1. ArchDaily
  2. Paisagismo

Paisagismo: O mais recente de arquitetura e notícia

Inscrições abertas: De Dentro Pra Fora - espaço de experiências urbanas coletivas

Qual é a cidade que queremos? como as atividades efêmeras dentro de um lote pode inspirar a criação de lugares urbanos identitários, especiais?

Tapeçaria natural: jardins verticais internos em diferentes tipologias de projetos

Como condição intrínseca à essência do homem, buscamos constantemente o contato com a natureza, independente das qualidades físicas ou geográficas nas quais nos encontramos. Cada vez mais afastados da natureza dita selvagem, articulamos meios e estratégias para que ela ainda se mantenha presente em nosso cotidiano, mesmo que seja por ínfimos instantes.

Nesse sentido, existem inúmeras maneiras pelas quais se faz possível domesticar a natureza, gesto que acompanha a história da humanidade, sempre desafiando limites técnicos e causando fascínio. Os jardins internos verticais são um exemplo disso.

Residência Varanda / sigit.kusumawijaya © M. Ifran NurdinSalão de Beleza Lushe Beauty / Roby Macedo arquitetura e design. © Jesus PerezCasa DS / Studio Arthur Casas © Ricardo LabougleApartamento KTS / Triplex Arquitetura © Ricardo Bassetti+ 20

Intervenção Temporária Minor Paradises / studiolibani + Civil Architecture

© Edmund Sumner© Edmund SumnerCortesia de Civil Architecture x studiolibaniCortesia de Civil Architecture x studiolibani+ 17

Resultado do concurso de requalificação da Avenida Bernardo Monteiro em Belo Horizonte

Em 2019, na data de seu aniversário de fundação, Belo Horizonte ganhou um presente sob a forma de um concurso de arquitetura. De abrangência nacional, o certame buscava reunir estudos técnicos preliminares para a requalificação do conjunto histórico e paisagístico da Avenida Bernardo Monteiro.

Este conjunto, caracterizado pelo maciço arbóreo formado por uma grande quantidade de Ficus de grande porte e copas frondosas, foi acometido por infestações da chamada “mosca-branca-de-ficus”, que causaram desfolhamento e ressecamento de galhos e ramos, levando a um total comprometimento de muitos dos exemplares desta espécie, prejudicando a referência histórico-cultural e o caráter de uso público do local e gerando a necessidade de remanejamento das feiras de artesanato, flores, comidas e antiguidades que aí funcionavam.

Curso de Extensão - Infraestrutura Verde - SbN para a Gestão das Águas Urbanas

Infraestrutura Verde - Soluções Baseadas na Natureza para a Gestão de Águas Urbanas

Curso de Extensão EAD - Universidade Livre Oswaldo Cruz

Através de conteúdos teóricos, diretrizes técnicas e um exercício prático, o curso tem como objetivo fundamentar as bases que habilitarão os estudantes e profissionais para o desenvolvimento de projetos de Infraestrutura Verde.

Infraestrutura Verde é um método de planejamento e projeto paisagístico que se fundamenta na criação de uma rede de paisagens multifuncionais verde-azuis (vegetação e sistema hídrico) composta de paisagens naturais e espaços tratados com Soluções Baseadas na Natureza (SbN) como jardins de chuva e wetlands construídos que aperfeiçoam

Espaços de cura na China: o papel da arquitetura na experiência sensorial do espaço

Quais são os elementos e qualidades que fazem de um determinado espaço um lugar capaz de promover o nosso bem estar físico e mental? Como podemos projetar espaços saudáveis para o nosso corpo e para a nossa mente? O que faz de um espaço agradável de se viver e sustentável ao mesmo tempo?

