1. ArchDaily
  2. Herzog & De Meuron

Herzog & De Meuron: O mais recente de arquitetura e notícia

Herzog & de Meuron projeta nova torre para o complexo da Roche na Suíça

A Herzog & de Meuron acaba de apresentar o projeto de uma terceira torre para o novo complexo da Roche às margens do rio Reno na Basileia. Atualmente em processo de construção, o empreendimento foi concebido para abrigar a nova sede da empresa de biotecnologia na Suíça. As novas adições incluídas no plano diretor incluem uma série espaços verdes abertos ao longo do rio Reno, uma terceira torre de escritórios assim como um novo edifício de recepção.

Cortesia de Roche / Herzog & de MeuronCortesia de Roche / Herzog & de MeuronCortesia de Roche / Herzog & de MeuronCortesia de Roche / Herzog & de Meuron+ 7

Herzog & de Meuron projeta escola na cobertura de um shopping center na Suíça

O escritório Herzog & de Meuron projetou a primeira escola da Suíça a ser implantada sobre a cobertura de um shopping center. O centro comercial MParc Dreispitz, localizado Basel-Stadt, acomodará uma escola de ensino médio para 600 estudantes. O projeto visa estabelecer um precedente para futuros desenvolvimentos urbanos, tornando-se parte central do plano diretor geral da região.

Cortesia de Herzog & de MeuronCortesia de Herzog & de MeuronCortesia de Herzog & de MeuronCortesia de Herzog & de Meuron+ 7

Herzog & de Meuron renovam o Kunsthaus Tacheles, futuro Museu Fotografiska em Berlim

Com museus em Estocolmo, Nova Iorque e Tallinn, o Fotografiska acaba de anunciar planos para sua futura nova sede: a cidade de Berlim. Previsto para ser inaugurado já em 2022, onde antes funcionava o antigo Centro de Arte Kunsthaus Tacheles, o museu de fotografia será projetado por Herzog & de Meuron e contará com mais de cinco mil metros quadrados de área dedicada.

10 Intervenções contemporâneas em museus históricos

Não são poucos os edifícios históricos ao redor do mundo que necessitam, não sem certa urgência, de um projeto de reforma, restauro ou reaproveitamento. Ao longo das últimas décadas, centenas de estruturas obsoletas foram reinventadas, expandidas ou re-significadas para acolher novos usos e programas, permitindo-as a seguir existindo em um mundo onde tudo aquilo que não é mais útil, desaparece. Museus são as principais entidades que "adotam" este tipo de edifícios, trazendo-os de volta à vida. Alguns edifícios históricos insistem em não se render às agruras do tempo, muitos deles passam a ser re-significados para abrigar novos usos. Eles se transformam, evoluem para assumir novas formas que dão voz a resiliência do legado histórico da humanidade. Projetos de intervenção e adaptação tem demonstrado que até mesmo diferentes estilos de arquitetura, ou diferentes camadas temporais sobrepostas, são muito bem vindas quando se trata de proteger o nosso patrimônio arquitetônico.

A seguir, listamos dez projetos que ilustram este tipo de intervenção arquitetônica, onde passado, presente e futuro se sobrepõe para recriar e dar novo significado a estruturas históricas que um dia, estiveram ameaçadas de desaparecimento.

Great Court and Dome of the British Museum. Image © Eric Pouhier via Wikimedia Commons (CC BY-SA 3.0)Exterior of Jewish Museum. Image © Nathaniel Samson via Wikimedia Commons (CC BY-SA 3.0)Facade of Museum de Fundatie. Image © Michielverbeek via Wikimedia Commons (CC BY-SA 3.0)Facade of Moritzburg Museum. Image © Mtth.k via Wikimedia Commons (CC BY-SA 3.0)+ 11

WEEK traz arquiteturas icônicas à vida com série de GIFs

Criada por WEEK e Axel de Stampa entre 2016 e 2020, a série de GIFs chamada Architecture Animée, ou Arquitetura Animada, revela um lado lúdico e fictício de edifícios emblemáticos, como o Museu Solomon R. Guggenheim de Frank Lloyd Wright, a Fundação Louis Vuitton de Gehry Partners, e o 1111 Lincoln Road de Herzog & de Meuron.

