Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Performance

Performance: O mais recente de arquitetura e notícia

Antepavilion 2018 apresenta uma estrutura inflável para performances artísticas nos canais de Londres

O Antepavilion 2018 foi inaugurado em Londres, após o sucesso de sua primeira edição no ano passado. Projetada e construída por Thomas Randall-Page e Benedetta Rogers, a edição deste ano recebe o nome de AirDraft e consiste em um teatro inflável sobre uma barcaça do século XIX que oferece um espaço para performances e apresentações musicais nos canais de Londres.

O projeto foi escolhido entre 132 propostas enviadas para o concurso organizado pela Shiva Ltd e pela Architecture Foundation, que convidava os participantes a se envolverem com “a herança do Canal de Regent de maneiras inovadoras”.

© Jim Stephenson © Jim Stephenson © Jim Stephenson © Jim Stephenson + 20

Chamada Aberta: Projetos Associados da Trienal de Lisboa 2019

A Trienal de Arquitectura de Lisboa procura propostas nacionais e internacionais independentes de projectos autofinanciados que se articulem e complementem a programação central da sua 5ª edição que terá lugar entre 3 de Outubro e 2 de Dezembro de 2019.

Kennedy Center divulga novas imagens das obras do projeto de expansão de Steven Holl

O Centro John F. Kennedy de Artes Cênicas divulgou novas imagens da obra de expansão projetada por Steven Holl Architects em Washington DC. Com inauguração prevista para setembro de 2019, o projeto de expansão do REACH visa “oferecer aos artistas e visitantes novas e amplas oportunidades para interagir totalmente com o Centro”.

O projeto tem cerca de 7.000 metros quadrados de área construída em um terreno de 4,6 acres, o que representa um aumento de 20% na área de acesso público e o dobro de espaços ao ar livre. 

Cortesia de Field Conditions Cortesia de Field Conditions Cortesia de Steven Holl Architects Cortesia de Steven Holl Architects + 13

Clássicos da Arquitetura: Arts United Center / Louis Kahn

© Jeffery Johnson
© Jeffery Johnson

Em 1961, o arquiteto Louis I. Kahn foi contratado pela Fine Arts Foundation para projetar e desenvolver um grande complexo de artes no centro de Fort Wayne, Indiana. O ambicioso Centro de Belas Artes, agora conhecido como Arts United Center, atenderia a comunidade de 180.000 pessoas oferecendo espaço para uma orquestra, teatro, escola, galeria e muito mais. Como um Lincoln Center em miniatura, os desenvolvedores esperavam atualizar e melhorar a cidade através de uma nova arquitetura cívica. No entanto, devido a restrições orçamentárias, apenas uma fração do projeto total foi concluída. Esse é um dos projetos menos conhecidos de Kahn, que durou mais de uma década, e seu único edifício no Centro-Oeste dos Estados Unidos.

BIG apresenta projeto para o Teatro Nacional da Albânia

O escritório Bjarke Ingels Group (BIG) divulgou imagens do Teatro Nacional da Albânia, que responde a uma próspera cena artística na capital do país. Situado no coração cultural de Tirana, o projeto busca criar novos lugares de encontro urbano para um distrito peatonal, ao passo que assume o papel do teatro como um ator em si.

Situado em um eixo cultural, adjacente a marcos públicos como a Praça Skanderbeg, a Ópera Nacional e a Galeria Nacional de Arte, o projeto do BIG irá substituir o teatro existente, ao mesmo tempo em que adiciona três novos espaços de performance, um anfiteatro na cobertura e um espaço público abaixo do edifício.

Cortesia de BIG Cortesia de BIG Cortesia de BIG Cortesia de BIG + 6

Gustavo Cedroni fala sobre o projeto expográfico de "Terra Comunal", de Marina Abramović

Aberta ao público ontem, 10 de março, a maior retrospectiva da obra de Marina Abramović já realizada na América do Sul – “Terra Comunal” – permanecerá aberta até 10 de maio no Sesc Pompéia.

A exposição é dividida e duas partes, sendo uma dedicada à retrospectiva da carreira de Abramović e outra à maior experiência aplicada pelo Marina Abramovic Institute (MAI), e esteve a cargo do escritório paulistano METRO, que teve a complexa tarefa de transformar temporariamente o espaço polifônico do Sesc Pompéia em um museu.

A escolha da icônica obra de Lina não é gratuita, a artista de performance se mostrou impressionada com o conjunto – que consiste na requalificação de uma antiga fábrica de tambores de óleo e dois novos prismas de concreto aparente conectados por passarelas – e manifestou publicamente sua empatia pela atmosfera e pelas “energias” do lugar.

Marina Abramović fala sobre o Sesc Pompeia

Com exposição marcada para março deste ano no Sesc Pompeia, o maior expoente da arte de performance no mundo, Marina Abramović, contou ao Portal do Sesc suas primeiras impressões sobre os espaços do icônico projeto de Lina Bo Bardi.

Com uma visão bastante sensível e aberta às “energias do lugar”, a artista sérvia se impressionou com a quantidade de pessoas usando os espaços da antiga fábrica de tambores, um público heterogêneo ocupado com atividades das mais variadas.

E eu gostei imediatamente. Havia tipo um sentimento de democracia. Um rio atravessava o espaço. E havia uma lareira. Alguns cristais e pedras foram colocados em diferentes cantos, marcando pontos de energia. Este não é um espaço normal de exposição onde se exibe Arte como museus e centros culturais de arte contemporânea que você encontra na Europa e na América. Tudo neste espaço é diferente. E o diferente é que nele há uma espécie de redemoinho energético, cheio de curiosidade, inocência e simplicidade.”

Exposição de Marina Abramovic em São Paulo

De 11 de março a 10 de maio São Paulo receberá uma exposição inédita de Marina Abramovic. A artista fez visitas técnicas às unidades Pompeia e Belenzinho do Sesc, possíveis locais onde a exposição será montada.

Outras Ações na Cidade: 6^3^3

6^3^3 é um projeto que combina práticas teóricas e performativas com o objetivo de investigar por meio de estratégias artísticas as metrópoles de Buenos Aires, São Paulo e Hamburgo.