O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Notícias de Arquitetura
  3. Arquitetos chilenos e japoneses trabalham em conjunto para a próxima etapa de Ochoalcubo

Arquitetos chilenos e japoneses trabalham em conjunto para a próxima etapa de Ochoalcubo

Arquitetos chilenos e japoneses trabalham em conjunto para a próxima etapa de Ochoalcubo
Arquitetos chilenos e japoneses trabalham em conjunto para a próxima etapa de Ochoalcubo, Proposta de Kengo Kuma. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Kengo Kuma. Imagem Cortesia de HLPS

Recentemente, na inauguração da Semana da Madeira, foram iniciadas as etapas 3 e 4 do projeto Ochoalcubo, com uma conferência entre dois grandes exponentes da arquitetura internacional; o japonês Ryue Nishizawa (SANAA), Pritzker 2010, e o chileno Alejandro Aravena, jurado do Prêmio Pritzker. Alguém poderia se perguntar, além da profissão e do prêmio Pritzker, quais são os aspectos que unem esses dois arquitetos para que estejam envolvidos no mesmo projeto? Para a equipe do Ochoalcubo, a resposta está no "cinturão de fogo". A região terrestre onde têm ocorrido os maiores terremotos do mundo, que assolou o Chile em 2010 e, um ano depois, fez estremecer o Japão. Com esse ponto de convergência e a exitosa participação do arquiteto japonês Toyo Ito na primeira etapa do projeto, oito arquitetos chilenos e oito arquitetos japoneses estão hoje trabalhando no projeto de 16 residências que dialogarão entre si nas montanhas da região central do Chile.

Conheça a história desse laboratório de arquitetura chamado Ochoalcubo e as propostas que mudarão a cara do setor de Los Vilos com desenhos de Kazuyo Sejima, Ryue Nishizawa, Sou Fujimoto, Kengo Kuma, Alejandro Aravena e Cristián Undurraga, entre outros grandes nomes da arquitetura.

Proposta de HLPS. Imagem Cortesia de HLPS Proposta de Sou Fujimoto.  Imagem Cortesia de HLPS Proposta de Junya Ishigami.  Imagem Cortesia de HLPS Proposta de Cristián Undurraga. Imagem Cortesia de HLPS + 130

Cortesia de HLPS
Cortesia de HLPS

Ochoalcubo é um projeto pioneiro no Chile, que tem como propósito fomentar e difundir a arquitetura através do desenho de casas a cargo de arquitetos de renome internacional. A ideia do "laboratório de arquitetura" surge das mínimas restrições que os arquitetos enfrentam no desenvolvimento das suas propostas. Sem a existência prévia de um cliente, a arquitetura pode se desenvolver livremente, criando uma série de obras muito particulares e de grande interesse arquitetônico. Na sua primeira etapa realizada em Marbella em 2002, participaram 8 arquitetos chilenos de diferentes gerações, com o objetivo de evidenciar tanto os arquitetos consolidados, como também as "jovens promessas".

Cortesia de HLPS
Cortesia de HLPS

Esse primeiro conjunto de residências foi desenvolvido por um grupo de arquitetos premiados nacionalmente, como José Cruz, Christian De Groote e Cristián Valdés, e também arquitetos jovens que hoje possuem repercussão internacional, como Smiljan Radic e Mathias Klotz. A residência White O, do arquiteto japonês Toyo Ito, foi um marco para etapa do Ochoalcubo em Marbella. Mas a participação do Pritzker 2013, significou muito mais para o futuro do projeto; Toyo Ito se converteu também no impulsor da participação dos arquitetos japoneses nas etapas que hoje se encontram em desenvolvimento. O grupo japonês inclui arquitetos de altíssima relevância, sendo composto por Kazuyo Sejima, Ryue Nishizawa, Kengo Kuma, Sou Fujimoto, Junya Ishigami, Akihisa Hirata,Atelier Bow-Wow, e a dupla Maki Onishi & Yuki Hyakuda.

Proposta de Sou Fujimoto.  Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Sou Fujimoto. Imagem Cortesia de HLPS

A terceira etapa do Ochoalcubo, a cargo dos arquitetos japoneses e a quarta, que está a cargo dos arquitetos chilenos, se desenvolveram de maneira simultânea, tendo como contexto geográfico 800 metros de costa com escarpas, baías e formações rochosas.O lugar, localizado a 4 km da cidade de Los Vilos no norte do Chile, foi batizado como Ochoquebradas. As diretrizes que os arquitetos receberam fazem referência ao uso do concreto como material primordial, com uma superfície de 250 m² para cada uma das casas e, o mais importante, o diálogo entre as diferentes propostas, com a finalidade de resguardar a harmonia do conjunto e sua relação com os atributos geográficos de Ochoquebradas.

Proposta de Cristián Undurraga. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Cristián Undurraga. Imagem Cortesia de HLPS

De maneira paralela ao desenvolvimento desse laboratório de arquitetura que vai passar pelas mãos de renomados arquitetos chilenos e japoneses, será criado um segundo empreendimento que pretende ser uma nova oportunidade para mais arquitetos. Um total de 800 hectares localizados atrás do "laboratório" serão destinadas a construção de uma vila harmônica que seguirá critérios de desenho sustentável. Algumas serão individuais e outras organizadas em lotes de 3 ou 4 lugares que se denominam comunidades, desenhadas principalmente por arquitetos jovens chilenos e internacionais. Dessa vez, as casas serão construídas utilizado a madeira como material protagonista, para o qual será firmado um acordo com a empresa Arauco.

