1. ArchDaily
  2. Mvrdv

Mvrdv: O mais recente de arquitetura e notícia

MVRDV celebra o complexo de habitação social Fuggerei na Alemanha com instalação temporária

A MVRDV e a Fundação Fugger estão celebrando o 500.º aniversário do projeto de habitação social Fuggerei, o complexo habitacional mais antigo do mundo, com um pavilhão cerimonial e três propostas para a "Fuggerei do Futuro". A celebração apresenta um programa de cinco semanas de discussões e eventos interdisciplinares sobre habitação social e os atuais desafios globais. Em homenagem à ocasião, a MVRDV projetou o pavilhão 'NEXT500', que exibe um estudo do escritório sobre o "Fuggerei do Futuro", apresentando um novo código Fuggerei e três propostas para novos complexos similares ao redor do mundo.

© Eckhart Matthäus / MVRDV© Eckhart Matthäus / MVRDV© Eckhart Matthäus / MVRDV© Eckhart Matthäus / MVRDV+ 17

Instituições de arquitetura se unem em apoio à Ucrânia

Em 24 de fevereiro de 2022, a Rússia iniciou uma invasão em larga escala no território ucraniano. Sendo a maior crise de refugiados e o maior conflito armado no território europeu neste século até o momento, esta guerra está mobilizando pessoas em todo o mundo para pressionar as autoridades a encerrar o conflito armado. Personalidades e instituições do campo da arquitetura participaram desses atos de solidariedade, emitindo declarações, condenando ações e até encerrando atividades na Rússia. Da UIA ao MVRDV, e até organizações russas como o Instituto Strelka, o mundo da arquitetura está denunciando esses atos de violência e apoiando um cessar-fogo imediato.

Kyiv, Ukraine - September, 2021: Maidan Nezalezhnosti square - aerial drone view. Monument of Independence. Image via ShutterstockMVRDV,  usado em termos de "fair use"Instalação "Mirror Field". Imagem cortesia de BYHMCSinagoga Babyn Yar de Manuel Herz, imagem de Iwan Baan. Imagem cortesia de BYHMC+ 5

MVRDV projeta instalação na cobertura do Het Nieuwe Instituut em Roterdã

Preparando o cenário para o Mês da Arquitetura de Roterdã em junho, a MVRDV projetou uma plataforma temporária no Het Nieuwe Instituut em Roterdã. O espaço para eventos com 600 m² intitulado The Podium será elevado 29 metros e pintado com uma cor rosa choque, tornando-o visível a todos os pedestres no nível do solo. A instalação será aberta ao público em 1º de junho, coincidindo com a inauguração do Festival do Mês de Arquitetura de Roterdã, e continuará a ser utilizada para eventos até 17 de agosto.

© MVRDV© MVRDV© MVRDV© MVRDV+ 11

8 Projetos em que arquitetos adotaram o retrofit e o reuso adaptativo

OMA e Jason Long / Reutilização adaptativa da histórica estação de correios de Houston. Imagem © Leonid Furmansky
OMA e Jason Long / Reutilização adaptativa da histórica estação de correios de Houston. Imagem © Leonid Furmansky

Durante o ano passado, as práticas estabelecidas continuaram a defender a transformação das estruturas existentes, com a reutilização adaptativa e os retrofits cada vez mais se tornando um aspecto definidor da arquitetura contemporânea. Desde a renovação de estruturas históricas até a reutilização adaptativa de instalações obsoletas, a ideia de dar uma vida nova às construções existentes foi adotada como premissa para uma prática mais sustentável, mas também para reforçar a identidade urbana e cultural das cidades. Descubra oito projetos e obras recentemente concluídas que mostram uma nova prática comum de reutilização dos edifícios existentes.

GMP converte fábrica de aço de Xangai em academia de arte. Imagem © Willmore CGEdifício Marcel Breuer transformado em hotel. Imagem © Becker + Becker© Herzog & de Meuron. Imagem Station AIdea Factory / MVRDV. Image © Xia Zhi+ 9

Nove museus recém-inaugurados que enriquecem a cena artística e cultural ao redor do mundo

© Staatliche Museen zu Berlin, Nationalgalerie / Reinhard Friedrich
© Staatliche Museen zu Berlin, Nationalgalerie / Reinhard Friedrich

No ano passado, uma série de novos museus, ampliações e várias reformas em museus, abriram suas portas ao público, acrescentando uma nova dimensão à paisagem cultural ao redor do mundo. Desde a tão esperada reabertura da Neue Nationalgalerie em Berlim, até a fusão do Museu de Arte Jining de Ryue Nishizawa com a paisagem, e o reflexivo Art Depot da MVRDV. Descubra a arquitetura dos mais recentes locais de arte e cultura.

