1. ArchDaily
  2. Ryue Nishizawa

Ryue Nishizawa: O mais recente de arquitetura e notícia

Quem já ganhou o Prêmio Pritzker?

O Prêmio Pritzker é o reconhecimento mais importante que um arquiteto(a) pode receber em vida. A honraria é outorgada todos os anos a arquitetos e arquitetas cuja obra construída "tenha produzido significativas contribuições para a humanidade ao longo dos anos", segundo explica a própria organização responsável pela premiação. Por esta razão, o júri presta homenagem a pessoas e não a escritórios, como já aconteceu em 2000 (Rem Koolhaas ao invés do OMA), 2001 (Herzog & de Meuron), 2010 (SANAA), 2016 (Elemental) e 2017 (RCR Arquitectes), premiando seus fundadores (como no caso do SANAA), o então, um deles (Elemental).

Nove museus recém-inaugurados que enriquecem a cena artística e cultural ao redor do mundo

© Staatliche Museen zu Berlin, Nationalgalerie / Reinhard Friedrich
© Staatliche Museen zu Berlin, Nationalgalerie / Reinhard Friedrich

No ano passado, uma série de novos museus, ampliações e várias reformas em museus, abriram suas portas ao público, acrescentando uma nova dimensão à paisagem cultural ao redor do mundo. Desde a tão esperada reabertura da Neue Nationalgalerie em Berlim, até a fusão do Museu de Arte Jining de Ryue Nishizawa com a paisagem, e o reflexivo Art Depot da MVRDV. Descubra a arquitetura dos mais recentes locais de arte e cultura.

© Ossip van Duivenbode / MVRDV© kubix Berlin© Adrià Goula© Paulo dos Sousa+ 10

"É como seu eu habitasse os edifícios que estou projetando": entrevista com Toyo Ito

Analisando a obra construída do arquiteto japonês Toyo Ito (n. 1941)— particularmente alguns de seus projetos mais impressionantes como a Mediateca de Sendai (1995-2001), a Serpentine Gallery de Londres (construída em 2002 em colaboração com Cecil Balmond), o Edifício TOD Omotesando (Tóquio, 2004), a Biblioteca da Universidade de Arte de Tama (Tóquio, 2007) e a Taichung Metropolitan Opera House (2009-16)—é possível observar um altíssimo grau de inovação em suas estruturas e nas organizações espaciais não hierárquicas de seus edifícios. Embora todas esses projetos pareçam ser bastante diferentes entre si, há algo que os une—que é o compromisso do arquiteto em romper com os limites entre o interior e o exterior, dissipando barreiras físicas e integrando seus programas através de um espaço contínuo e fluido. Neste sentido, é possível perceber que o arquiteto, vencedor do Prêmio Pritzker de 2013, busca não apenas construir edifícios, mas explorar e desenvolver continuamente um sistema de espaços integrados em sua arquitetura. Dito isso, é de se imaginar que enquanto ele permaneça sentado em sua prancheta, estaremos sempre a descobrir novos desdobramentos de uma obra em constante processo de evolução.

Tod's Omotesando Building_interior. Imagem © Nacasa & PartnersSilver Hut. Imagem Cortesia de Toyo Ito & Associates, ArchitectsSendai Mediatheque. Imagem Cortesia deToyo Ito & Associates, Architects'Minna no Mori' Gifu Media Cosmos. Imagem © Kai Nakamura+ 13

O arquipélago das artes no Japão: obras de Sou Fujimoto, Ryue Nishizawa e Kazuyo Sejima

Naoshima, Teshima e Inujima são as três principais ilhas de um arquipélago no Mar Interior de Seto, no Japão. O que as diferencia dos demais arquipélagos japoneses – que são muitos, característica daquele país insular – é a concentração de obras de arquitetura de qualidade excepcional, projetadas por alguns dos maiores nomes da arquitetura mundial. Tais projetos fazem parte do Benesse Art Site Naoshima, um complexo dedicado às artes idealizado pelo magnata Soichiro Fukutake ainda na década de 1980, composto por dezoito museus, galerias e instalações a céu aberto.

Pavilhão Naoshima / Sou Fujimoto. Image © Haruo MikamiAbóbora Amarela / Yayoi Kusama. Image © Haruo MikamiNovo Terminal de Balsas de Naoshima / Sanaa. Image © Haruo MikamiNovo Terminal de Balsas de Naoshima / Sanaa. Image © Haruo Mikami+ 47

Museu de Arte de Jining de Ryue Nishizawa: formas orgânicas que habitam a paisagem

O Museu de Arte de Jining, projetado pelo arquiteto japonês Ryue Nishizawa na província chinesa de Shandong, combina arquitetura e paisagem em três estruturas unificadas por uma linguagem arquitetônica singular. Imagens do fotógrafo Paulo dos Sousa mostram como o museu se relaciona com o lago e a vegetação adjacentes, ao mesmo tempo que destacam como o a cobertura de forma orgânica cria uma série de espaços intermediários que expandem as atividades do museu em direção à paisagem.

