Pagina inicial

Conheça a história por trás da nova identidade da nossa marca

Saiba mais
  1. ArchDaily
  2. Plano Diretor

Plano Diretor: O mais recente de arquitetura e notícia

MVRDV divulga projeto para um vale auto-suficiente na Armênia

O escritório MVRDV foi comissionado pela organização sem fins lucrativos armena Fundação DAR para o Desenvolvimento Regional e a Competitividade DAR Foundation for Regional Development and Competitiveness para desenvolver um plano diretor que irá transformar uma área de 34 mil hectares do Vale Gagarin em uma terra mais sustentável e ecologicamente diversa. Com a ajuda de mais de 10 mil espécies de plantas, instalações inovadoras e 12 mil unidades habitacionais, o vale deve se tornar uma comunidade ideal para a agricultura sustentável e o ecoturismo.

Cortesia MVRDVCortesia MVRDVCortesia MVRDVCortesia MVRDV+ 21

KCAP projeta primeira "cidade de 15 minutos" em Moscou

Os arquitetos e urbanistas da KCAP apresentaram o plano diretor de ZIL-South, um novo bairro residencial em Moscou construído com o conceito de "cidade de 15 minutos". O masterplan será construído na maior área em desuso da antiga zona industrial de ZIL, e contará com mais de 100 hectares de zonas comerciais e residenciais, espaços públicos, parques, paisagens e rotas interconectadas ao longo do rio Moskva, todos inspirados no passado pré-industrial da área.

Cortesia de KCAPCortesia de KCAPCortesia de KCAPCortesia de KCAP+ 10

MVRDV transforma antigo estúdio de cinema em Berlim em campus de uso misto

Cortesia de MVRDV
Cortesia de MVRDV

Recentemente apresentada pelo MVRDV, a proposta de reuso adaptativo para o edifício do Berliner Union Film Ateliers (BUFA) acaba de receber a completa aprovação do Departamento de Planejamento Urbano da capital alemã. Procurando ampliar e remodelar a estrutura da antiga seda do BUFA, o projeto desenvolvido pelos arquitetos holandeses expande o programa existente e o redefine a partir de uma abordagem centrada no usuário, incluindo novos usos que buscam incentivar a industria criativa e iniciativas ativistas e de justiça social na cidade de Berlim. Considerando as principais características do edifício existente e a diversidade social da região onde se encontra, o MVRDV propõe a adaptação das estruturas existentes a partir de uma base sustentável, reafirmando o caráter do projeto como uma proposta de reuso adaptativo.

Cortesia de MVRDVCortesia de MVRDVCortesia de MVRDVCortesia de MVRDV+ 10

Plano diretor na orla de Shenzhen é desenhado para prevenir inundações

© HOPE Landscape Design
© HOPE Landscape Design

Um novo plano diretor ao longo do rio Pailao em Shenzhen propõe a regeneração da área usando a natureza e zonas ecológicas de retenção de água para mitigar o risco de inundações. Criado pelo escritório de arquitetura e urbanismo VenhoevenCS, com paisagismo de Hope Design e plano de gestão da água da Huadong Engineering, o Projeto Pailao River Blueway capitaliza a coexistência do ambiente urbano e natural, garantindo resiliência e aumentando o crescimento econômico da cidade.

© HOPE Landscape Design© HOPE Landscape Design© HOPE Landscape DesignCaminho existente ao longo do Rio Pailao. Imagem © HOPE Landscape Design+ 13

Foster + Partners projeta plano diretor de uso misto para Santiago, Chile

Térreo dos edifícios residenciais. A combinação incrivelmente rica de usos no nível do solo com uma variedade de espaços comerciais e sociais une as residências com o resto do plano diretor, criando um conjunto completo que é integrado em todos os níveis. Imagem © Foster + Partners
Térreo dos edifícios residenciais. A combinação incrivelmente rica de usos no nível do solo com uma variedade de espaços comerciais e sociais une as residências com o resto do plano diretor, criando um conjunto completo que é integrado em todos os níveis. Imagem © Foster + Partners

A Foster + Partners acaba de apresentar novas vizualizações do seu projeto para o plano diretor de La Fabrica, em pleno coração de Santiago, Chile. Concebido para revitalizar a estrutura da antiga fábrica e o seu contexto imediato, o plano diretor pretende desencadear um amplo processo de transformação da região central da capital chilena, promovendo uma maior diversidade de usos e programas assim como novas iniciativas de regeneração urbana e reuso adaptativo. Como o primeiro projeto do escritório no Chile, além do plano diretor para a área e a reforma propriamente dita do edifício existente da fábrica, a Foster + Partners será responsável ainda pelo projeto de um amplo complexo residencial nas proximidades do local, o qual deverá ser construído a partir de estruturas de madeira laminada colada de origem certificada.

