1. ArchDaily
  2. Exposições

Exposições: O mais recente de arquitetura e notícia

Uma leitura sobre as exposições inaugurais do Museu Anahuacalli e do Museu de Arte Popular do Unhão

Em 1963, a exposição “Nordeste” inaugurou o Museu de Arte Popular do Unhão em Salvador. Apesar do fortuito cenário para que Lina Bo Bardi deslanchasse o projeto do museu nas dependências restauradas do Solar do Unhão, suas atividades foram interrompidas após um ano de existência. A mostra temporária e única aberta ao público contou com empréstimos de diferentes coleções particulares e acervos museológicos para apresentar uma extensa reunião de objetos variados, baixo um convite ao público geral para compreender o valor do fazer técnico popular. A exposição que a gosto da arquiteta teria sido intitulada ‘Civilização Nordeste’ acusou posturas de classe pouco relacionadas com o conhecimento do que qualificou como a "atitude progressiva da cultura popular ligada a problemas reais". (BO BARDI, 1963)

Conheça as exposições da Bienal de Arquitetura de Veneza 2021

A 17ª Bienal de Arquitetura de Veneza convidou arquitetos para refletir sobre o tema "Como viveremos juntos", suscitando várias respostas e interpretações. A Mostra Internacional, que acontece no Giardini, Arsenale e no Forte Maghera, apresenta 113 participantes na competição, vindos de 46 países, cujas contribuições estão organizadas em cinco escalas: Entre Seres Diversos, Como Novos Domicílios, Como Comunidades Emergentes, Entre Fronteiras e Como Um Planeta. Os participantes a seguir exploram uma variedade de assuntos, levando a uma reflexão holística do coletivo em relação a questões que vão desde o ambiente urbano e natural, até a ação climática ou o relacionamento com outras espécies.

RESOLUÇÃO ANTÁRTICA por Giulia Foscari / EXCETO. Imagem Cortesia de UNLESS © ️ Delfino Sisto LegnaniBeirut Shifting Grounds por Sandra Frem e Boulos Douaihy. Imagem © Carla AramounyAlive: Um Novo Contrato Espacial para Arquitetura Multiespécies da The Living. Imagem Cortesia de The LivingExposição A MÃO DE UM HOMEM MORTO do estúdio SKULL. Imagem © BoysPlayNice+ 31

“A casa é o espaço mais flexível de todos os tempos”: entrevista com Pippo Ciorra e André Tavares

"A casa está entre os primeiros conceitos compartilhados pela sociedade e pela arquitetura", refletem André Tavares e Pippo Ciorra, curadores da exposição At Home: Projects for Contemporary Housing [Em Casa. Projetos para Habitação Contemporânea], em cartaz na Garagem Sul do Centro Cultural Belém, em Lisboa. A mostra, que é um desdobramento de outra anteriormente realizada no Museu MAXXI de Roma, reúne peças do acervo da instituição italiana e busca cruzamentos com a produção portuguesa contemporânea. Seu objeto de interesse – a casa, o lar – nunca esteve tão em destaque como agora.

Reunindo habitações de diferentes escalas, contruídas em contextos diversos a partir de métodos e técnicas variados, projetadas por arquitetos italianos, portugueses e internacionais, a mostra agrupa trios de projetos a partir dos quais é possível tecer relações que extrapolam geografias e materialidades e oferecem combustível para pensarmos o que será das habitações do futuro, como serão as casas de amanhã.

Tivemos a oportunidade de conversar com Tavares e Ciorra sobre a exposição, suas motivações e as expectativas com a abertura da mostra no espaço físico da Garagem Sul. Leia a seguir.

"At Home" exhibition at Garagem Sul. © Courtesy: Garagem Sul, CCB, 2021. Photo: Tiago Casanova"At Home" exhibition at Garagem Sul. © Courtesy: Garagem Sul, CCB, 2021. Photo: Tiago Casanova"At Home" exhibition at Garagem Sul. © Courtesy: Garagem Sul, CCB, 2021. Photo: Tiago Casanova"At Home" exhibition at Garagem Sul. © Courtesy: Garagem Sul, CCB, 2021. Photo: Tiago Casanova+ 12

12 Exposições virtuais gratuitas sobre cidades e urbanismo

Reunimos uma seleção de exposições online sobre urbanismo — disponíveis gratuitamente no Google Arts & Culture —, sobre a história do desenvolvimento de grandes cidades ao redor do mundo. Confira a seguir:

