1. ArchDaily
  2. Bem Estar

Bem Estar: O mais recente de arquitetura e notícia

Shigeru Ban projeta retiro de bem-estar no Japão

© Shigeru Ban Architects
© Shigeru Ban Architects

O escritório Shigeru Ban Architects projetou um retiro de bem-estar na Ilha Awaji, no Japão. O projeto apresenta uma estrutura de madeira em forma de ponte suspensa sobre a paisagem, proporcionando aos visitantes uma experiência contemplativa.

A escolha por usar uma viga de madeira Vierendeel permite um vão de 21 metros e um balanço significativo em uma das extremidades da estrutura de 90 metros de comprimento. O retiro Zenbo Seinei, voltado para meditação e alimentação saudável, está atualmente em construção e deverá ser inaugurado ainda neste primeiro semestre de 2022.

Neurociência ambiental: um campo emergente para cidades mais equitativas

Pocket Park na Xinhua Road, Shanghai por SHUISHI. Imagem © Hao Chen
Pocket Park na Xinhua Road, Shanghai por SHUISHI. Imagem © Hao Chen

A neurociência ambiental é um campo emergente, dedicado ao estudo do impacto dos ambientes sociais e físicos, sobre os processos e comportamentos do cérebro. Desde várias oportunidades de interação social aos níveis de ruído, e acesso a áreas verdes, as características do meio urbano têm implicações importantes para os mecanismos neurais e o funcionamento do cérebro, influenciando assim nosso estado físico. O campo ilustra uma imagem diferente de como as cidades impactam nossa saúde e bem-estar, proporcionando assim uma nova camada científica de compreensão, que poderia ajudar arquitetos, urbanistas e tomadores de decisão a criar ambientes urbanos mais equitativos.

Neurociência ambiental: um campo emergente para cidades mais equitativasNeurociência ambiental: um campo emergente para cidades mais equitativasNeurociência ambiental: um campo emergente para cidades mais equitativasNeurociência ambiental: um campo emergente para cidades mais equitativas+ 5

Reinventando espaços para o bem-estar pós pandemia

Há cerca de um ano, a palavra bem-estar tinha um efeito diferente do que hoje. A pandemia da Covid 19 cristalizou a necessidade que todos temos de saúde mental e física, e tivemos de parar para refletir sobre nosso ritmo de vida e o impacto da tecnologia e de tudo que nos cerca nas nossas vidas.

Designers e arquitetos estão olhando para o amanhã precisando pensar em como criar ambientes seguros, funcionais e confortáveis. De plantas baixas mais abertas a materiais que ajudam a mitigar a propagação de doenças, os profissionais estão olhando para o futuro considerando o que nos dá espaço para respirar e viver juntos. 

Reinventando espaços para o bem-estar pós pandemiaReinventando espaços para o bem-estar pós pandemiaReinventando espaços para o bem-estar pós pandemiaReinventando espaços para o bem-estar pós pandemia+ 5

Pórtico "Entre Azaleias e Capim-Prateado" / D.LIM architects

Pórtico Entre Azaleias e Capim-Prateado / D.LIM architectsPórtico Entre Azaleias e Capim-Prateado / D.LIM architectsPórtico Entre Azaleias e Capim-Prateado / D.LIM architectsPórtico Entre Azaleias e Capim-Prateado / D.LIM architects+ 24

  • Arquitetos: D.LIM architects
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área :  445
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano :  2019
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes :  AutoDesk, Samilkongyoungeng, Trimble Navigation

Espaços de prevenção e tratamento: 20 projetos de postos de saúde, clínicas e centros médicos

Um ano e meio de pandemia global de coronavírus fez – ou deveria ter feito – todos perceberem a importância dos sistemas públicos de saúde de cada país. Nunca na história se falou e notíciou tanto sobre uma crise sanitária e seus impactos na sociedade, economia e espaços públicos.

Nesse contexto, para celebrar os espaços dedicados à saúde física e mental, reunimos uma série de projetos de postos de saúde, clínicias médicas e centros de terapia de pequena e média escala. Arquiteturas concebidas para o tratamento ou prevenção de doenças, que têm no bem-estar do paciente seu enfoque principal. 

Espaços de prevenção e tratamento: 20 projetos de postos de saúde, clínicas e centros médicosEspaços de prevenção e tratamento: 20 projetos de postos de saúde, clínicas e centros médicosEspaços de prevenção e tratamento: 20 projetos de postos de saúde, clínicas e centros médicosEspaços de prevenção e tratamento: 20 projetos de postos de saúde, clínicas e centros médicos+ 21

Edifício biofílico de Kengo Kuma em Milão começa a ser construído

Foram iniciadas as obras do escritório biofílico projetado por Kengo Kuma na cidade de Milão. Conhecido como “Welcome, feel at work” e com data prevista de conclusão para 2024, o edifício desenvolvido pela Kengo Kuma & Associates para a Europa Risorse é um empreendimento concebido para disponibilizar espaços de trabalho centrados na saúde e no bem-estar de seus funcionários. Além disso, o edifício de escritórios já está sendo considerado uma das obras de arquitetura mais sustentáveis de toda a Europa.

