1. ArchDaily
  2. Natureza

Natureza: O mais recente de arquitetura e notícia

Intervenção costeira com impressão 3D: bancos e abrigos para a fauna aquática

À medida que a humanidade toma consciência do seu impacto no meio ambiente, também tem buscado formas para reverter alguns dos malefícios causados à fauna e à flora, sobretudo nas cidades. Nosso padrão de vida, de consumo e de construção tem causado danos severos à natureza. De fato, segundo um estudo no Weizmann Institute of Science, estamos em um ponto de inflexão onde a massa de todos os materiais fabricados pelo homem é igual à biomassa do planeta, e isso deve dobrar até 2040. Mas não necessariamente tudo o que construímos deve ter um impacto negativo. O projeto "The Tidal Dout" é um exemplo, parte de um projeto de revitalização abrangente em Kuk Po Village em Sha Tau Kok em Hong Kong, e que consegue reunir duas ecologias diferentes, o ambiente antropocêntrico e o natural.

Intervenção costeira com impressão 3D: bancos e abrigos para a fauna aquáticaIntervenção costeira com impressão 3D: bancos e abrigos para a fauna aquáticaIntervenção costeira com impressão 3D: bancos e abrigos para a fauna aquáticaIntervenção costeira com impressão 3D: bancos e abrigos para a fauna aquática+ 20

Arquitetura e natureza: como a arquitetura pode se inspirar em elementos naturais

A natureza é muitas vezes utilizada como fonte inspiradora para a arquitetura. Seja a partir de suas formas, a extração e utilização de seus materiais, ou até a incorporação de processos físicos e químicos nas tecnologias empregadas, é sempre relevante procurar relações entre o meio construído e o meio natural. Dos muitos ecossistemas presentes no planeta Terra, os oceanos representam a maior parte da superfície e guardam em si histórias, místicas, símbolos e formas que podem ser referenciadas na arquitetura.

Arquitetura e natureza: como a arquitetura pode se inspirar em elementos naturaisArquitetura e natureza: como a arquitetura pode se inspirar em elementos naturaisArquitetura e natureza: como a arquitetura pode se inspirar em elementos naturaisArquitetura e natureza: como a arquitetura pode se inspirar em elementos naturais+ 13

Casas brasileiras e sua relação com a natureza

Apesar da fauna e flora abundantes, muitas vezes a arquitetura brasileira resiste em encontrar estratégias para integrar a casa ao meio natural, seja ela dentro do centro urbano, seja ela emaranhada nos diversos biomas brasileiros. Selecionamos 16 casas brasileiras que integram a habitação com a natureza em diferentes cenários, a partir de diferentes abordagens. 

Casas brasileiras e sua relação com a naturezaCasas brasileiras e sua relação com a naturezaCasas brasileiras e sua relação com a naturezaCasas brasileiras e sua relação com a natureza+ 23

“Yo lo ví caer”: uma obra sobre o impacto de dois meteoritos no Uruguai

Através da construção de uma ficção, esta obra de Federico Lagomarsino se apresenta enquanto uma paisagem, com o objetivo de criar uma imagem de tudo o que acontece na sociedade contemporânea quando algum evento ou ocorrência singular ocorre, como, nesta ocasião, a queda dos dois maiores meteoritos detectados até hoje na América do Sul.

Arquitetura em animações: explorando os mundos de Hayao Miyazaki

Roteiristas de cinema e animações, especificamente nos animes, procuram incorporar cenários com uma arquitetura diversa como artifício para ajudá-los a contar suas histórias. Suas influências vão desde vilarejos medievais até metrópoles futuristas. A arquitetura como área do conhecimento abrange uma ampla gama de elementos a serem estudados, com cada período da arquitetura comunicando e realçando seu contexto histórico através de seu design. No entanto, em filmes e animes, todos os contextos por trás do design de um edifício podem ser condensados em um único frame, poderoso o suficiente para contar mil histórias.

Arquitetura em animações: explorando os mundos de Hayao MiyazakiArquitetura em animações: explorando os mundos de Hayao MiyazakiArquitetura em animações: explorando os mundos de Hayao MiyazakiArquitetura em animações: explorando os mundos de Hayao Miyazaki+ 13

Dando um lar à natureza nas cidades: tijolos para ninhos de abelhas

A relação da humanidade com os insetos é antiga e complexa. Enquanto eles podem disseminar doenças e arrasar plantações, também são vitais para nossa sobrevivência no Planeta Terra, como polinizadores e recicladores. Edward Osborne Wilson, importante biólogo norte-americano, afirmou, em um de seus artigos, que “se os insetos desaparecessem, quase todas as plantas com flores e as teias alimentares que elas sustentam desapareceriam. Essa perda, por sua vez, causaria a extinção de répteis, anfíbios, aves e mamíferos: na verdade, quase toda a vida animal terrestre. O desaparecimento de insetos também acabaria com a rápida decomposição da matéria orgânica e, assim, interromperia a ciclagem de nutrientes. Os humanos seriam incapazes de sobreviver.”

