Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Parque

Parque: O mais recente de arquitetura e notícia

BIG e Field Operations apresentam projeto que transformará a paisagem costeira de Nova Iorque

A empresa novaiorquina Two Trees Management, em parceira com o BIG e a Field Operations, apresentou o projeto de um novo plano diretor para o norte do Brooklyn, um mega empreendimento de uso misto acompanhado de um parque resiliente às margens do East River na cidade de Nova Iorque.

© James Corner Field Operations and BIG-Bjarke Ingels Group, cortesia de Two Trees Management © James Corner Field Operations and BIG-Bjarke Ingels Group, cortesia de Two Trees Management © James Corner Field Operations and BIG-Bjarke Ingels Group, cortesia de Two Trees Management © James Corner Field Operations and BIG-Bjarke Ingels Group, cortesia de Two Trees Management + 12

Arquitetos propõem reaproveitar tanques industriais na orla de Nova Iorque

Cortesia de STUDIO V Architecture e Ken Smith Workshop Cortesia de STUDIO V Architecture e Ken Smith Workshop Cortesia de STUDIO V Architecture e Ken Smith Workshop Cortesia de STUDIO V Architecture e Ken Smith Workshop + 27

Em Nova Iorque, ativistas e profissionais têm trabalhado por muitos anos para tentar salvar 10 tanques industrias desativados da demolição, propondo o uso alternativo dessas estruturas. Em parceria com o STUDIO V, o escritório de arquitetura e paisagismo Ken Smith Workshop criou uma proposta inventiva que reimagina essas relíquias industriais como um parque do século XXI, uma novidade na definição e configuração tradicional dos espaços públicos.

ONZ transforma estádio abandonado em um parque urbano e polo cultural na Turquia

Vista aérea noturna. Imagem © ONZ Architects © ONZ Architects © ONZ Architects © ONZ Architects + 14

O estádio Antakya Atatürk de Hatay, na Turquia, foi originalmente construído em 1950, mas foi fechado recentemente devido à sua incapacidade de atender à crescente demanda. Em um novo projeto público intitulado Green Wings, a ONZ Architects pretende transformar esse antigo atrator urbano em um parque e polo cultural.

Conheça os vencedores do concurso Projetar.org - Parque Minhocão

Em seu 31º concurso, realizado em parceria com a Associação Parque Minhocão, o Portal Projetar.org convidou acadêmicos e jovens profissionais a pensar como seria o Parque Minhocão. Ao todo foram 310 alunos participantes, de 74 cidades, 13 estados e 51 universidades.

Machou Architects projeta o parque urbano cultivável mais longo do mundo em Dubai

O escritório Machou Architects acaba de apresentar o projeto do parque de agricultura urbana mais extenso do mundo. Implantado ao longo de uma das mais importantes rodovias da cidade de Dubai, a proposta pretende transformar o ambiente urbano da capital dos arranha-céus em um grande vale verde ecológico. O projeto surge em resposta à falta de espaços públicos funcionais, parques e áreas verdes no centro da cidade. Observando o traçado da Rodovia Sheikh Zayed, os arquitetos da Manchou perceberam uma grande oportunidade para criar mais áreas verdes (e cultiváveis) no centro da cidade, transformando a principal artéria viária de Dubai no mais longo parque urbano cultivável do mundo.

Dubai Super Park. Imagem Cortesia de Machou Architects Dubai Super Park. Imagem Cortesia de Machou Architects Dubai Super Park. Imagem Cortesia de Machou Architects Dubai Super Park. Imagem Cortesia de Machou Architects + 12

Parque linear de Diller Scofidio + Renfro em Londres será inaugurado em julho

Projetado pelo escritório Diller Scofidio + Renfro, o novo parque linear ao longo do rio Tâmisa, em Londres, será inaugurado em julho deste ano. Em colaboração com Neiheiser Argyros, o escritório novaiorquino projetou o próximo destino cultural e de lazer na capital do Reino Unido, que contará com uma coleção de obras de arte pública disposta ao longo de uma rota paisagística para corridas, caminhadas e meditação. Com 5 quilômetros de extensão, o parque conta com passagens elevadas de 9 metros de altura que fluem através de árvores e esculturas de grande porte.

Prefeitura de São Paulo transformará Minhocão em parque elevado - e isso é bom?

O longo debate sobre o destino do Elevado João Goulart, famoso Minhocão, que corta o centro de São Paulo em direção à Zona Oeste da cidade, finalmente chegou a um fim. O atual prefeito Bruno Covas decidiu transformar a enorme estrutura em um parque elevado, à imagem e semelhança de vários outros no mundo que seguiram o exemplo do High Line em Nova Iorque.

Parque flutuante é feito com lixo plástico coletado de rio na Holanda

Depois de quase cinco anos de projeto, recuperação de plásticos, reciclagem, angariação de fundos e colaboração intensiva, foi inaugurado o primeiro parque flutuante de plástico reciclado. O protótipo foi instalado no porto de Roterdã, o maior porto marítimo da Europa na segunda maior cidade holandesa.

Com 140m², o chamado “Recycled Park” comprova o potencial dos materiais descartados. No caso deste projeto, coube a fundação Recycled Island recolher os plásticos, durante um ano e meio, instalando “armadilhas” nos rios poluídos (que poderiam parar no mar).

