Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Bienal De Design De Londres

Bienal De Design De Londres: O mais recente de arquitetura e notícia

Pavilhão grego é destaque na Bienal de Design de Londres

Escritório experimental, o Studio INI projetou uma instalação cinética para representar o Pavilhão Grego na Bienal de Design de Londres de 2018. Intitulada ΑΝΥΠΑΚΟΗ (Desobediência), a instalação responde ao tema da Bienal, "estados emocionais". Selecionado para a exposição do pátio central, o projeto é constituído por uma parede de 17 metros de comprimento, feita de plástico reciclado e estrutura metálica, que se flexiona, transforma e respira em contato com o corpo humano.

Instalação grega. Imagem © Luke Walker Instalação grega. Imagem © Luke Walker Instalação grega. Imagem © Luke Walker Instalação grega. Imagem © Luke Walker + 9

Proposta para uma nova "Cidade de Fronteira" entre EUA e México estréia na Bienal de Design de Londres

Um dos debates mais públicos e politicamente relevantes sobre as fronteiras espaciais, é a dos Estados Unidos e o México, foi sondado em um projeto que foi exposto na Bienal de Design de Londres. Dirigido por Fernando Romero e sua equipe, chamada fr*ee, a "Border City" propõe a ideia de uma cidade binacional na fronteira, um lugar onde as culturas "se chocam e misturam-se para criar algo completamente único".

Os estados ao longo da fronteira destes dois países têm agora uma população de mais de 100 milhões de pessoas - o suficiente para facilitar a introdução de uma nova cidade. fr*ee explicou: "Border City é o primeiro masterplan integrado para uma cidade binacional conducente a ambos os lados da fronteira, empregando ferramentas de empreendimento como zonas econômicas especiais para defender sua viabilidade". O masterplan é desenrolado em detalhe na Bienal de Design de Londres, como visto no vídeo abaixo.

Instalação faz uso de energia eólica na Bienal de Design de Londres

Neste vídeo da CNN Style, os designers Edward Barber e Jay Osgerby discutem a instalação Forecast, uma obras movida pela energia dos ventos criada em colaboração com o V&A Museum para a primeira Bienal de Design de Londres. Com o objetivo de ajudar os cidadãos a encontrarem seu caminho "em um tempo de turbulência", a instalação responde ao tema da Bienal "Utopia by Design".

Cortesia de Barber & Osgerby Cortesia de Barber & Osgerby Cortesia de Barber & Osgerby © Ed Reeve + 7

31 países participarão da primeira Bienal de Design de Londres

Trinta e um países do mundo todo já confirmaram sua participação na primeira Bienal de Design de Londres (London Design Biennale). De acordo com a organização, será um prestigiado evento global no qual os países participantes apresentarão novos trabalhos de design contemporâneo, destacando a inovação, a criatividade e suas pesquisas.

Concebida como "um novo marco do calendário cultural mundial", a Bienal abrirá suas portas a partir do próximo 07 de setembro e durante 20 dias irá expor as reflexões de diversos grupos de países dos cinco continentes sobre o papel do design no futuro de nossa sociedade: Albânia, Alemanha, Arábia Saudita, Austrália, Bahrein, Bélgica, Chile, Croácia, Estados Unidos, França, Grécia, Holanda, Índia, Indonésia, Israel, Itália, Japão, Coréia do Sul, Líbano, México, Nigéria, Noruega, Paquiistão, Palestina, Polônia, Portugal, Rússia, África do Sul, Suécia, Suíça, Tunísia, Turquia e o desenho de casa, Reino Unido.

A temática desta primeira edição da Bienal - Utopia by Design - se configura pelas comemorações feitas pelo Somerset House, sobre os 500 anos de 'Utopia', histórica publicação de Thomas Morus. Neste sentido, a Bienal de Design de Londres será a peça central de UTOPIA 2016, projeto do centro cultural londrino.

Instalação dos Estados Unidos. Imagem © CooperHewitt, Smithsonian Design Museum Sala de operações de Cybersyn, inspiração para a instalação do Chile. Imagem © Gui Bonsiepe Aid Drop Yaniv Kadosh_ACT Shenkar, proposta de Israel. Imagem © Sasha Flit 'Monstera Deliciosa, Volume I', proposta da África do Sul para a Bienal do Desenho de Londres. Imagem © Southern Guild + 7