1. ArchDaily
  2. Nova Iorque

Nova Iorque: O mais recente de arquitetura e notícia

As obras do edifício mais esbelto do mundo, pelas lentes de Paul Clemence

Paul Clemence divulgou uma nova série de imagens mostrando o andamento das obras da torre 111 West 57th, projetada pelo escritório SHoP. Localizado em Nova Iorque, arranha-céu residencial se tornará o segundo edifício mais alto da cidade – considerando a altura de sua cobertura – e o edifício mais esbelto do mundo.

© Paul Clemence© Paul Clemence© Paul Clemence© Paul Clemence+ 27

OM Townhouse / Studio Arthur Casas

© Ricardo Labougle© Ricardo Labougle© Ricardo Labougle© Ricardo Labougle+ 19

Nueva York, Estados Unidos
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  375
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2014

200 Amsterdam recebe aprovação e poderá se tornar uma das torres mais altas de Nova Iorque

Com 52 pavimentos, a torre residencial 200 Amsterdam Avenue será em breve o arranha-céu mais alto de Upper West Side em Nova Iorque. O projeto foi concebido pela Elkus Manfredi Architects e está sendo desenvolvido pela SJP Properties e Mitsui Fudosan America.

Cortesia de Binyan StudiosCortesia de Binyan StudiosCortesia de Binyan StudiosCortesia de Binyan Studios+ 7

Fazendo onda: piscinas na arquitetura residencial

Piscinas residenciais não são novidade, mas se tornaram um componente único na vida moderna. Cada vez mais popularizadas, as piscinas se tornaram um símbolo de status social, bem como um elemento de recreação. Hoje, piscinas residenciais podem ser achadas pelo mundo todo, em todo o tipo de clima. Ao longo do tempo, quanto mais piscinas foram sendo construídas, mais as técnicas de infraestrutura e equipamentos avançaram. 

© Tim Van de Velde© Adam Rouse Photography© Deborah DeGraffenreid© Colin Faulkner+ 12

O que o mercado imobiliário nos diz sobre as migrações de volta às cidades?

Quase um ano após o início da pandemia de COVID-19, parece que estamos começando a recuperar minimamente o sentido de normalidade—ou de uma nova normalidade. Com a esperança injetada pela chegada das primeiras vacinas, voltamos a pensar sobre o futuro e os impactos da pandemia em nossos modos de vida. Durante o primeiro lockdown, testemunhamos um esvaziamento da maioria dos grandes centros urbanos, passando a habitar cidades fantasmas à medida que aqueles que podiam, buscavam refúgio em áreas menos densas e próximas à natureza. Passamos a nos questionar se estávamos de fato vivendo um fenômeno de êxodo urbano, contrário ao alarmante incremento da população urbana testemunhado ao longo das últimas décadas. Esta tendência, entretanto, foi apenas temporária e as pessoas estão finalmente voltando para a cidade.

50 Hudson Yards de Foster + Partners tem sua estrutura concluída em Nova Iorque

O arranha-céu 50 Hudson Yards da Foster + Partners atingiu o topo da sua construção na cidade de Nova Iorque. Como um dos maiores edifícios de escritórios da cidade, o projeto se tornou a quarta maior torre de escritórios em metros quadrados. A torre de 58 andares inclui plantas muito grandes, para até 500 funcionários, em cada andar. Ela é a última de uma série de projetos que completam o Hudson Yards, na extremidade oeste de Manhattan.

© Foster + Partners© Foster + Partners© Foster + Partners© Foster + Partners+ 5

Arranha-céu de 300 metros de altura projetado pelo BIG em Nova Iorque tem sua estrutura concluída

Chamado Spiral, o novo arranha-céu projetado pelo Bjarke Ingels Group em Hudson Yards, Nova Iorque, teve sua estrutura concluída. Com 66 pavimentos, o projeto tem mais de 300 metros de altura e conta com uma série de terraços escalonados que envolvem toda a torre. O edifício terá 280 mil metros quadrados de espaço para escritórios e um térreo dedicado a estabelecimentos comerciais.

SOM projeta arranha-céu de 500 metros de altura em Manhattan

O escritório Skidmore Owings & Merrill (SOM) compartilhou novas imagens do projeto para uma torre que será construída no lugar do Grand Hyatt Hotel próximo ao Grand Central Terminal em Manhattan. Com mais de 220 mil metros quadrados, o projeto está sendo desenvolvido pela RXR Realty e TF Cornerstone em parceria com Beyer Blinder Belle e Field Operations. A torre de uso misto terá mais de 80 pavimentos e alcançará 501 metros de altura, tornando-o o segundo edifício mais alto de Nova Iorque.

Courtesy of SOMCourtesy of SOMCourtesy of SOMCourtesy of SOM+ 8

Você moraria aqui? O que torna uma cidade desejável?

Desde que as cidades existem, surge uma questão fundamental para o seu futuro: "O que torna as áreas urbanas desejáveis?" Mais da metade dos habitantes do mundo vive em cidades e esse número deve aumentar na próxima década, com mais de 5 bilhões de pessoas vivendo em centros urbanos em todo o mundo. Para se preparar para essa demanda, as cidades estão encontrando maneiras de ser mais desejáveis ​​e atrair talentos para grandes e pequenas empresas, enquanto encontram outras maneiras de criar oportunidades de vida igualitárias para todos.

Como cidades mais verdes podem ajudar a criar um futuro equitativo?