Vista do pátio interior. Uma série de pátios menores em direção ao interior do bairro marcam a tradição entre o espaço público e privado. Imagem © Foster + PartnersVista interior dos apartamentos, projetados de forma flexível para acomodar uma variedade de unidades individuais e coletivas, desde estúdios compactos a apartamentos de dois quartos. Com base na tradição chilena de construção em madeira, o projeto usará madeira de origem sustentável, o que reduz muito o carbono incorporado nas construções, criando um modelo sustentável de desenvolvimento para o futuro.. Imagem © Foster + PartnersVista do pátio interior. Uma série de pátios menores em direção ao interior do bairro marcam a tradição entre o espaço público e privado. Imagem © Foster + PartnersVista do térreo interior de La Fabrica. Imagem © Foster + Partners+ 6

Organizações de São Paulo exigem que revisão do Plano Diretor seja participativa e democrática mesmo com a pandemia

Cento e vinte organizações da sociedade civil (ONGs, Institutos, Fundações, coletivos e Movimentos Sociais) que atuam pelo direito à cidade, enviaram uma carta aberta ao Prefeito de São Paulo, Bruno Covas, exigindo que o processo de revisão do Plano Diretor Estratégico (PDE) de São Paulo seja conduzido pela Prefeitura Municipal garantindo o pleno exercício da participação social, respeitando os princípios da democracia, da soberania popular e da transparência, mesmo em meio à pandemia.

O que é um Plano Diretor?

Os processos de planejamento e desenvolvimento das cidades fazem parte de redes complexas, que muitas vezes demandam a articulação de diferentes ferramentas voltadas para o planejamento físico, mas também social, econômico, político, entre outros. O Plano Diretor é um dos principais instrumentos que existem para isso, e desempenha um papel fundamental para a regulamentação do território de uma cidade.

Segundo a definição da NBR 12267, que estabelece as normas para elaboração de Planos Diretores, estes são o “instrumento básico de um processo de planejamento municipal para a implantação da política de desenvolvimento urbano, norteando a ação dos agentes públicos e privados”.

Um dos maiores perímetros de exceção de São Paulo: Projeto de Intervenção para o Centro

Neste momento, até dia 16 de agosto, encontra-se aberta no site da prefeitura a segunda consulta pública sobre o novo Projeto de Intervenção Urbana (PIU) para o setor central da cidade. O projeto envolve a necessária revisão da Operação Urbana Centro, lei promulgada no ano de 1997 cuja adequação ao marco regulatório consolidado pelo Estatuto da Cidade em 2001 já era esperada desde o último plano diretor (Lei 16.050/2014).

Paisagens Privadas

A constituição formal dos sistemas de espaços livres das cidades brasileiras, qualificados ou não, tem contribuição significativa dos empreendimentos privados, uma vez que o planejamento e desenho urbano por parte do poder público têm sido exceções.

5 anos do plano diretor da cidade de São Paulo

Há cinco anos foi aprovado o Plano Diretor de São Paulo, um pacto social pela transformação da cidade até 2029. Um conjunto significativo de ações previstas foram realizadas ou estão em andamento, ainda assim outras tantas não saíram do papel. Realizar um balanço desse período é fundamental para que a objeto final de todo esse processo possa ser efetivado: qualificar a vida das pessoa, especialmente de quem mais precisa.

OAB, IAB E IBDU: Retrocesso na Política Urbana Brasileira

A Proposta de Emenda Constitucional nº 80/2019, de autoria coletiva liderada pelo Senador Flávio Bolsonaro, padece de inconstitucionalidades flagrantes, não obstante os riscos estruturais para o desenvolvimento econômico e social, que passam a ser analisadas pontualmente, considerando os seguintes aspectos: 

3XN propõe arena que transformará a região norueguesa de Bergen, tombada pela UNESCO

O escritório 3XN foi contratado para projetar uma nova arena e plano diretor para o centro de Bergen, na Noruega. Respondendo à ambição da cidade de revitalizar o núcleo de seu Patrimônio Mundial da UNESCO, o projeto funcionará como uma âncora para o desenvolvimento de um bairro totalmente novo, conectando o centro da cidade à orla marítima.