Essas são algumas das questões que não podemos esquecer de considerar quando projetamos nossos espaços e edifícios em uma era onde a indústria da construção civil parece subjugada às regras impostas pelo mercado imobiliário. O que nos leva a construir edifícios cada dia mais altos e centros urbanos sempre mais densos? Como os espaços que habitamos diariamente nos fazem sentir física e mentalmente? Estamos felizes e tranquilos quando estamos em casa ou no trabalho? Se não, quais seriam as estratégias possíveis que nos levariam a projetar edifícios e ambientes capazes de nos trazer equilíbrio e paz de espírito? Neste artigo, procuramos desvendar as diferentes características que fazem de um espaço um lugar de bem-estar e serenidade.

Patrimônio e paisagismo: João Mendes Ribeiro sobre a reabilitação do Jardim Botânico de Coimbra

Com objetivo de conhecer os arquitetos, os projetos e as histórias por trás da arquitetura portuguesa de referência, Sara Nunes, da produtora de filmes de arquitetura Building Pictures, lançou o podcast No País dos Arquitectos, em que conversa com importantes nomes da arquitetura portuesa contemporânea.

Em seu primeiro episódio, Sara conversou com o arquiteto João Luís Carrilho da Graça sobre seu Terminal de Cruzeiros em Lisboa. Agora, para a segunda entrevista, recebe João Mendes Ribeiro para uma conversa acerca de temas como patrimônio, reuso de antigas estruturas e arquitetura da paisagem, a partir do projeto de reabilitação da estufa do Jardim Botânico de Coimbra, cidade onde o arquiteto mantém seu escritório. Leia a entrevista na íntegra ou ouça o podcast, a seguir.

Recuperação da Estufa do Jardim Botânico / João Mendes Ribeiro. Image © José CamposRecuperação da Estufa do Jardim Botânico / João Mendes Ribeiro. Image © José CamposRecuperação da Estufa do Jardim Botânico / João Mendes Ribeiro. Image © José CamposRecuperação da Estufa do Jardim Botânico / João Mendes Ribeiro. Image © José Campos+ 12

Arquitetura peruana: 10 residências com pátios internos

Casa Gato / Martin Dulanto. Image Casa M+L / Domenack Arquitectos. Image Casa Cachalotes / Oscar Gonzalez Moix. Image Casa Patios / Riofrio+Rodrigo Arquitectos. Image + 21

Com excessão de alguns casos isolados, ao longo de todo o território do Peru—seja no litoral, na serra ou na selva amazônica—, o clima do país conserva características de regiões tropicais ou subtropicais, sendo que as diferenças entre as temperaturas médias durante o inverno e o verão não são muito significativas. Devido a sua localização e característica geográfica específica, a temperatura em todo o país oscila entre os 15° C e os 27° C ao longo do ano, sendo atípicas situações de frio ou calor extremo. Por este motivo, a relação entre arquitetura e a paisagem assim como entre os espaços interiores e exteriores, é um elemento de projeto muito explorado pela grande maioria dos arquitetos e arquitetas do país.

IGA Berlin / Hanazaki Paisagismo

© Yuri Seródio© Yuri Seródio© Yuri Seródio© Yuri Seródio+ 25

  • Arquitetos Paisagistas: Hanazaki Paisagismo
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  384
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2017

Pavilhão e Jardim São Geraldo / SAINZ arquitetura + Marina Pimentel Paisagismo

© Haruo Mikami© Haruo Mikami© Jomar Brangança© Jomar Brangança+ 18

Setor de Industrias Graficas, Brasil
  • Arquitetos: SAINZ arquitetura; Arquitetos Paisagistas: Marina Pimentel Paisagismo
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  850
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2019
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Hunter Douglas, Castellato, GRAPHISOFT, São Geraldo, VR - HTC Vive

Lançamento online | Pequeno guia da botânica modernista

Lançamento online | Pequeno guia da botânica modernista, de Ana Carolina Carmona Ribeiro

Conversa com participação da autora e dos convidados Aracy Amaral, Vladimir Bartalini (FAU-USP), Anderson Santos (Escola de Botânica) e Elisabete Ribas (IEB-USP) | Mediação Roberto Rüsche