© Ossip van Duivenbode / MVRDV© kubix Berlin© Adrià Goula© Paulo dos Sousa+ 10

MVRDV divulga projeto para um vale auto-suficiente na Armênia

O escritório MVRDV foi comissionado pela organização sem fins lucrativos armena Fundação DAR para o Desenvolvimento Regional e a Competitividade DAR Foundation for Regional Development and Competitiveness para desenvolver um plano diretor que irá transformar uma área de 34 mil hectares do Vale Gagarin em uma terra mais sustentável e ecologicamente diversa. Com a ajuda de mais de 10 mil espécies de plantas, instalações inovadoras e 12 mil unidades habitacionais, o vale deve se tornar uma comunidade ideal para a agricultura sustentável e o ecoturismo.

Cortesia MVRDVCortesia MVRDVCortesia MVRDVCortesia MVRDV+ 21

MVRDV apresenta proposta de requalificação de antigo complexo de edifícios em Munique

Cortesia de MVRDV
Cortesia de MVRDV

O escritório holandês MVRDV divulgou seus planos de renovação de um complexo de edifícios ao sul de Munique, Alemanha. Mantendo seis dos nove blocos existentes, o projeto expande o programa atual e cria um novo marco para o bairro ao implementar uma praça no centro do empreendimento.

Cortesia de MVRDVCortesia de MVRDVCortesia de MVRDVCortesia de MVRDV+ 7

MVRDV projeta novas estruturas temporárias sobre as coberturas de Roterdã

Rotterdam Rooftop Walk. Imagem Cortesia de MVRDV
Rotterdam Rooftop Walk. Imagem Cortesia de MVRDV

O MVRDV acaba de apresentar novas imagens de um projeto de intervenção temporária em Roterdã, uma estrutura que permitirá aos moradores e visitantes acessarem uma série de coberturas de edifícios históricos no centro da cidade. Procurando explorar todo o potencial destes espaços—tantas vezes ociosos e subutilizados—, expandindo assim o domínio público e a acessibilidade na cidade. Desenvolvido no contexto do festival Rotterdam Rooftop Days, a edição deste ano contará com uma ponte suspensa que permitirá aos moradores e turistas da cidade de Roterdã transitarem entre a cobertura do edifício The Bijenkorf e o topo do World Trade Center, a qual ficará aberta ao público entre os dias 26 de maio e 24 de junho de 2022, durante o Mês da Arquitetura de Roterdã.

Rotterdam Rooftop Walk. Imagem Cortesia de MVRDVPassagem do Rooftop Catalogue. Imagem Cortesia de MVRDVStairs of Kriterion, intervenção temporária em Roterdã. Imagem © Laurian GhinitoiuStairs of Kriterion, intervenção temporária em Roterdã. Imagem © Laurian Ghinitoiu+ 5

MVRDV transforma antiga fábrica de Shenzhen em centro criativo com cobertura verde pública

MVRDV concluiu recentemente a "Idea Factory", transformando uma fábrica desativada em um centro criativo com um importante foco voltado para a comunidade. Localizado na vila urbana de Nantou, em Shenzhen, China, o projeto de reutilização adaptativa reforma a estrutura existente para acomodar escritórios enquanto adiciona uma nova camada de espaço público. Este último assume a forma de uma paisagem composta por bambus, implementada na cobertura, abrigando atividades que fornecem um novo espaço de lazer para o bairro historicamente desfavorecido.

© Xia Zhi© Xia Zhi© Xia Zhi© Xia Zhi+ 20

MVRDV projeta edifício residencial em forma de letra em Mannheim, Alemanha

MVRDV revelou "O", um dos quatro prédios de apartamentos em forma de letra que soletram a palavra HOME (casa, em inglês) em Franklin Mitte, Mannheim. O edifício residencial de 15 pavimentos apresenta uma estrutura de cores vivas com 120 apartamentos, espaços comerciais e um terraço. O projeto é parte do masterplan que prevê a trasformação da região de Franklin Mitte.

Courtesy of MVRDVCourtesy of MVRDVCourtesy of MVRDVCourtesy of MVRDV+ 13

Reuso adaptativo como estratégia para o desenvolvimento urbano sustentável

As novas ideias devem usar edifícios antigos”, disse Jane Jacobs em seu livro seminal Morte e vida de grandes cidades, defendendo a reutilização de edifícios existentes como um meio de catalisar mudanças positivas e promover diversos ambientes urbanos.

A inserção de novas atividades em uma estrutura existente está se tornando cada vez mais um aspecto definidor da arquitetura contemporânea, à medida que a necessidade de alternativas sustentáveis ​​para construir se torna mais urgente. De uma perspectiva urbana, a reutilização adaptativa é uma estratégia valiosa para revitalizar cidades pós-industriais, criando densidade e mitigando a expansão urbana, ou ajudando cidades em encolhimento a redefinir seu tecido urbano.