Sobretudo com as abelhas a opinião pública tem mudado nos últimos anos e sua importância para a produção de alimentos tem acendido alertas sobre o uso indiscriminado de venenos e agrotóxicos pelo mundo. Mas diferente da natureza, com meandros e inúmeras possibilidades de locais para repouso, nossas cidades e edifícios modernos geralmente não criam bons locais para receber os insetos, e mesmo pássaros ou outros animais. A empresa inglesa Green&Blue tem trabalhado nisso e criado refúgios para incorporar a natureza às nossas edificações. Conversamos com eles para entender sobre estes produtos.

Construindo com cogumelos: o refúgio à base de micélio em Bariloche, Argentina

© Valentin Mora
© Valentin Mora

E se disséssemos que os cogumelos podem ser o futuro dos materiais de construção? As possibilidades do micélio na arquitetura estão cada vez mais presentes entre nós devido à sua capacidade de ser moldado para produzir desde móveis e embalagens a painéis e tijolos isolantes, com boas características acústicas e térmicas, e até com bom comportamento contra o fogo.

Na Argentina isso já é uma realidade. Refugio Fúngico é um recente projeto experimental de pesquisa e desenvolvimento biotecnológico realizado pela SUPERPRAXIS que materializa uma instalação efêmera na cidade de San Carlos de Bariloche, gerada a partir de um biomaterial produzido a partir de resíduos orgânicos e micélio.

Renaturalizar a cidade: ampliando o conceito de sustentabilidade

O conceito de sustentabilidade aplicado à cidade está a em vias de se tornar obsoleto. Nós usamos este termo para quase tudo o que queremos fazer, e assim dar-lhe um ar aparente de respeito pelo que chamamos de natureza, mas, o impacto real é alcançado quando transcendemos esta ideia e aproveitamos todas as oportunidades de intervenção urbana para implementar iniciativas de re-naturalização e, portanto, dotar a cidade de atributos que a levem a ser mais resiliente.

Casas na árvore: do imaginário infantil à arquitetura

No dia 21 de setembro o planeta comemora o dia da árvore, uma data que tem como objetivo conscientizar a respeito da preservação da natureza. Ainda na infância estabelecemos algumas relações com a natureza que acabam fazendo parte do nosso imaginário se desenvolvendo e influenciando também na arquitetura. Selecionamos 22 projetos de usos variados que se inspiram na relação com a natureza e com esse imaginário. 

Casas na árvore: do imaginário infantil à arquiteturaCasas na árvore: do imaginário infantil à arquiteturaCasas na árvore: do imaginário infantil à arquiteturaCasas na árvore: do imaginário infantil à arquitetura+ 24

Atelier Marko Brajovic explora raízes de manguezais em instalação na Bienal de Veneza 2021

Concebido pelo Atelier Marko Brajovic, o projeto ROOTS - mangrove ecosystem participa da exposição Future Assembly, com curadoria do Studio Other Spaces, do artista plástico Olafur Eliasson e do arquiteto Sebastian Behmann, que responde ao tema Como vamos viver juntos? proposto por Hashim Sarkis, curador da 17ª Mostra Internacional de Arquitetura da Bienal de Veneza. O projeto conta com uma maquete de impressão 3D, desenhos à mão e vídeos, que permanecem abertos à visitação até 21 de novembro de 2021 no Giardini.

Future Assembly tem como objetivo introduzir na Bienal de Arquitetura de Veneza o sistema de valores multilateral alternativo das Nações Unidas, refletindo sobre os últimos 75 anos de multilateralismo da ONU e imaginando novos futuros sobre como podemos nos unir de forma colaborativa. O Atelier acredita que um multilateralismo futuro deve expandir-se além da visão de mundo centrada no homem para uma reunião mais do que humana.

Inovação sob a ótica do design sustentável marca a Semana da Europa 2021

O belga Lionel Jadot domina a arte de fazer móveis desde muito jovem. Mas não é somente essa habilidade que faz dele um profissional completo. Ele é arquiteto, designer de interiores, desenhista, artista e cineasta e estará, ao lado de grandes nomes do design brasileiro e internacional, no Café com Europa, nos dias 12 e 13 de maio, como parte da programação da XVII Semana da Europa.

Cor além da estética: a psicologia do verde na arquitetura

Quantas vezes você mudou as coisas de lugar dentro de casa no ano passado? Quer fosse uma mudança temporária ou definitiva, uma parede repintada, uma luminária nova ou aquele quadro que estava esperando para ser pendurado a séculos. No momento em que muitos de nós fomos forçados (ou convidados) a retroceder para dentro do espaço doméstico, passando a trabalhar desde casa, ficou cada vez mais difícil evitar aquelas pequenas mudanças que a tanto tempo se faziam necessárias. Não foi apenas a drástica mudança em nossas rotinas que nos causaram problemas, na verdade, o espaço no qual vivemos e trabalhamos desempenha um importante papel em como nos sentimos ou nos relacionamos uns com os outros. Portanto, para aqueles que se perguntaram por que algumas pessoas pareciam muito mais tranquilas e serenas durante o início da pandemia, pode ser porque a grama do seu jardim era mais verde que a nossa.

