1. ArchDaily
  2. Zurique

Zurique: O mais recente de arquitetura e notícia

Já existem modelos viáveis de moradias de qualidade a preços acessíveis

Este artigo foi publicado originalmente no Common Edge.

Na reedição desta semana, o autor Walter Jaegerhaus explora o desafio da habitação nos EUA, traçando uma linha do tempo da evolução de diferentes soluções arquitetônicas de todo o mundo. Buscando "inspirar arquitetos de hoje a criar novas opções de habitação" e esperando "que os EUA possam novamente abraçar suas origens experimentais e testar novas ideias e métodos", o artigo destaca exemplos da Europa e das Américas.

Habitat 67, Montreal, por Moshe Safdie. Imagem cortesia de Creative CommonsSchlangenbader Straße Housing, Berlim, de Georg Heinrich. Imagem cortesia de Creative CommonsCube Houses, Rotterdam, de Piet Bloom. Imagem cortesia de Creative CommonsExposição Internacional de Construção, Viena. Via Der Tagesspiegel. Imagem cortesia de Creative Commons+ 17

Zoológico de Zurique - Casa do Elefante / Markus Schietsch Architekten

© Andreas Buschmann© Andreas Buschmann© Dominique Wehrli© Dominique Wehrli+ 14

Zurique, Suíça
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  8440
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2014
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: ADLER, NEUCO, Neue Holzbau AG, Sika

Extensão do Museu Kunsthaus Zürich / David Chipperfield Architects

© Noshe© Noshe© Noshe© Noshe+ 32

House 2 - Counter City / Alice

© Anna Positano© Anna Positano© Anna Positano© Anna Positano+ 20

  • Arquitetos: Alice
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  240
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2917
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Debrunner Acifer Romandie, Edalith Schweiz, Etex Colombia, Gétaz-Miauton, Jaquet, +6

Casa com uma parede / Christian Kerez

© Walter Mair© Walter Mair© Walter Mair© Walter Mair+ 12

Zurique, Suíça

Loja Bucherer / Office Haratori + Office Winhov

© Georg Aerni
© Georg Aerni

© Georg Aerni© Georg Aerni© Georg Aerni© Georg Aerni+ 30

Zurique, Suíça
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  1080
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2019
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Adobe, AutoDesk, Graniti Maurino, K. Winkler AG Holzbiegewerk, Kunstgiesserei St. Gallen, +3

Casa num parque / Think Architecture

© Simone Bossi© Simone Bossi© Simone Bossi© Simone Bossi+ 26

  • Arquitetos: Think Architecture
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  500
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2018
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Airlux, Bisazza, Brun del Re, Ceadesign, Egli Jona AG, +7

Técnicas construtivas góticas inspiram o desenvolvimento de lajes leves de concreto na ETH Zurich

Com a intenção de maximizar os vãos disponíveis e diminuir custos de construção, pesquisadores do Departamento de Arquitetura da ETH de Zurique criaram uma laje de concreto que, com uma espessura de apenas 2cm, é estrutural e simultaneamente sustentável. Inspirado pela construção de abóbadas catalãs, este novo sistema de lajes substitui barras de aço reforçadas por nervuras verticais estreitas, reduzindo significativamente o peso da estrutura e garantindo a estabilidade para resistir às distribuições irregulares em sua superfície.

Ao contrário dos pisos de concreto tradicionais que são evidentemente planos, estas placas são projetadas para arquear e suportar cargas principais, reminiscente dos tetos abobadados encontrados em catedrais góticas. Sem a necessidade de reforços de aço e com menos concreto, a produção de CO2 é minimizada e os pisos de 2 cm resultantes são 70% mais leves do que suas contrapartes típicas de concreto.

via Block Research Groupvia Block Research Groupvia Block Research Groupvia Block Research Group+ 5

Habitação Oetlisberg / Urben Seyboth Architekten

© Kuster Frey Fotografie© Kuster Frey Fotografie© Kuster Frey Fotografie© Kuster Frey Fotografie+ 16

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  1590
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2018
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: GRAPHISOFT, Harmony Beton-Ciré, Jakob, domovari

Último edifício projetado por Le Corbusier é reaberto em Zurique

O Centro Le Corbusier é considerado o último projeto construído por Le Corbusier. Entretanto, ele foi inaugurado somente em 1967, dois anos após a morte do seu renomado criador. Ao longo dos últimos anos o edifício esteve fechado, atravessando um longo projeto de reforma e restauração. Finalmente, o edifício construído em aço e vidro, volta a abrir as suas portas para o público na cidade de Zurique.

