1. ArchDaily
  2. Londres

Londres: O mais recente de arquitetura e notícia

Heatherwick Studio transformará a icônica BT Tower de Londres em um complexo hoteleiro

Em fevereiro deste ano, a rede hoteleira americana MCR Hotels adquiriu a icônica BT Tower em Londres. A torre, que está incluída na lista de patrimônio local, se localiza em Fitzrovia, no coração de Londres, e é um símbolo do passado recente da cidade. Anteriormente conhecida como Torre de Telecomunicações Britânica e Torres dos Correios, a BT Tower será transformada pelo Heatherwick Studio.

Heatherwick Studio transformará a icônica BT Tower de Londres em um complexo hoteleiro - Imagen 1 de 4Heatherwick Studio transformará a icônica BT Tower de Londres em um complexo hoteleiro - Imagen 2 de 4Heatherwick Studio transformará a icônica BT Tower de Londres em um complexo hoteleiro - Imagen 3 de 4Heatherwick Studio transformará a icônica BT Tower de Londres em um complexo hoteleiro - Imagen 4 de 4Heatherwick Studio transformará a icônica BT Tower de Londres em um complexo hoteleiro - Mais Imagens+ 1

Jardim de Infância O Ninho / Delve

Jardim de Infância O Ninho / Delve - Fotografia de Interiores, Reabilitação, Cozinha, Fachada, Viga, Mesa, CadeiraJardim de Infância O Ninho / Delve - Fotografia de Interiores, Reabilitação, Fachada, Arco, Pilar, Arcada, Corrimão, Mesa, CadeiraJardim de Infância O Ninho / Delve - Fotografia de Interiores, Reabilitação, Viga, Fachada, Mesa, CadeiraJardim de Infância O Ninho / Delve - Fotografia de Interiores, Reabilitação, Arco, Iluminação, MesaJardim de Infância O Ninho / Delve - Mais Imagens+ 19

  • Arquitetos: Delve
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2023
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes:  Bushboard, Corian, Forbo, Nordlux, Weber Industries

Transformando escritórios vagos em espaços de uso misto: soluções para edifícios desocupados nos centros urbanos

Edifícios de escritórios desocupados em grandes cidades dos EUA estão levando seus centros urbanos a uma chamada "espiral de destruição urbana". Com a adoção generalizada do trabalho híbrido, o fluxo de trabalhadores de escritório nos distritos comerciais centrais diminuiu drasticamente. Como resultado, os negócios de varejo e restaurantes nessas áreas estão enfrentando dificuldades, os sistemas de transporte urbano estão perdendo passageiros e os governos municipais estão lidando com a perda de receita tributária necessária para manter a segurança pública e o saneamento. Então, como as cidades podem trazer as pessoas de volta aos seus distritos comerciais centrais? À medida em que as discussões sobre a transformação de escritórios em moradias têm dado frutos, com incentivos significativos das cidades e do governo federal nos Estados Unidos, quais soluções existem para escritórios que não são viáveis para tais conversões?

Transformando escritórios vagos em espaços de uso misto: soluções para edifícios desocupados nos centros urbanos - Image 1 of 4Transformando escritórios vagos em espaços de uso misto: soluções para edifícios desocupados nos centros urbanos - Image 2 of 4Transformando escritórios vagos em espaços de uso misto: soluções para edifícios desocupados nos centros urbanos - Image 3 of 4Transformando escritórios vagos em espaços de uso misto: soluções para edifícios desocupados nos centros urbanos - Image 4 of 4Transformando escritórios vagos em espaços de uso misto: soluções para edifícios desocupados nos centros urbanos - Mais Imagens+ 1

Escritório coreano Mass Studies projetará o pavilhão Serpentine 2024

O arquiteto coreano Minsuk Cho, e seu escritório Mass Studies, foram selecionados para projetar o 23º Serpentine Pavilion, que será inaugurado em 5 de junho de 2024, nos Jardins de Kensington, em Londres. Intitulada "Vazio Arquipelágico", a iteração dessa icônica comissão consistirá em cinco 'ilhas' exibidas ao redor de um espaço aberto, desmembrando a estrutura em uma série de elementos menores entrelaçados com a ecologia natural do parque. O pavilhão estará aberto ao público de 7 de junho a 27 de outubro de 2024, com uma prévia para a imprensa dois dias antes da abertura oficial.

