Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Auckland

Auckland: O mais recente de arquitetura e notícia

Edifício Residencial Wynyard Central East 2 / Architectus

© Simon Devitt © Simon Devitt © Simon Devitt © Simon Devitt + 22

Apartamentos  · 
Auckland, Nova Zelândia

Restaurante Casa na Árvore / Pacific Environments

© Lucy Gauntlett © Lucy Gauntlett © Lucy Gauntlett © Lucy Gauntlett + 49

Restaurante  · 
Auckland, Nova Zelândia
  • Arquitetos Autores deste projeto de arquitetura Peter Eising & Lucy Gauntlett

Casa para Cinco / RTA Studio

©  Patrick Reynolds ©  Patrick Reynolds ©  Patrick Reynolds ©  Patrick Reynolds + 10

Casas  · 
Auckland, Nova Zelândia
  • Arquitetos Autores deste projeto de arquitetura RTA Studio
  • Área Área deste projeto de arquitetura

Arranha-céus de 2018: alternativas ao arquétipo da torre de vidro

© Viktor Sukharukov
© Viktor Sukharukov

Seja como um objeto isolado ou parte de um conjunto de edifícios, arranha-céus são ícones excêntricos que habitam os principais centros urbanos do planeta. Uma metáfora da modernidade, do sucesso e da riqueza, arranha-céus são sinônimos da arquitetura das mais vibrantes cidades do mundo como Nova Iorque, Dubai e Singapura.

Cada vez mais altas e onipresentes nos quatro cantos do mundo, ainda há muito para se descobrir e explorar sobre estas estruturas. O ano de 2018 nos apresentou novas abordagens, tecnologias e localizações para a tipologia arquitetônica mais celebrada dos tempos modernos. Passando por novos materiais e formas, os projetos de edifícios em altura começaram a abordar aspectos que vão muito além da simples eficiência e altura, propondo superar novos desafios e explorando novas formas. A seguir apresentaremos alguns dos projetos mais inovadores e as principais tendências em projetos de arranha-céus apresentados ao longo deste ano:

Cortesia de Plompmozes © Rafael de la-Hoz Arquitectos © Virgile Simon Bertrand Cortesia de Zaha Hadid Architects + 13

Woods Bagot e Peddle Thorp vencem concurso de arranha-céus em Auckland

Woods Bagot e Peddle Thorp foram anunciados como os vencedores do concurso internacional para criar uma nova torre de arranha-céus no centro de Auckland. Dos cinco finalistas, incluindo Warren e Mahoney, Cox Architecture, Zaha Hadid Architects e Elenberg Fraser, o projeto vencedor terá 180 metros de altura. O desenho do edifício é inspirado na paisagem natural da Nova Zelândia e na geologia e fauna únicas do país.

65 Federal Street. Cortesia de Woods Bagot 65 Federal Street. Cortesia de Woods Bagot 65 Federal Street. Cortesia de Woods Bagot 65 Federal Street. Cortesia de Woods Bagot + 9

Zaha Hadid Architects, Woods Bagot, e Cox entre os finalistas anunciados ao concurso do novo arranha-céu em Auckland

O concurso internacional de projeto para um novo arranha-céu no centro de Auckland anunciou os cinco finalistas, que incluem Warren and Mahoney, Cox Architecture, Zaha Hadid Architects, Elenberg Fraser e Woods Bagot. O concurso ao novo marco é dirigido pela empresa de desenvolvimento imobiliário ICD Property, com sede em Melbourne. Cada uma das equipes foi convidada a apresentar duas versões de seu projeto, uma seguindo as atuais regras do Plano Diretor da cidade e uma outra versão que poderia ser construída a partir de parâmetros de planejamento mais abertos.

Auckland Tower. Cortesia de Woods Bagot Auckland Tower. Cortesia de Warren and Mahoney Auckland Tower. Cortesia de Elenberg Fraser Auckland Tower. Cortesia de Cox Architecture + 6

Cidades extremas: os assentamentos humanos mais densos, frios, remotos e visitados do mundo

Hong Kong <a href='https://www.flickr.com/photos/commpilot23/14557847230/in/photolist-obqLN3-bmhgya-f5PRvs-Ywi6Wt-Ddnv6-mwCc2-8yuA8Z-9ZD4xe-4DEWwn-USUqW-4T7iw4-bmheiZ-Ww639P-qQAyRc-5CoLwz-muzCk-qvpjcM-J1Zej-5JEzcq-aCXkva-qqKc8h-Du5DG5-acdVzo-6tZceg-66KGXt-2FEXcB-Ys6tQS-66Q1gW-EEr2ZR-EVCzQT-93zMWG-EtuFRe-4yCKbQ-VsKGNG-nvHcx-bmhaJ4-7UwsRh-eZuyr-9ZFU3w-7LmemC-4Q4W9Z-JMwVS3-bmh5dg-qeZ1p-91Z9Uc-2u9ZMu-93zNjw-9PXwCD-69YHQB-boTF69'> Khush N </a> licensed under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/2.0/'> CC BY-NC-ND 2.0</a>
Hong Kong Khush N licensed under CC BY-NC-ND 2.0

Os seres humanos são animais adaptáveis; nós evoluímos para nos adaptarmos e sobreviver em condições difíceis e extremas. Em alguns casos, esses extremos são naturais, enquanto em outras cidades modernas as situações de vida extrema são criadas por nós mesmos nos forçando a aceitar e nos ajustarmos. Aqui está uma lista de assentamentos urbanos em condições extremas: alguns desafiadores, alguns maravilhosos e todos eles oferecendo uma visão fascinante de como ocupamos o planeta em 2017.

