SANAA vence concurso internacional para o novo Museu Marítimo de Shenzhen

SANAA vence concurso internacional para o novo Museu Marítimo de Shenzhen

A proposta concebida pela dupla de arquitetos do SANAA e chamada de “The Cloud on the Ocean”, acaba de ser escolhida como a grande vencedora do Concurso Internacional de Arquitetura para o projeto do novo Museu Marítimo de Shenzhen, na China. Para o desenho do museu, os arquitetos Kazuyo Sejima e Ryue Nishizawa buscaram inspiração na paisagem natural, nas montanhas e o no mar, criando um edifício moderno e profundamente enraizado na cultura local.

Cortesia de International Architecture Design Competition for the Shenzhen Maritime MuseumCortesia de International Architecture Design Competition for the Shenzhen Maritime MuseumCortesia de International Architecture Design Competition for the Shenzhen Maritime MuseumCortesia de International Architecture Design Competition for the Shenzhen Maritime Museum+ 5

Em recente comunicado, o júri do Concurso Internacional de Arquitetura para projeto do novo Museu Marítimo de Shenzhen anunciou que a proposta vencedora foi apresentada pela equipe de arquitetura do escritório fundado pela dupla de vencedores do Prêmio Pritzker de 2010, Kazuyo Sejima e Ryue Nishizawa. A proposta apresentada pelo SANAA passou por uma triagem inicial na qual foram julgados mais de 88 projetos entregues e desenvolvidos em parceria entre mais de 170 escritórios de arquitetura de 20 nacionalidades distintas. Na segunda etapa do concurso participaram apenas 15 equipes, com a proposta apresentada pelo SANAA consagrando-se como a grande vencedora. Organizado pelo Departamento de Planejamento Urbano e Recursos Naturais e pelo Departamento de Infraestrutura Pública do Município de Shenzhen, o concurso internacional de arquitetura foi lançado com o intuito de escolher a melhor solução técnica e formal possível para o novo Museu Marítimo da cidade de Shenzhen.

Cortesia de International Architecture Design Competition for the Shenzhen Maritime Museum
Cortesia de International Architecture Design Competition for the Shenzhen Maritime Museum

O projeto entregue pela equipe de arquitetura do SANAA se revela como uma espécie de “nuvem” branca que parece flutuar sobre a paisagem entre o mar e as montanhas. Encaixando-se perfeitamente no contexto natural da área de Dapeng, o edifício do museu apresenta uma intrínseca rede de espaços construídos e áreas verdes de uso público, um projeto concebido a partir de um vocabulário formal contemporâneo e arrojado.

Concebido como uma das infraestruturas culturais mais modernas e tecnológicas do país, o novo Museu Marítimo de Shenzhen acolherá uma vasta coleção de objetos e obras de arte, um centro de formação e pesquisa em ciências marinhas, além de cumprir com o objetivo de se tornar um novo centro de referência para a vida cultural da cidade de Shenzhen. Integrando-se no contexto urbano do Campus da Universidade Marítima de Shenzhen, com seus parques temáticos anexos, a Fortaleza de Dapeng e a Praia de Jiaochangwei, a proposta apresentada pelo SANAA pretende ainda ampliar o parque ecológico no qual encontra-se inserido para transformá-lo em um novo e vibrante centro cultural.

Cortesia de International Architecture Design Competition for the Shenzhen Maritime Museum
Cortesia de International Architecture Design Competition for the Shenzhen Maritime Museum

A cobertura dos edifícios foi concebida a partir de uma estrutura espacial em aço, estabelecendo uma construção leve, suave e delicada que se integra perfeitamente junto à paisagem litorânea de Shenzhen. Espaços abertos permeiam toda a extensão do museu, criando um fascinante jogo de luzes e sobras, de espaços abertos e fechados, interiores e exteriores; enquanto isso, a superfície de cobertura ou fachada, transforma o edifício em uma espécie de “nuvem” flutuante, sob a qual encontra-se distribuído o programa do museu. Além disso, esta solução construtiva permitiu a criação de espaços livres de estruturas secundárias, proporcionando uma maior conectividade e autonomia dos espaços e programas museais. “Materiais leves e transparentes foram utilizados para criar três tipos de soluções espaciais: espaços transparentes, opacos e translúcidos. Cada um deles responde com precisão às características específicas de cada programa, desde os espaços expositivos, passando pelas áreas de apoio até os espaços de armazenamento e logística do museu.”

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: Harrouk, Christele. "SANAA vence concurso internacional para o novo Museu Marítimo de Shenzhen" [SANAA Wins International Competition to Design the Shenzhen Maritime Museum] 01 Abr 2021. ArchDaily Brasil. (Trad. Libardoni, Vinicius) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/959344/sanaa-vence-concurso-internacional-para-o-novo-museu-maritimo-de-shenzhen> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.