Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Apartamentos

Apartamentos: O mais recente de arquitetura e notícia

Apartamentos no Higienópolis: 10 projetos em planta

Grandes joias da arquitetura moderna paulista estão construídas no bairro Higienópolis em São Paulo. Majoritariamente ocupado por edifícios residenciais, a curiosidade de imaginar como são seus apartamentos e plantas surge na mente daqueles que possuem um mínimo interesse por esses projetos. Por isso, reunimos dez obras que são frutos de reformas em famosos edifícios - como o Lausanne e o Louveira, por exemplo -, e outras que estão presentes no mesmo entorno.

Home Office: 23 soluções para espaços de trabalho flexíveis

Há alguns anos a ideia de que residências e apartamentos são dedicados exclusivamente à moradia foi redefinida, isso porque a contemporaneidade trouxe uma série de mudanças sociais e na maneira como utilizamos os espaços. Com rotinas desafiadoras e empresas cada vez mais flexíveis no que diz respeito ao espaço de trabalho, é cada vez mais comum que o lar torne-se o escritório. No entanto, com plantas residenciais cada vez menores tem se tornado um desafio pensar espaços funcionais ou que possam ser remodelados em segundos para dar uso ao chamado Home Office. Pensando nisso, compilamos alguns projetos em pequenos espaços, cuja as soluções interiores podem te ajudar em seus próximos projetos. Confira a seguir:

Edifício Residencial Cedrus / Next Office–Alireza Taghaboni

© Majid Jahangiri © Majid Jahangiri © Majid Jahangiri © Majid Jahangiri + 42

Residencial  · 
Teherán, Irã

Plantas de apartamentos de 20 a 50m²

Projetar o interior de um apartamento de área reduzida é, sem dúvida, um desafio. Sabemos que uma residência deve ser o mais confortável possível para seus habitantes, mas quando dispomos de poucos metros quadrados e algumas funções imprescindíveis, encontrar a disposição espacial mais adequada não é tarefa fácil. Para lhe inspirar em seus próximos projetos de pequena escala, compilamos a seguir 26 plantas de apartamentos de 20, 30 e 40 metros quadrados. 

10 Apartamentos brasileiros de até 65m²

No Brasil, o mercado imobiliário e a demanda habitacional diminui cada vez mais a área dos apartamentos. Além disso, nem sempre a planta traz uma solução funcional e confortável para seus moradores, desafiando os arquitetos a pensarem formas de converter essa situação em algo favorável. Aqui, selecionamos dez projetos brasileiros que lidam bem com a pequena escala e servem como referência no momento de enfrentar esta tarefa. Veja todos, a seguir.

Störmer Murphy and Partners projeta primeiro arranha-céu de madeira da Alemanha

A primeira torre de madeira da Alemanha, intitulada Wildspitze, está sendo projetada pelo escritório Störmer Murphy and Partners. Com 18 pavimentos e 64 metros de altura, este edifício residencial fará parte de um dos maiores empreendimentos urbanos da Europa.

Localizado em Elbbrücken, um bairro peninsular que faz parte da HafenCity de Hamburgo, Wildspitze conta com 189 unidades residenciais à beira do rio. Cada apartamento com uma varanda por trás de uma fachada de vidro de pé-direito duplo.

Novas imagens das torres Park Grove projetadas pelo OMA em Miami

Fotografias publicadas recentemente registram o progresso das obras do "Park Grove", um empreendimento composto por três torres, projetado pelo OMA em Miami.

Localizadas próximas às torres "Grove at Grand Bay", projetadas pelo BIG, o trio de edifícios do OMA somam 90 mil metros quadrados de área residencial de alto padrão com vistas para a Baía de Biscane.

Saguão. Image Cortesia de OMA Construção - Novembro de 2017. Image Cortesia de OMA © Craft Studio Construção - Novembro de 2017. Image Cortesia de OMA + 45

Séqué / Gardera-D Architecture

© Mathieu Choiselat © Mathieu Choiselat © Mathieu Choiselat © Stéphane Chalmeau + 21

Bayonne, França

Residências contemporâneas integram-se a um Patrimônio Mundial da Humanidade na Finlândia

Quando implantada em uma paisagem histórica, a arquitetura contemporânea requer uma abordagem cuidadosa. Muitas vezes, deve ter um tom vernacular respeitoso, ao mesmo tempo abraçando as características inovadoras e funcionais de uma edificacação moderna. Este equilíbrio tem relevância particular na Fortaleza do Mar de Suomenlinna, localizada ao largo da costa de Helsinque, na Finlândia. Ao longo de seus 300 anos de história, já foi ocupada pelos exércitos da Suécia, da Rússia e da Finlândia - uma história rica com status de Patrimônio Mundial da UNESCO e quase um milhão de visitantes anuais. O local é mais do que um museu, mas um bairro vivo de Helsinque com 800 habitantes e 500 empregos.