Madison Square Garden recua nos planos para o projeto Sphere em Londres

A Madison Square Garden Entertainment (MSG), desenvolvedora por trás da recém-inaugurada The Sphere em Las Vegas, anunciou que os planos para um projeto similar em Londres foram revogados por falta de apoio dos departamentos de planejamento da cidade, de acordo com The Guardian. Os planos foram inicialmente anunciados em 2018, com permissão de planejamento registrada em março de 2019. A estrutura de 91 metros de altura, com capacidade para 21.000 assentos, seria localizada em Stratford, zona leste de Londres. Em novembro de 2023, após comentários desfavoráveis nos relatórios de oficiais de planejamento e oposição dos moradores, o prefeito de Londres, Sadiq Khan, voltou atrás e deixou de apoiar o empreendimento.

Madison Square Garden recua nos planos para o projeto Sphere em Londres - Image 1 of 4Madison Square Garden recua nos planos para o projeto Sphere em Londres - Image 2 of 4Madison Square Garden recua nos planos para o projeto Sphere em Londres - Image 3 of 4Madison Square Garden recua nos planos para o projeto Sphere em Londres - Image 4 of 4Madison Square Garden recua nos planos para o projeto Sphere em Londres - Mais Imagens

Anunciados os vencedores do RIBA President's Medals 2023, melhores projetos de graduação do Reino Unido

O Royal Institute of British Architects (RIBA) anunciou os vencedores das President’s Medals de 2023, destacando os melhores projetos de arquitetura de estudantes do Reino Unido. Em sua 187ª edição, RIBA’s President's Medals têm sido o símbolo da excelência arquitetônica, permanecendo o mais antigo dentro do âmbito institucional. No geral, os projetos vencedores demonstram um forte foco em "como a arquitetura pode atender às necessidades das pessoas e suas comunidades". 

Para o Ciclo de 2023, a aclamada Medalha de Prata RIBA para o melhor projeto produzido na RIBA Part 2 foi concedida a Ellie Harging, da London School of Architecture. Intitulado "Ninguém Quer Morar em um Asilo", o projeto propõe moradias de apoio para pessoas que vivem com Alzheimer de início precoce. A Medalha de Bronze RIBA foi concedida a Kacper Sehenke, enquanto a Medalha de Dissertação foi concedida a Chloe Shang.

Anunciados os vencedores do RIBA President's Medals 2023, melhores projetos de graduação do Reino Unido - Image 1 of 4Anunciados os vencedores do RIBA President's Medals 2023, melhores projetos de graduação do Reino Unido - Image 2 of 4Anunciados os vencedores do RIBA President's Medals 2023, melhores projetos de graduação do Reino Unido - Image 3 of 4Anunciados os vencedores do RIBA President's Medals 2023, melhores projetos de graduação do Reino Unido - Image 4 of 4Anunciados os vencedores do RIBA President's Medals 2023, melhores projetos de graduação do Reino Unido - Mais Imagens+ 1

Fazenda The Arc / DROO

Fazenda The Arc / DROO - Fotografia de Exterior, Arquitetura EsportivaFazenda The Arc / DROO - Fotografia de Exterior, Arquitetura Esportiva, Jardim, FachadaFazenda The Arc / DROO - Fotografia de Exterior, Arquitetura Esportiva, Jardim, Porta, FachadaFazenda The Arc / DROO - Fotografia de Interiores, Arquitetura Esportiva, Terraço, Viga, Fachada, PortaFazenda The Arc / DROO - Mais Imagens+ 38

  • Arquitetos: DROO
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  150
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2022
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes:  Abercrombie & Court, Bespoke Fires, Buckland Timber, Design DROO, Exterior Solutions, +13

Arquitetura em destaque: uma seleção de projetos escolhidos pelos curadores do ArchDaily em 2023

A biblioteca de projetos da ArchDaily é gerenciada por nossos curadores, que buscam constantemente enriquecer nossa seleção com as obras mais interessantes, evidenciando enfoques e critérios distintos e inclusivos. Este ano, começamos a destacar as escolhas de nossa equipe de curadoria na conta do ArchDaily no Instagram, onde nossos curadores lançam luz sobre alguns projetos que abordam temas interessantes e características únicas.

Arquitetura em destaque: uma seleção de projetos escolhidos pelos curadores do ArchDaily em 2023 - Imagem de DestaqueArquitetura em destaque: uma seleção de projetos escolhidos pelos curadores do ArchDaily em 2023 - Image 1 of 4Arquitetura em destaque: uma seleção de projetos escolhidos pelos curadores do ArchDaily em 2023 - Image 2 of 4Arquitetura em destaque: uma seleção de projetos escolhidos pelos curadores do ArchDaily em 2023 - Image 3 of 4Arquitetura em destaque: uma seleção de projetos escolhidos pelos curadores do ArchDaily em 2023 - Mais Imagens+ 26

Casa Chelsea Brut / Pricegore

Casa Chelsea Brut / Pricegore - Fotografia de Exterior, Renovação, Jardim, Porta, Fachada
© Johan Dehlin

