O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Philip Johnson

Philip Johnson: O mais recente de arquitetura e notícia

Como a arquitetura do hip-hop está conquistando seu espaço

12:00 - 5 Novembro, 2018
PHAT (Nathaniel Belcher, Stephen Slaughter) Harlem Ghetto Fabulous, 2003. Imagem via revista Metropolis. Imagem Cortesia de Cortesia PHAT (Nathaniel Belcher, Stephen Slaughter)
PHAT (Nathaniel Belcher, Stephen Slaughter) Harlem Ghetto Fabulous, 2003. Imagem via revista Metropolis. Imagem Cortesia de Cortesia PHAT (Nathaniel Belcher, Stephen Slaughter)

Este artigo foi publicado originalmente em Metropolis Magazine como "Hip-Hop Architecture's Philip Johnson Moment".

Mais de 40 anos depois de ter emergido das festas do South Bronx, o hip-hop tornou-se uma força esmagadora que remodelou a cultura global. Mas no seu aspecto mais elementar e fundamental, o hip-hop é um confronto direto e poderoso com o ambiente construído. "Vidros quebrados em todos os lugares / Pessoas mijando nas escadas, você sabe que eles simplesmente não se importam", Grandmaster Flash and the Furious Five cantaram em sua faixa seminal de 1982 "The Message". "Eu não aguento o cheiro, não aguento o barulho / Não tenho dinheiro para sair, acho que não tenho escolha.” (Broken glass everywhere / People pissing on the stairs, you know they just don’t care / I can’t take the smell, can’t take the noise / Got no money to move out, I guess I got no choice.”)

Departamento de preservação de Nova Iorque paralisa projeto de reforma do AT&T proposto pelo Snøhetta

16:00 - 9 Agosto, 2018
Departamento de preservação de Nova Iorque paralisa projeto de reforma do AT&T proposto pelo Snøhetta , Proposta de alteração Image Courtesy of DBOX
Proposta de alteração Image Courtesy of DBOX

O projeto de reforma do AT&T Headquartes em Nova Iorque, encabeçado pelo escritório Snøhetta, foi paralisado pela LPC - Landmarks Preservation Commission, o departamento de preservação do patrimônio da cidade. O controverso ícone pós-modernista projetado por Philip Johnson e John Burgree se tornou o mais novo edifício novaiorquino a receber o título de 'Individual Landmark', tornando-se patrimônio da cidade, o que atinge diretamente o projeto de reforma do edifício.

O projeto previa uma reforma radical no térreo, adotando um embasamento mais transparente que retirava o revestimento de pedra original. Além disso, o projeto pretendia também instalar uma parede de vidro em frente ao elemento mais importante da arquitetura original, o enorme arco na entrada principal do edifício.O projeto foi amplamente criticado, como no vídeo de Robert A. M. Stern ou ainda pelo docomomo ou pela organização change.org.

Quem já ganhou o Prêmio Pritzker?

15:00 - 27 Fevereiro, 2018
Quem já ganhou o Prêmio Pritzker?, Cerimonia de premiação de 2017: Ryue Nishizawa (esquerda), Tadao Ando, Kazuyo Sejima, Rafael Aranda, Glenn Murcutt, Carme Pigem, Ramon Vilalta, Toyo Ito, Shigeru Ban. Imagem © The Hyatt Foundation / Pritzker Architecture Prize
Cerimonia de premiação de 2017: Ryue Nishizawa (esquerda), Tadao Ando, Kazuyo Sejima, Rafael Aranda, Glenn Murcutt, Carme Pigem, Ramon Vilalta, Toyo Ito, Shigeru Ban. Imagem © The Hyatt Foundation / Pritzker Architecture Prize

O Prêmio Pritzker é o reconhecimento mais importante que um arquiteto(a) pode receber em vida. A honraria é outorgada todos os anos a arquitetos e arquitetas cuja obra construída "tenha produzido significativas contribuições para a humanidade ao longo dos anos", segundo explica a própria organização responsável pela premiação. Por esta razão, o júri presta homenagem a pessoas e não a escritórios, como já aconteceu em 2000 (Rem Koolhaas ao invés do OMA), 2001 (Herzog & de Meuron), 2010 (SANAA), 2016 (Elemental) e 2017 (RCR Arquitectes), premiando seus fundadores (como no caso do SANAA), o então, um deles (Elemental).

