1. ArchDaily
  2. Paisagismo

Paisagismo: O mais recente de arquitetura e notícia

Áreas verdes estratégicas: como aproveitar ao máximo seus efeitos de resfriamento

As áreas verdes são consideradas uma das formas mais adequadas e acessíveis para mitigar os efeitos do aumento das temperaturas nos ambientes urbanos. À medida que o clima global aquece, as cidades em todo o mundo enfrentam ondas de calor mais frequentes e extremas, colocando seus cidadãos em risco. Muitas cidades estão adotando estratégias para reduzir o impacto das ilhas de calor urbanas, que são geradas quando a cobertura natural do solo é substituída por superfícies que absorvem e retêm calor, como pavimentos e edifícios. Isso aumenta a temperatura em vários graus. As cidades têm seu microclima, influenciado por esse fenômeno aliado a uma série de fatores muitas vezes esquecidos. Para que uma estratégia climática seja eficiente, todos os fatores precisam ser levados em consideração.

Áreas verdes estratégicas: como aproveitar ao máximo seus efeitos de resfriamentoÁreas verdes estratégicas: como aproveitar ao máximo seus efeitos de resfriamentoÁreas verdes estratégicas: como aproveitar ao máximo seus efeitos de resfriamentoÁreas verdes estratégicas: como aproveitar ao máximo seus efeitos de resfriamento+ 12

CasaCor 2022: quando as memórias inspiram o espaço

Casa Coral / Marcelo Salum. Foto: Divulgação. © Denilson Machado.
Casa Coral / Marcelo Salum. Foto: Divulgação. © Denilson Machado.

Celebrando seus 35 anos, esta edição da CasaCor reúne projetos de 68 renomados profissionais distribuídos em mais de 10mil m² dentro do ícone do modernismo paulistano, o Conjunto Nacional. Sob o tema “Infinito Particular”, a mostra desse ano se concentra no acúmulo temporal, na história contada e que contamos sobre nós mesmos. Nesse universo de formas de habitar o mundo, e dos rastros que deixamos ao nosso redor, desde a gordura dos dedos nas paredes até a poeira que trazemos na sola de nossos sapatos, estamos sempre buscando algo que é só nosso, inesgotavelmente próprio.

CasaCor 2022: quando as memórias inspiram o espaçoCasaCor 2022: quando as memórias inspiram o espaçoCasaCor 2022: quando as memórias inspiram o espaçoCasaCor 2022: quando as memórias inspiram o espaço+ 12

CASACOR São Paulo ocupa o Conjunto Nacional na Avenida Paulista

Conjunto Nacional – CASACOR São Paulo 2022 | Ulisses Agnelli/CASACOR
Conjunto Nacional – CASACOR São Paulo 2022 | Ulisses Agnelli/CASACOR

A maior e mais completa mostra de arquitetura, design de interiores e paisagismo das Américas, esta edição comemorativa dos 35 anos da CASACOR São Paulo leva criatividade e inovação ao coração da cidade. O Conjunto Nacional, na Avenida Paulista, importante edifício moderno do arquiteto David Libeskind, foi escolhido para sediar o evento, e será mais um grande protagonista dessa grande celebração.

Para além do bangalô: a evolução da arquitetura residencial nas Filipinas

A história e a cultura das Filipinas se refletem em sua herança arquitetônica, com inúmeras influências de outras nações abrindo caminho para os designs contemporâneos que vemos hoje, uma mistura de influências culturais entre os edifícios de estilo ocidental. A arquitetura filipina cresceu junto com o progresso da nação e de seu povo, mas as memórias de um passado de glórias ainda estão atreladas à história da nação.

A atual arquitetura filipina é fruto de um autêntico crescimento que enriqueceu a recepção de suas influências. Sua paisagem arquitetônica é um contraste entre pequenas cabanas tradicionais; imponentes fortificações coloniais espanholas; arquitetura americana; e as estruturas contemporâneas e concretas das cidades de hoje em dia. Como resultado, as Filipinas se tornaram um caldeirão arquitetônico. Este artigo explora as maneiras pelas quais a arquitetura nas Filipinas evoluiu desde seus humildes projetos iniciais até as estruturas imponentes que vemos hoje.