"Não acredito em fronteiras disciplinares, geográficas ou geracionais": entrevista com Andreia Garcia da Architectural Affairs

Portugal é um país de dimensões singelas, população pouco numerosa, mas um profundo legado no campo da arquitetura, sobretudo a produzida a partir de meados do século XX, que dispensa a necessidade de citar aqueles nomes que se destacaram no contexto do modernismo. Sua produção contemporânea, contudo, também merece atenção – e não apenas pelo virtuosismo com que projetam e constróem estes jovens profissionais do Porto, Lisboa e outras localidades, mas por tensionarem os limites de nosso campo disciplinar, na prática e na teoria.

Um exemplo destes escritórios e coletivos que se situam num território entre campos é a Architectural Affairs, liderada pela arquiteta Andreia Garcia. Fundado no Porto em 2016, o grupo lida com a prática arquitetônica a partir de três dimensões – o projeto, a curadoria e a editoração – e vem sendo reconhecido com diversos prêmios nacionais e internacionais. Dentre seus trabalhos mais recentes, Andreia Garcia e o Architectural Affairs ficaram a cargo da curadoria da Bienal de Arte Contemporânea da Maia’19 e da exposição em homenagem aos 20 anos de carreira de Fernando Guerra, na Roca Lisboa Gallery.

Instalação "Leukós", 2012. Cortesia de Architectural AffairsExposição "Double Exposure". Foto © Fernando Guerra | FG+SGCasa Pavilhão, por Andreia Garcia Architectural Affairs e Diogo Aguiar Studio. Foto © Fernando Guerra | FG+SGInstalação "Fio Terra", 2012. Cortesia de Architectural Affairs+ 12

Voma, o primeiro museu de arte totalmente virtual do mundo

Em um ano profundamente marcado pelas relações virtuais, uma temporária supressão dos espaços públicos das cidades e uma profusão de mostras e exposições em meio digital, foi inaugurado o Virtual Online Museum of Art (Voma), primeiro museu de arte totalmente virtual do mundo. Localizado em um contexto tão intangível quanto toda a proposta – pode ser às margens de um lago ou uma enseada, não se sabe ao certo – o edifício virtual tem uma arquitetura peculiar, composta por volumes complexos não muito claros e uma materialidade simulada que faz lembrar concreto pigmentado.

Sesc 24 de Maio receberá a exposição "Infinito Vão: 90 Anos de Arquitetura Brasileira"

Uma das maiores exposições dedicadas à arquitetura brasileira realizadas fora do Brasil, Infinito Vão chega a São Paulo. Idealizada pela Casa da Arquitectura - Centro Português de Arquitectura em 2018, a mostra tem curadoria de Guilherme Wisnik e Fernando Serapião e será inaugurada no dia 25 de novembro no Sesc 24 de Maio.

Parque Novo Santo Amaro, 2009, Vigliecca e Associados | foto de Leonardo Finotti_Acervo CACasa Hélio Olga, 1987, Marcos Acayaba | foto de Leonardo Finotti_Acervo CASesc Pompeia, 1977, Lina Bo Bardi | foto de Leonardo Finotti_Acervo CACasa das Canoas, 1951, Oscar Niemeyer | foto de Leonardo Finotti_Acervo CA+ 8

“Como habitar o presente? Ato 1 – É tudo nevoeiro codificado”

Simone Cadinelli Arte Contemporânea inaugura a partir de 20 de julho de 2020 a exposição “Como habitar o presente? Ato 1 – É tudo nevoeiro codificado”, com obras em vídeo de 14 artistas de todo o Brasil, instaladas na vitrine da galeria localizada na Rua Aníbal Mendonça, em Ipanema. Os vídeos ficarão ligados 24 horas por dia, e poderão ser vistos por quem estiver passando no local. A exposição será replicada no site da galeria, com informações completas das obras e dos artistas [https://www.simonecadinelli.com].

Interiores de museus: como o design pode interagir com a arte

Os espaços internos de museus, por meio de exposições, constroem narrativas que atribuem lógica e sentido (em outros contextos talvez não existentes) aos objetos expostos. Isto é, os recursos utilizados em uma mostra são capazes de conferir significados à medida em que são estabelecidas as conexões não só entre as peças expostas, mas também entre o projeto expográfico e a obra de arte.