O prêmio surgiu de uma iniciativa criada por Jay Pritzker através da Fundação Hyatt, organização associada a empresa hoteleira que o mesmo fundou em conjunto com seu irmão Donald em 1957. A primera edição do prêmio foi realizada em 1979, quando Philip Johnson se tornou o primeiro arquiteto a ser homenageado. Estadunidense, Johnson é autor de importantes obras da história da arquitetura moderna, como a Glass House (1949).

O Prêmio Pritzker já conta com quarenta edições anuais ininterruptas, galardoando arquitetos e arquitetas de 18 nacionalidades diferentes. Metade dos premiados são europeus; América, Ásia e Oceania dividem as outras vinte edições, e até hoje nenhum arquiteto o arquiteta africano(a) teve a chance de receber o prêmio, sendo o único continente do globo a não possuir representantes no hall da fama da arquitetura.

Saguão do AT&T Building de Philip Johnson começa a ser demolido

16:00 - 24 Janeiro, 2018
Saguão do AT&T Building de Philip Johnson começa a ser demolido, A demolição já está em andamento nos interiores do saguão. Image © DBOX
A demolição já está em andamento nos interiores do saguão. Image © DBOX

Enquanto o exterior da icônica torre da AT&T da Philip Johnson aguarda seu destino em uma próxima audiência pública em Nova Iorque, a demolição de seu saguão revestido de granito já começou.

Citando o fato de que o saguão já havia sido alterado na década de 1990 - incluindo a remoção da estátua "Golden Boy" - quando a AT&T deixou o edifício para dar lugar à Sony Corporation, a Comissão de Preservação decidiu no mês passado que os interiores do lobby não mereciam o status de patrimônio.

As histórias por trás dos 7 óculos mais icônicos da arquitetura

07:00 - 18 Dezembro, 2017
As histórias por trás dos 7 óculos mais icônicos da arquitetura

Óculos, pequenas obras de arquitetura que você pode usar - uma expressão externa da sua personalidade interior. Sejam quadrados, redondos ou wire-frame, pretos, brancos, tartaruga ou em tons de néon brilhante, eles ajudam a comunicar nossos ideais e nossa visão de mundo. Como tais, guardam histórias interessantes que merecem ser contadas. Leia a seguir as histórias dos sete óculos mais famosos no mundo da arquitetura.

Fotos da Semana: 10 imagens de arquiteturas na neve

07:00 - 5 Dezembro, 2017
Fotos da Semana: 10 imagens de arquiteturas na neve, © Richard Barnes
© Richard Barnes

Fotografar na neve pode ser uma experiência tanto caótica quanto animadora. Embora trabalhar nessas condições seja arriscado, já que a neve modifica a luz e a sensação do ambiente em uma cena, a verdade é que se for bem aproveitada, o resultado pode ser fantástico. Veja, a seguir, uma seleção de dez fotografias feitas na neve. 

© Fernando Guerra © Ligang Huang © Sophie Mayer © Cornbread Works + 10

Alvo de um projeto de renovação, AT&T Building de Philip Johnson é aprovado na primeira etapa do processo de tombamento em Nova Iorque

16:00 - 2 Dezembro, 2017
Alvo de um projeto de renovação, AT&T Building de Philip Johnson é aprovado na primeira etapa do processo de tombamento em Nova Iorque , O projeto de renovação mudaria significativamente a presença do edifício na escala do pedestre. Image © DBOX
O projeto de renovação mudaria significativamente a presença do edifício na escala do pedestre. Image © DBOX

Alvo de um grande projeto de renovação que poderá alterar significativamente sua presença na escala do pedestre, o ícone pós-moderno de Philip Johnson, o 550 Madison (antigamente chamado de AT&T Building), passou na primeira etapa do processo de tombamento de Nova Iorque.

