1. ArchDaily
  2. Fachadas

Fachadas : O mais recente de arquitetura e notícia

Como projetar e instalar fachadas de policarbonato translúcido

Os painéis de policarbonato translúcido apresentam uma estética única e marcante, ao mesmo tempo que mantêm uma eficiência na funcionalidade. Eles podem adicionar profundidade e cor a uma fachada e se adaptar para atender a uma ampla gama de requisitos de desempenho, desde resistência à temperatura até resistência ao impacto, proteção UV e muito mais. A Rodeca, empresa líder na indústria de painéis de policarbonato, oferece produtos de alta qualidade com alta personalização em relação a cores, níveis de transparência, tratamentos, perfis, tamanhos, sistemas de junta e muito mais. Abaixo trazemos uma lista detalhada dessas muitas opções, acompanhada por diagramas e etapas de instalação. Também discutimos vários estudos de caso em que fachadas de policarbonato foram usadas com grande sucesso, aproveitando ao máximo as opções disponíveis junto com as qualidades estéticas intrínsecas dos painéis translúcidos para complementar e elevar seus projetos.

Fachadas fluídas: cortinas que movimentam a arquitetura

Terrassenhaus Berlim / Brandlhuber + Emde, Burlon + Muck Petzet. Foto: © Erica OvermeerPavilhão Além do Vento / MAT Office. Foto: © Kangshuo TangCasa Lara / Felipe Hess. Foto: © Ricardo BassettiAntiRoom II / Elena Chiavi + Ahmad El Mad + Matteo Goldoni. Foto: © Ahmad El Mad+ 15

Cortinas configuram um fluxo livre e dinâmico na arquitetura. Realizada para proteger o ambiente, seja da insolação ou dos olhares exteriores, ela se desenvolve na arquitetura ganhando destaque como adorno ou sutil divisória. Devido à sua flexibilidade e movimento, torna-se uma solução que cada vez mais utilizada por arquitetas e arquitetos, afinal seu material permite trabalhar camadas de sobreposição entre o interior e exterior, trazer luz ou sombra e, assim, transformar o espaço. Aqui, reunimos alguns exemplos de projetos que passaram a adotar a cortina principalmente em suas fachadas e como essa solução pode transformar a percepção da obra como um todo.

Fachada da Loja Cartier Shinsaibashi / Klein Dytham architecture

Cortesia de CartierCortesia de CartierCortesia de CartierCortesia de Cartier+ 16

Do vermelho ao verde: a estética contraditória das fachadas oxidadas

Para uma criança pequena, entender o conceito do tempo e a passagem dele é algo muito difícil. Isso justifica a impaciência por esperar algo ou a confusão para lembrar algo que ocorreu no passado. Elas vivem apenas o presente e essa noção do tempo é aprendida aos poucos. Mas aceitar a passagem do tempo e o envelhecer é algo que nos atormenta mesmo após adultos. As lucrativas indústrias de produtos cosméticos e cirurgias plásticas comprovam como a humanidade busca controlar ou negar a passagem do tempo, algo que nos corre pelas mãos e é implacável. 

Painéis metálicos de camada única: dicas de construção e detalhes para revestimento de fachadas

A fachada é dos elementos mais importantes em um projeto de arquitetura. Além de ser a primeira barreira da construção contra o calor, a chuva, a neve ou o vento, também determina, em grande parte, a aparência de uma edificação. Pode fazer o projeto se destacar, mesclar-se no contexto ou mesmo manifestar, à primeira vista, valores de sobriedade, transparência, leveza e até despojamento que o arquiteto busca transmitir através do desenho. Junto a isso, também corresponde a uma significativa parcela do custo total da obra e deve ser especificada com muita atenção, levando em conta, além da estética, sua funcionalidade, necessidade de manutenção e seu comportamento a longo prazo.

A expressão do Policarbonato: criando fachadas translúcidas coloridas

O policarbonato tornou-se uma alternativa atraente ao vidro para fachadas, pois apresenta distintos níveis de translucidez e pode fornecer transmissão e difusão ideais da luz. Além disso, é leve, flexível, reciclável, durável, resistente a impactos e inclui proteção ultravioleta (UV), além de resistir a temperaturas entre -40 °C e 115 °C. Mas, além de suas propriedades funcionais, este termoplástico também oferece amplas oportunidades estéticas, permitindo que os arquitetos criem fachadas excepcionalmente dinâmicas e expressivas.

Feito para durar: as contribuições do aço inoxidável à arquitetura

Pouco antes da Primeira Guerra Mundial, Harry Brearley (1871-1948), que já trabalhava como operário em uma metalúrgica desde os 12 anos de idade, desenvolveu o primeiro aço inoxidável. Buscando resolver um problema de desgaste das paredes internas das armas do exército britânico, ele acabou obtendo uma liga metálica resistente à corrosão, agregando cromo ao ferro fundido. A invenção encontrou aplicações em quase todos os setores da indústria, desde a produção de talheres, equipamentos de saúde, cozinha, indústria automotiva, entre muitas outros, substituindo materiais tradicionais como o aço carbono, cobre e até alumínio. Na construção civil isso não foi diferente e o aço inoxidável logo foi incorporado às edificações.