O projeto é desenhado como uma “arena urbana” servindo como um destino para shows, esportes e eventos culturais em uma parte central subutilizada da cidade. A proposta da arena também incorporará um vibrante distrito público “oferecendo lugares para estar, brincar, descansar e trabalhar”.

via 3XNvia 3XNvia 3XNvia 3XN+ 4

I Fórum Regional do Patrimônio Cultural

Com o tema "Patrimônio Cultural e Cidadania", a primeira edição Fórum Regional do Patrimônio Cultural será realizado nos dias 17 e 18 de agosto de 2018 na cidade de Muriaé, estado de Minas Gerais e abordará, com assuntos temáticos, a relação de pertencimento e cidadania junto a preservação do Patrimônio Cultural.
O Fórum integra a programação da Mostra de Patrimônio Cultural que acontecerá entre os dias 17 e 31 de agosto e inclui oficinas de Educação Patrimonial, exposições temáticas, e a V edição do Prêmio de Incentivo ao Patrimônio Cultural.

Planos Diretores de A a Z

O portal TheCityFix Brasil, parceiro do ArchDaily, tem dado destaque à importância dos Planos Diretores na vida das pessoas e na dinâmica das cidades. Longe de ser um assunto corriqueiro em conversas diárias, esse instrumento tão valioso exerce uma influência permanente nos possíveis usos e desenvolvimento dos municípios. Para descrever toda a relevância e dimensão dos Planos Diretores, apresentamos alguns termos comumente utilizados nesse contexto.

Ecovilas e a legislação Municipal, 1o Seminário da Associação Pró Ecovilas de SJCampos, SP.

A Associação Pró Ecovilas tem como objetivo reunir profissionais e cidadãos que queiram conceber, participar e implantar comunidades intencionais sustentáveis, as Ecovilas.

Ecovilas são assentamentos humanos, organizados diretamente por pessoas que querem ter uma vida comunitária ativa, autossuficiente e sustentável, em áreas urbanas ou rurais.

O 1º Seminário APE visa contribuir para que o Plano Diretor de São José dos Campos contemple assentamentos urbanos e rurais sustentáveis.

Apesar da existência de muitas ecovilas espalhadas pelo Brasil, boa parte delas na zona rural, a questão da legislação é um problema recorrente e precisa ser devidamente equacionado, principalmente no âmbito municipal.

 

Panorama da arquitetura na Colômbia por arquitetos internacionais

O crescimento das instituições públicas, universidades e o setor privado na Colômbia criou a necessidade de conceber novas arquiteturas capazes de abrigar programas cada vez mais complexos, assumindo o papel da disciplina como o principal agente nos processos de renovação urbana e um fator necessário para posicionar o país no panorama global.

Na última década Colômbia se converteu no epicentro de importantes projetos realizados por arquitetos internacionais de alto nível como Richard Meier, Steven Holl, Rafael de la Hoz e Richard Rogers. Através de propostas urbanas distantes da retícula de origem espanhola tradicional na América Latina e com novas estéticas próprias de uma paisagem referencial contemporânea, a incidência de arquitetos internacionais começou a suscitar a importância de abordar a complexidade da disciplina como um assunto de primeira importância na construção das cidades.

A seguir, apresentamos o estado de 10 obras de arquitetos internacionais na Colômbia.

ATRIO / RSHP + Giancarlo Mazzanti . Image © RSHPPlan Maestro Centro Administrativo Nacional / OMA + Gomez Castro Arquitectos. Image © OMACentro Internacional de Convenciones ÁGORA BOGOTÁ / Juan Herreros + Daniel Bermudez . Image © Bermudez + Herreros Centro Cívico Universidad de Los Andes / Cristián Undurraga + Konrad Brunner . Image Cortesía de Cristián Undurraga + Konrad Brunner+ 42

Mudanças no Plano Diretor serão discutidas entre CAU/BR e o senador responsável pela proposta

Receptivo à solicitação do presidente do CAU/BR, Haroldo Pinheiro, o senador Reguffe (DF) marcou audiência para discutir o PLS 667/2015, de sua autoria, que altera a definição de Plano Diretor no Estatuto da Cidade. Até que a reunião ocorra, o projeto, que se encontra na Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo do Senado, para decisão terminativa, não será colocado em pauta.

Senado discute projeto de lei que pode alterar a função dos Planos Diretores

Um projeto de lei que se encontra na pauta da Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo do Senado, em processo de decisão terminativa, poderá significar na prática o fim dos Planos Diretores como instrumento orientador das políticas públicas no espaço urbano, no entendimento do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU/BR) e do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB).

O PLS 667/2015, de autoria do senador Reguffe (PDT/DF), altera a redação do artigo 40 do Estatuto da Cidade (Lei n.º 10.257, de 10 de julho de 2001) que define o conceito de Plano Diretor, instrumento obrigatório para todos os municípios brasileiros com mais de 20 mil habitantes.