© Paulo dos Sousa© Paulo dos Sousa© Paulo dos Sousa© Paulo dos Sousa+ 51

La Samaritaine / SANAA + LAGNEAU Architectes + Francois Brugel Architectes Associes + SRA Architectes

© Jared Chulski© Jared Chulski© Jared Chulski© Jared Chulski+ 56

Após uma década em obras, projeto do SANAA para o La Samaritaine em Paris será inaugurado

Após superar muitos obstáculos, a renovação da loja de departamentos La Samaritaine, dedenvolvida pelo escritório japonês SANAA, está pronta para abrir suas portas ao público. A remodelação da famosa loja parisiense restitui seu valor histórico ao trazer uma contribuição contemporânea à arquitetura do Segundo Império.

© Simón García | arqfoto© Simón García | arqfoto© Simón García | arqfoto© Simón García | arqfoto+ 8

SANAA vence concurso internacional para o novo Museu Marítimo de Shenzhen

A proposta concebida pela dupla de arquitetos do SANAA e chamada de “The Cloud on the Ocean”, acaba de ser escolhida como a grande vencedora do Concurso Internacional de Arquitetura para o projeto do novo Museu Marítimo de Shenzhen, na China. Para o desenho do museu, os arquitetos Kazuyo Sejima e Ryue Nishizawa buscaram inspiração na paisagem natural, nas montanhas e o no mar, criando um edifício moderno e profundamente enraizado na cultura local.

Cortesia de International Architecture Design Competition for the Shenzhen Maritime MuseumCortesia de International Architecture Design Competition for the Shenzhen Maritime MuseumCortesia de International Architecture Design Competition for the Shenzhen Maritime MuseumCortesia de International Architecture Design Competition for the Shenzhen Maritime Museum+ 5

Um passeio em Tóquio: documentário de Beka & Lemoine apresenta a vida de Ryue Nishizawa

Questionando “como o ofício da arquitetura, o ambiente construído e a paisagem cultural em que vivemos afetam a nossa imaginação e compreensão de mundo”, o último documentário de Beka & Lemoine é uma espécie de passeio em companhia de um dos arquitetos japoneses mais famosos da atualidade: Ryue Nishizawa. De carona em seu antigo Alfa Romeo, eles vagueiam pelas ruas de Tóquio. Após receber o mais importante prêmio no festival de cinema DocAviv 2020, o documentário em preto e branco chamado Tokyo Ride estreará, em breve, nos dos principais festivais de cinema de arquitetura da Europa e da América do Norte.

Cortesia de Beka & LemoineCortesia de Beka & LemoineCortesia de Beka & LemoineCortesia de Beka & Lemoine+ 21

Louvre Lens / SANAA

© Julien Lanoo© Julien Lanoo© Julien Lanoo© Julien Lanoo+ 30

  • Arquitetos

  • Localização

    99 Rue Paul Bert, 62300 Lens, França
  • Área

    28000.0 m2
  • Ano do projeto

    2012
  • Fotografias

    Julien Lanoo

"Moriyama-San": novo filme de Bêka & Lemoine aborda um dos projetos residenciais mais influentes do Japão

Moriyama-San - um filme de Bêka & Lemoine - recebeu o prêmio maior no Arquiteturas Film Festival em Lisboa. Centrado em torno da famosa Casa Moriyama, projetada pelo Pritzker Ryue Nishizawa, o filme faz parte de uma série em desenvolvimento chamada "Living Architectures", na qual os cineastas pretendem "colocar em questão o fascínio pela imagem, que encobre os edifícios com ideias preconcebidas de perfeição, virtuosismo e infalibilidade”. Em sua abordagem única, o filme “combina magistralmente imagem, som e narrativa em uma história convincente sobre um personagem singular e sua relação com sua casa e música."

© Bêka & Lemoine© Bêka & Lemoine© Bêka & Lemoine© Bêka & Lemoine+ 21

6 Escritórios famosos são finalistas em concurso de projeto para Adelaide, Austrália

Equipes de seis escritórios foram selecionadas no Adelaide Contemporary International Design Competition, que busca criar um novo museu de arte contemporânea e um parque público de esculturas em um terreno importante perto da Universidade e do Jardim Botânico de Adelaide, na Austrália.

Selecionados de 107 equipes constituídas por mais de 500 escritórios individuais, as seis selecionadas foram escolhidas através da "excelente qualidade" de suas inscrições iniciais e das forças complementares de cada um dos membros da equipe.

"Esta é uma lista extraordinariamente rica de parcerias criativas diversas de arquitetos que procuram complementar seus talentos trabalhando com colegas e práticas talentosas menores. A decisão final foi muito exigente, mas estas são as equipes que nos convenceram pela excelente qualidade de suas propostas", disse Nick Mitzevich, diretor da Galeria de Arte da Austrália do Sul.