Para além do bangalô: a evolução da arquitetura residencial nas FilipinasPara além do bangalô: a evolução da arquitetura residencial nas FilipinasPara além do bangalô: a evolução da arquitetura residencial nas FilipinasPara além do bangalô: a evolução da arquitetura residencial nas Filipinas+ 19

Bas Smets vence concurso para o novo paisagismo da Catedral de Notre Dame

Cortesia de Bureau Bas Smets
Cortesia de Bureau Bas Smets

Em paralelo com as obras de restauração em andamento na catedral de Notre Dame de Paris, a cidade lançou um concurso de arquitetura para a revitalização dos arredores da catedral. Em 27 de junho, o júri anunciou a equipe liderada pelo paisagista Bas Smets como vencedora do concurso. O projeto, previsto para começar em 2024, irá reimaginar a praça e os estacionamentos subterrâneos abaixo dela, incluindo a cripta arqueológica, a praça Jean XXIII localizada atrás da catedral, as margens do rio Sena e as ruas adjacentes. Este extenso projeto visa trazer os parisienses de volta ao coração de Paris e receber os 12 milhões de visitantes que chegam a cada ano em melhores condições.

Bas Smets vence concurso para o novo paisagismo da Catedral de Notre DameBas Smets vence concurso para o novo paisagismo da Catedral de Notre DameBas Smets vence concurso para o novo paisagismo da Catedral de Notre DameBas Smets vence concurso para o novo paisagismo da Catedral de Notre Dame+ 10

Escritórios biofílicos: paisagismo no ambiente de trabalho

O design biofílico é capaz de melhorar o bem-estar dos usuários de um espaço a partir da reconexão com a natureza. Quando essa prática é colocada em escritórios e ateliês, essa propriedade se traduz em muitos benefícios. Afinal, além das qualidades emocionais que a vegetação pode trazer, ela tem a capacidade de filtrar ruídos, iluminação e permitir um clima mais ameno, resultando na produtividade da equipe e em serviços mais otimizados.

Escritórios biofílicos: paisagismo no ambiente de trabalhoEscritórios biofílicos: paisagismo no ambiente de trabalhoEscritórios biofílicos: paisagismo no ambiente de trabalhoEscritórios biofílicos: paisagismo no ambiente de trabalho+ 30

O paisagismo como protagonista em 13 projetos residenciais

Ambientes saudáveis e visualmente atraentes se tornaram alvo de um interesse renovado quando se trata de projetar casas e espaços residenciais, especialmente no contexto global atual. Um modo de alcançar isso é por meio de um cuidadoso projeto paisagístico que complemente a arquitetura. A arte do paisagismo é o arranjo de elementos da natureza combinados com elementos arquitetônicos, como estruturas externas e pavimentação, a fim de criar soluções específicas que melhorem a qualidade dos espaços. 

O paisagismo como protagonista em 13 projetos residenciaisO paisagismo como protagonista em 13 projetos residenciaisO paisagismo como protagonista em 13 projetos residenciaisO paisagismo como protagonista em 13 projetos residenciais+ 34

Escadas com jardim: um paisagismo oportuno

Casa Estreita de Tijolos / Srijit Srinivas - ARCHITECTS. Foto: © Justin Sebastian
Casa Estreita de Tijolos / Srijit Srinivas - ARCHITECTS. Foto: © Justin Sebastian

De papel relevante na composição espacial, as escadas podem gerar dinamismo no espaço e trazer o movimento do corpo para a arquitetura. Em alguns projetos, elas ganham um destaque ainda maior ao serem acompanhadas por um desenho paisagístico, que traz o verde para os interiores e transforma o modo como percebemos o espaço ao mesmo tempo que brinda diversas vantagens para o usuário.

Escadas com jardim: um paisagismo oportunoEscadas com jardim: um paisagismo oportunoEscadas com jardim: um paisagismo oportunoEscadas com jardim: um paisagismo oportuno+ 20

Paisagismo sustentável para o Brasil: Integrando natureza e humanidade no século XXI

O que pode vir a ser paisagismo sustentável no Brasil? O que é realmente importante em nossa realidade ambiental? Com linguagem acessível e baseado em ciência e prática, esse livro procura compreender o passado e o presente e pensar o futuro, buscando caminhos para essas respostas. Escrita ao longo de sete anos, é uma obra para profissionais, amadores e interessados no tema.