Heikkinen & Kangasaho Architects combinaram a modernidade nítida e funcional com uma simplicidade respeitosa e comedida em um novo esquema de habitações para serem implantadas entre as fortificações históricas de Suomenlinna.

Perspectiva. Cortesia de Heikkinen & Kangasaho Vista do mar. Cortesia de Heikkinen & Kangasaho Corte. Cortesia de Heikkinen & Kangasaho Implantação. Cortesia de Heikkinen & Kangasaho + 7

NO ARCHITECTURE enfatiza sustentabilidade e interação com torres residenciais alternativas na China

Uma das grandes ironias da vida urbana moderna é a desconexão subjacente que existe entre nós, cidadãos globais, apesar de viver e funcionar dentro de cidades tão densas e próximas. Para abordar esta questão no contexto da paisagem urbana da China, o escritório de Nova Iorque, NO ARCHITECTURE, propôs duas alternativas ao típico arranha-céu - duas tipologias residenciais verticais que apresentam uma combinação de pátios, terraços e jardins e podem estar localizados em uma grande variedade de cidades.

"Concebida em torno de uma série de paredes compartilhadas em cascata, pátios ventilados, terraços pisados e torres de vento, essas novas organizações verticais reatam a vida urbana à natureza, sugerindo como podemos viver hoje em proximidade e podemos continuar a fazê-lo de forma sustentável por gerações vindouras", explicaram os arquitetos.

© NO ARCHITECTURE © NO ARCHITECTURE © NO ARCHITECTURE © NO ARCHITECTURE + 7

Clássicos da Arquitetura: Castelo de Kafka / Ricardo Bofill Taller de Arquitecturas

Implantado sobre um monte com vista à costa mediterrânica espanhola, há uma estrutura estranha que poderia ser facilmente confundida com uma vasta pilha de blocos esquecidos. O Castelo de Kafka, construído em 1968, foi um dos primeiros projetos concluídos por Ricardo Bofill, arquiteto espanhol pós-moderno conhecido por edifícios de apartamento tão monumentais quanto provocativos. Enquanto seu trabalho posterior tenha se voltado ao historicismo pós-moderno, o castelo modular e matematicamente derivado de Kafka foi um rompimento descarado de qualquer tradição local ou global.

© Ricardo Bofill © Ricardo Bofill © Ricardo Bofill Uma vez que o modelo físico do castelo de Kafka foi terminado, RBTA controlado condensar toda a informação de construção necessária em somente cinco desenhos. Imagem © Ricardo Bofill + 19

Clássicos da Arquitetura: Bairro Gallaratese / Aldo Rossi e Carlo Aymonino

À medida que a poeira abaixava após a Segunda Guerra Mundial, grande parte da Europa permaneceu com uma escassez habitacional. Em Milão, uma série de planos foram elaborados em resposta à crise, estabelecendo comunidades satélites para a cidade do norte da Itália, onde cada uma seria habitada por entre 50.000 e 130.000 pessoas. A construção da primeira dessas comunidades começou em 1946, um ano após o fim do conflito. Dez anos mais tarde, em 1956, a adoção do Il Piano Regolatore Generale -um novo plano diretor- preparou o cenário para o desenvolvimento da segunda, conhecida como "Gallaratese". O terreno da nova comunidade foi dividido em partes 1 e 2, sendo esta última propriedade do Monte Amiata Società Mineraria per Azioni. Quando o plano permitiu o desenvolvimento privado de Gallaratese 2 no final de 1967, a comissão para o projeto foi dada ao Studio Ayde e, em particular, seu sócio Carlo Aymonino. Dois meses depois, Aymonino convidaria Aldo Rossi para projetar um edifício para o complexo e os dois italianos começaram a realizar suas respectivas visões para a comunidade microcósmica ideal. [1]

