão da Dinamarca na Bienal de Veneza 2018 tentará demonstrar o poder da inovação colaborativa através de instalações em grande escala. Natalie Mossin, arquiteta e diretora do Instituto de Arquitetura e Tecnologia da Royal Danish Academy of Fine Arts, foi escolhida como curadora do pavilhão dinamarquês por um seleto comitê composto por membros do Centro de Arquitetura da Dinamarca, o Ministério da Cultura Dinamarquês, da Realdania e a Fundação das Artes da Dinamarca.

Pavilhão dos EUA seleciona 5 vídeos sua mostra na Bienal de Veneza 2018

Os curadores da exposição do Pavilhão dos EUA na Bienal de Veneza de 2018 divulgaram os cinco trabalhos de cinema e vídeo que serão apresentados na exposição "Dimensões da Cidadania" na Bienal de Veneza no próximo ano

Intitulado "Transit Screening Lounge", a coleção de vídeos explorará perspectivas narrativas, especulativas e impressionistas sobre as condições espaciais da cidadania.

Neighbourhood: Where Alvaro meets Aldo

Curadoria: Nuno Grande e Roberto Cremascoli
Uma parceria da Direção - Geral das Artes com o Centro Cultural de Belém

A representação oficial portuguesa na XV Bienal de Arquitetura de Veneza escolheu, como tema central, o notável trabalho de Álvaro Siza no domínio da habitação social, abarcando os seus projetos em diferentes contextos – Campo di Marte (Veneza); Schlesisches Tor (Berlim); Schilderswijk West (Haia); e Bairro da Bouça (Porto) -, neles evidenciando a sua experiência de participação social, enquanto reflexo de uma compreensão democrática da cidade, da cidadania e da memória coletiva, também próxima do pensamento do seu contemporâneo Aldo Rossi.

Os projetos

Studio Gang e Diller Scofidio + Renfro entre os selecionados para o Pavilhão dos EUA na Bienal de Veneza 2018

A equipe de curadores do Pavilhão dos EUA na Bienal de Arquitetura de Veneza 2018 divulgou uma lista com sete arquitetos responsáveis pelas principais exposições do pavilhão. Composto por arquitetos, paisagistas, artistas e designers, o grupo produzirá respostas ao tema Dimensões da Cidadania, explorando "o significado da cidadania como um conjunto de direitos e responsabilidades na interseção de afiliações legais, políticas, econômicas e sociais."

Os selecionados são:

Anunciados os curadores e o tema do Pavilhão dos EUA na Bienal de Veneza 2018

O Departamento de Estado dos Estados Unidos divulgou os arquitetos e instituições responsáveis pela curadoria do Pavilhão dos EUA na Bienal de Arquitetura de Veneza de 2018.

Selecionando através de um concurso aberto e recomendações do Comitê Federal de Exposições Internacionais, a exposição será co-chefiada por membros da School of the Art Institute of Chicago (SAIC) e da Universidade de Chicago e pelos curadores Niall Atkinson, professor da Universidade de Chicago; Ann Lui, professora da SAIC e co-fundadora do escritório de arquitetura Future Firm; e Mimi Zeiger, crítica, editora, curadora e educadora de Los Angeles.

Com o tema Dimensões da Cidadania, a exposição explorará "o significado da cidadania como um conjunto de direitos e responsabilidades na interseção de afiliações legais, políticas, econômicas e sociais".

Freespace: Bienal de Veneza 2018 celebrará a generosidade, reflexão e engajamento

Em uma conferência de imprensa convocada hoje na sede da Biennale em Ca 'Giustinian, em Veneza, na Itália, Yvonne Farrell e Shelley McNamara — do escritório Grafton Architects — revelaram o tema da Bienal de Arquitetura de Veneza 2018: Freespace. De acordo com as curadoras, a próxima edição celebrará "generosidade e reflexão", e "um desejo de se engajar".

Acreditamos que todos têm o direito de se beneficiar da arquitetura. O papel da arquitetura é dar abrigo aos nossos corpos, mas também elevar nossos espíritos. Uma bela parede que forma a borda da rua agrada o passante, mesmo que ele nunca a adentre.

Freespace "revelará a diversidade, a especificidade e a continuidade na arquitetura." As arquitetas propõem: "Juntos, podemos revelar a capacidade da arquitetura de conectar-se com a história, o tempo, o lugar e as pessoas. Essas qualidades sustentam a habilidade fundamental da arquitetura de nutrir e apoiar um impacto significativo entre pessoas e lugares". Em sua declaração de encerramento, Farrell e McNamara citaram um antigo provérbio grego: "Uma sociedade cresce bem quando homens velhos plantam árvores das quais nunca aproveitarão as sombras."

Conheça os projetos realizados pelas Diretoras da Bienal de Veneza 2018

© Ros Kavanagh © Dennis Gilbert © Shell Arquitectos © Ros Kavanagh + 9

O Conselho de Administração da Biennale di Venezia nomeou Yvonne Farrell e Shelley McNamara como curadoras da 16ª Bienal Internacional de Arquitetura em 2018. Juntas fundaram o escritório Grafton Architects que possui sua sede em Dublin.

Saiba mais sobre as arquitetas e alguns de seus projetos realizados, a seguir.