DOMO: Tendências e Inovações em Fachadas

No dia 24 de novembro, de 9h às 12h, será realizada on-line a segunda edição do DOMO, evento voltado para o público de arquitetura e consultores de fachadas. Idealizado pela Cebrace, a maior produtora de vidros e espelhos da América do Sul, e realizado em parceria com as empresas Schüco e Eastman, o evento irá transmitir as palestras focadas em cases, tendências e discussões sobre as fachadas em projetos de referência nacional e mundial apresentadas por profissionais de escritórios como Zaha Hadid Architects, Perkins&Will e Andrade Morettin Arquitetos Associados.

Fachadas de lâminas de madeira: ritmo e translucidez

Quando projetou o Pavilhão Nórdico em Veneza, Sverre Fehn incorporou elementos arquitetônicos nórdicos de formas pouco usuais. Possivelmente o que mais chama atenção no edifício seja sua cobertura laminar de concreto branco, que é rompida por árvores, barrando os raios solares e filtrando a luz. Dependendo do ângulo, as lâminas permitem visualizar as cores do céu e a copa das árvores, trazendo um dinamismo à cobertura no percurso pelo edifício. De fato, a utilização de lâminas em fachadas, paredes e coberturas é uma tradição que provém da arquitetura nórdica e tem se espalhado pelo mundo. Neste artigo abordaremos alguns exemplos de emprego dessa solução, as possibilidades e as melhores formas de amplificar o efeito.

Fachadas para o clima quente e úmido: elementos vazados em 10 projetos na Índia

A orientação e dimensionamento dos vazios são algumas das principais variáveis a serem levadas em conta na proposição de elementos vazados nas fachadas de edifícios. O estudo das condições locais é fundamental para o bom desempenho deste tipo de solução, particularmente bem-vinda em países que costumam ter temperaturas elevadas, como a Índia. Ainda que sua variedade climática dificulte as generalizações, as temperaturas podem atingir acima 40 graus no verão na maior parte do país, o que exige estratégias arquitetônicas específicas para amenizar a sensação de calor e umidade no interior das edificações.

Residência HIVE / Openideas Architects. Imagem: © Fabien CharuauAlojamento Masculino / Zero Energy Design Lab. Imagem: © Andre J. FanthomeResidência Tropical Urveel / Design Work Group. Imagem: © PhotographixEscola e Jardim de Infância DPS / Khosla Associates. Imagem: © Shamanth Patil+ 11

Do traço aos dados: 12 exemplos de fachadas paramétricas

A digitalização dos meios de produção e os recursos tecnológicos ligados ao desenvolvimento de ferramentas cada vez mais sofisticadas impactam diretamente na prática contemporânea da arquitetura e do urbanismo. Pensar cidades e edifícios a partir do pressuposto digital representa grandes possibilidades de inovação em termos de desenho, otimização de recursos e processos, melhoria no desempenho e acompanhamento para manutenção de obras, entre outros aspectos. Muitas ferramentas estão disponíveis atualmente, e vão desde inteligência artificial à impressão 3D, passando por diversos artifícios que alteram os paradigmas da profissão e demandam uma nova postura na hora de projetar.

Brises de madeira: 7 soluções criativas

Em zonas com alta temperatura e incidência solar, os edifícios devem garantir conforto térmico de maneira adequada para aqueles que irão utilizá-lo. Nesse sentido, a aplicação de brises é uma solução eficaz nos projetos que contam com grandes superfícies de vidro, reduzindo assim as temperaturas geradas pela onda solar direta.

Edifícios lanterna: 12 edifícios que tiram proveito de suas fachadas iluminadas

Cada vez mais, uma série de arquitetos tem adotado materialidades translúcidas nas fachadas de seus projetos, auxiliando no controle lumínico interior, uma vez que materiais como o policarbonato e U-Glass por exemplo, permitem que somente percentual nível lumínico adentre a arquitetura. Por outro lado, ao anoitecer, essas materialidades promovem qualidades distintas e com resultados surpreendentes, visto que ao acender suas luzes, os edifícios ttransformam-se em verdadeiras lanternas no cenário urbano. 

DOMO: Inovação e design em fachadas

Criado para ser um dos maiores eventos do calendário da arquitetura brasileira, DOMO reúne profissionais consagrados no país e importantes nomes da arquitetura mundial para falar sobre o desenho e função das fachadas nos projetos arquitetônicos

Realizado pela Cebrace, maior produtora de vidros e espelhos da América do Sul, com patrocínio das empresas Schuco e Eastman, o primeiro evento DOMO será realizado no dia 08 de outubro no autêntico Hotel Unique, em São Paulo, com uma programação de palestras dinâmicas sobre inovação e design em fachadas.
O DOMO nasceu para inserir no calendário de arquitetura

O que são fachadas cinéticas na Arquitetura?

Durante a maior parte da história da arquitetura, fachadas interessantes foram alcançadas através da materialidade ou ornamentação. Dos frisos elaboradamente pintados do Parthenon ao exterior de vidro dos modernos arranha-céus, a arquitetura era basicamente estática, apenas "mudando" junto com o seu contexto, seja de chuva, luzes, ferrugem, etc.

Painéis de fachada Al Bahar Towers. Image © AedasFachada do centro de Galleria. Image © UNStudio. Photographed by Christian RichtersPainéis de sombreamento do Kiefer Technic Showroom. Image Courtesy of Ernst Giselbrecht + PartnerFachada cinética do parque de estacionamento terminal doméstico de Brisbane. Image Courtesy of Urban Art Projects+ 18