As cidades mais caras do mundo em 2017 (e os porquês de serem tão caras)

Qualquer um que tenha tentado recentemente encontrar um apartamento em uma grande área urbana confirmará: habitações com preços razoáveis podem ser difíceis de serem encontradas para a maioria e os salários nem sempre parecem corresponder ao real custo de vida. Essa lacuna vem contribuindo para uma crise habitacional em países desenvolvidos e em desenvolvimento em todo o mundo. As pessoas simplesmente estão sendo jogadas para fora das cidades, uma vez que a habitação tornou-se uma mercadoria e não um direito humano básico. A especulação financeira e o apoio dos Estados para os mercados financeiros de forma a tornar a moradia inacessível criou uma crise habitacional global insustentável.

No início deste ano, o 13º Relatório Anual de Acesso à Moradia Demographia (13th Annual Demographia International Housing Affordability Survey) foi lançado para o ano de 2017, revelando que o número de mercados imobiliários "severamente inacessíveis" aumentou de 26 para 29 este ano; o problema está cada vez pior. O estudo avalia 406 mercados de habitação metropolitanos em nove das maiores economias do mundo, utilizando a abordagem de "múltiplas medianas" para determinar a acessibilidade. Ao dividir o preço da casa mediana pelo rendimento familiar médio de uma área, esse método deve ser um sumário das condições de acesso à habitação da classe média.

Casa em Herne Bay / Daniel Marshall Architects

© Simon Devitt © Simon Devitt © Simon Devitt © Simon Devitt + 16

Casas  · 
Auckland, Nova Zelândia

Galeria Contemporânea Te Uru - Waitakere / Mitchell and Stout Architects

© Sam Hartnett © Sam Hartnett © Sam Hartnett © Sam Hartnett + 24

Galeria  · 
Auckland, Nova Zelândia

Anunciados os vencedores do New Zealand Architecture Awards 2015

O Instituto de Arquitetos da Nova Zelândia anunciou os 28 vencedores do New Zealand Architecture Awards em um evento que aconteceu no Auckland Museum.

Uma ampla variedade de projetos foi premiada em três categorias: o John Soctt Award para arquitetura pública, o Sir Ian Athfield Award para habitação e o Sir Miles Warren Award para arquitetura comercial.

Conheça os 28 projetos premiados na maior honraria da arquitetura neozelandesa, a seguir.

MIT Manukau / Warren and Mahoney

© Patrick Reynolds © Patrick Reynolds © Simon Devitt © Simon Devitt + 19

Edifício 303 / Architectus

© Simon Devitt © Simon Devitt © Simon Devitt © Simon Devitt + 21

Universidade  · 
Auckland, Nova Zelândia

Creche Chrysalis / Collingridge and Smith Architects

Cortesia de Collingridge and Smith Architects Cortesia de Collingridge and Smith Architects Cortesia de Collingridge and Smith Architects Cortesia de Collingridge and Smith Architects + 32

Escolas  · 
Auckland, Nova Zelândia

Anunciados os vencedores do 2015 Auckland Architecture Awards

De 159 propostas enviadas, 44 foram selecionadas como vencedoras do 2015 Auckland Architecture Awards, promovido pelo New Zealand Institute of Architects. O título foi concedido a 20 escritórios por projetos inéditos em dez categorias, variando de uma modesta reforma em um edifício Vitoriano a um moderno hub de transporte. A premiação deste ano se dividiu em três regiões da cidade, com Britomart enfocando em projetos comerciais e de hotelaria, Hobsonville Point com projetos educacionais e conjuntos habitacionais, e Titirangi sendo reconhecida por sua arquitetura pública e residencial.

Os projetos vencedores serão considerados para a maior honraria do NZIA, o New Zealand Architecture Awards, que será anunciado em novembro. Veja, a seguir, a lista completa dos projetos premiados no 2015 Auckland Architecture Awards.

Boatsheds / Strachan Group Architects and Rachael Rush. Imagem © Patrick Reynolds Te Kohanga House / Wendy Shacklock Architects and Paul Clarke of Crosson Clarke Carnachan. Imagem © Sam Hartnett MIT Manukau and Transport Interchange / Warren and Mahoney. Imagem © Simon Devitt Pt Chevalier Bungalow / Megan Edwards Architects. Imagem © Patrick Reynolds + 44

Zoológico de Auckland / Monk Mackenzie + Glamuzina Patterson

© Jonny Davis © Jonny Davis © Jonny Davis © Jonny Davis + 8

Zoológico  · 
Auckland, Nova Zelândia