Casa Chelsea Brut / Pricegore - Fotografia de Exterior, Renovação, Aido, Fachada, PortaCasa Chelsea Brut / Pricegore - Fotografia de Interiores, Renovação, Balcão, MesaCasa Chelsea Brut / Pricegore - Fotografia de Interiores, Renovação, Cadeira, MesaCasa Chelsea Brut / Pricegore - Fotografia de Interiores, RenovaçãoCasa Chelsea Brut / Pricegore - Mais Imagens+ 27

  • Arquitetos: Pricegore
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  215
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2022
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes:  Astro Lighting, Da Vinci Designer Concrete, Handrail Creations, Miele, Ted Todd, +3

Misturando cores naturais da argila e pigmentação artificial em paredes de taipa

A terra compactada é um dos métodos mais antigos de construção de paredes e ainda possui um grande potencial na construção moderna com terra. Um aspecto desse potencial são suas cores e camadas, que se tornam visíveis à medida que as fôrmas são removidas. Como um processo que envolve a compressão camada por camada de cascalho, areia, silte e argila, sua aparência resultante é uma estratificação horizontal de tons de terra, conteúdo material e procedimentos de cura. Essa aparência colorida das paredes de terra compactada pode ser controlada e explorada por meio de padrões, textura, pigmentação e cores naturais da argila, oferecendo uma oportunidade para ampliar seus limites na arquitetura.

Misturando cores naturais da argila e pigmentação artificial em paredes de taipa - Image 1 of 4Misturando cores naturais da argila e pigmentação artificial em paredes de taipa - Image 2 of 4Misturando cores naturais da argila e pigmentação artificial em paredes de taipa - Image 3 of 4Misturando cores naturais da argila e pigmentação artificial em paredes de taipa - Image 4 of 4Misturando cores naturais da argila e pigmentação artificial em paredes de taipa - Mais Imagens+ 7

RIBA premia John Morden Center projetado por Mæ com o RIBA Stirling Prize 2023

O Royal Institute of British Architects (RIBA) selecionou o John Morden Center em Londres, projetado por , como vencedor do RIBA Stirling Prize 2023. A prestigiada premiação foi criada no Reino Unido em 1996 com o objetivo celebrar conquistas excepcionais da arquitetura. O projeto vencedor foi selecionado entre seis finalistas, e os critérios anuais do prêmio incluem estratégias de design, inovação, originalidade e capacidade de envolver as pessoas que ocupam e visitam o espaço.

RIBA premia John Morden Center projetado por Mæ com o RIBA Stirling Prize 2023 - Image 1 of 4RIBA premia John Morden Center projetado por Mæ com o RIBA Stirling Prize 2023 - Image 2 of 4RIBA premia John Morden Center projetado por Mæ com o RIBA Stirling Prize 2023 - Image 3 of 4RIBA premia John Morden Center projetado por Mæ com o RIBA Stirling Prize 2023 - Image 4 of 4RIBA premia John Morden Center projetado por Mæ com o RIBA Stirling Prize 2023 - Mais Imagens+ 4

Londres se torna a maior zona de emissões ultrabaixas do mundo

Londres é uma das grandes metrópoles do mundo e enfrenta um problema comum aos centros urbanos: a poluição do ar causada por veículos movidos à combustíveis fósseis. Para combater este programa, a cidade criou, em 2008, Zonas de Baixa Emissão e passou a multar veículos de grande porte que circulavam com emissões de poluentes acima dos limites estabelecidos.

Londres se torna a maior zona de emissões ultrabaixas do mundo - Image 1 of 4Londres se torna a maior zona de emissões ultrabaixas do mundo - Image 2 of 4Londres se torna a maior zona de emissões ultrabaixas do mundo - Image 3 of 4Londres se torna a maior zona de emissões ultrabaixas do mundo - Image 4 of 4Londres se torna a maior zona de emissões ultrabaixas do mundo - Mais Imagens+ 1

RIBA anuncia a lista de finalistas do Prêmio Stirling 2023

O Royal Institute of British Architects (RIBA) anunciou os seis projetos selecionados como finalistas para o Prêmio RIBA Stirling 2023. O prêmio anual é um dos mais prestigiados do Reino Unido no campo da arquitetura, avaliando os projetos com base em diversos critérios, incluindo inovação, originalidade e a capacidade de envolver e encantar os ocupantes e visitantes. Além disso, a sustentabilidade e a acessibilidade são fatores cruciais para a seleção. A lista de finalistas desta edição inclui projetos de arquitetos como Apparata, Sergison Bates Architects e Adam Khan Architects, que estão estreando na lista de finalistas, bem como práticas que já foram vencedoras no passado, como Witherford Watson Mann Architects e Feilden Clegg Bradley Studios.