Victoria Tower by Wingårdh Arkitektkontor – GIF Axel de Stampa – Photo Åke Eson Lindman. Image Courtesy of Axel de Stampa, WEEKThe Grove at Grand Bay by BIG – GIF Axel de Stampa – Photo Robin Hill. Image Courtesy of Axel de Stampa, WEEKFondation Louis Vuitton by Gehry Partners – GIF Axel de Stampa – Photo Iwan Baan. Image Courtesy of Axel de Stampa, WEEK1111 Lincoln Road by Herzog & de Meuron – GIF Axel de Stampa – Photo Hufton Crow. Image Courtesy of Axel de Stampa, WEEK+ 9

Herzog & De Meuron e HDR são selecionados para projetar o novo hospital da UCSF

A University of California San Francisco (UCSF) selecionou os escritórios Herzog & de Meuron e HDR para projetar o novo hospital do Centro Médico Helen Diller em Parnassus Heights. O projeto abrigará serviços ambulatoriais e de internação, além de contar com um departamento de pesquisa e formação em ciências da saúde.

Herzog & de Meuron projetam edifício mais alto do Canadá

O escritório suíço Herzog & de Meuron desenvolveu o projeto para um arranha-céu em Toronto. Se construído, o projeto terá 324 metros de altura e se tornará o edifício residencial mais alto do Canadá. Trabalhando em conjunto com o escritório local Quadrangle, a dupla foi contratada pelas empresas holandesas de desenvolvimento imobiliário Kroonenberg Geoep e ProWinko para projetar o novo ícone da cidade.

Projeto de Herzog & de Meuron para o estádio do Chelsea FC não será construído

Originalmente programado para ser concluído em 2020, o estádio projetado pelo escritório Herzog & de Meuron para o Chelsea Football Club, orçado em 500 milhões de libras esterlinas, não será construído pois as permissões emitidas pelas autoridades responsáveis expiraram. Os planos de remodelação, sujeitos a numerosos desafios legais ao longo dos anos, estão temporariamente interrompidos.

Cortesia de Herzog & de MeuronCortesia de Herzog & de MeuronCortesia de Herzog & de MeuronCortesia de Herzog & de Meuron+ 7

Herzog & de Meuron divulga projeto de capela na Suíça

A Herzog & de Meuron apresentou recentemente o projeto para uma capela ao lado da autoestrada A13 que passa pelo vilarejo de Andeer, conectando a cidade de Coira ao norte com a região do Ticinio no sul da Suíça. A capela foi concebida como um objeto autônomo, inspirado na paisagem natural do Cantão Grisões, uma região ao leste da Suíça conhecido por suas impressionantes paisagens alpinas.

Cortesia de Herzog & de MeuronCortesia de Herzog & de MeuronCortesia de Herzog & de MeuronCortesia de Herzog & de Meuron+ 6

Herzog & de Meuron apresenta novas imagens de seu projeto para o Museu do Grande Canal em Hangzhou

Projetado pela Herzog & de Meuron, o Complexo do Museu do Grande Canal, em Hangzhou, China, propõe uma reflexão sobre a importância desta paisagem natural para a cultura chinesa como um todo. A proposta desenvolvida pela dupla de arquitetos suíços narra a história do Grande Canal da China, propondo um diálogo entre arquitetura e natureza através da paisagem fluvial da região de Hangzhou.

Primeira escultura permanente de Anish Kapoor em Nova Iorque complementa obra de Herzog & de Meuron

Anish Kapoor, renomado artista indiano-britânico, terá sua primeira obra permanente em Nova Iorque. Localizado na base da torre residencial projetada pelo escritório suíço Herzog & de Meuron, o trabalho foi comissionado para se integrar - e contrastar - à arquitetura do 56 Leonard St, tornando-se um ponto de referência para o bairro de Tribeca.

Conheça o novo hotel de Herzog & de Meuron pelas lentes de Paul Clemence

O novo Conrad Hotel, projetado pelo escritório Herzog & de Meuron em Washington D.C., EUA, foi registrado pelo fotógrafo Paul Clemence. O projeto trabalhou com uma série de restrições de altura e acabou resultando em um volume monolítico com um detalhamento bastante sutil. Apresentando a fachada espelhada e os interiores projetado pelo Rottet Studio, as fotografias de Paul e da ARCHI-PHOTO capturam o caráter do edifício.

© Paul Clemenc, ARCHI-PHOTO© Paul Clemenc, ARCHI-PHOTO© Paul Clemenc, ARCHI-PHOTO© Paul Clemenc, ARCHI-PHOTO+ 18

Jacques Herzog conversa com Tatiana Bilbao

Jacques Herzog recebeu Tatiana Bilbao em seu escritório na Basileia, Suíça, em maio deste ano, para discutir as obras e abordagens projetuais da arquiteta mexicana. Os dois premiados arquitetos conversaram sobre os momentos decisivos em sua amizade e o conselho de Herzog que influenciou profundamente o método de trabalho de Bilbao. 