Edifício KB dentro do parque industrial Kleefse Ward redesenhado por  HofmanDujardin + Schipper Bosch. Imagem © Matthijs van RoonZeche Zollverein na Alemanha. Imagem © Gili MerinCoal Drops Yard por Heatherwick Studio. Imagem © Quintin LakeKanaal’ in Wijnegem por Stéphane Beel Architects. Imagem © Jan Liégeois+ 8

MVRDV projeta Memorial Nacional LGBTQ2+ no Canadá

O Instituto do Patrimônio Histórico do Canadá acaba de anunciar os cinco projetos finalistas do concurso de arquitetura para o Monumento Nacional LGBTQ2+, uma iniciativa concebida com o principal intuito de dar voz as histórias de milhões de pessoas, as quais foram por anos excluídas da narrativas oficiais não apenas no Canadá, mas em todo o mundo. Entre as propostas selecionadas para a segunda fase do concurso está The Lens, um projeto que procura transformar um dos principais símbolos de opressão em um novo elemento de orgulho, apropriando-se da paisagem natural para criar um espaço de empatia e identidade. Desenvolvido em parceira pelo escritório canadense Fathom studio, o MVRDV e o Two Row Architect, a proposta busca expressar resiliência, criando um espaço didático e de memória ao mesmo tempo em que circunscreve um novo espaço de encontro e socialização para a comunidade 2SLGBTQQIA+.

MVRDV transforma antigo estúdio de cinema em Berlim em campus de uso misto

Cortesia de MVRDV
Cortesia de MVRDV

Recentemente apresentada pelo MVRDV, a proposta de reuso adaptativo para o edifício do Berliner Union Film Ateliers (BUFA) acaba de receber a completa aprovação do Departamento de Planejamento Urbano da capital alemã. Procurando ampliar e remodelar a estrutura da antiga seda do BUFA, o projeto desenvolvido pelos arquitetos holandeses expande o programa existente e o redefine a partir de uma abordagem centrada no usuário, incluindo novos usos que buscam incentivar a industria criativa e iniciativas ativistas e de justiça social na cidade de Berlim. Considerando as principais características do edifício existente e a diversidade social da região onde se encontra, o MVRDV propõe a adaptação das estruturas existentes a partir de uma base sustentável, reafirmando o caráter do projeto como uma proposta de reuso adaptativo.

Cortesia de MVRDVCortesia de MVRDVCortesia de MVRDVCortesia de MVRDV+ 10

MVRDV apresenta projeto do plano diretor para bairro sustentável no centro da cidade holandesa de Hoofddorp

O MVRDV, em parceria com o Hyde Park BV, acaba de revelar novas imagens do plano diretor desenvolvido para a área central de Hoofddorp, Holanda, uma iniciativa que visa transformar toda a região em torno à antiga estação de trens em um novo bairro ecológico e acessível. O plano diretor desenvolvido pelo MVRDV e pelo Hyde Park BV inclui mais de 8.500 novas unidades residenciais além de prever a completa transformação da estação de trens e da rodoviária existente além de incluir uma nova linha de metrô, apresentando uma alternativa para a carência de moradias na região central de Hoofddorp além de promover o acesso ao transporte público e a qualidade de vida na região.

Cortesia de MVRDVCortesia de MVRDVCortesia de MVRDVCortesia de MVRDV+ 6

Primeiro "art depot" totalmente acessível do mundo é inaugurado em Roterdã

O Depot Boijmans Van Beuningen, primeiro depositório de arte totalmente acessível do mundo projerado pelo MVRDV, abriu suas portas ao público. A abertura oficial aconteceu hoje, 5 de novembro, e a partir de amanhã o público já poderá acessar as dependências do equipamento. Localizada no Museumpark no centro de Roterdã, Países Baixos, a estrutura possui salas de exposição, jardim no terraço, um restaurante e oferece uma visão dos bastidores do mundo dos museus, tornando as coleções de arte acessíveis ao público.

© Ossip van Duivenbode / MVRDV© Ossip van Duivenbode / MVRDV© Iris van den Broeke / MVRDV© Ossip van Duivenbode / MVRDV+ 36

Arquitetura efêmera: inovação, experimentação e entretenimento

Além do “turismo de experiência” e da arquitetura de entretenimento, construções efêmeras e temporárias também podem ser um terreno fértil para se testar novas ideias, soluções e tecnologias. Assumindo uma ampla variedade de diferentes tipologias e formas, desde estruturas emergenciais a instalações lúdicas, estruturas temporárias têm a capacidade de nos projetar no futuro, questionando as regras estabelecidas além de pôr à prova novas tecnologias e sistemas construtivos. Ainda assim, a arquitetura temporária muitas vezes é vista como um passo atrás em relação à sustentabilidade, por isso, a seguir discutiremos alguns dos principais valores da arquitetura efêmera seja como um veículo de experimentação de novas soluções e tecnologias seja como uma oportunidade para engajar comunidades.

Courtesy of ICD-ITKE. Imagem 2012 ICD/ITKE Research PavilionLoud Shadows by Plastique Fantastique. Imagem © Marco CanevacciStair of Kriterion by MVRDV. Imagem © Laurian GhinitoiuTemporary Site of Shengli Market by LUO studio. Imagem © Weiqi Jin+ 9