Proposta de Guillermo Acuña. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Guillermo Acuña. Imagem Cortesia de HLPS

Para Ochoalcubo, é fundamental que o desenvolvimento do projeto seja coerente com os valores naturais e paisagísticos do bairro e possa também interagir com a cidade de Los Vilos. Para isso, tem sido de grande importância o trabalho do urbanista Roberto Moris no desenho do plano diretor do conjunto, que planeja o desenvolvimento da área através de um modelo de baixo impacto que respeita os atributos do local. Contempla, além disso, o desenho de uma área de expansão que define grande quantidade de espaço públicos relacionados aos marcos geográficos e paisagísticos, que marcarão o imaginário do projeto ao longo do tempo. Dessa maneira, os parques, montanhas e dunas passaram a configurar uma rede ecológica estruturadora que ajudará a sustentabilidade do projeto e sua sinergia com a cidade adjacente.

Conheça a seguir as 16 propostas que mudarão a cara do norte do Chile.

Proposta de Akihisa Hirata

Proposta de Akihisa Hirata. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Akihisa Hirata. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Akihisa Hirata. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Akihisa Hirata. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Akihisa Hirata. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Akihisa Hirata. Imagem Cortesia de HLPS

Proposta de Alejandro Aravena

Proposta de Alejandro Aravena.  Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Alejandro Aravena. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Alejandro Aravena.  Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Alejandro Aravena. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Alejandro Aravena.  Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Alejandro Aravena. Imagem Cortesia de HLPS

Proposta do Atelier Bow-Wow

Proposta de Atelier Bow-Wow.  Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Atelier Bow-Wow. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Atelier Bow-Wow.  Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Atelier Bow-Wow. Imagem Cortesia de HLPS

Proposta de Cristián Undurraga

Proposta de Cristián Undurraga. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Cristián Undurraga. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Cristián Undurraga. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Cristián Undurraga. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Cristián Undurraga. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Cristián Undurraga. Imagem Cortesia de HLPS

Proposta de Felipe Assadi

Proposta de Felipe Assadi. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Felipe Assadi. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Felipe Assadi. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Felipe Assadi. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Felipe Assadi. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Felipe Assadi. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Felipe Assadi. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Felipe Assadi. Imagem Cortesia de HLPS

Proposta de Guillermo Acuña

Proposta de Guillermo Acuña. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Guillermo Acuña. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Guillermo Acuña. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Guillermo Acuña. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Guillermo Acuña. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Guillermo Acuña. Imagem Cortesia de HLPS

Proposta de HLPS

Cortesia de HLPS
Cortesia de HLPS
Cortesia de HLPS
Cortesia de HLPS
Cortesia de HLPS
Cortesia de HLPS

Proposta de Izquierdo Lehmann Arquitectos

Proposta de Izquierdo Lehmann Arquitectos. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Izquierdo Lehmann Arquitectos. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Izquierdo Lehmann Arquitectos. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Izquierdo Lehmann Arquitectos. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Izquierdo Lehmann Arquitectos. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Izquierdo Lehmann Arquitectos. Imagem Cortesia de HLPS

Proposta de Junya Ishigami

Proposta de Junya Ishigami.  Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Junya Ishigami. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Junya Ishigami.  Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Junya Ishigami. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Junya Ishigami.  Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Junya Ishigami. Imagem Cortesia de HLPS

Proposta de Kengo Kuma

Proposta de Kengo Kuma. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Kengo Kuma. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Kengo Kuma. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Kengo Kuma. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Kengo Kuma. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Kengo Kuma. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Kengo Kuma. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Kengo Kuma. Imagem Cortesia de HLPS

Proposta de Onishi + Hyakuda

Proposta de Onishi + Hyakuda. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Onishi + Hyakuda. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Onishi + Hyakuda. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Onishi + Hyakuda. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Onishi + Hyakuda. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Onishi + Hyakuda. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Onishi + Hyakuda. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Onishi + Hyakuda. Imagem Cortesia de HLPS

Proposta de Max Núñez

Proposta de Max Núñez.  Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Max Núñez. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Max Núñez.  Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Max Núñez. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Max Núñez.  Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Max Núñez. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Max Núñez.  Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Max Núñez. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Max Núñez.  Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Max Núñez. Imagem Cortesia de HLPS

Proposta de Ryue Nishizawa

Proposta de Ryue Nishizawa.  Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Ryue Nishizawa. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Ryue Nishizawa.  Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Ryue Nishizawa. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Ryue Nishizawa.  Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Ryue Nishizawa. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Ryue Nishizawa.  Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Ryue Nishizawa. Imagem Cortesia de HLPS

Proposta de Kazujo Sejima

Proposta de Kazujo Sejima.  Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Kazujo Sejima. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Kazujo Sejima.  Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Kazujo Sejima. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Kazujo Sejima.  Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Kazujo Sejima. Imagem Cortesia de HLPS

Proposta de Sou Fujimoto

Proposta de Sou Fujimoto.  Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Sou Fujimoto. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Sou Fujimoto.  Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Sou Fujimoto. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Sou Fujimoto.  Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Sou Fujimoto. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Sou Fujimoto.  Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de Sou Fujimoto. Imagem Cortesia de HLPS

Proposta de WMR Arquitectos

Proposta de WMR Arquitectos. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de WMR Arquitectos. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de WMR Arquitectos. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de WMR Arquitectos. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de WMR Arquitectos. Imagem Cortesia de HLPS
Proposta de WMR Arquitectos. Imagem Cortesia de HLPS
Sobre este autor
Cita: Mora, Pola. "Arquitetos chilenos e japoneses trabalham em conjunto para a próxima etapa de Ochoalcubo" [Arquitectos chilenos y japoneses trabajan en conjunto para la próxima etapa de Ochoalcubo] 06 Set 2014. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/626879/arquitetos-chilenos-e-japoneses-trabalham-em-conjunto-para-a-proxima-etapa-de-ochoalcubo> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.