As melhores exposições de arquitetura no Brasil em 2019

A partir das formas de narrar, as exposições de arquitetura promovem a difusão de conhecimentos e questionamentos inseridos na teoria e prática da disciplina. Para além da apreensão de determinado objeto ou conjunto arquitetônico a partir da vivência naquele espaço, as exposições de arquitetura apresentam conteúdos estabelecidos por meio de percursos narrativos, classificações, aproximações ou contraposições, expandindo o conhecimento sobre a arquitetura, se não pela experiência in loco, pela forma de expor as peças gráficas. Nesse sentido, a curadoria e a prática expográfica podem construir novos questionamentos no campo da arquitetura, incitando no visitante o exercício da crítica.

Andrés Jaque apresenta uma nova versão da famosa série 'Sex and the City'

No início deste mês, no Storefront for Art and Architecture em Nova Iorque, foi lançada "Sex and the So-Called City", uma versão alternativa de famosa série de televisão Sex and the City, produzida pelo arquiteto Andrés Jaque / Office for Political Innovation em colaboração com Miguel de Guzmán (Imagen Subliminal) por ocasião do 20° aniversário do seriado.

A 11ª Bienal de Arquitetura de São Paulo está aberta: visite as exposições

A 11ª Bienal de Arquitetura de São Paulo, que traz como tema e mote Em projeto, foi oficialmente inaugurada e conta com quatro exposições principais e outras atividades em espaços parceiros. Além da exposição o evento tem programação contínua de projetos, ações e iniciativas que tensionam as fronteiras da prática arquitetônica, promovendo o encontro entre a arte, educação, participação social e ativismo.

Exposição Utilidade Pública. Image © DiCampana Foto ColetivoExposição Imaginário da Cidade. Image © DiCampana Foto ColetivoExposição Imaginário da Cidade. Image © DiCampana Foto ColetivoBiblioteca da Bienal. Image © DiCampana Foto Coletivo+ 20

11ª Bienal de Arquitetura de São Paulo: sequência de aberturas e programação oficial

O título da 11ª Bienal de Arquitetura de São Paulo - Em Projeto - propõe discutir o lugar da arquitetura e o lugar da Bienal de Arquitetura. Sugere um evento colaborativo, em construção, em processo. Esta edição é pesquisa, arquivo e ação: materializa-se como observatório, exposição e programação contínua.

Coloca-se à arquitetura o desafio de se aproximar de outros saberes e formas de coprodução da cidade que transformam o entendimento acerca do que pode ser o desenho e o planejamento urbano. A proposta da Bienal visa à ampliação das formas de atuação do arquiteto em coletividade.

Space Popular cria instalação que amplia as possibilidades do uso do vidro

"Glass Chain" (Die Gläserne Kette, em alemão) foi uma troca de cartas iniciadas por Bruno Taut em novembro de 1919. A correspondência durou apenas um ano e incluiu Walter Gropius, Hans Scharoun e Paul Gösch. As cartas de Glass Chain - treze ao total - especulam e fantasiam sobre as possibilidades do uso do vidro, imaginando, nas palavras de Fredrik Hellberg e Lara Lesmes (Space Popular), "follies de vidro fluídos e orgânicos e catedrais de cristal coloridas cobrindo cadeias de montanhas inteiras até chegarem ao espaço."

© Ben Blossom© Ben Blossom© Ben Blossom© Ben Blossom+ 18

Afinidades Eletivas: a Mostra de Arquitetura Japonesa em Paris: 1868-2017 / Adalberto da Silva Retto Júnior

 “Architectures Japonaises à Paris, 1867-2017”, inaugurada no Pavillon de l’Arsenalcom a presença do arquiteto Tadao Ando, com posterior conferência na série Paroles Contemporaines no Centre Georges-Pompidou, explora a importância do longo intercâmbio estabelecido entre Oriente e Ocidente,  através de setenta projetos selecionados pelo arquiteto e urbanista Andreas Kofler, que se atrelam  o aos acontecimentos atuais da capital francesa e do percurso histórico de consolidação do Le Grand Paris.

MAAT inaugura três novas exposições em maio

O MAAT inaugura hoje, dia 16 de maio, três novas exposições: APQHOME – MAAT, de Ana Pérez-Quiroga; Yo nunca he sido surrealista hasta el día de hoy, de Carlos Garaicoa, e Untitled (orchestral), de João Onofre.