O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. venice-biennale

Venice Biennale

REM: Um estudo retroativo e editado do maior arquiteto vivo do mundo

14:00 - 23 Setembro, 2016
REM: Um estudo retroativo e editado do maior arquiteto vivo do mundo, Rem Koolhaas, o protagonista homônimo de "REM". Imagem © Tomas Koolhaas
Rem Koolhaas, o protagonista homônimo de "REM". Imagem © Tomas Koolhaas

No cânone dos grandes arquitetos holandeses existem vários profissionais renomados, de Berlage a Van Berkel. Com base apenas na influência, Rem Koolhaas - neto do arquiteto Dirk Roosenburg e filho do autor e pensador Anton Koolhaas - está acima de todos os outros e tem tentado, ao longo de uma carreira de quatro décadas, redefinir o papel do arquiteto de um autarca regional para um globalmente ativo criador de mundos - sejam eles reais ou imaginários. Um novo filme concebido e produzido por Tomas Koolhaas, filho do protagonista homônimo, residente em Los Angeles, tenta representar biograficamente o trabalho do OMA "expondo a experiência humana da [sua] arquitetura através do cinema dinâmico."

Mark – um morador de rua, filmado na Biblioteca Pública de Seattle (EUA). Imagem © Tomas Koolhaas CCTV (China). Imagem © Tomas Koolhaas De Rotterdam (Holanda). Imagem © Tomas Koolhaas Biblioteca Pública de Seattle (EUA). Imagem © Tomas Koolhaas + 17

Brasil em Veneza 2016: Juntos ou divididos?

10:00 - 6 Junho, 2016
Brasil em Veneza 2016: Juntos ou divididos?, JUNTOS / curadoria de Washington Fajardo. Pavilhão do Brasil na Bienal de Veneza 2016. Image © Laurian Ghinitoiu
JUNTOS / curadoria de Washington Fajardo. Pavilhão do Brasil na Bienal de Veneza 2016. Image © Laurian Ghinitoiu

Pavilhão brasileiro em Veneza tem méritos, mas ignora momento histórico do país.

No momento que um muro dividindo a Esplanada dos Ministérios em Brasília se tornou o símbolo de um país segregado, o tema do pavilhão brasileiro na Bienal de Veneza de Arquitetura em 2016 dificilmente poderia ser mais paradoxal: “Juntos”.

RAAAF "recupera" o Giardini de Veneza com cobertura têxtil sobre os pavilhões nacionais

16:00 - 25 Maio, 2016
RAAAF "recupera" o Giardini de Veneza com cobertura têxtil sobre os pavilhões nacionais, Cloaked: Pavilhão (Central) Italiano. Imagem © RAAAF
Cloaked: Pavilhão (Central) Italiano. Imagem © RAAAF

Poucas pessoas alguma vez já pararam para pensar como é o Giardini — o parque dos pavilhões nacionais na Bienal de Arte e Arquitetura de Veneza—durante o inverno. Na verdade, em épocas "fora de temporada", os jardins, geralmente, acabam ficando abandonados. RAAAF—um estúdio multidisciplinar de Amsterdam, em parceria com o arquiteto Marcel Moonen—propôs uma série de instalações com o intuito de "reivindicar valor a este espaço público" localizado no coração de uma cidade geralmente muito movimentada.

Publicação: Homeland, News From Portugal, Arquivo 2014

18:00 - 1 Janeiro, 2015
Cortesia de NOTE
Cortesia de NOTE

Compilação de todos os textos entrevistas, artigos e estudos que integraram os três números do jornal “Homeland News From Portugal” – participação portuguesa na Bienal de Veneza deste ano – o livro “Homeland, News From Portugal, Arquivo 2014”, publicado pela NOTE, já está disponível na livraria A+A, na Garagem Sul do Centro Cultural de Belém ou pela página da NOTE.

Homeland, News from Portugal tinha com objetivo abordar as questões levantadas pelo arquiteto Rem Koolhaas para a Bienal através de uma reflexão crítica e propositiva sobre habitação - um campo de excelência para experimentações modernas - sempre um elemento essencial dos ambientes urbanos e rurais e uma reflexão social e cultural de seus habitantes.

Reflexões sobre a Bienal de Veneza 2014

15:00 - 9 Dezembro, 2014
Reflexões sobre a Bienal de Veneza 2014, Fundamentals (Pavilhão Central): Forro. Imagem © David Levene
Fundamentals (Pavilhão Central): Forro. Imagem © David Levene

Fundamentals, o título da Bienal de Veneza de 2014, fechou suas portas há algumas semanas. A partir do momento em que Rem Koolhaas revelou o título da Bienal deste ano, em janeiro de 2013, convidando os curadores nacionais a responder diretamente ao tema "Absorbing Modernity 1914-2014", houve um pressentimento de que esta bienal seria, de algum modo, especial. Tendo rejeitado convites para dirigir a Bienal no passado, o fato de Koolhaas ter agido não como curador, mas também como coordenador temático do esforço internacional, foi significativo. Esse comunicado levou Peter Eisenman (um dos primeiros tutores e defensores de Koolhaas) a dizer em uma entrevista que "[Rem está] declarando seu fim: o fim de sua carreira, o fim de sua hegemonia, o fim de sua mitologia, o fim de tudo, o fim da arquitetura."