© Paul Clemence© Paul Clemence© Paul Clemence© Paul Clemence+ 35

Apartamentos Waffenplatzstrasse / Andreas Fuhrimann Gabrielle Hächler Architekten

© Valentin Jeck© Valentin Jeck© Valentin Jeck© Valentin Jeck+ 31

Um projeto de Habitação social em Zurique / Gus Wüstemann

© Bruno Helbling© Bruno Helbling© Bruno Helbling© Bruno Helbling+ 45

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  1115
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2019
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Atlas Schindler, Agosti, Cremer Bruhin, Fiechter + Fuchs, Gautschi Fensterbau, +10

Herzog & de Meuron projeta "estrutura flutuante" para a Universidade de Zurique

Herzog & de Meuron divulgou detalhes de sua proposta para o Fórum UZH, que criará um novo centro de educação e pesquisa no campus central da Universidade de Zurique. O novo edifício é visto como um elemento crucial para garantir a futura viabilidade de Zurique como um pólo de ensino superior, melhorando e consolidando um campus antigo e disperso.

Com conclusão prevista para 2027, o Fórum UZH ocupará um importante terreno de esquina, combinando amplo espaço público com a linguagem limpa e contemporânea, marca dos arquitetos. Situado no bairro universitário da cidade antiga, dominado por prédios isolados no lote, recuados da rua em plintos e terraços abaixo do solo,o Fórum UZH forma a personificação do século 21 do imponente campus urbano.

© Herzog & de Meuron© Herzog & de Meuron© Herzog & de Meuron© Herzog & de Meuron+ 6

Tägern / Urben Seyboth AG

© Bruno Helbling Fotografie© Bruno Helbling Fotografie© Bruno Helbling Fotografie© Bruno Helbling Fotografie+ 13

Zurique, Suíça
  • Arquitetos: Urben Seyboth AG
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  310
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2015
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Bisazza, Ceadesign, Dinesen, Poliform, domovari

O que influencia na qualidade de vida dos ambientes urbanos?

Ao sair pelas ruas de Zurique, após participar de uma conferência sobre qualidade de vida, me deparei com o exemplo vivo do que havia acabado de escutar. Virei a esquina e me senti dentro de uma renderização arquitetônica: as árvores estavam podadas e verdes, não havia fios elétricos por todos os lados e os meios-fios subiam e desciam conformando rampas. Ciclistas trafegavam elegantemente pelas ciclovias, o bonde se deslocava silencioso e pontual e banhistas desfrutavam o verão nos rios e lagos no centro da cidade. Para minha surpresa, caminhei sob um viaduto e percebi que até locais como esse podem ser qualificados e seguros. Em seguida, tomei um café sabendo que quem me atendeu recebe um salário justo e não precisa se desdobrar em três empregos para pagar as contas (é claro que o café não saiu barato…). São essas pequenas constatações, quase mundanas para alguns, que juntas proporcionam um bem-estar difícil de mensurar.

Artista brasileiro cria escultura de cordas na estação central de Zurique

O artista contemporâneo brasileiro Ernesto Neto concluiu recentemente uma escultura feita de cordas de algodão tecidas à mão que ocupa o átrio da estação central de trens de Zurique - Zürich Hauptbahnhof. Intitulada Gaia Mother Tree, a obra faz lembrar uma grande árvore, estendendo-se do chão à cobertura da estação.

Promovida pela Fondation Beyeler, a escultura é uma obra de arte imersiva, um espaço onde se pode entrar, caminhar e meditar. Enquanto estiver montada, até o dia 29 de julho, uma série de atividades para adultos e crianças, incluindo concertos musicais, workshops e debates, está prevista para acontecer sob a rede de algodão tecida por Neto.