Compreender os motivos que engendram desigualdades econômicas e sociais em nossa sociedade é um dos tópicos mais controversos e amplamente debatidos no campo do urbanismo. É evidente que esta é uma questão complexa, onde muitos fatores devem ser considerados—sendo um deles a localização e acessibilidade às áreas verdes em uma cidade. Embora parques urbanos sirvam como espaços de convívio e lazer, construindo comunidades, seus benefícios para a saúde pública nem sempre compensam. Em muitos casos, a instalação de áreas verdes se dá às custas de um amplo processo de gentrificação e expulsão das comunidades mais pobres. Neste contexto, nos cabe pensar em soluções que nos permitam construir cidades melhores, mais verdes e principalmente, mais inclusivas e portanto, menos desiguais.

Primeiro projeto residencial de Richard Rogers em Nova Iorque está prestes a ser concluído

Recentemente, o escritório de arquitetura britânico Rogers Stirk Harbour + Partners revelou imagens de seu mais recente projeto, o No. 33 Park Row, em Nova Iorque, EUA. Localizado em frente ao City Hall Park, no centro de Manhattan, o projeto está quase pronto e deverá ser inaugurado ainda no primeiro semestre deste ano. Este é o primeiro projeto residencial assinado pelos arquitetos Sir Richard Rogers e Graham Stirk em Nova Iorque.

Cortesia de Richard Rogers e Graham Stirk no Rogers Stirk Harbour + PartnersCortesia de Richard Rogers e Graham Stirk no Rogers Stirk Harbour + PartnersCortesia de Richard Rogers e Graham Stirk no Rogers Stirk Harbour + PartnersCortesia de Richard Rogers e Graham Stirk no Rogers Stirk Harbour + Partners+ 6

Apartamento New York / Reutov Design

Courtesy of Reutov Dmitry, Gerner Ekaterina
Courtesy of Reutov Dmitry, Gerner Ekaterina

Os donos do apartamento são um jovem casal e confiaram-me completamente o design de interiores do projeto. Responsável pela criação, decidi criar um projeto ousado que lhes garantisse a oportunidade de esquecer a vida cotidiana agitada e ajudá-los a fazer uma pausa da metrópole. Interior leve, suave, pontuado por curvas, junto a paredes de terracota rosa que adicionam originalidade a todo o projeto.

Courtesy of Reutov Dmitry, Gerner EkaterinaCourtesy of Reutov Dmitry, Gerner EkaterinaCourtesy of Reutov Dmitry, Gerner EkaterinaCourtesy of Reutov Dmitry, Gerner Ekaterina+ 16

Edifício Residencial The Smile / BIG

© Pernille and Thomas Loof© Pernille and Thomas Loof© Pernille and Thomas Loof© Pernille and Thomas Loof+ 28

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  26000
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2020

Nova Iorque busca propostas de moradias 100% acessíveis em Staten Island

O Departamento de Preservação e Desenvolvimento de Moradias (HPD) da cidade de Nova York divulgou uma Solicitação de Propostas (Request for Proposals - RFP) buscando planos para construir moradias 100% acessíveis em Stapleton, na costa norte de Staten Island. O terreno de propriedade da cidade tem mais de 9.290m² (100.000 pés quadrados) de área para habitação a preços acessíveis, espaços comunitárias e outras melhorias como parte do desenvolvimento de uso misto da ilha.

Cortesia de John BartelstoneCortesia de John BartelstoneCortesia de John BartelstoneCortesia de John Bartelstone+ 5

Quando o sonho americano se tornou o pesadelo do planejamento urbano

Ao longo de quase um século, o maior sonho do americano médio era comprar uma casa com jardim, garagem e uma cerquinha branca. O sonho da casa própria e a ideia de viver em um bairro familiar afastado da agitação da centro da cidade eram considerados o estilo de vida ideal e o auge do sonho americano. Mas com o passar do tempo e as sucessivas crises econômicas e sociais que abalaram os Estados Unidos ao longo das últimas décadas, as autoridades locais começaram a perceber que bairros suburbanos exclusivamente residenciais não necessariamente eram um sonho, mas sim, um pesadelo.

Alberto Campo Baeza projeta expansão do Museu Magazzino de Arte Italiana em Nova Iorque

O Museu Magazzino de Arte Italiana está expandindo seu campus em Cold Spring, Nova Iorque, com um novo pavilhão projetado pelos arquitetos espanhóis Alberto Campo Baeza e Miguel Quismondo. Após a inauguração do museu em 2017, o novo pavilhão será dedicado a exposições especiais e programas públicos e educacionais. A estrutura independente contará com uma programação flexível, dando suporte ao amplo leque de atividades oferecidas pela instituição.

Render mostrando a Galeria 1 no novo edifício da Magazzino Italian Art. Cortesia de J.C. Bragado e J. MingoranceRender mostrando o espaço de programação flexível no novo prédio da Magazzino Italian Art. Cortesia de J.C. Bragado & J. MingoranceRender mostrando a vista frontal do novo edifício da Magazzino Italian Art. Cortesia de J.C. Bragado e J. MingoranceRender mostrando a Galeria 2 no novo edifício da Magazzino Italian Art. Cortesia de J.C. Bragado e J. Mingorance+ 5

Hotel da Rua Chrystie / Herzog & de Meuron

© Iwan Baan© Iwan Baan© Iwan Baan© Iwan Baan+ 7

Nova Iorque, Estados Unidos
  • Arquitetos: Herzog & de Meuron
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  22845
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2017
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: AF New York, Argosy Designs, Beyond Concrete, Carvart, City Elevator, +10

Casa Brownstone / Studio Arthur Casas

© Filippo Bamberghi© Filippo Bamberghi© Filippo Bamberghi© Filippo Bamberghi+ 51

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  575
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2019
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: 1stdibs, Allied Maker, Arthur Casas Design, Artur Lescher, Bazzeo by NY Loft, +12