Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Tamisa

Tamisa: O mais recente de arquitetura e notícia

Assista às mudanças das marés nessa proposta de museu para o Rio Tâmisa

O arquiteto Evgeny Didorenko lançou sua proposta conceitual, o Museu do Rio Tâmisa, que visa melhorar a conectividade na margem norte do rio Tâmisa e criar um espaço de museu emocionante em Londres.

O Museu Tâmisa é atualmente um conceito de museu sem acomodação permanente. Embora não oficialmente conectado ao Museu do Tâmisa, o trabalho de Didorenko sugere um local e um projeto que não só funcionaria com o contexto do museu, mas que também resolveria questões existentes na margem do rio.

Portanto, o terreno da proposta é uma parte subutilizada da margem norte -Queen's Quay, em Londres. Historicamente, Queen's Quay serviu como um centro de transporte para entregar mercadorias para os moradores da cidade a partir do mar, mas agora está abandonado, e permanece seco durante os períodos de maré baixa, quando os níveis de água baixam até oito metros.

Cortesia de Evgeny Didorenko Cortesia de Evgeny Didorenko Cortesia de Evgeny Didorenko Cortesia de Evgeny Didorenko + 10

Concurso para a Ponte de Battersea de Londres é o símbolo de uma cidade dividida

A publicação recente dos 74 projetos enviados para o concurso da Ponte em Nine Elms teve, sem dúvida, a intenção de causar um circo da mídia, na esperança de emular o furor que envolveu o concurso para o Guggenheim de Helsinki em que foram publicados na internet os 1.715 projetos recebidos em outubro do ano passado. O concurso, que propunha o desenho de "um dos marcos mais expressivos e visíveis em Londres," é o mais recente de uma série de mudanças dramáticas neste trecho da margem sul do Tâmisa. Esta nova comunidade, um dos novos bairros mais prestigiados de Londres, inclui a nova Embaixada dos Estados Unidos de Keiran Timberlake e uma série de empreendimentos residenciais, que culminou na renovação altamente elogiada da Battersea Power Station, acompanhada de edifícios desenhados por Foster + Partners e Frank Gehry, e um espaço público projetado pelo BIG.

As reações iniciais dos projetos enviados para o concurso foram mistas, na melhor das hipóteses. O crítico de arquitetura do The Guardian, Oliver Wainwright aproveitou a oportunidade para zombar de uma série de desenhos, usando seus poderes consideráveis no jogo de palavras para dublar títulos como The Greenhouse Funhouse (O Parque de Diversões Estufa), The Spaffy Tangle (O Emaranhado), Razorwire Party Bridge (Ponte Fio de Navalha), e The Flaming Mouth of Hades (A Boca Ardente do Inferno). Da mesma forma, City Metric espalhou a notícia em um artigo intituladoOs 12 projetos mais ridículos para a Nova Ponte Battersea", o que provocou um debate no Reddit" em que os usuários marcavam os projetos como "diferentes graus de loucura" e "doodles ridículos." Mas além de todos estes joviais xingamentos, estes projetos são sintomáticos de uma abordagem que Londres parece incapaz (ou talvez não) de resolver.

"The Flaming Mouth of Hades" . Imagem Cortesia de  Nine Elms Vauxhall Partnership Cortesia de  Nine Elms Vauxhall Partnership Cortesia de  Nine Elms Vauxhall Partnership "Razorwire Party Bridge". Imagem Cortesia de  Nine Elms Vauxhall Partnership + 10

74 propostas para a nova ponte de pedestres e ciclistas sobre o Rio Tâmisa

Todas as 74 "ousadas propostas" que podem se tornar o próximo ícone de Londres foram divulgadas ao público. Como parte de um concurso em duas etapas, arquitetos de todo o mundo enviaram ideias para uma ponte de pedestres e ciclistas que conectará sobre o Rio Tâmisa as comunidades londrinas de Nine Elms e Pimlico.

O júri, presidido por Graham Stirk, do escritório Rogers Stirk Harbour, escolherá ainda este mês quatro propostas que prosseguirão para a segunda e última fase do concurso. Esses projetos serão, então, desenvolvidos levando em consideração as opiniões da comunidade e do cliente antes da escolha do vencedor em julho.

Veja a seleção de projetos considerados pelo júri, a seguir.

Cortesia de Nine Elms Vauxhall Partnership Cortesia de Nine Elms Vauxhall Partnership Cortesia de Nine Elms Vauxhall Partnership Cortesia de Nine Elms Vauxhall Partnership + 11

Reconectando os londrinos ao Rio Tâmisa

Cinco propostas para reconectar os londrinos com o Rio Tâmisa estão expostas na Royal Academy of Arts (RA), em Londres. O concurso, organizado pela Architecture Foundation, "lançou uma chamada aberta para equipes de projeto multidisciplinares para apresentarem novas ideias e visões quaisquer localidades ao longo do Rio Tâmisa" no começo do ano. As cinco equipes selecionadas foram classificadas ainda no começo do ano e recentemente discutiram seus projetos em uma oficina pública de projeto. Os esquemas estavam sendo exibidos como parte da exposição Richard Rogers RA: Inside Out.

Leia os resumos das propostas a seguir.

Cinco Equipes Selecionadas para projeto urbano no Rio Tâmisa em Londres

A Fundação Architecture Foundation, em colaboração com Rogers Stirk Harbour + Partners e da Real Academia de Artes, tem cinco equipes multidisciplinares finalistas, lideradas por arquitetos, para vislumbrar o futuro desenvolvimento urbano ao longo do Tamisa em Londres. A competição, batizada de Londres Como Poderia Ser Agora: Novas Visões para o Tamisa, vai desafiar as equipes a apresentar novas ideias para lugares auto-selecionados ao longo do rio, que são relevantes para a mudança das condições e preocupações sociais, econômicas, culturais e ambientais.

As equipes listadas são:: 

Foster + Partners propõe a construção de um aeroporto sobre o rio Tâmisa / Inglaterra