As seis equipes selecionadas são:

Como estão sendo construídos os sonhos de Ryue Nishizawa no Chile

O projeto Ochoalcubo, liderado pelo empresário e apaixonado por Arquitetura, Eduardo Godoy, iniciou uma nova fase das oito etapas envolvendo oito diferentes arquitetos. A primeira etapa deste verdadeiro laboratório de arquitetura ocorre em Marbella e é composta por obras de Christian de Groote, Mathias Klotz, Cristián Valdés, José Cruz, Teodoro Fernández, Cecilia Puga, Smiljan Radic e Sebastián Irarrázaval. Toyo Ito foi a primeira figura internacional a entrar neste projeto com a construção da Casa White O, em 2009, dando início à segunda etapa.

ArchDaily Brasil seleciona 20 impressionantes museus do século XXI

Em homenagem ao Dia Internacional do Museu, nossa equipe de editores compilou uma lista com vinte dos museus mais interessantes e emblemáticos do mundo. De obras brasileiras, como o MuBE, de Paulo Mendes da Rocha, o Museu do Pão, do Brasil Arquitetura e a Fundação Iberê Camargo, de Álvaro Siza, a museus internacionais, como o Museu Histórico de Ningbo, de Wang Shu e o Perez Art Museum, de Herzog & de Meuron, convidamos nossos leitores a conhecer o que há de mais representativo no projeto de museus no Brasil e no mundo.

Expo Revestir promove palestra com Jürgen Mayer, Kazuyo Sejima e Ryue Nishizawa

A 13° edição da Expo Revestir acontece entre os dias 3 e 6 de março no Transamérica Expo Center, em São Paulo. Entre os eventos promovidos pela exposição, o dia 6 é reservado aos arquitetos, com palestras do arquiteto e designer alemão Jürgen Mayer, e Kazuyo Sejima e Ryue Nishizawa, do escritório japonês SANAA, vencedor do Prêmio Pritzker de 2010.

Arquitetos chilenos e japoneses trabalham em conjunto para a próxima etapa de Ochoalcubo

Recentemente, na inauguração da Semana da Madeira, foram iniciadas as etapas 3 e 4 do projeto Ochoalcubo, com uma conferência entre dois grandes exponentes da arquitetura internacional; o japonês Ryue Nishizawa (SANAA), Pritzker 2010, e o chileno Alejandro Aravena, jurado do Prêmio Pritzker. Alguém poderia se perguntar, além da profissão e do prêmio Pritzker, quais são os aspectos que unem esses dois arquitetos para que estejam envolvidos no mesmo projeto? Para a equipe do Ochoalcubo, a resposta está no "cinturão de fogo". A região terrestre onde têm ocorrido os maiores terremotos do mundo, que assolou o Chile em 2010 e, um ano depois, fez estremecer o Japão. Com esse ponto de convergência e a exitosa participação do arquiteto japonês Toyo Ito na primeira etapa do projeto, oito arquitetos chilenos e oito arquitetos japoneses estão hoje trabalhando no projeto de 16 residências que dialogarão entre si nas montanhas da região central do Chile.

Conheça a história desse laboratório de arquitetura chamado Ochoalcubo e as propostas que mudarão a cara do setor de Los Vilos com desenhos de Kazuyo Sejima, Ryue Nishizawa, Sou Fujimoto, Kengo Kuma, Alejandro Aravena e Cristián Undurraga, entre outros grandes nomes da arquitetura.

Propuesta de HLPS. Image Cortesía de HLPSPropuesta de Sou Fujimoto. Image Cortesía de HLPSPropuesta de Junya Ishigami. Image Cortesía de HLPSPropuesta de Cristián Undurraga. Image Cortesía de HLPS+ 130

"Cloud Boxes" do SANAA vence competição em Taichung City

Na tentativa de se separar de suas cidades irmãs, Taichung City concedeu ao SANAA o primeiro lugar na competição internacional que busca unificar a cidade recentemente formada. Em dezembro de 2010, Taichung colocou em prática uma enorme estratégia de fusão, aumentando sua população de 1 para 2,5 milhões de habitantes. Como resultado, o governo local previu um novo espaço urbano centrado na arte, uma celebração das diferenças culturais das regiões fundidas.

Vídeo: Teshima Art Museum / Ryue Nishizawa

Projetado para a obra do artista Rei Naito, o Teshima Art Museum apresenta uma forma topográfica contínua em concreto branco que se envolve com a paisagem circundante de Teshima, no Japão. O arquiteto Ryue Nishizawa concebeu o museu como uma galeria aberta, aberta para a natureza, definida por uma superfície de concreto de 25 cm de espessura com vãos de até 60 metros.

O vídeo é uma cortesia de JA+U. mais imagens a seguir...