Edifício biofílico de Kengo Kuma em Milão começa a ser construídoEdifício biofílico de Kengo Kuma em Milão começa a ser construídoEdifício biofílico de Kengo Kuma em Milão começa a ser construídoEdifício biofílico de Kengo Kuma em Milão começa a ser construído+ 12

Centro de Bem-Estar / D.LIM architects

Centro de Bem-Estar / D.LIM architectsCentro de Bem-Estar / D.LIM architectsCentro de Bem-Estar / D.LIM architectsCentro de Bem-Estar / D.LIM architects+ 18

  • Arquitetos: D.LIM architects
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área :  69
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano :  2019
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes :  AutoDesk, JK Aluminium, Samilkongyoungeng, Trimble Navigation

Conforto olfativo na arquitetura e o impacto dos odores no bem-estar

Programas de culinária nunca foram tão populares no mundo. Sejam eles de receitas, reality shows ou documentários, o escritor Michael Pollan aponta que não é incomum passarmos mais tempo assistindo do que preparando nossa própria comida. Isso é um fenômeno bastante curioso, já que nos resta apenas imaginar os cheiros e gostos do outro lado da tela, como os apresentadores gostam de nos lembrar frequentemente. Ao mesmo tempo, quando assistimos algo sobre a Idade Média, rios poluídos ou desastres nucleares, ficamos aliviados de ainda não existir uma tecnologia para transmitir os cheiros. De fato, ao tratarmos de odores (e mais especificamente os maus), sabemos o quão desagradável é estar em um espaço que não cheira bem. Mais especificamente em edificações, quais são as principais fontes e de que forma isso pode afetar nossa saúde e bem-estar?

Repensando os espaços de ensino: soluções e estratégias para os desafios do futuro

Como resposta às medidas de distanciamento social e o consequente fechamento das escolas, arquitetos e arquitetas do mundo todo estão se mobilizando, desenvolvendo e propondo soluções práticas que possam permitir um retorno às salas de aula de forma tranquila e segura. Escritórios como o CetraRuddy, Cooper Robertson e WXY estão entre aqueles que propõem um considerável aumento das atividades ao ar livre além de uma reorganização dos espaços didáticos como estratégias para mitigar as chances de contágio entre os alunos quando chegar a hora de voltar para a escola.

Ainda que a busca por construir melhores relações entre espaços interiores e exterior esteja na natureza da própria arquitetura, este importante fundamento nunca esteve tão em moda como agora. A seguir apresentaremos três projetos de intervenções que nos fará repensar os nossos atuais espaços de ensino, propondo soluções e estratégias para os desafios do futuro.

Repensando os espaços de ensino: soluções e estratégias para os desafios do futuroRepensando os espaços de ensino: soluções e estratégias para os desafios do futuroRepensando os espaços de ensino: soluções e estratégias para os desafios do futuroRepensando os espaços de ensino: soluções e estratégias para os desafios do futuro+ 7

Como transformar um ambiente interno poluído em um lar saudável

Com a maior parte do mundo vivendo em cidades e comunidades em crescimento, as pessoas tendem a passar a maior parte do tempo em ambientes internos. Quando não estamos em casa, estamos trabalhando, aprendendo ou até participando de atividades divertidas em ambientes fechados e construídos. Ao todo, 90% do nosso tempo é ocupado em interiores. É essencial garantir uma qualidade ambiental interna confortável, produtiva e saudável, seguindo parâmetros e práticas de projeto bem regulados que considerem temperatura, iluminação, poluição sonora, ventilação adequada e a qualidade do ar que respiramos. Este último é especialmente importante, pois, ao contrário do que podemos pensar, a poluição do ar é muito maior no interior do que no exterior.

Arquitetura do bem-estar: 23 Interiores de hospitais, clínicas e centros médicos

A arquitetura e o design de interiores evolui constantemente para atender as demandas da sociedade e parte de seu papel social é auxiliar no bem-estar daqueles que transitam e utilizam seus espaços diariamente.  Nesse sentido, no que se refere a arquitetura hospitalar - nicho responsável pelo desenvolvimento de projetos com foco na área da saúde, a partir de especificações, exigências e regulamentações que garanta e assegure a comodidade de seus pacientes - tem continuamente estudado questões intrínsecas de como o corpo em estado de adoecimento se comporta e estimula-se no espaço, de modo a criar ambientes que auxiliem no processo de reabilitação.

Congresso Brasileiro de Arquitetura da Felicidade

Em novembro, Curitiba vai ser a capital da Felicidade!

O Congresso Brasileiro de Arquitetura da Felicidade (CBAF), na sua primeira edição, busca debater e discutir do ponto de vista científico, filosófico e profissional, a Ciência do Bem-Estar a Serviço da Arquitetura. A partir de ferramentas como a neurociência e biofilia, é possível propiciar espaços benéficos para a saúde, felicidade humana e florescimento pessoal.

Quem está promovendo este evento é a Arquitetura da Felicidade, um núcleo de empreendedores com o objetivo de debater e qualificar os espaços construídos com a utilização da ciência do BEM-ESTAR. O Hub tem como principal objetivo elaborar mecanismos

Reebok e Gensler se unem para transformar postos de gasolina em centros de ginástica

Postos de gasolina não costumam ser atraentes. Onipresentes, estas estruturas não são construídas para agradar e sim para serem funcionais. Deparamo-nos com elas o tempo todo e ainda assim, muito raramente damos bola para aquilo que estamos vendo - abastecemos e vamos embora.

Cheiro de gasolina e lojas de conveniência não nos trazem nenhum tipo de sensação relacionada ao bem-estar. Assim como suas insípidas estruturas não tem inspirado a imaginação dos nossos arquitetos - não até agora.

A Reebok e a Gensler parecem ser os primeiros a perceber o enorme potencial que estas estruturas possuem. Excelentes localizações espalhadas por todo o país, desde importantes ruas comerciais até as rodovias mais movimentadas. Neste novo projeto colaborativo, chamado de "Get Pumped", a empresa internacional de arquitetura e a marca de artigos esportivos estão desenvolvendo um projeto que irá transformar os tradicionais postos de gasolina como os conhecemos hoje em dia.