O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Loja
  4. Itália
  5. OMA
  6. 2016
  7. Il Fondaco dei Tedeschi / OMA

Il Fondaco dei Tedeschi / OMA

  • 09:00 - 19 Junho, 2016
  • Traduzido por Lis Moreira Cavalcante
Il Fondaco dei Tedeschi / OMA
Il Fondaco dei Tedeschi / OMA, © Delfino Sisto Legnani + Marco Cappelletti
© Delfino Sisto Legnani + Marco Cappelletti

© Delfino Sisto Legnani + Marco Cappelletti © Delfino Sisto Legnani + Marco Cappelletti © Delfino Sisto Legnani + Marco Cappelletti © Delfino Sisto Legnani + Marco Cappelletti + 21

  • Arquitetos

    OMA
  • Localização

    Sestiere di S. Marco, 5339, 30124 Veneza, Itália
  • Parceiros

    Rem Koolhaas, Ippolito Pestellini Laparelli
  • Arquitetos responsáveis

    Francesco Moncada, Silvia Sandor
  • Área

    9000 m²
  • Ano do projeto

    2016
  • Fotografias

  • Responsável - Criação

    Ippolito Pestellini Laparelli
  • Equipe - Criação

    Marco De Battista, Andrew Chau, Paul Feeney, Alice Grégoire, Ricardo Guedes, Andreas Kofler, Kayoko Ota, Pietro Pagliaro, Miriam Roure Parera, Carlos Pena, Ciprian Rasoiu, Agustín Pérez Torres
  • Arquitetos - Projeto Executivo

    Francesco Moncada, Silvia Sandor
  • Equipe - Projeto Executivo

    Giacomo Ardesio, Paul Feeney, Alice Grégoire, Ricardo Guedes, Giulio Margheri, Pietro Pagliaro, Cecilia del Pozo, Ciprian Rasoiu, Jan de Ruyver, Miguel Taborda
  • Arquiteto responsável pela obra

    Silvia Sandor
  • Equipe de construção

    Aleksandar Joksimovic, Leonardos Katsaros, Francesco Moncada, Federico Pompignoli
  • Preservação de patrimônio

    TA Architettura S.r.l.
  • Estrutura

    Tecnobrevetti S.r.l.
  • Instalações

    Politecnica Ingegneria e Architettura
  • Segurança e Plano de Coordenação

    Antonio Girello
  • Segurança contra Incêndio

    Sicurtecno
  • Consultoria Financeira

    GAD
  • Construção

    SACAIM S.p.A
  • Iluminação

    Viabizzuno
  • Mais informações Menos informações
© Delfino Sisto Legnani + Marco Cappelletti
© Delfino Sisto Legnani + Marco Cappelletti

Descrição enviada pela equipe de projeto. A restauração realizada pelo OMA do Fondaco dei Tedeschi, do século XVI, em Veneza, é completa. O projeto foi encomendado pela família Benetton, em 2009, para transformar o edifício de 9.000m² em uma loja de departamento, que agora se encontra sob um contrato de arrendamento com o DFS de Hong Kong.

© Delfino Sisto Legnani + Marco Cappelletti
© Delfino Sisto Legnani + Marco Cappelletti

Construído em 1228 e localizado ao pé da Ponte Rialto, em frente ao mercado de peixes, o Fondaco dei Tedeschi é um dos maiores e mais reconhecíveis edifícios de Veneza. Foi posto de troca para mercadores alemães, alfândega na época de Napoleão, e correios na época de Mussolini. Representado por Canaletto e outros mestres, e fotografado inúmeras vezes como o impressionante, mas anônimo pano de fundo da ponte Rialto, o Fondaco permanece como um testemunho mudo da era mercantil de Veneza, com seu papel reduzido com o despovoamento progressivo de Veneza.