Realização: Programa de Ação Cultural (ProAC) da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo | Apoio: Escola de Botânica

Infraestrutura Verde - Soluções Baseadas na Natureza (SbN) para a gestão das águas urbanas

Curso de Extensão
Infraestrutura Verde - Soluções Baseadas na Natureza (SbN) para a gestão das águas urbanas

Infraestrutura Verde é um método de projeto paisagístico fundamentado na criação de uma rede de paisagens verde-azul (vegetação e sistemas hídricos) que desempenham funções infraestruturais ao mesmo tempo em que fornecem Serviços Ecossistêmicos às cidades. Na infra verde o projeto é pensado a partir das potencialidades e limitações biogeofísicas das paisagens e a gestão das águas é feita por meio de técnicas de design, denominadas Soluções Baseadas na Natureza, como jardins de chuva, canteiros pluviais, bacias de infiltração vegetada e wetlands, que adaptam as infraestruturas

Flora do Brasil 2020: biblioteca digital gratuita da biodiversidade vegetal no país

Com quase cinquenta mil espécies vegetais – das quais mais da metade são endêmicas, ou seja, só existem naturalmente aqui – a flora brasileira é uma das mais diversas e ricas do mundo. Dados como estes fazem parte da maior e mais completa biblioteca virtual de botânica do país, o Flora do Brasil 2020, elaborado pelo Jardim Botânico do Rio de Janeiro.

Paisagismo, arquitetura paisagista e a qualidade de vida nas cidades

Atualmente, um dos campos mais promissores para quem trabalha com projetos é aquele que envolve o planejamento das áreas livres, naturais e urbanizadas, que fazem parte da paisagem das cidades. O frágil equilíbrio dos sistemas hídricos urbanos e as consequências sociais da crise climática mundial são exemplos em larga escala dos impactos que a ausência de uma consciência sobre a importância dos ecossistemas naturais tem para a qualidade de vida nas cidades. E é neste sentido que devemos olhar com atenção para o papel do projeto paisagístico e da arquitetura paisagista.

Jardins e a reconexão com a natureza: 11 projetos que diluem os limites entre interior e exterior

Os jardins sempre estiveram presentes nas composições arquitetônicas como testemunhas do momento cultural, do status e da religiosidade dos povos. Entretanto, há algumas décadas, é possível perceber um fortalecimento dessa relação entre arquitetura e espaços verdes. Uma situação que culminou em 2020, com grande aumento do protagonismo dos ambientes verdes, muito relacionado a pandemia do Covid-19 e o isolamento social que ela tem provocado.  Nesse sentido, relação da casa com jardim se consolidou, de pequenos vasos em apartamentos no centro das cidades a exuberantes projetos paisagísticos dentro e ao redor de residências, representando – em diversas escalas – a busca pela reconexão com a natureza.

Residência FL / Jacobsen Arquitetura. Imagem © Fernando Guerra | FG+SGResidência Flick / Delution. Imagem © Fernando GomulyaCasa CH / ODDO architects. Imagem © Hoang Le photographyCasa Villa Lobos / Una Arquitetos. Imagem © Nelson Kon+ 13

Como são montados os jardins verticais?

Há cerca de trinta anos o paisagista francês Patrick Blanc tornou-se pioneiro na implantação de jardins verticais em Paris e posteriormente, em outras cidades pelo mundo. Por meio da criação de estruturas verticais capazes de comportar e nutrir espécies vegetais, o sistema permite que espécies possam crescer e ainda reduzir consideravelmente a temperatura interna de edifícios quando instaladas em suas fachadas, possibilitando expansão de áreas verdes pela inversão de suas áreas, do solo (horizontal) às empenas (vertical).

A prática de Blanc trouxe um conjunto de ações posteriores, reconhecendo os valores dos espaços verdes e sua contribuição às políticas sociais, ambientais e urbanas.