Bernard Tschumi fala sobre sua educação, sua obra e seus textos

17:00 - 29 Setembro, 2014

Nessa extensa entrevista entre Bernard Tschumi e Paul Finch, do The Architectural Review, o arquiteto discute sua educação, seus textos, projetos e seu posicionamento crítico. Falando abertamente, Tschumi explica como uma visita a Chicago quando tinha dezessete anos despertou uma paixão duradoura pelo projeto de arquitetura - algo que foi, de certo modo reprimido, pois seu pai era, na época, um dos arquitetos mais respeitados do mundo. Sua amizade com o arquiteto e teórico britânico Cedric Price levou ao início de uma carreira que, com sua proposta para o Parc de la Villette em Paris, prenunciou o desconstrutivismo. Terminando a entrevista com sua visão sobre o futuro da profissão, Tschumi oferece conselhos a estudantes e jovens escritórios que procuram deixar suas marcas.

AD Brasil Entrevista: Diébédo Francis Kéré / Kéré Architecture

19:00 - 28 Agosto, 2014

O arquiteto africano Diébédo Francis Kéré, vencedor de diversos prêmios internacionais, é conhecido por sua abordagem multicultural da arquitetura. Embora seu escritório, Kéré Architecture, esteja instalado em Berlim, muitos de seus projetos são desenvolvidos em seu país natal, Burkina Faso, na África Ocidental, onde é conhecido por incorporar materiais vernaculares e mão de obra local em seus projetos.

“Estou trabalhando entre dois continentes, ou duas culturas. E estou, de algum modo, fazendo a ponte”, nos disse Francis Kéré na abertura da Bienal de Veneza deste ano. Dentre os projetos desenvolvidos por seu escritório estão a Biblioteca Escolar em Gando, o Centro para a Arquitetura da Terra e o Parque Nacional de Mali.

Nessa entrevista, Kéré explica sua abordagem em relação à arquitetura - que assume posturas diferentes em Berlim e em Burkina Faso - e comenta o que significa “absorver a modernidade” em seu país.

©  Iwan Baan ©  Iwan Baan Courtesy of Kéré Architecture Courtesy of Kéré Architecture + 5

Instalação de Sarah Sze para o Pavilhão dos EUA na Bienal de Arte de Veneza retorna para casa

17:00 - 20 Julho, 2014
Instalação de Sarah Sze para o Pavilhão dos EUA na Bienal de Arte de Veneza retorna para casa, Triple Point (Planetarium), 2013. Cortesia de Sarah Sze, Tanya Bonakdar Gallery, New York, and Victoria Miro Gallery, London. Fotografia de Tom Powel Imaging
Triple Point (Planetarium), 2013. Cortesia de Sarah Sze, Tanya Bonakdar Gallery, New York, and Victoria Miro Gallery, London. Fotografia de Tom Powel Imaging

É de pedra por dentro ou por fora? Espera, é mesmo uma pedra? Se não for, o que é então? Por mais bizarras que sejam essas perguntas, é exatamente isso que Sarah Sze queria que as pessoas se perguntassem ao visitarem sua exposição Triple Point (Planetarium) no pavilhão dos EUA na Bienal de Arte de Veneza de 2013. Sze, cuja obra tende a distorcer a percepção que o visitante tem da realidade, "transformou o Pavilhão dos EUA numa rede de experiências imersivas através de uma série de instalações inter-relacionadas."

Embora o projeto tenha sido concebido especificamente para o Pavilhão Neoclássico, parte dele permanecerá em exposição no Bronx Museum of the Arts até 24 de agosto. Saiba mais sobre a instalação a seguir.

Bienal de Veneza 2014: "Towards A New Avant-Garde" explora o surgimento de uma nova geração de arquitetura especulativa na Itália

18:30 - 6 Junho, 2014
Bienal de Veneza 2014: "Towards A New Avant-Garde" explora o surgimento de uma nova geração de arquitetura especulativa na Itália, © Philippe Declerck / DEVspace
© Philippe Declerck / DEVspace

Ao escrever sobre a radical geração de arquitetos dos anos 60 e 70, o crítico americano Michael Sorkin comentou: "Alguns escolhem o caminho do planejamento em defesa da comunidade, identificando-se com o oprimido. Muitos optam pela "floresta", de volta à natureza, para estudar a socialização em comunidades e para viver a vida numa virtuosa simplicidade. Outros se questionaram sobre o equivalente arquitetônico para o rock and roll." Substituir o comunitarismo pelo código aberto, ou o rock and roll pela ficção científica... ele poderia estar apenas descrevendo um grupo de jovens arquitetos italianos trabalhando atualmente. Os arquitetos da década de 70, especialmente na Itália, transformaram a profissão mas falharam, em última instância, em realizar suas utopias. Até onde essa nova geração pode ir?

Towards a New Avant-Garde, uma instalação e série de discussões na semana de abertura da Bienal de Arquitetura de Veneza, confrontará os trabalhos e abordagens dos mestres do passado, como Superstudio, Archizoom, e o grupo Global Tools, com os novos projetos - especulativos e carregados de críticas políticas - dos novos grupos como o Itinerant Office, IRA-C, e Snark.

Pavilhão do Brasil na Bienal de Veneza 2014 - Brasil: Modernismo como Tradição

06:30 - 26 Maio, 2014
Pavilhão do Brasil na Bienal de Veneza 2014 -  Brasil: Modernismo como Tradição, © Cristiano Mascaro
© Cristiano Mascaro

Sob o título Fundamentals, a Biennale Architettura 2014 tem como curador o arquiteto holandês Rem Koolhaas, que propôs um tema específico aos países participantes: Absorbing Modernity 1914-2014, procurando entender como as arquiteturas nacionais absorveram a modernidade no último século e como, eventualmente, mantiveram elementos tradicionais.