1. ArchDaily
  2. Sustainability

Sustainability: O mais recente de arquitetura e notícia

Benthem Crouwel projeta Faculdade de Ciências "Reciclada e Reciclável" para a Universidade de Amsterdã

Benthem Crouwel Architects projetou um edifício multifuncional para a Faculdade de Ciências da Universidade de Amsterdã. A proposta de 14.000 metros quadrados foi concebida como um "laboratório vivo de pesquisa, desenvolvimento e co-criação, no centro do campus e da sociedade".

O vencedor do concurso “LAB 942” centra-se na neutralidade energética, flexibilidade e abertura. Uma estrutura modular e uma construção circular feita de material reciclado e reciclável permitem que o esquema funcione como um complemento à prova de futuro e adaptável às investigações de inovação e inteligência artificial em rápida expansão da escola.

"Jellyfish Barge": uma fonte sustentável de alimento e água

Com a população global crescendo a uma taxa exponencial, agricultura sustentável e acesso à água potável estão se tornando cada vez mais importantes. Cristiana Favretto e Antonio Giraridi do Studiomobile reconhecem isso e propuseram uma solução. Apelidada de Jellyfish Barge [Barca Medusa], devido à sua forma e aspecto translúcido, essa estufa flutuante é capaz de cultivar hidroponicamente seu próprio alimento e produzir cerca de 150 litros de água potável por dia. Ainda mais benéfico é seu baixo custo e facilidade de montagem que o torna passível de ser montado em diversos locais. Saiba mais sobre como esse fascinante projeto funciona, a seguir.

Light Matters: 7 maneiras de usar a luz para tornar a arquitetura mais sustentável

Um projeto de iluminação sustentável oferece conforto e vários benefícios ambientais, além de vantagens econômicas para os clientes e usuários. Embora a luz do dia ofereça uma fonte de iluminação gratuita, para a maioria dos espaços a quantidade e a duração da luz solar não é suficiente, fazendo com que a iluminação elétrica se torne necessária, mesmo durante o dia. Focar na sustentabilidade torna-se essencial para minimizar o consumo de energia e melhorar a qualidade de vida. Embora a eficiência tenha aumentado significativamente com a tecnologia LED, a iluminação eléctrica ainda é amplamente utilizada. Muitas vezes, o desejo por renovações ou novas aplicações anda junto com uma maior quantidade de iluminação, ao invés de encontrar uma melhor qualidade com a quantidade adequada de energia.

Leia a seguir 7 passos fundamentais para alcançar a iluminação sustentável.

Anunciados os vencedores europeus do Holcim Awards 2014

A Holcim Foundation anunciou os vencedores europeus do Holcim Awards 2014 para sustentabilidade no projeto e construção. À luz dos desafios complexos e interdisciplinares que permeiam a indústria da construção hoje, o júri identificou questões essenciais de desempenho ambiental, social e econômico, juntamente com excelência arquitetônica e alta transmissibilidade, como objetivos intrínsecos dos projetos vencedores.

Sistema "invisível" de captação solar se torna realidade

Sistemas de captação solar não precisam ser óbvios. Com efeito, agora eles podem ser invisíveis, graças aos pesquisadores da Michigan State University (MSU) que desenvolveram um concentrador solar luminescente (LSC) transparente que pode ser aplicado em janelas e outras superfícies translúcidas.

A tecnologia LSC não é nada de novo, mas seu aspecto transparente é. Tentativas anteriores geraram resultados ineficientes e de cores vibrantes; segundo Richard Lunt, professor assistente de engenharia química e materiais da MSU, "Ninguém que se sentar atrás de um vidro colorido." A seguir, saiba mais sobre como a equipe de pesquisadores conseguiu criar esse material coletor transparente.

Por que edifícios de madeira estão em ascensão? Uma entrevista com a especialista em estruturas de madeira da Perkins+Will

Material Minds, apresentado por ArchDaily Materials, é a nossa nova série de entrevistas com arquitetos, designers, cientistas, e outros que utilizam materiais arquitetônicos de maneiras inovadoras.

Madeira. Os Estados Unidos são o maior produtor deste recurso natural no mundo, Mas ainda sim é difícil vê-lo empregado em construções comerciais em altura. Então fomos perguntar para uma especialista em madeira - Rebecca Holt, da Perkins+Will - sobre seus potenciais benefícios.

AD: Por que a madeira é um material que deveria ser utilizado em edifícios em altura?

Existem muitas razões para considerar a madeira - primeiramente por ter um baixo impacto ambiental se comparado à outras escolhas tradicionais como o concreto e o aço. Madeira é o único dos principais materiais de construção que é feito pelo sol e é completamente renovável.

Por dentro da Cidade de Masdar

O Oriente Médio é conhecido historicamente por muitas coisas - mas a sustentabilidade não é um delas. O choque de valores ocidentais com a dureza do clima local pode muitas vezes colocar as questões de sustentabilidade em situações delicadas. Embora exista uma grande crítica em relação aos aspectos insustentáveis do desenvolvimento da região, há uma exceção: a Cidade de Masdar, nos Emirados Árabes Unidos, 17 km a leste-sudeste da cidade de Abu Dhabi.