Recentemente, uma aplicação de tombamento do edifício foi aprovada unanimemente pela Comissão de Patrimônio e Preservação da cidade. Em alguns meses, a comissão organizará um foro público para discussão sobre o edifício, seguido por uma deliberação que dirá se a torre merece ou não o status de patrimônio.

Projeto de Snøhetta transformará ícone pós-moderno de Nova Iorque projetado por Philip Johnson

16:00 - 4 Novembro, 2017
Projeto de Snøhetta transformará ícone pós-moderno de Nova Iorque projetado por Philip Johnson, © DBOX
© DBOX

Um dos mais emblemáticos arranha-céus pós-modernos de Nova York, o 550 Madison (antigo edifício da AT&T), projetado por Philip Johnson, terá todo seu térreo reformado, transformando completamente a forma como o edifício se relaciona com o espaço da rua.

Idealizado por Snøhetta, o objetivo principal do projeto é qualificar a presença da torre no espaço urbano. Por isso, a fachada sólida de pedra na base do edifício dará lugar a uma grande fachada de vidro curvo serigrafado. A intensão através desta ampla transparência é criar uma atmosfera mais convidativa e atraente para os pedestres. Os espaços de circulação em meio ao edifício receberão amplas aberturas para a paisagem exterior.

© DBOX © DBOX © DBOX © David Shankbone + 5

Em foco: Philip Johnson

06:00 - 8 Julho, 2017
Em foco: Philip Johnson, © <a href='https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Philip_Johnson.2002.FILARDO.jpg'>B. Pietro Filardo (Wikimedia user Bpfilardo)</a> licensed under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/deed.en'>CC BY-SA 3.0</a>
© B. Pietro Filardo (Wikimedia user Bpfilardo) licensed under CC BY-SA 3.0

Hoje o laureado do primeiro Prêmio Pritzker de Arquitetura (1979) e da Gold Medal do Instituto Americano de Arquitetos, Philip Johnson (1906-2005), completaria 111 anos. Johnson foi descrito pelo júri do Pritzker como alguém que "produziu contribuições consistentes e significativas para a humanidade e ambiente construído. Como crítico e historiador, defendeu as causas da arquitetura moderna e projetou alguns de seus maiores edifícios." 

Guia de arquitetura de Madri: 20 lugares que todo arquiteto deveria conhecer

16:00 - 27 Maio, 2017
Guia de arquitetura de Madri: 20 lugares que todo arquiteto deveria conhecer, © Nico Trinkhaus [Flickr], Licença CC BY-NC 2.0
© Nico Trinkhaus [Flickr], Licença CC BY-NC 2.0

É impossível resumir Madri. Se a cidade em si é imensa, os exemplos de arquitetura de qualidade são arrebatadores. Há mais de meio século Madri tem sido o laboratório de experimentação da arquitetura moderna e contemporânea na Espanha, um lugar em que serviu de palco para a construção de arquiteturas experimentais e inovadoras, muitas das quais fracassadas, mas algumas muito bem sucedidas e reconhecidas. Esta seleção busca mostrar exemplos de obras de qualidade inquestionável, sem, no entanto, se tornar um catálogo exaustivo de projetos. Muitos criticam que faltam grandes edifícios e não poderíamos estar mais de acordo. Essa é, quiçá, a beleza de Madri: há diversidade de opiniões e milhares de locais para conhecer; a cidade surpreende a cada passo.

Poblado Dirigido de Caño Roto Hipódromo de la Zarzuela. Imagem © Ana Amado Ciudad BBVA. Imagem © Joel Filipe Primer Puente impreso en 3D del mundo. Image Cortesía de IAAC + 22

Clássicos da Arquitetura: Exposição desconstrutivista de 1988 no MoMA

12:00 - 3 Maio, 2017
Clássicos da Arquitetura: Exposição desconstrutivista de 1988 no MoMA, Dentro da exposição (1988). Fotógrafo desconhecido. Image via MoMA
Dentro da exposição (1988). Fotógrafo desconhecido. Image via MoMA

