Arquitetura e planejamento urbano podem combater as mudanças climáticas?

Arquitetura e planejamento urbano podem combater as mudanças climáticas?

As mudanças climáticas têm sido um dos tópicos mais urgentes deste ano, e por um bom motivo. Seus efeitos são visíveis não apenas em habitats naturais, mas também em ambientes urbanos. A indústria da construção civil tem um papel importante nesta dinâmica. Ao longo do ano, eventos como a COP27 enfatizaram a importância dos esforços para zerar as emissões líquidas e os desafios enfrentados pelos países em desenvolvimento afetados por desastres naturais, cada vez mais devastadores. Possíveis direcionamentos rumo ao desenvolvimento incluem ações em vários estágios e escalas, desde a otimização de espaços verdes para controle de calor urbano até o uso de materiais de construção locais e inovadores para minimizar a pegada de carbono, ou a aprovação de leis que ajudam a criar ambientes urbanos e naturais mais sustentáveis.

Este artigo representa um resumo de artigos publicados no ArchDaily durante o ano de 2022 com temas relacionados às mudanças climáticas e o potencial da arquitetura para fazer a diferença. Ele divide o tópico em quatro questões principais: O que as cidades estão fazendo para mitigar o calor urbano? Como enfrentar o aumento do nível do mar? O que foi a COP27 e por que ela é importante? Os materiais de construção podem ajudar a atingir esses objetivos? A última seção apresenta um panorama das novas legislações aprovadas ao longo de 2022, como forma de entender como os governos estaduais e municipais estão impondo essa necessidade de mudança.

Arquitetura e planejamento urbano podem combater as mudanças climáticas? - Imagem 2 de 30Arquitetura e planejamento urbano podem combater as mudanças climáticas? - Imagem 3 de 30Arquitetura e planejamento urbano podem combater as mudanças climáticas? - Imagem 4 de 30Arquitetura e planejamento urbano podem combater as mudanças climáticas? - Imagem 5 de 30Arquitetura e planejamento urbano podem combater as mudanças climáticas? - Mais Imagens+ 25

Descubra as principais ideias e temas de 2022 relacionados às maneiras pelas quais a arquitetura pode ajudar a mitigar os efeitos das mudanças climáticas e criar cidades mais resilientes.

O que as cidades estão fazendo para mitigar o calor urbano?

Nas cidades, um dos efeitos mais visíveis das mudanças climáticas é a intensificação das ondas de calor que atingem os ambientes urbanos e colocam milhões de pessoas em perigo. Cidades densas estão particularmente em risco, em parte devido ao efeito de ilha de calor urbana. Os níveis de risco de calor também variam de acordo com o bairro, sendo os setores menos ricos e historicamente marginalizados os mais afetados devido à densidade populacional, acesso limitado a sistemas de refrigeração e disponibilidade limitada de espaços verdes urbanos. Para combater esses efeitos, as cidades têm a possibilidade de empregar várias estratégias para manter seus moradores seguros: desde usar estrategicamente infraestrutura verde para diminuir as temperaturas, usar superfícies reflexivas e sistemas de resfriamento passivo, preparar abrigos climáticos e até usar aplicativos que ajudam os cidadãos a navegar com segurança na cidade durante os meses quentes.

Como as cidades estão se adaptando às ondas de calor diante da mudança climática

Arquitetura e planejamento urbano podem combater as mudanças climáticas? - Imagem 5 de 30
Cortesia de Barcelona City Council

Áreas verdes estratégicas: como aproveitar ao máximo seus efeitos de resfriamento

Arquitetura e planejamento urbano podem combater as mudanças climáticas? - Imagem 6 de 30
Redefinição do Small Wild Goose Pagoda Historical District da AECOM. Imagem © Chill Shine

Ilhas de calor estão cada vez mais perigosas, mas arquitetos e urbanistas podem trazer soluções

Arquitetura e planejamento urbano podem combater as mudanças climáticas? - Imagem 7 de 30
Bryggervangen e a Praça de Sankt Kjeld em Copenhague. Imagem Cortesia de SLA

Barcelona prepara abrigos climáticos para refrescar os moradores durante os meses de verão

Arquitetura e planejamento urbano podem combater as mudanças climáticas? - Imagem 9 de 30
Cortesia de Barcelona City Council

15 Anos depois, o que conseguimos? Muito mais carros e um planeta em chamas

Arquitetura e planejamento urbano podem combater as mudanças climáticas? - Imagem 3 de 30
© Noam Galai

Cidades abordam questões ambientais com gêmeos digitais e pesquisa climática

Arquitetura e planejamento urbano podem combater as mudanças climáticas? - Imagem 8 de 30
Nova York - Central Park. Imagem © Jermaine Ee on Unsplash

Como enfrentar o aumento do nível do mar?