No paisagismo, sustentabilidade é tema multidisciplinar e aborda a multifuncionalidade da paisagem, abrangendo, entre muitos outros, aspectos ambientais, sociais e econômicos, dentro de estratégias restauradoras, preservacionistas e responsáveis por benefícios ao meio ambiente e para a sociedade, algo que

Interiores brasileiros: 10 projetos com jardim interno

Em tempos marcados pelo isolamento, muito se tem discutido sobre a importância da vegetação nos espaços internos como forma de nutrir a fundamental relação com a natureza. Presentes tanto em residências quanto em espaços comerciais, esses resquícios verdes auxiliam no bem-estar e conforto emocional dos ocupantes.  

Além da relação psicológica, um jardim interno bem projetado e posicionado pode ajudar também na purificação do ar e no conforto térmico do ambiente. Para tanto, se deve levar em consideração alguns fatores como orientação solar, ventilação e, claro, escolha adequada das espécies que melhor se adaptam ao clima onde serão inseridas.

Interiores brasileiros: 10 projetos com jardim internoInteriores brasileiros: 10 projetos com jardim internoInteriores brasileiros: 10 projetos com jardim internoInteriores brasileiros: 10 projetos com jardim interno+ 11

“Yo lo ví caer”: uma obra sobre o impacto de dois meteoritos no Uruguai

Através da construção de uma ficção, esta obra de Federico Lagomarsino se apresenta enquanto uma paisagem, com o objetivo de criar uma imagem de tudo o que acontece na sociedade contemporânea quando algum evento ou ocorrência singular ocorre, como, nesta ocasião, a queda dos dois maiores meteoritos detectados até hoje na América do Sul.

12 Plantas para cultivar em ambientes internos

Qualquer ambiente fica mais aconchegante com uma planta. Não é preciso ter uma grande sacada para cultivá-las, muitas espécies se desenvolvem bem na sala, cozinha e até banheiro, com pouca manutenção e não ocupando muito espaço. Os vasos e cachepôs onde se desenvolvem são uma boa aposta na composição de ambientes bem decorados. As flores acrescentam cor e diversidade para todos os ambientes, mas vale lembrar que as espécies que não produzem flores realizam menos fotossíntese e, portanto, exigem quantidades menores de sol e portanto são mais indicadas para serem cultivadas dentro de casa. Importante ressaltar que os nomes populares podem variar muito, e por isso deve-se atentar sempre para seus nomes científicos na hora de escolher suas espécies.

12 Plantas para cultivar em ambientes internos12 Plantas para cultivar em ambientes internos12 Plantas para cultivar em ambientes internos12 Plantas para cultivar em ambientes internos+ 13

Arquitetura peruana: 10 residências com pátios internos

Arquitetura peruana: 10 residências com pátios internosArquitetura peruana: 10 residências com pátios internosArquitetura peruana: 10 residências com pátios internosArquitetura peruana: 10 residências com pátios internos+ 21

Com excessão de alguns casos isolados, ao longo de todo o território do Peru—seja no litoral, na serra ou na selva amazônica—, o clima do país conserva características de regiões tropicais ou subtropicais, sendo que as diferenças entre as temperaturas médias durante o inverno e o verão não são muito significativas. Devido a sua localização e característica geográfica específica, a temperatura em todo o país oscila entre os 15° C e os 27° C ao longo do ano, sendo atípicas situações de frio ou calor extremo. Por este motivo, a relação entre arquitetura e a paisagem assim como entre os espaços interiores e exteriores, é um elemento de projeto muito explorado pela grande maioria dos arquitetos e arquitetas do país.