A Cidade de Masdar existe como um projeto de desenvolvimento urbano executado pela companhia de energia renovável Masdar, que direcionou 15 bilhões de dólares para torná-la a cidade mais sustentável do planeta. Ao contrário de Abu Dhabi, uma cidade que segue os modelos e princípios antiquados de construção ocidental, a Cidade de Masdar apresenta grande potencial a oferecer ao mundo do urbanismo verde - algo que o mundo realmente necessita.

Mas a Cidade de Masdar certamente não está livre de críticas. Na primeira abordagem, o desenvolvimento concentrado, localizado no centro de um espaço vazio de seis quilômetros quadrados, pouco impressiona, especialmente quando em comparação com a extensa onda que é Abu Dhabi. Graças à grande recessão financeira global, atualmente edificações compreendem menos de 10% da área designada ao experimento urbano. Ainda hoje em dia existe um grupo de observadores que sugere que a Cidade de Masdar não passa, afinal de contas, de uma miragem.

Entretanto, esta visão mais ampla não é necessariamente sinônimo do contexto geral.

Edifícios em Masdar incorporam inúmeras estratégias de material e construção para minimizar o ganho de calor, incluindo a blindagem de metal, revestimentos em terracota e painéis de parede preenchidas com ar. Imagem © Tyler CaineProteção solar exterior nos Prédios da Siemens, projetados por Sheppard Robson. Imagem © Tyler CaineUm pátio público emoldurado por dormitórios estudantis para o Instituto Masdar. Paredes de terracota regulam o ganho de calor solar, incorporando varandas exteriores de telas e sombreadas. Imagem © Tyler CaineO design modular dos painéis de proteção solar foi parametricamente derivados dos objetivos de bloquear mais sol, permitindo uma vista interior, utilizando a menor quantidade de material e a menor quantidade de estrutura para pendurá-lo. Imagem © Tyler Caine+ 11

A era do aço acabou. Teria começado uma nova era?

Andrew Carnegie uma vez disse, “Tenha grandes objetivos.” Ele seguiu seu próprio conselho. O poderoso magnata da indústria do ferro do século XIX teve a visão de construir uma ponte por sobre o Rio Mississippi, uma obra de quase dois quilômetros. Em 1874, o elemento estrutural primário era o ferro - o aço apenas engr. As pessoas tinham receio de aço, tinham até medo dele. Era uma liga metálica não comprovada.

No entanto, após a conclusão da Eads Bridge em St. Louis, Andrew Carnegie gerou um golpe publicitário para provar que o aço era de fato um material de construção viável. A superstição popular do dia declarou que um elefante não iria atravessar uma ponte instável. No dia de abertura, um Carnegie confiante, o povo de St. Louis e um elefante de quatro toneladas começaram a cruzar a ponte. O elefante foi recebido no outro lado com pomposo estardalhaço. O que se seguiu foi o maior boom de construção vertical na história americana, com Chicago e Nova York como pioneiros. Isso é certo: você pode agradecer um elefante viciado-em-adrenalina por mudar a opinião americana sobre a segurança da construção em aço.

Então se o aço substituiu o ferro - assim como o ferro substituiu o bronze, e o bronze o cobre - o que iria substituir o aço? Fibra de Carbono.

Pode o lixo ser usado para regenerar nossas cidades?

Com o aumento da população urbana, vem também o aumento da quantidade de resíduos nas cidades. E, embora a vida oculta do lixo seja ignorada por muitos, não há como escapar de um das questões mais urgentes das sociedades modernas: o manejo insustentável dos resíduos. Apesar de muitas soluções plausíveis e óbvias já terem sido sugeridas e algumas estarem em vias de implementação, alguns especialistas propõem soluções radicais que podem, um dia, se tornar realidades.

Podem árvores fluorescentes substituir a iluminação urbana?

"Não vivemos mais na natureza - colocamos caixas ao redor dela. Mas agora podemos projetar a natureza para atender às nossas necessidades. Tudo que temos de fazer é projetar o código e ela se desenvolve por conta própria. Se pudermos encapsular nossas visões em uma semente elas crescerão e se realizarão". - Andrew Hessel em uma recente entrevista ao Archdaily.

"Projetar a natureza para atender às nossas necessidades" é exatamente o que o Glowing Plant Project pretende fazer. O biólogo Omri Amirav-Drory, cientista botânico Kyle Taylor e o líder do projeto Antony Evans estão trabalhando para elaborar uma "planta bioluminescente usando técnicas de biologia sintéticas que poderiam substituir a iluminação urbana tradicional" - e talvez mesmo criar árvores que pudessem suplantar os postes comuns.

Como isso é possível? A resposta a seguir.

Clássicos da Arquitetura: Casa Dymaxion 4D / Buckminster Fuller

Um pilar hexagonal central sustenta toda a casa. O nível térreo é livre: um piso circular configura um patio aberto e coberto. A casa desenvolve-se no segundo piso como uma expansão da forma do pilar hexagonal. Surgem ambientes trapezoidais e romboidais. Toda a configuração do edifício surge de um módulo de triângulo equilátero.

via www.trumanlibrary.orgvia scene.org© MoMA© The Estate of R. Buckminster Fuller, via myipamm.net+ 18