Cor além da estética: a psicologia do verde na arquiteturaCor além da estética: a psicologia do verde na arquiteturaCor além da estética: a psicologia do verde na arquiteturaCor além da estética: a psicologia do verde na arquitetura+ 26

A incrível arquitetura das colmeias de abelhas

Talvez as abelhas sejam os insetos que mais despertam fascínio e curiosidade. Com exceção da Antártica, elas são encontradas em todos os continentes, em todos os habitats que contêm plantas com flores polinizadas por insetos. Representações de humanos coletando mel de abelhas selvagens datam de 15.000 anos atrás e, inclusive, potes de mel foram encontrados nas tumbas de faraós do Egito como Tutancâmon. Ainda que geralmente tenhamos uma ideia fixa sobre a aparência das abelhas dos desenhos animados, existem milhares de espécies pelo mundo, com diferentes tamanhos, cores e comportamentos. Há, inclusive, diversos exemplos de abelhas solitárias, muitas sem ferrão e até algumas espécies que sobrevivem saqueando outras colônias mais fracas. Mas algo que tem impressionado pesquisadores é a organização de suas colmeias, que são verdadeiras cidades altamente populosas, com uma eficiência a dar inveja a qualquer planejador urbano.

O que é arquitetura biomimética?

O que é arquitetura biomimética?O que é arquitetura biomimética?O que é arquitetura biomimética?O que é arquitetura biomimética?+ 8

Em 1941, o engenheiro suíço George de Mestral, acompanhado de seu cão, fazia uma das suas caminhadas recorrentes pelos Alpes quando observou que as sementes de uma determinada espécie dotada de espinhos e ganchos colavam constantemente na sua roupa e no pelo de seu cachorro. Foi a partir dessa observação e do estudo de tal planta que, sete anos mais tarde, ele criou o conhecido velcro, um tecido repleto de minúsculos ganchos que possibilitam a sua fixação em determinadas superfícies.

Em meio à pandemia de Covid-19, reserve um tempo para se reconectar com a natureza

Em meio à pandemia de Covid-19, reserve um tempo para se reconectar com a naturezaEm meio à pandemia de Covid-19, reserve um tempo para se reconectar com a naturezaEm meio à pandemia de Covid-19, reserve um tempo para se reconectar com a naturezaEm meio à pandemia de Covid-19, reserve um tempo para se reconectar com a natureza+ 5

Se você estiver em um local afetado pela pandemia de COVID-19, passar 20 minutos vivenciando a natureza em um parque, rua ou mesmo em seu quintal, pode reduzir significativamente seus níveis de estresse. Apenas se certifique de seguir as diretrizes federais, estaduais e locais, além de manter o distanciamento social de 2 metros (6 pés). Mas, se você não puder sair de casa, fazer uma pausa abrindo uma janela e olhando para uma árvore ou planta, também auxiliam a aliviar o estresse.

Natureza construída: quando a arquitetura desafia a escala humana

Ir além da escala humana não é novidade. Por séculos, construtores, engenheiros e arquitetos têm criado edifícios monumentais para marcar a espiritualidade ou o poder político. Palácios, edifícios governamentais ou templos sempre atraíram a admiração e reverência das pessoas, alimentando a ainda não totalmente compreensível obsessão por construções em grande escala.

Hoje em dia, algumas das maiores e mais impressionantes estruturas estão menos relacionadas a funções religiosas ou governamentais e parecem estar se voltando para programas mais culturais. Além disso, na maioria das vezes, as estruturas são abertamente releituras da natureza.

Natureza construída: quando a arquitetura desafia a escala humanaNatureza construída: quando a arquitetura desafia a escala humanaNatureza construída: quando a arquitetura desafia a escala humanaNatureza construída: quando a arquitetura desafia a escala humana+ 20

Arquitetura e natureza: estratégias de intervenção em paisagens sensíveis

A intervenção humana sobre a paisagem natural é em si, algo contraditório. Se por um lado a arquitetura nos permite um acesso imersivo ao ambiente natural, por outro, edificar sobre a paisagens sensíveis significa despojá-la de sua própria essência. Portanto, ao considerarmos a arquitetura como um artifício que normatiza a presença humana na paisagem natural, o ato de construir implica também estarmos conscientes das múltiplas escalas envolvidas e, acima de tudo, de que a arquitetura—especialmente nestes contextos—é a nossa principal ferramenta para estabelecer os limites entre o acesso à paisagem e a preservação do meio ambiente. Explorando uma variedade de diferentes abordagens e estratégias formais de projeto, apresentaremos à seguir uma série de importantes lições apreendidas através de experiências concretas realizadas por distintos arquitetos e escritórios de arquitetura, experimentos que nos ensinam outras formas de abordar as relações entre a arquitetura e a paisagem.

Arquitetura e natureza: estratégias de intervenção em paisagens sensíveisArquitetura e natureza: estratégias de intervenção em paisagens sensíveisArquitetura e natureza: estratégias de intervenção em paisagens sensíveisArquitetura e natureza: estratégias de intervenção em paisagens sensíveis+ 12