1. ArchDaily
  2. Copenhague

Copenhague: O mais recente de arquitetura e notícia

Marshall Blecher & Studio Fokstrot projetam ilhas flutuantes no porto de Copenhague

Marshall Blecher e o Studio Fokstrot projetaram uma série ilhas flutuantes no porto da cidade de Copenhague. Alterando a paisagem urbana, o projeto pode ser usado por velejadores, pescadores, nadadores ou pessoas interessadas em fazer piqueniques ou observar as estrelas.

Henning Larsen apresenta primeiro conjunto inteiramente em estrutura de madeira da Dinamarca

A Henning Larsen acaba de apresentar o projeto daquele que será o primeiro condomínio residencial inteiramente construído em estruturas de madeira da cidade de Copenhague. Chamado de Fælledby, o mais novo bairro sustentável da capital dinamarquesa incluirá uma extensa área de reflorestamento, a qual deverá ocupar 40% da área total do terreno onde antigamente operava um depósito de lixo e que agora será transformado em um novo modelo de bairro sustentável, com capacidade para abrir uma população de até 7.000 habitantes.

Cortesia de Henning LarsenCortesia de Henning LarsenCortesia de Henning LarsenCortesia de Henning Larsen+ 15

Centro de Saúde / Nord Architects

© Adam Mørk
© Adam Mørk

© Adam Mørk© Adam Mørk© Adam Mørk© Adam Mørk+ 33

  • Arquitetos: Nord Architects
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  2250
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2011

BOGL vence concurso para reurbanização de cidade portuária na Noruega

O escritório dinamarquês de arquitetura e paisagismo BOGL foi escolhido como o vencedor do concurso de urbanização e desenvolvimento urbano da cidade portuária de Tananger, na Noruega. Localizada na costa sudoeste da península de Stavanger, a pequena vila do município de Sola está passando por um rápido processo de crescimento, e a proposta do concurso pretende transformar o vilarejo em um atraente lugar para morar, trabalhar e visitar.

Centro de Observação de Pandas / BIG

© Rasmus Hjortshoj© Rasmus Hjortshoj© Rasmus Hjortshoj© Rasmus Hjortshoj+ 18

Frederiksberg, Dinamarca
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  2450
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2019

Praça Pública Karen Blixens Plads / Cobe

© Rasmus Hjortshøj – COAST
© Rasmus Hjortshøj – COAST

© Rasmus Hjortshøj – COAST© Rasmus Hjortshøj – COAST© Rasmus Hjortshøj – COAST© Rasmus Hjortshøj – COAST+ 23

  • Arquitetos: COBE
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  21415
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2019
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Steffen Sten

Moradia Popular Bavnehøj Allé / WE architecture

© Rozbeh Zavari© Marc Jay© Rozbeh Zavari© Rozbeh Zavari+ 21

Copenhague, Dinamarca
  • Arquitetos: WE architecture
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  1580
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2019
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Keflico

Usina de energia e centro de recreação urbana CopenHill / BIG

© Laurian Ghinitoiu© Soren Aagaard© Rasmus Hjortshoj© Dragoer Luftfoto+ 19

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  41000
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2019

CopenHill: a usina de energia com uma pista de esqui na cobertura projetada pelo BIG

Após quase uma década em construção, a usina de geração de energia a partir de resíduos CopenHill, imaginada pela primeira vez pelo Bjarke Ingels Group, foi finalmente inaugurada em Copenhague. O ArchDaily cobriu inicialmente o projeto do BIG em janeiro de 2011, mas a usina incluiria posteriormente ideias hedonísticas do primeiro gerador de anéis de vapor do mundo e o financiamento coletivo através do Kickstarter. Hoje, o projeto cumpriu muitas de suas promessas e a CopenHill permanece como um zeitgeist arquitetônico moderno, refletindo a própria evolução do BIG.

© Justin Hummerston© Laurian Ghinitoiu© Soren Aagaard© Dragoer Luftfoto+ 14

O que as escolas mais inovadoras do século XXI têm? 8 exemplos que você precisa conhecer

Se pensarmos como era o sistema educativo antigamente, percebemos que tanto a pedagogia aplicada nas escolas, como as infraestruturas escolares, eram muito diferentes do sistema atual. O modelo educativo do século XX poderia ser definido como similar ao 'modelo espacial das prisões, sem interesse nenhum em estimular uma formação integral, flexível e versátil', como já foi exposto há algum tempo aqui no ArchDaily.