O aumento do nível do mar ameaça o sustento de mais de 410 milhões de pessoas que vivem em cidades costeiras. Como essas cidades atraem moradores, turistas e empresas pela proximidade de portos e transportes marítimos, o uso do solo nessas áreas tende a favorecer o adensamento, com prédios altos e vias de tráfego intenso ocupando a maior parte do espaço disponível. Esta estratégia tem se mostrado ineficiente na mitigação dos efeitos dos desastres naturais que afetam as áreas, como a erosão costeira e ciclones e inundações recorrentes. Arquitetos e designers estão buscando soluções naturais e vernaculares para reequilibrar os ecossistemas costeiros, como a recriação de florestas de mangue, a criação de quebra-mares de habitat ou a expansão offshore para empreendimentos flutuantes.

O que o futuro e a crise climática reservam para as cidades costeiras?

Arquitetura e planejamento urbano podem combater as mudanças climáticas? - Imagem 11 de 30
Parque Cultural Shenzhen Bao'an Waterfront por SWA GROUP + AUBE CONCEPTION. Imagem © Holi

Proteção contra tempestades baseada na natureza

Arquitetura e planejamento urbano podem combater as mudanças climáticas? - Imagem 14 de 30
Living Breakwaters, Staten Island, NYC. Imagem cortesia def SCRAPE

Em meio às enchentes devastadoras no Paquistão, arquitetos desenvolvem métodos para controle de inundações

Arquitetura e planejamento urbano podem combater as mudanças climáticas? - Imagem 13 de 30
Vista aérea da zona rural de Ghazzi, Paquistão, agosto de 2010. Imagem © Kiumars Eataa via Flickr

Materiais de construção para aumentar a resiliência frente aos desastres naturais

Arquitetura e planejamento urbano podem combater as mudanças climáticas? - Imagem 12 de 30
Parque Qunli Stormwater Wetland por Turenscape. Imagem © Turenscape

Ilhas Maldivas combatem o aumento do nível do mar com cidade flutuante

Arquitetura e planejamento urbano podem combater as mudanças climáticas? - Imagem 10 de 30
© Waterstudio.NL

Cidades flutuantes do passado e do futuro

Arquitetura e planejamento urbano podem combater as mudanças climáticas? - Imagem 15 de 30
Oceanix City by OCEANIX + BIG. Imagem cortesia de Oceanix e BIG-Bjarke Ingels Group

O direito à praia: murando a erosão costeira

Arquitetura e planejamento urbano podem combater as mudanças climáticas? - Imagem 16 de 30
Construção do paredão de Collaroy. Imagem © Northern Beaches Council

O que foi a COP27 e por que ela é importante?

A COP 27, ou Conferência das Partes das Nações Unidas de 2022, foi uma conferência internacional realizada em Sharm El Sheikh, no Egito, com o objetivo de incentivar os países a tomarem medidas efetivas contra as mudanças climáticas e garantir que o aumento da temperatura global permaneça abaixo da marca de 1,5 ºC. Como a indústria da construção civil é responsável por uma grande porcentagem das emissões globais, essa meta reflete na profissão. As principais medidas são zerar as emissões líquidas e comprometer-se a realizar uma avaliação de carbono de todo o ciclo de vida da construção para entender melhor seu impacto. A conferência deste ano também reconheceu a necessidade de desenvolver resiliência climática em países vulneráveis do sul global.

O significado da COP27 para a arquitetura e a indústria da construção

Arquitetura e planejamento urbano podem combater as mudanças climáticas? - Imagem 21 de 30
Londres, Reino Unido - 19 de dezembro de 2016, edifícios de escritórios da cidade de Londres ao pôr do sol e muitos guindastes. Imagem © IR Stone via Shutterstock

Stefano Boeri Architetti apresenta protótipo de floresta vertical na COP27

Arquitetura e planejamento urbano podem combater as mudanças climáticas? - Imagem 19 de 30
© The Big Picture. Imagem cortesia de Stefano Boeri Architetti

SOM apresenta Urban Sequoia na COP27, uma proposta para absorver carbono da atmosfera

Arquitetura e planejamento urbano podem combater as mudanças climáticas? - Imagem 4 de 30
Urban Sequoia. Imagem © SOM / Miysis

COP27 coloca em foco a necessidade de zerar emissões de gases de efeito estufa

Arquitetura e planejamento urbano podem combater as mudanças climáticas? - Imagem 20 de 30
Protesto contra o clima School Strike 4 na Austrália. Imagem © Holli via Shutterstock

A pandemia interrompeu o processo para reduzir as emissões de carbono?

