Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Sistemas Construtivos

Sistemas Construtivos: O mais recente de arquitetura e notícia

Princípios básicos de Acústica: Por que os arquitetos não deveriam deixar tudo para os consultores

Mais da metade da população mundial vive em áreas urbanas densas. Restaurantes, lojas, hotéis ou escritórios desconfortavelmente barulhentos são suficientes para manter os clientes afastados. Ao planejar uma reunião ou mesmo sair à noite com amigos, estamos conscientes de selecionar um local onde possamos nos concentrar e ouvir um ao outro. Quanto mais barulhento fica nosso mundo, mais difícil é nos concentramos nos sons que realmente queremos ouvir.

Desde o começo dos tempos, nossos ouvidos nos alertaram sobre o perigo que se aproxima. Enquanto sua função permanece a mesma, os perigos de hoje são diferentes do que eram no passado. Sons indesejados podem ter efeitos graves para a saúde, tais como: perda auditiva, pressão alta, dores de cabeça, alterações hormonais, doenças psicossomáticas, distúrbios do sono, redução do desempenho físico e mental, reações de estresse, agressividade, sentimentos constantes de desprazer e redução geral bem-estar. Com essa lista de efeitos colaterais, seria tolice deixar o conforto acústico de nossos espaços apenas para consultores. Quando os arquitetos tem a consciência do conforto acústico, o resultado final pode ser extraordinário.

© Saint-Gobain / illustration by Elisa Géhin © Saint-Gobain / illustration by Elisa Géhin © Saint-Gobain / illustration by Elisa Géhin © Saint-Gobain / illustration by Elisa Géhin + 24

Como projetar para atingir conforto térmico (e por que isso é importante)

Você já se viu perdendo uma boa noite de sono por conta de um quarto excessivamente quente? Ou ter que usar quatro jaquetas e um cachecol só para tolerar aquele ar-condicionado gelado do seu escritório? Verdade seja dita, é impossível agradar a todos quando se trata de ajustar um clima interno, e há sempre aquele indivíduo infeliz que acaba sacrificando seu próprio conforto pelo bem dos outros.

Evidentemente, não há “padrões universais” ou “faixas de conforto recomendadas” ao projetar sistemas de construção, já que atletas treinando em uma academia no México não se sentirão confortáveis em um interior com os mesmos sistemas construtivos de uma casa de repouso na Dinamarca, por exemplo. É por isso que, se definirmos brevemente o "conforto térmico", trata-se da criação de sistemas construtivos adaptados ao ambiente local e às funções do espaço, cooperativamente.

Então, como podemos projetar para um conforto térmico adequado?

© Saint-Gobain / illustration by Elisa Géhin © Saint-Gobain / illustration by Elisa Géhin © Saint-Gobain / illustration by Elisa Géhin Diagrama por Snøhetta + 24

17 Detalhes construtivos que te ajudarão a materializar os projetos

Há algum tempo apresentamos o livro "Sistemas Constructivos Básicos" dos arquitetos e professores chilenos Luis Pablo Barros e Gustavo Sarabia, da Universidad Federico Santa María. O livro busca ser uma ferramenta para ajudar os arquitetos a traduzirem seus diagramas planimétricos em obras de arquitetura tangíveis e que os estudantes possam ter o conhecimento necessário para construir o que projetam: