Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Mvrdv

Mvrdv: O mais recente de arquitetura e notícia

MVRDV vence concurso para o Centro Internacional Shimao ShenKong em Shenzhen

O MVRDV acaba de ser escolhido como o grande vencedor do consumo de projetos para o Centro Internacional Shimao ShenKong na China, sobressaindo-se à uma seleta lista de outros vinte e sete finalistas. A proposta apresentada pelos arquitetos holandeses propõe a construção de um complexo de uso misto de mais de cem mil metros quadrados em pleno coração do Campus da Universiade de New Town, implantada no distrito de Longgang em Shenzhen.

© Atchain © Atchain © Atchain © Atchain + 8

Airbnb lança concurso de US$ 1 milhão para as "ideias mais loucas de casa"

O Airbnb lançou um fundo de projeto de US$ 1 milhão para financiar 10 casas "não convencionais e incomuns". Procurando as “ideias mais loucas para habitações”, o programa, chamado de Unique Airbnb Fund, terá a estrutura de um concurso e terá como jurados o ator Billy Porter, o sócio do MVRDV, Fokke Moerel, e a super anfitriã do Airbnb, Kristie Wolfe. Cada um dos finalistas receberá uma quantia para tornar realidade suas excêntricas propostas.

Cortesia de Airbnb Cortesia de Airbnb Cortesia de Airbnb Cortesia de Airbnb + 13

MVRDV e Airbus apresentam projeto inovador que pretende transformar a mobilidade urbana de nossas cidades

Em parceria com a Airbus, a Bauhaus Luftfahrt, a ETH Zurich e a Systra, o MVRDV está desenvolvendo um projeto piloto para a Urban Air Mobility (UAM), uma iniciativa voltada a criação de um sistema de transporte aéreo seguro e eficiente que pretende transformar para sempre o mercado de transporte de bens e pessoas em nosso planeta. Como a culminação de uma extensa pesquisa, a Urban Air Mobility é uma iniciativa que pretende dar forma a um novo conceito de mobilidade urbana.

Cortesia de MVRDV Cortesia de MVRDV Cortesia de MVRDV Cortesia de MVRDV + 18

Projetando ícones: a nova arquitetura Albanesa

A arquitetura da Albânia está associada ao mar e à herança cultural do país. Limitada por Montenegro, Kosovo, Macedônia do Norte e Grécia, a república abrange o Mar Adriático e o Mar Jônico, enquanto se conecta ao Mediterrâneo. Com o tempo, a Albânia sofreu uma confluência de diferentes civilizações e culturas, cada uma moldando o atual ambiente construído.

© Besart Cani © Christian Richters © Stefano Graziani © Filip Dujardin + 11

MVRDV vence concurso para o plano diretor do novo distrito criativo de Potsdam

O MVRDV acaba de vencer mais um concurso de arquitetura. O escritório holandês será responsável pelo desenvolvimento de um plano diretor para um novo distrito cultural e criativo no coração da cidade de Potsdam, na Alemanha. O projeto, desenvolvido sob encomenda para os empreendedores da Glockenweiß, o qual foi muito bem recebido pela comissão organizadora do concurso, principalmente por propor uma ocupação mais eficiente do espaço, disponibilizando uma área útil maior do que o que havia sido previsto pelas bases do concurso.

© MVRDV © MVRDV © MVRDV © MVRDV + 10

MVRDV divulga projeto de cidade inteligente para a companhia Tencent na China

O MVRDV acaba de divulgar imagens de sua proposta para o concurso da nova sede da Tencent, localizado na Baía de Qianhai, Shenzhen, China. Destacando o potencial ecológico da tecnologia das smart cities, o projeto prevê um distrito urbano completo, incluindo escritórios, residências para funcionários da Tencent, unidades comerciais, instalações públicas, escolas e um centro de conferências.

© Atchain © Atchain © Atchain © Atchain + 26

MVRDV projeta novo Centro de Exposições para a cidade de Utrecht

MVRDV em parceria com o Jaarbeurs, o Centro de Exposições e Convenções da cidade de Utrecht na Holanda, projetou um novo plano diretor para a área, incluindo um novo edifício com uma mega cobertura jardim para o complexo do centro de exposições da cidade. O sócio fundador da MVRDV, Winy Maas, disse que o principal objetivo deste projeto é criar “um novo jardim para a cidade de Utrecht”. O novo Jaarbeurs foi projetado para ser um edifício sustentável, aberto para a cidade em todas as direções, e dotado de uma cobertura verde acessível e escalonada que conectará o topo do edifício aos espaços públicos do entorno através de uma série de terraços e jardins escalonados.

Cortesia de MVRDV Cortesia de MVRDV Cortesia de MVRDV Cortesia de MVRDV + 10

Bienal de Shenzhen & Hong Kong propõe uma reflexão crítica à respeito dos “olhos da cidade”

A ser inaugurada no próximo mês dezembro, a Bienal de Arquitetura e Urbanismo de Shenzhen (UABB), está sendo co-organizada pelas cidades de Shenzhen e Hong Kong. Sobre o mote “Urban Interactions”, a Bienal de Shenzhen de 2019 será a primeira a utilizar tecnologias de reconhecimento facial e inteligência artificial em suas exposições dedicadas, convidando a comunidade internacional de arquitetos a refletir sobre o impacto das tecnologias digitais no ambiente construído.

© Yung Ho Chang © Reparametrize Studio © The Center for Spatial Technologies © SEICHE + 35

MVRDV projeta edifício de uso misto de 23 pavimentos em San Francisco

Como parte do masterplan Mission Rock em San Francisco, nos EUA, o escritório holandês MVRDV projetou, em parceria com o Perry Architects, um edifício de 23 pavimentos de uso misto que inclui escritórios e unidades residenciais. A firma se junta a outros grandes nomes como Studio Gang, Henning Larsen e WORKac no desenvolvimento desta parte da cidade.

Anunciados os seis finalistas do concurso National Pulse Memorial & Museum em Orlando

Seis projetos finalistas do concurso National Pulse Memorial & Museum estão em exibição no Centro Histórico Regional do Condado de Orange, onde as pessoas podem conhecer e comentar os projetos, ajudando o júri a escolher a proposta vencedora que será anunciada no dia 30 de outubro.

MVRDV propõe novos usos para os canais de Haia em projeto desenvolvido junto com comunidade local

O MVRDV, em parceria com organizações comunitárias de Haia, desenvolveu uma proposta de recuperação dos antigos canais da cidade holandesa. Fechados no século XX, os canais serão reabertos com o objetivo de reanimar o centro histórico e fomentar a economia local.

Depois. Imagem © MVRDV 2018 Depois. Imagem © MVRDV 2018 Depois. Imagem © MVRDV 2018 Depois. Imagem © MVRDV 2018 + 18

MVRDV projeta primeiro acervo museográfico acessível ao público do mundo em Roterdã

O primeiro acervo museográfico de arte acessível ao público do mundo, projetado pelo MVRDV, está prestes a ser concluído em Roterdã. Chamado Depot Boijmans Van Beuningen, as obras do novo edifício foram celebradas com uma cerimônia que envolveu o museu, o município de Roterdã e o Stichting De Verre Bergen. O acervo abrigará o arquivo de 151.000 obras de arte do museu e será totalmente acessível ao público.

© Ossip van Duivenbode © Ossip van Duivenbode © Ossip van Duivenbode © Ossip van Duivenbode + 11

Analisando o "Manual of Section": o desenho arquitetônico mais intrigante

Para Paul Lewis, Marc Tsurumaki e David J. Lewis, o corte "é muitas vezes entendido como um tipo simplificado de desenho, produzido no final do processo de concepção para descrever condições estruturais e materiais para a etapa da construção."

Esta é uma definição muito familiar para a maioria das pessoas que estudam ou trabalham com a arquitetura. Muitas vezes pensamos primeiramente na planta baixa, pois nos permite abraçar as expectativas programáticas de um projeto e fornecer um resumo das várias funções necessárias. Na idade moderna, programas de software de modelagem digital oferecem cada vez mais possibilidades quando se trata de criar objetos tridimensionais complexos, tornando o corte uma reflexão ainda mais tardia.

Com o seu Manual of Section (Manual do Corte) lançado em 2016, os três sócios fundadores do LTL architects apresentam o corte como uma ferramenta essencial no projeto arquitetônico, e vamos admitir isso, essa leitura pode fazer você mudar de ideia sobre o tema. Para os co-autores, "pensar e projetar o corte requer a construção de um discurso sobre ele, reconhecendo-o como um local de intervenção." Talvez, na verdade, precisamos entender as capacidades dos desenhos em corte tanto para usá-los de forma mais eficiente, quanto para desfrutar ao fazê-los.

Bagsværd Church by Jørn Utzon (1976). Published in Manual of Section by Paul Lewis, Marc Tsurumaki, and David J. Lewis published by Princeton Architectural Press (2016). Image Courtesy of LTL Architects Notre Dame du Haut by Le Corbusier (1954). Published in Manual of Section by Paul Lewis, Marc Tsurumaki, and David J. Lewis published by Princeton Architectural Press (2016). Image Courtesy of LTL Architects United States Pavilion at Expo '67 by Buckminster Fuller and Shoji Sadao (1967). Published in Manual of Section by Paul Lewis, Marc Tsurumaki, and David J. Lewis published by Princeton Architectural Press (2016). Image Courtesy of LTL Architects The Solomon R. Guggenheim Museum by Frank Lloyd Wright (1959). Published in Manual of Section by Paul Lewis, Marc Tsurumaki, and David J. Lewis published by Princeton Architectural Press (2016). Image Courtesy of LTL Architects + 15

MVRDV projeta edifício jardim às margens do rio Dommel na Holanda

O MVRDV desenvolveu um projeto de edifício de uso misto para a pequena cidade holandesa de Sint-Michielsgestel, às margens do rio Dommel. A estrutura de fachada do edifício - construída como um “rack” de concreto - permite incorporar uma série de plantas transformando-o em uma floresta vertical. Desenvolvido em parceria com os arquitetos da Van Boven Architecten, o projeto foi concebido para ser um elemento de referência para a pequena vila, além de atender aos mais altos padrões de sustentabilidade.