Arquitetura e planejamento urbano podem combater as mudanças climáticas? - Imagem 17 de 30
Florestas de sequóias urbanas de edifícios isolando carbono e produzindo biomateriais. Imagem © SOM / Miysis

Declaração de San Marino para arquitetura sustentável e inclusiva recebe assinaturas de Norman Foster e Stefano Boeri

Arquitetura e planejamento urbano podem combater as mudanças climáticas? - Imagem 18 de 30
© Matej Kastelic via Shutterstock

Os materiais de construção podem ajudar a atingir esses objetivos?

No ano passado, houve um aumento no interesse em pesquisar e desenvolver alternativas sustentáveis para materiais de construção comumente usados, como tijolos e concreto. O objetivo é reduzir a pegada de carbono embutida nesses materiais. Um dos campos mais proeminentes nessa empreitada é a biofabricação, um processo que envolve organismos biológicos na fabricação de materiais. Arquitetos e designers também estão buscando tecnologias vernáculas para entender melhor as condições locais, envolver a comunidade e lucrar com seu conhecimento das condições e restrições locais. Esse movimento pode ter um impacto significativo no combate à degradação ecológica.

Técnicas artesanais contra as mudanças climáticas: materiais ecológicos da arquitetura indiana

Arquitetura e planejamento urbano podem combater as mudanças climáticas? - Imagem 22 de 30
© Dr. Shneel Bhayana

Como as Filipinas estão usando materiais nativos e locais na arquitetura contemporânea

Arquitetura e planejamento urbano podem combater as mudanças climáticas? - Imagem 25 de 30
© Beth Macdonald via Unsplash

10 Startups que estão criando materiais de construção inovadores e sustentáveis

Arquitetura e planejamento urbano podem combater as mudanças climáticas? - Imagem 26 de 30
Biotijolos cultivados com micélio da Evocative Design & The Living. Imagem © The Living

O futuro da arquitetura: edifícios construídos a partir de materiais vivos

Arquitetura e planejamento urbano podem combater as mudanças climáticas? - Imagem 23 de 30
To Grow a Building por Jerusalem Design Week 2022. Imagem © Dor Kedmi

Biotecnologia e um novo mundo material para a arquitetura sustentável

Arquitetura e planejamento urbano podem combater as mudanças climáticas? - Imagem 24 de 30
© The Living. ImageAlive - Um novo contrato espacial para arquitetura multiespécie por The Living

Nova Legislação Implementada em 2022

As leis aprovadas por autoridades municipais ou estaduais representam um passo importante para garantir que práticas sustentáveis sejam amplamente implementadas. Várias leis foram aprovadas este ano para ajudar a criar ambientes urbanos mais seguros e resilientes. Algumas analisam o consumo de energia dos edifícios, algumas regulam o gerenciamento de águas pluviais, enquanto outras visam criar condições seguras para comunidades em risco.

Cidades dos EUA e Europa proíbem uso de combustíveis fósseis em novos edifícios

Arquitetura e planejamento urbano podem combater as mudanças climáticas? - Imagem 30 de 30
Horizonte de Boston. Imagem © Michael Sean Oleary via Shutterstock

Edifícios que pertencem ao município de Chicago deverão usar 100% de energia renovável até 2025

Arquitetura e planejamento urbano podem combater as mudanças climáticas? - Imagem 27 de 30
Centro Histórico de Vida Selvagem de 1912 em Chicago. Imagem © Tom Harris

Cidades adotam planos de ação para mitigar os efeitos adversos das mudanças climáticas

Arquitetura e planejamento urbano podem combater as mudanças climáticas? - Imagem 2 de 30
CH House by ODDO architects. Image © Hoang Le photography

Nova York proíbe a construção de novas escolas perto de rodovias

Arquitetura e planejamento urbano podem combater as mudanças climáticas? - Imagem 28 de 30
Cidade de Nova York. Imagem © Sean Pavone via Shutterstock

Taxa de permeabilidade: respeitando a legislação e protegendo o meio ambiente

Arquitetura e planejamento urbano podem combater as mudanças climáticas? - Imagem 29 de 30
FL Residence por Anastasia Arquitetos. Imagem © Bruno Pinheiro

Este artigo é parte dos Tópicos do ArchDaily: Resumo do ano.

Mensalmente, exploramos um tema específico através de artigos, entrevistas, notícias e projetos. Saiba mais sobre os tópicos do ArchDaily.

Como sempre, o ArchDaily está aberto a contribuições de nossos leitores; se você quiser enviar um artigo ou projeto, entre em contato.

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: Florian, Maria-Cristina. "Arquitetura e planejamento urbano podem combater as mudanças climáticas?" [Can Architecture and Urban Planning Fight Back Against Climate Change?] 14 Jan 2023. ArchDaily Brasil. (Trad. Simões, Diogo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/993900/arquitetura-e-planejamento-urbano-podem-combater-as-mudancas-climaticas> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.