Entretanto, agora, nos encontramos em uma época em que as transformações sociais, econômicas e os avanços na tecnologia têm criado uma sociedade mais global na qual a informação e a aprendizagem são cada vez mais acessíveis. Esta mudança radical tem transformado a sociedade em que vivemos, tornando obsoleto o modelo educativo atual baseado em um ensino rígido e unidirecional.

Desta maneira, existem escolas que não somente romperam com o modelo de ensino tradicional, mas também, traçaram novas referências educativas internacionais, explorando novos paradigmas e abrindo novas possibilidade dentro do desenho dos espaços educacionais. Posto que a arquitetura como os modelos educativos costumam refletir a ideologia de uma sociedade, como se define a escola do século XXI?

Vittra Telefonplan / Rosan Bosch. Image Hakusui Nursery School / Yamazaki Kentaro Design Workshop. Image Cortesía de Yamazaki Kentaro Design WorkshopKwel Ka Baung School / A.gor.a Architect. Image Cortesía de Agora ArchitectsJardim de Infância de Cultivo / Vo Trong Nghia Architects. Imagem © Hiroyuki Oki+ 31

Christensen & Co. projeta novos espaços de aprendizado em Copenhague

O escritório Christensen & Co Architects projetou a Nordøst Amager School, uma escola em Copenhague que oferece novos tipos de espaços para uma experiência de aprendizado fora dos padrões tradicionais. A escola também funciona como centro de atividades para adultos e crianças.

Oito exemplos de que é possível despoluir os rios urbanos

O crescimento urbano desenfreado – e frequentemente desordenado - somado à falta de investimentos do poder público e à ausência de campanhas de conscientização da população – ou mais profundamente, ausência de educação pública de qualidade – faz com que uma parcela considerável dos rios brasileiros não receba o tratamento que mereceria.  Ausência de sistemas de saneamento e descarte de resíduos industriais são vilões de peso neste panorama.

Museu do Design da Dinamarca / Cobe

© Rasmus Hjortshøj - COAST© Rasmus Hjortshøj - COAST© Rasmus Hjortshøj - COAST© Rasmus Hjortshøj - COAST+ 10

Copenhagen, Dinamarca
  • Arquitetos: COBE
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  780
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2018
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: AutoDesk, Frama

Casa de Voluntários da Cruz Vermelha / Cobe

© Rasmus Hjortshøj - COAST© Rasmus Hjortshøj - COAST© Rasmus Hjortshøj - COAST© Rasmus Hjortshøj - COAST+ 19

  • Arquitetos: COBE
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  750
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2017

Bjarke Ingels comenta sua pista de esqui na cobertura de uma usina em Copenhague

O arquiteto Bjarke Ingels aparece em um novo documentário sobre a usina de reciclagem Amager Bakke em Copenhague. Conhecida por sua pista de esqui na cobertura, a usina aquece 60 mil residências por ano a partir de resíduos gerados pela população da capital dinamarquesa, além de abastecer com energia elétrica mais de 30 mil lares.

BIG projeta hotel de 18 pavimentos em parque de diversões no centro de Copenhague

O escritório de arquitetura dinamarquês BIG, acaba de revelar o projeto de um novo hotel que será construído dentro dos Jardins do Tivoli, um emblemático parque de diversões da cidade de Copenhague. Conhecido como H.C. Andersen Hotel, a estrutura de 18 pavimentos assumirá a forma de um pagode para tornar-se o novo símbolo do Tivoli. Desenvolvido para o icônico parque de diversões do centro da capital dinamarquesa, o projeto inclui a reforma e a ampliação do histórico edifício do castelo de 1893, bem como a renovação do Pavilhão Panorama, construído em 1883. Projetado por Bjarke Ingels e companhia, o edifício do Hotel será a mais nova adição na estrutura do Tivoli, como mais um capítulo que se escreve sobre um palimpsesto arquitetônico.

Escola Europeia de Copenhagen / NORD Architects + Vilhelm Lauritzen Architects

© Adam Mørk© Adam Mørk© Adam Mørk© Adam Mørk+ 29

Copenhagen, Dinamarca
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  14000
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2018
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Cetonia, Danish Brickmakers, Egernsund Tegl, Elverdal, Schüco, +1