Analisando o "Manual of Section": o desenho arquitetônico mais intrigante

Para Paul Lewis, Marc Tsurumaki e David J. Lewis, o corte "é muitas vezes entendido como um tipo simplificado de desenho, produzido no final do processo de concepção para descrever condições estruturais e materiais para a etapa da construção."

Esta é uma definição muito familiar para a maioria das pessoas que estudam ou trabalham com a arquitetura. Muitas vezes pensamos primeiramente na planta baixa, pois nos permite abraçar as expectativas programáticas de um projeto e fornecer um resumo das várias funções necessárias. Na idade moderna, programas de software de modelagem digital oferecem cada vez mais possibilidades quando se trata de criar objetos tridimensionais complexos, tornando o corte uma reflexão ainda mais tardia.

Com o seu Manual of Section (Manual do Corte) lançado em 2016, os três sócios fundadores do LTL architects apresentam o corte como uma ferramenta essencial no projeto arquitetônico, e vamos admitir isso, essa leitura pode fazer você mudar de ideia sobre o tema. Para os co-autores, "pensar e projetar o corte requer a construção de um discurso sobre ele, reconhecendo-o como um local de intervenção." Talvez, na verdade, precisamos entender as capacidades dos desenhos em corte tanto para usá-los de forma mais eficiente, quanto para desfrutar ao fazê-los.

Bagsværd Church by Jørn Utzon (1976). Published in Manual of Section by Paul Lewis, Marc Tsurumaki, and David J. Lewis published by Princeton Architectural Press (2016). Image Courtesy of LTL ArchitectsNotre Dame du Haut by Le Corbusier (1954). Published in Manual of Section by Paul Lewis, Marc Tsurumaki, and David J. Lewis published by Princeton Architectural Press (2016). Image Courtesy of LTL ArchitectsUnited States Pavilion at Expo '67 by Buckminster Fuller and Shoji Sadao (1967). Published in Manual of Section by Paul Lewis, Marc Tsurumaki, and David J. Lewis published by Princeton Architectural Press (2016). Image Courtesy of LTL ArchitectsThe Solomon R. Guggenheim Museum by Frank Lloyd Wright (1959). Published in Manual of Section by Paul Lewis, Marc Tsurumaki, and David J. Lewis published by Princeton Architectural Press (2016). Image Courtesy of LTL Architects+ 15

Herzog & de Meuron propõe novo plano urbano para Munique

O escritório suíço Herzog & De Meuron divulgou recentemente sua proposta urbana para Munique. O projeto gira em torno de um antigo centro ferroviário chamado Paketposthalle, uma impressionante estrutura de concreto construída nos anos 60, usada atualmente como escritório dos correios. A área de 87.000 metros quadrados foi recentemente adquirida pelo grupo Büschl, que contratou a firma Herzog & de Meuron para desenvolver um estudo urbano para a região.

Herzog & de Meuron propõe "floresta urbana" em Munique

O escritório Herzog & de Meuron publicou recentemente algumas imagens de seu mais novo projeto, um edifício de escritórios em Munique, na Alemanha. A proposta é um projeto de intervenção em um antigo edifício ao sul da estação ferroviária de Munique. Chamado de "Floresta Urbana", o projeto conta com um enorme pátio central, que seria transformado em um frondoso e acessível parque urbano bem no coração da terceira maior cidade da Alemanha.

Herzog & de Meuron é selecionado para projetar o Brooks Museum of Art

O Memphis Brooks Museum of Art selecionou Herzog & de Meuron como consultor de projeto para sua nova instalação de US$ 105 milhões com vista para o rio Mississippi, no centro de Memphis, Tennessee. Maior e mais antigo museu de arte do Tennessee, o Brooks é o maior atrator cultural de uma região que abrange três estados dos EUA. O archimania, de Memphis, será o escritório de arquitetura local responsável pelo projeto. O novo Brooks será o projeto âncora da requalificação da orla do rio Memphis.

Herzog & de Meuron projetam hospital universitário na Basileia

O escritório Herzog & de Meuron divulgou imagens de sua proposta para um Hospital Universitário na Basileia, Suíça. O edifício de 68 metros de altura e mais de 5.000 metros quadrados exibe o recorrente aspecto minimalista de diversos projetos da dupla, respeitando o contexto histórico onde está inserido. Projetado em colaboração com a firma Rapp Architekten, o hospital de 12 pavimentos abrigará um ambulatório e um centro de nefrologia.