Paris aprova projeto paisagístico de Gustafson Porter + Bowman para os arredores da Torre Eiffel

© MIR
© MIR

A Prefeitura de Paris aprovou o projeto paisagístico de Gustafson Porter + Bowman para os arredores da Torre Eiffel. O projeto é resultado de uma competição internacional de 2019 que buscou redesenhar o eixo de 2 quilômetros que leva à Torre Eiffel, conectando Place du Trocadéro, Palais de Chaillot, Pont d'Iéna, Champ de Mars e a Academia Militar. O plano paisagístico redefine este icônico espaço verde em Paris, aumentando as áreas verdes em 35% e adicionando mais de 200 novas árvores, além de tornar a ponte de Iena exclusiva para pedestres.

Paris aprova projeto paisagístico de Gustafson Porter + Bowman para os arredores da Torre EiffelParis aprova projeto paisagístico de Gustafson Porter + Bowman para os arredores da Torre EiffelParis aprova projeto paisagístico de Gustafson Porter + Bowman para os arredores da Torre EiffelParis aprova projeto paisagístico de Gustafson Porter + Bowman para os arredores da Torre Eiffel+ 8

Novos espaços verdes não precisam levar à gentrificação

Décadas de renovação urbana, enraizadas em políticas de planejamento racistas, criaram as condições para que a gentrificação ocorresse nas cidades norte-americanas. Mas a principal preocupação com a gentrificação hoje é o deslocamento, que afeta principalmente as comunidades marginalizadas moldadas por um histórico de acesso negado a hipotecas. Na Conferência ASLA 2021 sobre Arquitetura Paisagística em Nashville, Matthew Williams e o Departamento de Planejamento da Cidade de Detroit, mostraram preocupação de que novos espaços verdes em sua cidade aumentem o valor de mercado das casas e "prejudiquem as comunidades marginalizadas". Entretanto, o investimento em espaços verdes não precisa necessariamente gerar o deslocamento dessas pessoas: se o projetos forem liderados pelas comunidades, podem gerar benefícios para todos.

Novos espaços verdes não precisam levar à gentrificaçãoNovos espaços verdes não precisam levar à gentrificaçãoNovos espaços verdes não precisam levar à gentrificaçãoNovos espaços verdes não precisam levar à gentrificação+ 13

Como aproveitar os recuos laterais?

Residência Cobogó / CHX Arquitetos. Foto: © Pedro Kok
Residência Cobogó / CHX Arquitetos. Foto: © Pedro Kok

Os recuos laterais configuram a distância que deve haver entre a construção e o limite lateral do terreno. Planos diretores, código de obras ou leis de zoneamento determinam o afastamento mínimo que deve ser obdecido para garantir que a construção usufrua de uma melhor aeração, insolação e permeabilidade. Embora esse recurso traga diversas qualidades para o ambiente construído, muitas pessoas não sabem como aproveitar o espaço dado pelo recuo e, muitas vezes, ele se torna apenas um corredor de passagem. 

Como aproveitar os recuos laterais? Como aproveitar os recuos laterais? Como aproveitar os recuos laterais? Como aproveitar os recuos laterais? + 16

Conheça os vencedores do concurso para a requalificação da Avenida 25 de Julho em Flores da Cunha-RS

O concurso nacional para a requalificação da Avenida 25 de Julho em Flores da Cunha-RS, organizado pela Prefeitura Municipal da cidade, em parceria com o Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento do RS (IAB RS) e com o apoio do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do RS (CAU/RS) e da Associação Brasileira de Arquitetos Paisagistas (ABAP), divulgou a lista de projetos premiados. 

Os melhores projetos brasileiros de paisagismo de 2021

Os melhores projetos brasileiros de paisagismo de 2021Os melhores projetos brasileiros de paisagismo de 2021Os melhores projetos brasileiros de paisagismo de 2021Os melhores projetos brasileiros de paisagismo de 2021+ 33

Pensar em pontos de foco, biomas, espaços de descanso, criar ritmo junto da arquitetura, como facilitar a manutenção e fruição dos espaços, são apenas alguns dos desafios de um projeto paisagístico. Hoje, mais do que servir como um elemento de composição espacial, a relação entre o paisagismo e o espaço construído é cada vez mais valorizada ao passo que compreendemos como a presença da natureza é benéfica para a saúde e conforto humano e de outras espécies. Assim, pensar e projetar a paisagem se tornou um exercício cada vez mais complexo e valorizado.