MVRDV inicia a construção de conjunto de uso misto em Abu Dhabi

Cortesia de MVRDV Cortesia de MVRDV Cortesia de MVRDV Cortesia de IMKAN + 20

Pixel, o mais recente projeto da empresa holandesa MVRDV, está em construção e deve ser concluído até o final de 2021. O empreendimento de uso misto com base comunitária é o primeiro projeto no Makers District de Abu Dhabi, uma nova e inovadora área cosmopolita na Ilha Reem.

MVRDV reinaugura projeto Crystal Houses em Amsterdã

O projeto Crystal Houses, desenvolvido pelo escritório holandês MVRDV e inaugurado em 2016, acaba de ser reinaugurado - pouco mais de três anos depois de ter aberto as suas portas pela primeira vez. Localizado em uma das mais importantes vias comerciais de Amsterdã, a Hooftstraat, a Crystal Houses abrigou temporariamente uma loja da Chanel enquanto esperava por seu novo inquilino. A fachada do histórico edifício foi transformada em sua materialidade, substituindo a tradicional alvenaria de tijolos por peças de vidro, reforçando a fama de Amsterdã de não se dobrar aos anseios das lojas de luxo, jamais comprometendo o caráter histórico da arquitetura da cidade. O projeto da Crystal Houses recebeu alguns retoques e está pronta para receber outra luxuosa marca francesa, a Hermès.

Crystal Houses. Imagem © Daria Scagliola & Stijn Brakkee Crystal Houses. Imagem © Daria Scagliola & Stijn Brakkee Crystal Houses. Imagem © Daria Scagliola & Stijn Brakkee Crystal Houses. Imagem © Daria Scagliola & Stijn Brakkee + 10

Edifício-paisagem: mercado de alimentos do MVRDV começa a ser construído em Taiwan

O MVRDV inovou em um mercado atacadista de frutas e vegetais em Tainan, Taiwan. Definido por um telhado verde acessível e com terraços, o mercado ao ar livre servirá como um importante centro na cadeia de fornecimento de Taiwan e um destino para reuniões, socialização e observação da paisagem circundante.

Chamado de “Mercado de Frutas e Vegetais de Tainan Xinhua”, o projeto do MVRDV transforma um aspecto muitas vezes prosaico da indústria de alimentos em uma experiência pública com os alimentos e a natureza. Localizado em uma posição estratégica entre a cidade e as montanhas, com boas conexões com transportes públicos, o edifício fica em um ponto conveniente para os comerciantes, compradores e visitantes.

O projeto compreende uma estrutura aberta simples com tetos altos e ondulados que permitem a ventilação natural. Imagem © MVRDV O projeto honra o ambiente circundante. Imagem © MVRDV O mercado a céu aberto será também um importante ponto de encontro. Imagem © MVRDV O mercado de frutas e vegetais de Tainan Xinhua eleva uma parte prosaica da cadeia de fornecimento a um local onde o público pode experimentar alimentos. Imagem © MVRDV + 4

MVRDV e The Why Factory desenvolvem estratégias urbanas para o Manifesta 13 de Marselha

Em 2020, Marselha será a sede do Manifesta 13, a Bienal Européia de Arte Contemporânea. Como parte do planejamento para este importante evento artístico e cultural, o MVRDV foi contratado para desenvolver um trabalho de pesquisa interdisciplinar sobre os potenciais urbanos da cidade de Marselha, o qual foi desenvolvido em parceria com a The Why Factory - um ThinkTank coordenado pelo cofundador do MVRDV, Winy Maas.

O MVRDV desenvolveu uma profunda análise da cidade para compor um relatório em forma de um volume de 1200 páginas. Contando com entrevistas e uma série de levantamentos técnicos, o relatório aponta possíveis soluções e sugestões para futuras intervenções urbanas. Como parte dessa jornada de trabalho, o MVRDV esteve trabalhando full time em conjunto com a The Why Factory, o “think tank da cidade do futuro”. A estação de trabalho foi montada junto a Universidade de Delft, parceira no desenvolvimento das análises e relatórios para o Manifesta 13. Até agora, o feedback tem sido extremamente positivo. O relatório será agora posto em prática, “contextualizado, analisado e aperfeiçoado, uma ferramenta para os arquitetos repensarem os possíveis futuros para a cidade de Marselha”. O escopo do trabalho desenvolvido pelos holandeses servirá como um ponto de partida para o desenvolvimento de atividades artísticas e culturais, intervenções e instalações concebidas para o Manifesta 13.