Quando Philip Johnson foi o curador o Museu de Arte Moderna (MoMA) na "Exposição Internacional de Arquitetura Moderna", em 1932, ele fez isso com a intenção explícita de definir o Estilo Internacional. Como curador convidado na mesma instituição em 1988, ao lado de Mark Wigley (agora Decano Emérito da Columbia GSAPP), Johnson tomou a abordagem oposta: ao invés de apresentar a arquitetura derivada de um conjunto rigidamente uniforme de princípios projetuais, ele reuniu uma coleção de trabalhos de arquitetos cujas abordagens semelhantes (mas não idênticas) tiveram resultados similares. Os arquitetos que ele selecionou - Peter Eisenman, Frank Gehry, Zaha Hadid, Rem Koolhaas, Daniel Libeskind, Bernard Tschumi e o escritório Coop Himmelblau (liderado por Wolf Prix) - provaram ser alguns dos arquitetos mais influentes do final do século XX até os dias atuais. [1,2]

Dentro da exposição (1988). Fotógrafo desconhecido. Image via MoMA Dentro da exposição (1988). Fotógrafo desconhecido. Image via MoMA Dentro da exposição (1988). Fotógrafo desconhecido. Image via MoMA Capa do Catálogo 1988. Image via MoMA + 6

Por dentro da subestimada casa de vidro de Philip Johnson em Manhattan

14:00 - 4 Abril, 2017

O legado arquitetônico da família Rockefeller em Manhattan é bem conhecido, evidenciado pelas torres art déco do Rockefeller Center e pelo campus do MoMA. Mas em uma cidade que está cheia de marcos e edifícios históricos, não é incomum que alguns projetos notáveis passem despercebidos. A Rockefeller Guest House de Philip Johnson em Manhattan foi concluída em 1950, apenas um ano após a construção de sua casa de vidro mais conhecido em New Canaan. A Casa de Vidro é uma influência óbvia para a casa de hóspedes posterior: ambas apresentam uma estrutura de aço e vidro e um amplo espaço interno que evidencia a solução arquitetônica adotada.

Adaptação da Catedral de Vidro para sua segunda vida longe dos holofotes

07:00 - 5 Janeiro, 2017
Adaptação da Catedral de Vidro para sua segunda vida longe dos holofotes, The interior of the Crystal Cathedral in 2005. Image © <a href='https://commons.wikimedia.org/wiki/File:CrystalCathedral.jpg'>Wikimedia user Nepenthes</a> licensed under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/deed.en'>CC BY-SA 3.0</a>
The interior of the Crystal Cathedral in 2005. Image © Wikimedia user Nepenthes licensed under CC BY-SA 3.0

Quando a Catedral de Cristal foi construída perto de Los Angeles em 1980, seu projeto estava em sintonia com Hollywood: projetado por Philip Johnson e John Burgee para o evangelista e estrela da televisão Robert Schuller, o projeto combinava elementos litúrgicos tradicionais com aspectos que o tornavam adequado para transmissões de televisão. No entanto, quando a Crystal Cathedral Ministries entrou em falência em 2010, o edifício foi repassado a um inquilino muito diferente, a Diocese Católica Romana de Orange, que contratou o escritório Johnson Fain para adaptar o edifício às necessidades de uma igreja católica.

Um recente artigo escrito por Mimi Zeiger para a revista Architect investiga como Johnson Fain está convertendo o clássico de 1980 em algo mais adequado para a sua segunda vida longe dos holofotes - incluindo a disposição da iluminação dentro da grande estrutura de vidro e a organização dos assentos.

"Dots Obsession": Instalação de Yayoi Kusama na Casa de Vidro de Philip Johnson

07:00 - 15 Setembro, 2016
"Dots Obsession": Instalação de Yayoi Kusama na Casa de Vidro de Philip Johnson, © Matthew Placek
© Matthew Placek

A artista e escritora Yayoi Kusama criou uma instalação na Casa de Vidro em comemoração ao 110° aniversário de Philip Johnson e ao 10° aniversário de abertura da famosa casa ao público.

