Espaços urbanos para um planeta superaquecido

Espaços urbanos para um planeta superaquecido

Em julho de 2023, aproximadamente um terço dos 45 leitos do Centro de Queimaduras de Phoenix, Arizona, estavam ocupados por pessoas que haviam se queimado gravemente ao cair nas ruas asfaltadas da cidade. Alertas foram divulgados avisando a população do perigo do calor extremo que, entre outras consequências, fez com que a temperatura do asfalto, concreto e calçadas chegasse a 82°C em uma tarde de verão, atingindo um nível pouca coisa abaixo do ponto de ebulição. Segundo o diretor do hospital, pode levar apenas uma fração de segundo para se obter uma queimadura bastante grave ao encostar nessas superfícies, o que tem acontecido tanto devido a simples tropeços ao caminhar na rua, quanto a desmaios causados também pelo calor.

É penoso constatar, mas neste momento de drásticas mudanças climáticas, nosso modelo de cidade tem se mostrado um empecilho que fere gravemente seus próprios moradores.

Espaços urbanos para um planeta superaquecido - Imagem 2 de 19Espaços urbanos para um planeta superaquecido - Imagem 3 de 19Espaços urbanos para um planeta superaquecido - Imagem 4 de 19Espaços urbanos para um planeta superaquecido - Imagem 5 de 19Espaços urbanos para um planeta superaquecido - Mais Imagens+ 14

Há muito tempo já sabemos dos benefícios dos espaços verdes urbanos, do contato com a natureza, com a água, com a terra, das vantagens relacionadas a saúde e ao bem-estar da população que convive com parques nos arredores de suas casas. Uma questão ainda mais reforçada depois de todo o pânico que foi instaurado durante o período da pandemia de Covid-19. Mas o momento em que estamos vivendo traz à tona novamente o impacto dos nossos modelos urbanos na vida contemporânea que lida agora com temperaturas extremas nunca antes vistas.

A previsão para o futuro não é nada animadora. A Organização das Nações Unidas (ONU) estima que, se nada for feito, chegaremos a 2100 com uma temperatura média 3,7 Cº acima do período pré-revolução industrial, condenando ecossistemas inteiros e, pelo visto, nossa vivência nas cidades também. Em tal contexto, nós como arquitetos e urbanistas, - entre muitas outras responsabilidades de cunho ambiental - carregamos o compromisso de adaptar nossas cidades a essa nova realidade.

Entendendo a dimensão do desafio, ao longo dos últimos anos dentro do ArchDaily, procuramos abordar o tema desde diferentes perspectivas. Entre os artigos mais recentes sobre a questão, o texto Como adaptar cidades para o calor extremo trouxe estratégias interessantes para lidarmos com essa situação como a importância dos espaços vegetados, a valorização de antigas técnicas de resfriamento, o uso de pinturas claras, etc. Outro artigo de destaque trouxe à tona a ideia dos oásis urbanos como pontos de combate ao estresse térmico que o calor gera àqueles que estão no espaço público - não somente pessoas em situação de rua, mas também pedestres que passam horas em trânsito pela cidade.

Espaços urbanos para um planeta superaquecido - Imagem 11 de 19
Parque Madureira / Ruy Rezende Arquitetos. © Bianca Rezende

De qualquer forma, independente da estratégia aplicada ou da escala da intervenção, um fato está claro: precisamos olhar para as nossas cidades e criar espaços resilientes às mudanças climáticas que simbolizem qualidade de vida em vez de riscos à integridade física dos seus habitantes.

Com esse desafio em mente, apresentamos a seguir uma lista de projetos urbanos que servem como modelo de espaços públicos preparados para lidar com um planeta superaquecido oferecendo aos seus usuários superfícies vegetadas, materiais naturais, elementos de água e grandes áreas sombreadas.

Instalação no Parque Baraike / Tomohiro Hata Architect and Associates

Espaços urbanos para um planeta superaquecido - Imagem 4 de 19
Instalação no Parque Baraike / Tomohiro Hata Architect and Associates. © Toshiyuki Yano

Pomar Comunitário, Parque Esmeralda / CAW Arquitectos

Espaços urbanos para um planeta superaquecido - Imagem 14 de 19
Pomar Comunitário, Parque Esmeralda / CAW Arquitectos. © Rodrigo Werner

Parque Madureira / Ruy Rezende Arquitetos

Espaços urbanos para um planeta superaquecido - Imagem 10 de 19
Parque Madureira / Ruy Rezende Arquitetos. © Bianca Rezende

Parque Urbano Shenzhen Shenwan / AUBE CONCEPTION

Espaços urbanos para um planeta superaquecido - Imagem 19 de 19
Parque Urbano Shenzhen Shenwan / AUBE CONCEPTION. Aqueduto. Imagem © Tianpei Zeng

Parque Infantil Aquático Jaworznickie / RS + Robert Skitek

Espaços urbanos para um planeta superaquecido - Imagem 7 de 19
Parque Infantil Aquático Jaworznickie / RS + Robert Skitek. © Tomasz Zakrzewski

Praça da Liberdade / 501 architects

Espaços urbanos para um planeta superaquecido - Imagem 18 de 19
Praça da Liberdade / 501 architects. © Norbert Tukaj

Paisagismo no Jardim do Futuro / ATELIER DYJG

Espaços urbanos para um planeta superaquecido - Imagem 12 de 19
Paisagismo no Jardim do Futuro / ATELIER DYJG. © Holi Landscape Photography

O Jardim Australiano / Taylor Cullity Lethlean + Paul Thompson

Espaços urbanos para um planeta superaquecido - Imagem 5 de 19
O Jardim Australiano / Taylor Cullity Lethlean + Paul Thompson. © John Gollings

Primavera de Tainan / MVRDV

Espaços urbanos para um planeta superaquecido - Imagem 15 de 19
Primavera de Tainan / MVRDV. © Daria Scagliola

Parque Floresta Benjakitti / Turenscape + Arsomslip Community and Environmental Architect

Espaços urbanos para um planeta superaquecido - Imagem 3 de 19
Parque Floresta Benjakitti / Turenscape + Arsomslip Community and Environmental Architect. © Srirath Somsawat

Boulevard White Flowers / Project Group 8 + PARK

Espaços urbanos para um planeta superaquecido - Imagem 17 de 19
Boulevard White Flowers / Project Group 8 + PARK. © Daniil Shvedov

Requalificação Urbana V-Plaza / 3deluxe architecture

Espaços urbanos para um planeta superaquecido - Imagem 9 de 19
Requalificação Urbana V-Plaza / 3deluxe architecture. © Norbert Tukaj

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: Camilla Ghisleni. "Espaços urbanos para um planeta superaquecido" 17 Dez 2023. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/1010157/espacos-urbanos-para-um-planeta-superaquecido> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.