© Gili Merin © Gili Merin © Gili Merin © Gili Merin + 17

Escola Serrano / Franco Piccini

© Walter Salcedo
© Walter Salcedo

© Walter Salcedo © Walter Salcedo © Walter Salcedo © Walter Salcedo + 29

Autor: Franco Piccini
Localização: Caña de Ámbar 1465, Santa Fé, Argentina
Cliente: Ministério da Educação da Prov. De Santa Fe- Región 6ta / Referente Flavio Gianetti
Ano Projeto:
2010
Construção: Dezembro 2010 - Junho 2011
Construtora: Adobe S.A.
Superfície : 150m2 (cobertos) 53m2 (semicobertos)
Fotografia: Walter Salcedo, Franco Piccini

Os melhores projetos de estudantes de 2016

Ano passado, convidamos estudantes de todo o mundo a compartilharem seus projetos que foram construídos como parte de seus estudos. As respostas foram tão impressionantes que resolvemos repetir o chamado este ano. Então, há dois meses, unimos forças com o ArchDaily e com as quatro páginas do ArchDaily en Español para lançar uma chamada de trabalhos, e mais uma vez as respostas ultrapassaram as expectativas. Com mais de 100 propostas enviadas, a qualidade dos projetos foi tão alta que tivemos que organizar uma publicação ainda mais extensa esse ano, reunindo 36 projetos de 20 países. Veja, a seguir, os melhores projetos de estudantes de 2016.

Project O (Hongkong Baptist University). Image Cortesia de Frank Chan Tesis Uno en Uno. Image Cortesia de Stefania Torchio, Santiago Iribarne Wynne Universidade Federal de Goiás - UFG. Image Cortesia de Luccas Chaves DIA 3D Jewelry Pavilion (Dessau International Architecture Graduate School). Image © Pavel Babienko + 184

Projeto "Grove at Grand Bay" do BIG pronto para ser inaugurado em Miami

O projeto Grove at Grand Bay, do escritório BIG, foi finalizado, tornando-se o novo ícone arquitetônico de Miami. Os moradores darão os últimos toques nos interiores das unidades antes da grande inauguração e no mês que vem. As duas torres de 20 pavimentos foram totalmente vendidas e são o primeiro empreendimento residencial do escritório nos EUA.

© Terra © Terra © Terra © Terra + 4

Arquitetos que projetam prisões são os mesmos que projetam escolas (ou como pensar a escola do século XXI)

Na Colômbia, o arquiteto estadunidense Frank Locker tem assessorado a Secretaria de Educação de Bogotá, guiando arquitetos e construtores sobre o modelo de uma nova infraestrutura escolar, capaz de enfrentar as constantes mudanças sociais e culturais da sociedade colombiana. Com vasta experiência em arquitetura educacional e ambientes para aprendizagem, Locker afirma que estamos nos limitando a replicar, literalmente, o modelo espacial das prisões, sem interesse algum em estimular uma formação integral, flexível e versátil.

Segundo o professor da Harvard GSD, continuamos repetindo a grande fórmula do século XX: professores transmitindo um conhecimento rígido e básico, de caráter unidirecional e massivo às novas gerações, ignorando o fato de que todos os estudantes possuem distintas motivações, interesses e habilidades. A comparação com a prisão não é exagero. "Com que espaço você relacionaria uma fila de salões de porta fechada com um corredor no qual não se pode estar sem permissão e um sinal sonoro que ordena entrar, sair, terminar ou começar as aulas?", questiona Locker.

Então, como seria o projeto das escolas do século XXI?

Duas Luas / Moon Hoon

© Nam Goongsun © Nam Goongsun © Nam Goongsun © Nam Goongsun + 41

Goyang-si, Coreia do Sul
  • Arquitetos Autores deste projeto de arquitetura Moon Hoon
  • Área Área deste projeto de arquitetura

Arquivo: Apartamentos brasileiros

O primeiro Arquivo do ano destaca os apartamentos brasileiros. Buscamos por dez projetos que retratam diferentes clientes e seus modos de viver para ilustrar parte da arquitetura de interiores feita no Brasil.

© Leonardo Finotti © Maira Acayaba © Marcelo Donadussi © Bruno Cardi // João Duayer + 11

Conheça os dez projetos selecionados, a seguir.