RIBA anuncia a lista de finalistas do Prêmio Stirling 2023 - Image 1 of 4RIBA anuncia a lista de finalistas do Prêmio Stirling 2023 - Image 2 of 4RIBA anuncia a lista de finalistas do Prêmio Stirling 2023 - Image 3 of 4RIBA anuncia a lista de finalistas do Prêmio Stirling 2023 - Image 4 of 4RIBA anuncia a lista de finalistas do Prêmio Stirling 2023 - Mais Imagens+ 3

Resgatando a arquitetura: histórias de edifícios salvos da demolição

Em termos de desenvolvimento urbano, a escolha entre demolição e reutilização adaptativa tem implicações de longo alcance. Dos debates em torno da importância cultural e histórica da estrutura, ao impacto ambiental do processo de demolição e reconstrução em comparação com o custo de preservação e adaptação, a questão das demolições tem levado a comunidade arquitetônica a se unir e pedir por estratégias mais responsáveis na esperança de redescobrir o valor das estruturas existentes. Este artigo reúne algumas histórias de edifícios ameaçados de demolição e os processos que levaram ao seu resgate.

Resgatando a arquitetura: histórias de edifícios salvos da demolição - Image 1 of 4Resgatando a arquitetura: histórias de edifícios salvos da demolição - Image 2 of 4Resgatando a arquitetura: histórias de edifícios salvos da demolição - Image 3 of 4Resgatando a arquitetura: histórias de edifícios salvos da demolição - Image 4 of 4Resgatando a arquitetura: histórias de edifícios salvos da demolição - Mais Imagens+ 1

Planejamento urbano "top-down" e "bottom-up": uma abordagem sinérgica

Desde as cidades gregas antigas até as idealizadas pela Renascença, a história do planejamento urbano é um reflexo das estruturas de poder em evolução e das prioridades da sociedade. A estrutura organizacional de uma cidade está profundamente enraizada nas necessidades culturais e nas relações sociais. O desenvolvimento urbano contemporâneo, por sua vez, é marcado por uma dicotomia — o contraste entre estratégias de planejamento de cima para baixo (top-down), lideradas por entidades influentes e órgãos governamentais, e as iniciativas de baixo para cima (bottom-up), impulsionadas pelas comunidades locais. Essa interação molda as cidades, influenciando desde aspectos da infraestrutura e espaços públicos até os modelos habitacionais e a atmosfera urbana. Investigar as diferenças entre essas estratégias é essencial para a construção de uma paisagem urbana harmônica que atenda às necessidades de seus moradores.

Planejamento urbano "top-down" e "bottom-up": uma abordagem sinérgica - Image 1 of 4Planejamento urbano "top-down" e "bottom-up": uma abordagem sinérgica - Image 2 of 4Planejamento urbano "top-down" e "bottom-up": uma abordagem sinérgica - Image 3 of 4Planejamento urbano "top-down" e "bottom-up": uma abordagem sinérgica - Image 4 of 4Planejamento urbano top-down e bottom-up: uma abordagem sinérgica - Mais Imagens+ 1

Como alguns bairros estão usando o grafite para protestar contra a gentrificação

O grafite, como forma de arte, tem uma relação complexa com a gentrificação. Por um lado, ele envolve as ruas e o tecido urbano como uma tela para as pessoas se expressarem cultural, social e politicamente. Essa expressão pode ser uma forma de rebelião por minorias étnicas e grupos desfavorecidos em certos bairros, ou pode construir um senso de singularidade cultural e expressão social, conferindo a um bairro um caráter positivo e atraindo novos moradores. No entanto, ao longo dos anos, ele tem sido um agente de gentrificação, aumentando os valores imobiliários para acomodar residentes mais ricos e alienando as comunidades mais antigas.

Em certos casos, os artistas reconhecem seu papel nesse esquema urbano e modificam sua forma de arte por meio de seu estilo, mensagem, localização e ação como formas diretas de protesto contra a gentrificação. De Brixton, Shoreditch e Hackney em Londres, Williamsburg e Bushwick em Nova York, até o Canal Saint-Denis e Belleville em Paris, o uso do grafite nas paisagens urbanas desses bairros pode protestar ou inspirar diferentes formas de desenvolvimento.

Como alguns bairros estão usando o grafite para protestar contra a gentrificação - Image 1 of 4Como alguns bairros estão usando o grafite para protestar contra a gentrificação - Image 2 of 4Como alguns bairros estão usando o grafite para protestar contra a gentrificação - Image 3 of 4Como alguns bairros estão usando o grafite para protestar contra a gentrificação - Image 4 of 4Como alguns bairros estão usando o grafite para protestar contra a gentrificação - Mais Imagens+ 5