1. ArchDaily
  2. Qualidade De Vida

Qualidade De Vida: O mais recente de arquitetura e notícia

São Paulo nas alturas com Raul Juste Lores e André Scarpa

Com mediação do arquiteto e fotógrafo André Scarpa, Raul Juste Lores falará sobre seu livro "São Paulo nas alturas". Na conversa, as lições que os prédios mais icônicos de São Paulo trazem em sua relação com a cidade. O que é necessário para reconciliar arquitetura e mercado imobiliário, e melhorar nossa qualidade de vida.

As melhores cidades do mundo para se viver (e porque as brasileiras estão mal colocadas)

A consultoria estadunidense Mercer, dedicada a pesquisas nas áreas de "talentos, saúde, aposentadoria e investimentos", divulgou os resultados de seu Ranking 2017 de Qualidade de Vida, uma lista anual que elenca as melhores cidades do mundo para se viver.

Cidades da Europa ocidental dominam a lista das cidades com os maiores índices de qualidade de vida, com Viena permanecendo na primeira colocação pelo oitavo ano consecutivo. A infraestrutura urbana desempenha um importante papel na escolha das empresas para os novos locais de suas filiais, assim, este tópico se destaca em uma lista individual que teve o primeiro lugar ocupado por Singapura este ano. 

Os 20 distritos com os IDH mais altos e mais baixos de São Paulo

Foi recentemente divulgada a lista do IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) dos distritos do município de São Paulo. A lista, publicada pelo jornal Estadão, compreende os 20 distritos com os índices mais baixos e os 20 mais altos, abrangendo, assim, 40 dos 96 distritos da capital paulista.

O Índice de Desenvolvimento Humano  é uma medida comparativa de riqueza, alfabetização, educação, expectativa de vida, natalidade e outros fatores. Trata-se, no entanto, de uma média, portanto, quando aplicado a países, pode não refletir com exatidão as realidades sociais e econômicas de determinadas regiões específicas. Deste modo, é interessante analisar uma lista como esta,  que trata especificamente dos distritos de um mesmo município, pois ficam evidentes o hiato social entre áreas geograficamente tão próximas.

Confira a seguir os 20 distritos com piores indicadores e, na sequência, os 20 melhores de São Paulo:

As 10 “melhores” cidades para se viver no Brasil. E as 10 “piores”.

Em agosto publicamos alguns artigos sobre o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) publicado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). O resultado revelou um expressivo avanço do Brasil nos últimos 20 anos, apesar da educação continuar como maior desafio para o desenvolvimento do país.

As duas listas a seguir, com as 10 “melhores” e as 10 “piores” cidades para se viver no Brasil, mostram claramente as duas faces do desenvolvimento em o país tem experimentado:

A criação de ruas verdes poderia reduzir em 30% a poluição no Reino Unido