Até o dia 26 desse mês, Dots Obsession – Alive, Seeking for Eternal Hope estará à mostra, cobrindo a envoltória da Casa de Vidro com um padrão de bolinhas. "Os visitantes que forem à casa nesse período terão a experiência única de, simultaneamente, ver o mundo através dos olhos de Philip Johnson e Yayoi Kusama.”

© Matthew Placek © Matthew Placek © Matthew Placek © Matthew Placek + 12

Artista Fujiko Nakaya envolve em nevoeiro a Casa de Vidro de Philip Johnson

17:00 - 5 Junho, 2014
Artista Fujiko Nakaya envolve em nevoeiro a Casa de Vidro de Philip Johnson, © Richard Barnes
© Richard Barnes

Celebrando o 65° aniversário da icônica Casa de Vidro de Philip Johnson, a artista Fujiko Nakaya criou a primeira instalação artística site-specific no edifício. A obra, intitulada "Veil", envolve a casa em neblina durante 10 minutos a cada hora, criando um diálogo com as intenções de projeto de Johnson ao quebrar a conexão visual entre o interior e o exterior e revestir as linhas nítidas e claras da casa com um nevoeiro de indeterminação. Ao mesmo tempo, a instalação torna literal a ideia de Johnson de uma arquitetura que desaparece.

Mais informações a seguir.

Light Matters: Richard Kelly, um mestre anônimo por trás das maiores obras modernas

17:00 - 30 Maio, 2014
Light Matters: Richard Kelly, um mestre anônimo por trás das maiores obras modernas, Edifício Seagram, Nova Iorque.
Edifício Seagram, Nova Iorque.

Richard Kelly iluminou alguns dos edifícios mais icônicos do século XX: a Casa de Vidro, o Edifício Seagram e o Museu de Arte Kimbell, para citar alguns. Sua estratégia de projeto foi surpreendentemente simples, mas extremamente bem sucedida.

Iluminação para a arquitetura tem sido, e muitas vezes ainda é, dominada por um ponto de vista de engenharia, com a determinação dos níveis de iluminância suficientes para um ambiente de trabalho seguro e eficiente. Com experiência em iluminação de palco, Kelly apresentou uma perspectiva cenográfica para a iluminação arquitetônica. Seu ponto de vista pode parecer auto-evidente para a comunidade arquitetônica de hoje, mas foi revolucionário para o seu tempo e influenciou fortemente a arquitetura moderna.

Leia mais sobre a notável e anônima contribuição de Richard Kelly para a arquitetura, abaixo.

Entrada, Edifício Seagram, Nova Iorque. Imagem © Ezra Stoller/Esto Edifício Seagram, Nova Iorque. Imagem © Thomas Schielke Entrada, Edifício Seagram, Nova Iorque. Imagem © Ezra Stoller/Esto Bar, Restaurante Four Seasons, Edifício Seagram, Nova Iorque. Imagem © Hagen Stier + 11

Cinema e Arquitetura: "O Choque do Novo: Problemas na Utopia"

00:00 - 17 Janeiro, 2014

Nesta sexta, Cinema e Arquitetura retorna a 1991, ano no qual o escritor e crítico de arte australiano Robert Hughes lançou seu livro "O Choque do Novo". Entre os oito ensaios que compõem o livro, nos deparamos com "Problemas na Utopia", texto que inspirou o interessante documentário que hoje apresentamos.

O renascimento da Catedral de Cristal de Philip Johnson

19:00 - 6 Novembro, 2013
O renascimento da Catedral de Cristal de Philip Johnson, © Flickr CC User Amir Nejad
© Flickr CC User Amir Nejad

Johnson Fain e Rios Clementi Hale Studios foram selecionados para transformar a Catedral de Cristal de Philip Johnson - originalmente uma enorme igreja Protestante - em um templo mais próximo de sua atual identidade Católica.

A Catedral, que declarou falência em outubro de 2010, foi comprada pela Diocese Católica Romana em 2012. Mês passado, os arquitetos foram escolhidos para a realizar a renovação: Johnson Fain trabalhará os interiores, enquanto que Rios Clementi Hale Studios focarão no masterplan para o campus de 34 acres.