Perspectiva Axonométrica
Perspectiva Axonométrica

Duas vezes destruído pelo fogo e reconstruído (na sua forma atual em 1506), manipulado no século XVIII, e depois sujeito a uma série de intervenções arquitetônicas radicais no século XX para acomodar as funções de correio sob o regime fascista, o Fondaco discretamente incorpora a brutalidade secreta de Veneza. Quase totalmente reconstruído com uma tecnologia moderna de concreto durante a década de 1930, o Fondaco é um palimpsesto histórico de essência moderna, sua preservação abrange cinco séculos de técnicas de construção. Independentemente da história de suas adaptações (torres removidas, pátio coberto com vidro, adição de janelas, estrutura reconstruída ...) e a real falta de autenticidade de sua estrutura, o seu estatuto jurídico de "monumento" (concedida em 1987) proibiu quase qualquer alteração.

© Delfino Sisto Legnani + Marco Cappelletti
© Delfino Sisto Legnani + Marco Cappelletti
Imagem conceitual
Imagem conceitual

O plano de renovação realizado pelo OMA se baseia em um número infinito de intervenções estratégicas e dispositivos de distribuição verticais que suportam o novo programa e define uma sequência de espaços públicos e caminhos. Cada intervenção é concebida como uma escavação através da massa existente, liberando novas perspectivas e desvendando a substância real do edifício para seus visitantes, como um acúmulo de autenticidades.

© Delfino Sisto Legnani + Marco Cappelletti
© Delfino Sisto Legnani + Marco Cappelletti

O projeto - composto por arquitetura e programação - abre a praça interna para pedestres, mantendo seu papel histórico de 'campo' urbano coberto. A nova cobertura é criada pela renovação do pavilhão do século XIX existente, sobre um novo piso de aço e vidro que paira acima do pátio central, e a partir da adição de um grande terraço de madeira com uma vista espetacular da cidade. O telhado e o pátio abaixo tornam-se locais públicos, abertos para a cidade e acessíveis em todos os momentos.

Imagem conceitual
Imagem conceitual
© Delfino Sisto Legnani + Marco Cappelletti
© Delfino Sisto Legnani + Marco Cappelletti

Novas entradas para o edifício são criadas a partir do Campo San Bartolomeo e o Rialto; entradas existentes para o pátio, usados por moradores locais como um atalho, foram mantidos; escadas rolantes foram adicionadas para criar uma nova rota pública através do edifício; ambientes são consolidados de uma forma que respeitam as sequências originais; elementos históricos cruciais como os cantos permanecem intocados. Alguns aspectos do edifício, perdidos por séculos, foram ressuscitados: as paredes das galerias irão se tornar novamente uma superfície para afrescos, reaparecendo de forma contemporânea.

© Delfino Sisto Legnani + Marco Cappelletti
© Delfino Sisto Legnani + Marco Cappelletti

O Fondaco dei Tedeschi vai ativar seu potencial como um importante ponto de destino e de vantagem para turistas e venezianos; uma loja de departamento urbana contemporânea, palco de uma diversa gama de atividades, desde compras a eventos culturais, encontros sociais e atividades da vida cotidiana. A renovação do OMA, ao mesmo tempo sutil e ambiciosa, mantém a tradição de vitalidade e adaptação do Fondaco, sua preservação é mais um capítulo da história ilustre e diversa do edifício. Ela evita reconstruções nostálgicas do passado e desmistifica a imagem 'sagrada' de um edifício histórico. O projeto foi liderado por Ippolito Pestellini Laparelli, Rem Koolhaas e Silvia Sandor.

© Delfino Sisto Legnani + Marco Cappelletti
© Delfino Sisto Legnani + Marco Cappelletti

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
OMA
Escritório
Cita: "Il Fondaco dei Tedeschi / OMA" [Il Fondaco dei Tedeschi / OMA] 19 Jun 2016. ArchDaily Brasil. (Trad. Moreira Cavalcante, Lis) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/789742/il-fondaco-dei-tedeschi-oma> ISSN 0719-8906