1. ArchDaily
  2. Bienal De Design De Londres

Bienal De Design De Londres: O mais recente de arquitetura e notícia

Bienal de Design de Londres 2021: pavilhões nacionais destacam papel do design ao enfrentar desafios globais

A Bienal de Design de Londres está atualmente em exibição na Somerset House, com 38 exposições de seis continentes, apresentando o papel do design na abordagem dos desafios globais. Com curadoria do Diretor Artístico Es Devlin, o evento gira em torno do tema ‘Ressonância’, convidando designers e artistas a considerar o efeito dos “conceitos inovadores do design sobre a forma como vivemos e as escolhas que fazemos”. Na terceira edição da Bienal de Design de Londres, os pavilhões nacionais destacam novas perspectivas sobre as questões mundiais, explorando sustentabilidade e meio ambiente, globalização e migração, história e vida cotidiana.

Bienal de Design de Londres 2021: pavilhões nacionais destacam papel do design ao enfrentar desafios globaisBienal de Design de Londres 2021: pavilhões nacionais destacam papel do design ao enfrentar desafios globaisBienal de Design de Londres 2021: pavilhões nacionais destacam papel do design ao enfrentar desafios globaisBienal de Design de Londres 2021: pavilhões nacionais destacam papel do design ao enfrentar desafios globais+ 10

Chile, Venezuela, Pavilhão da Diáspora Africana e Israel: conheça os vencedores da Bienal de Design de Londres 2021

O júri da Bienal de Design de Londres 2021 anunciou os pavilhões vencedores da terceira edição do evento. Respondendo ao tema Ressonância proposto pela diretora artística e curadora Es Devlin, a Bienal reuniu mais de 30 pavilhões para mostrar como o design pode oferecer soluções para os desafios de nossos tempos – da sustentabilidade à globalização, da migração ao futuro da humanidade.

"Os vencedores da Bienal de Design de Londres de 2021 ilustram a importância do design thinking para ajudar a trazer mudanças sociais e crescimento econômico em todo o mundo", comentou John Sorrell, presidente da Bienal de Design de Londres. Victoria Broackes, diretora da London Design A Biennale, disse que os vencedores "demonstram claramente quão brilhante pode ser o design ao contar histórias complexas que se comunicam diretamente com corações e mentes".

Bienal de Design de Londres convida arquitetos e designers a pensarem "soluções radicais" para a crise

A Bienal de Design de Londres anunciou uma chamada convidando designers e arquitetos a abordarem questões de crise no mundo. Intitulada Design Resonance in an Age of Crisis, a iniciativa visa soluções radicais de design para problemas críticos em quatro áreas principais: saúde, meio ambiente, sociedade e trabalho. O anúncio segue a notícia do adiamento da Bienal para 2021.

Bienal de Design de Londres convida arquitetos e designers a pensarem soluções radicais para a criseBienal de Design de Londres convida arquitetos e designers a pensarem soluções radicais para a criseBienal de Design de Londres convida arquitetos e designers a pensarem soluções radicais para a criseBienal de Design de Londres convida arquitetos e designers a pensarem soluções radicais para a crise+ 5

Bienal de Design de Londres é adiada para 2021

A Bienal de Design de Londres em 2020 foi oficialmente adiada para 2021. Fundado em 2016 por Sir John Sorrell e Ben Evans, o evento promove a colaboração internacional e o papel global do design. Sua terceira edição ocorrerá em junho de 2021 e tem curadoria da diretora artística Es Devlin.

Pavilhão grego é destaque na Bienal de Design de Londres

Escritório experimental, o Studio INI projetou uma instalação cinética para representar o Pavilhão Grego na Bienal de Design de Londres de 2018. Intitulada ΑΝΥΠΑΚΟΗ (Desobediência), a instalação responde ao tema da Bienal, "estados emocionais". Selecionado para a exposição do pátio central, o projeto é constituído por uma parede de 17 metros de comprimento, feita de plástico reciclado e estrutura metálica, que se flexiona, transforma e respira em contato com o corpo humano.

Pavilhão grego é destaque na Bienal de Design de LondresPavilhão grego é destaque na Bienal de Design de LondresPavilhão grego é destaque na Bienal de Design de LondresPavilhão grego é destaque na Bienal de Design de Londres+ 9

Proposta para uma nova "Cidade de Fronteira" entre EUA e México estréia na Bienal de Design de Londres

Um dos debates mais públicos e politicamente relevantes sobre as fronteiras espaciais, é a dos Estados Unidos e o México, foi sondado em um projeto que foi exposto na Bienal de Design de Londres. Dirigido por Fernando Romero e sua equipe, chamada fr*ee, a "Border City" propõe a ideia de uma cidade binacional na fronteira, um lugar onde as culturas "se chocam e misturam-se para criar algo completamente único".

Os estados ao longo da fronteira destes dois países têm agora uma população de mais de 100 milhões de pessoas - o suficiente para facilitar a introdução de uma nova cidade. fr*ee explicou: "Border City é o primeiro masterplan integrado para uma cidade binacional conducente a ambos os lados da fronteira, empregando ferramentas de empreendimento como zonas econômicas especiais para defender sua viabilidade". O masterplan é desenrolado em detalhe na Bienal de Design de Londres, como visto no vídeo abaixo.

Instalação faz uso de energia eólica na Bienal de Design de Londres

Neste vídeo da CNN Style, os designers Edward Barber e Jay Osgerby discutem a instalação Forecast, uma obras movida pela energia dos ventos criada em colaboração com o V&A Museum para a primeira Bienal de Design de Londres. Com o objetivo de ajudar os cidadãos a encontrarem seu caminho "em um tempo de turbulência", a instalação responde ao tema da Bienal "Utopia by Design".

Instalação faz uso de energia eólica na Bienal de Design de LondresInstalação faz uso de energia eólica na Bienal de Design de LondresInstalação faz uso de energia eólica na Bienal de Design de LondresInstalação faz uso de energia eólica na Bienal de Design de Londres+ 7

31 países participarão da primeira Bienal de Design de Londres

Trinta e um países do mundo todo já confirmaram sua participação na primeira Bienal de Design de Londres (London Design Biennale). De acordo com a organização, será um prestigiado evento global no qual os países participantes apresentarão novos trabalhos de design contemporâneo, destacando a inovação, a criatividade e suas pesquisas.

Concebida como "um novo marco do calendário cultural mundial", a Bienal abrirá suas portas a partir do próximo 07 de setembro e durante 20 dias irá expor as reflexões de diversos grupos de países dos cinco continentes sobre o papel do design no futuro de nossa sociedade: Albânia, Alemanha, Arábia Saudita, Austrália, Bahrein, Bélgica, Chile, Croácia, Estados Unidos, França, Grécia, Holanda, Índia, Indonésia, Israel, Itália, Japão, Coréia do Sul, Líbano, México, Nigéria, Noruega, Paquiistão, Palestina, Polônia, Portugal, Rússia, África do Sul, Suécia, Suíça, Tunísia, Turquia e o desenho de casa, Reino Unido.

A temática desta primeira edição da Bienal - Utopia by Design - se configura pelas comemorações feitas pelo Somerset House, sobre os 500 anos de 'Utopia', histórica publicação de Thomas Morus. Neste sentido, a Bienal de Design de Londres será a peça central de UTOPIA 2016, projeto do centro cultural londrino.

31 países participarão da primeira Bienal de Design de Londres31 países participarão da primeira Bienal de Design de Londres31 países participarão da primeira Bienal de Design de Londres31 países participarão da primeira Bienal de Design de Londres+ 7