Xuhui Runway Park / Sasaki

© Sasaki
© Sasaki

© Sasaki © Sasaki © Sasaki © Sasaki + 14

  • Arquitetos: Sasaki Associates
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área: 82.4
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano: 2016

A transformação de aterros sanitários em parques

Hoje, estima-se que só no Brasil sejam depositados 30 milhões de toneladas de lixo anualmente em aterros sanitários, e que só em São Paulo sejam 14 mil toneladas de resíduos sólidos direcionados a estas áreas todos os dias. [1] Não é de se espantar que aterros sanitários ocupem enormes parcelas territoriais, que não param de crescer, e que são problemas críticos para quase todas as cidades. Mas o que pode ser feito quanto os aterros já não podem mais receber resíduos e são fechados? É possível dar uma nova vida a essas montanhas de lixo? Quais as possibilidades e cuidados?

Antiga residência de Pablo Escobar em Medellín será demolida para a construção de um parque público

Após uma série de tentativas frustradas o edifício Mônaco, em Medelim, finalmente será demolido no início de 2019, segundo informou ontem o jornal colombiano El Tiempo após a confirmação da própria prefeitura da cidade.

O edifício Mônaco, convertido em bem municipal este ano, foi a residência da família do falecido narcotraficante Pablo Escobar, no bairro de El Poblado em Medelim. Em janeiro de 1988, um carro bomba com 80 kg de dinamite explodiu em frente ao edifício, dando início a uma série de atentados entre os cartéis de droga em Medelim.

Parque Shenzhen Talent / AUBE

Ilha Areia da Praia. Image © Jie Zhu, Mucong Li Playground. Image © Jie Zhu, Mucong Li Os juncos suavizam os limites. Image © Jie Zhu, Mucong Li Plataforma Aquática. Image © Jie Zhu, Mucong Li + 14

Shenzhen Shi, China
  • Arquitetos: AUBE
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área: 770000.0
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano: 2017

Parque Zaryadye, em Moscou, já recebeu mais de um milhão de visitantes desde a inauguração

© Iwan Baan
© Iwan Baan

Após 50 anos, Moscou inaugurou um novo parque urbano. Trata-se do parque Zaryadye, projetado pelos arquitetos Diller Scofidio + Renfro, Citymakers e Hargreaves Associates, que já alcançou seu primeiro milhão de visitas desde a abertura.

O parque converteu-se em um dos espaços contemporâneos mais importantes de Moscou, exibindo uma alta qualidade de infraestrutura e paisagem, assim como extraordinárias vistas para o Kremlin e a Praça Vermelha.

ATRIA e tiarstudio recebem o segundo prêmio no Concurso para o Parque de Maharashtra e Ponte para pedestres e ciclistas

A Autoridade de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Mumbai (MMRDA) nomeou os vencedores de um Concurso Internacional para redesenhar o Parque Natural de Maharashtra da cidade e para o projeto de uma ponte de pedestres / ciclistas sobre o Rio Mithi. Veja, a seguir, o projeto que recebeu o segundo lugar, feito pelos brasileiros do ATRIA, em parceria com o escritório tiarstudio.

Picnic Noturno: Uma experiência coletiva de apropriação dos espaços públicos em Rosário

O Parque de las Colectividades na cidade argentina de Rosário é o resultado de um projeto de regeneração urbana que converteu os antigos terrenos do porto e das ferrovias em uma enorme área verde de 30 mil metros quadrados. 

Este local foi escolhido pela Secretaria de Ambiente e Espaço Público da Prefeitura de Rosário para lançar o programa Picnic Noturno, que convida os habitantes a desfrutarem de uma experiência coletiva de cidade.

Entregar nossos parques estaduais a empresas privadas é solução?

No dia 7 de junho, a Assembleia Legislativa de São Paulo aprovou Projeto de Lei proposto pelo Executivo estadual que autoriza a concessão para a iniciativa privada de 25 parques públicos estaduais, por até 30 anos, para exploração de ecoturismo, madeira e subprodutos florestais (veja a lista completa ao final do texto). Elaborado em 2013, o projeto foi discutido pela última vez em audiência pública em 2015. Na semana passada foi desenterrado e colocado para votação em regime de urgência. A justificativa é que atrairá investimentos para o Estado em um momento de crise fiscal e falta de recursos para fazer a gestão destes bens comuns.

4 espaços públicos que incluem a água na vida urbana

Tornar mais acessível e próxima a relação dos cidadãos com a água nos entornos urbanos é um objetivo que pode ser reconhecido em uma dezena de projetos ao redor do mundo.

Em sua maioria, estes projetos podem focar em situações de encosta ou rios, como por exemplo os projetos que impulsionam Paris a construir mais espaços públicos ao torno do rio Sena, ou Moscou, a integrar o rio Moscova na vida cotidiana da capital russa.

Apesar disso, existem outros projetos de menor escala que tornam possível a relação entre habitantes com este recurso em suas cidades, tanto nos casos em que o inclui como elemento paisagístico, quanto como reflexo de um princípio de sustentabilidade.

Paisagem e Arquitetura: Parque Fluvial Renato Poblete

Os habitantes de Santiago, Chile, contam agora com mais um espaço público. Trata-se do Parque Fluvial Renato Poblete, o primeiro parque fluvial urbano do Chile e um dos trechos do projeto Cicloparque Mapocho 42k.

Os 20 hectares do parque, localizado em Quinta Normal, na porção oeste do Parque de Los Reyes, se dividem em dois setores: o "Parque Brazo del Río” e o "Paseo en El Cauce”. O primeiro tem uma superfície de 13 hectares nos quais se encontra uma lagoa formada por uma entrada do rio Mapocho, local que servirá à prática de esportes náuticos assim que esse serviço for implementado.

Mais informações e imagens, a seguir.

© Ministerio de Vivienda y Urbanismo, via Flickr © Ministerio de Vivienda y Urbanismo, via Flickr © Ministerio de Vivienda y Urbanismo, via Flickr © Ministerio de Vivienda y Urbanismo, via Flickr + 18