1. ArchDaily
  2. Preservação Histórica

Preservação Histórica: O mais recente de arquitetura e notícia

Beirute, um ano depois: reconstrução cívica em uma nação devastada

Há um ano, no dia 4 de agosto de 2020, a terceira maior explosão não nuclear já registrada na história devastou metade da cidade de Beirute, destruindo o porto e a porção leste da capital libanesa. Uma das maiores tragédias urbanas dos tempos modernos, matou mais de 200 pessoas, feriu milhares e deixou cerca de 300 mil desabrigados, danificando mais de 80 mil estabelecimentos comerciais, residenciais e públicos. Sentida em países vizinhos, a explosão gerou cerca de US$ 15 bilhões em danos materiais — tudo isso em tempos de Covid-19, crise política, agitação social e colapso econômico.

Um ano depois, pouca coisa mudou. Apenas ficou mais difícil para a população de Beirute. Um ano depois, tudo na cidade ainda os lembra daquele dia. As principais questões permanecem sem resposta, nenhum resgate ou plano de ação foi colocado em marcha por instituições governamentais; na ausência completa do Estado, a sociedade civil se mobilizou para assumir com suas próprias mãos os esforços de reconstrução.

Palácio Sursock. Imagem © Dia MradBuraco negro. Imagem © Dia MradGibran Khalil Gibran 150x120 August 05 2020, Quantum House or Villa Mokbel. Image © Dia MradÓleo na água. Imagem © Dia Mrad+ 24

Unesco remove o status de Patrimônio Mundial de Liverpool e tira Veneza da lista de sítios em risco

Neste mês, a Unesco anunciou uma série de decisões sobre importantes patrimônios históricos, gerando discussões em torno da preservação e do desenvolvimento urbano. Na semana passada, o Comitê do Patrimônio Mundial decidiu retirar Liverpool de seu status de patrimônio mundial, já que os novos empreendimentos são considerados prejudiciais à integridade da orla da cidade. Esses projetos colocaram a cidade na Lista do Patrimônio Mundial em Perigo em 2012, uma designação que Veneza conseguiu evitar no início desta semana, devido em grande parte à recente proibição de navios de cruzeiro.

Cortesia de Broadway Malyan, ©Walter Menzies. Imagem Cortesia de Broadway Malyan, © webbaviation.co.uk. Imagem Imagem <a href="https://unsplash.com/@stijntestrake?utm_source=unsplash&utm_medium=referral&utm_content=creditCopyText">Stijn te Strake</a> on <a href="https://unsplash.com/s/photos/venice?utm_source=unsplash&utm_medium=referral&utm_content=creditCopyText">Unsplash</a>   © Shutterstock+ 6

Casa E-1027 de Eileen Gray é restaurada e aberta ao público

A Associação Cap Moderne anunciou que a restauração da casa modernista E-1027 de Eileen Gray — junto com outros projetos da região, como a Cabanon, as Unités de Camping e o restaurante l'Etoile de Mer de Le Corbusier — foi concluída e a villa está agora aberta a visitantes. O local está listado como Patrimônio Mundial da UNESCO e é considerado um dos lugares imperdíveis a serem descobertos na região, recebendo mais de 10.000 visitantes por ano.

© Manuel Bougot© Manuel Bougot© Manuel Bougot© Manuel Bougot+ 9

Casa perto de Demachiyanagi / atelier Luke

© Yohei Sasakura© Yohei Sasakura© Yohei Sasakura© Yohei Sasakura+ 36

  • Arquitetos: atelier Luke
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2018
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Cielo ceramica, Gotoh Lighting Furniture, Grohe, HORI LOCKS, Hi-Ceramics, +8

A relação entre a arqueologia e a arquitetura

Em sua essência, a arquitetura é uma profissão interdisciplinar. Desde engenheiros estruturais a agrimensores, um projeto de arquitetura desenvolve-se com a colaboração de indivíduos de diversas áreas de trabalho. Uma conexão muitas vezes esquecida é o elo entre os campos da arquitetura e da arqueologia, que, de várias maneiras, têm muito em comum. Numa época de maior consciência sobre as questões de sustentabilidade e patrimônio, a expertise presente no campo da arqueologia desempenha um papel vital na preservação de marcos arquitetônicos de importância histórica. Essa experiência também pode desempenhar um papel significativo na criação de intervenções arquitetônicas sensíveis, adequadas ao seu contexto, contemporâneas em seu projeto, ao mesmo tempo, em que respondem a precedentes históricos.

Cortesia de Henry Paul/UnsplashCortesia de Diliff via Wikimedia CommonsCortesia UNESCO© Aerial photograph by @copter_shot+ 11

A renderização como ferramenta de preservação do patrimônio na China

O patrimônio construído é um valioso tesouro que nos foi deixado por nossos ancestrais. Edifícios históricos falam não apenas sobre o passado, mas também sobre o presente. Eles nos fazem refletir sobre a nossa própria cultura—quem nós somos e de onde viemos. Entretanto, a medida que nossas cidades crescem e a nossa sociedade evolui, o progresso se dá, muitas vezes, às custas da ruína e do consequente desaparecimento deste mesmo patrimônio, o qual gradualmente parece ser desprovido de sentido. Neste contexto, a proteção e preservação de edifícios históricos parece nunca ter estado tão ameaçada quanto nos dias de hoje.

Grande Museu Egípcio junto às pirâmides de Gizé está pronto para ser inaugurado

Projetado pelo escritório de arquitetura irlandês Heneghan Peng, o tão aguardado Grande Museu Egípcio—uma estrutura inteiramente dedicada à egiptologia e implantada junto às grandes pirâmides do Egito—, deverá finalmente ser inaugurado no próximo verão. A apenas 2 km de distância das pirâmides de Gizé e considerado o maior museu do mundo dedicado a uma única civilização, o complexo cultural do Grande Museu Egípcio está sendo construído para abrigar uma coleção de aproximadamente 100.000 artefatos antigos, cobrindo uma área total de 24.000m² além de contar com um museu infantil anexo, um centro de conferências, espaços educacionais, um núcleo de conservação e restauração assim como extensos jardins paisagistas dentro e fora do edifício principal.

Cortesia de Heneghan Peng ArchitectsCortesia de ArupCortesia do Ministério do Turismo e Arqueologia do EgitoCortesia de Heneghan Peng Architects+ 21

Silo projetado por Alvar Aalto será transformado em centro de pesquisa em Oulu, Finlândia

O Skene Catling de la Peña, escritório de arquitetura com sede em Londres e Madri, em parceria com a Factum Foundation, está desenvolvendo um projeto de reforma que pretende ressignificar a icônica estrutura de concreto do silo industrial projetado por Alvar Aalto em 1931 na cidade finlandesa de Oulu. Concebido para transformar o edifício industrial em um novíssimo centro de pesquisa em arquitetura e patrimônio histórico, o AALTOSIILO “é um projeto de referência que servirá de modelo para futuros projetos de reutilização de estruturas industrial no norte da Europa e além—uma iniciativa que pretende transformar a relação entre o passado industrial da região e a sua relação com o meio ambiente.”

Arquitetura brutalista: o monstro que todos amam

Certamente têm razão aqueles que dizem que as tendências aparecem tão rapidamente quanto subitamente desaparecem—na moda, na música, na arte e, especialmente, na arquitetura. O brutalismo tornou-se um estilo bastante popular ao longo da primeira metade do século XX, atingindo seu auge na década de 1970 para então cair no esquecimento, à medida que as tendências apontavam para edifícios de linhas puras, formas simples e atemporais. Mas hoje, praticamente meio século depois, o amor pelas superfícies brutas e rugosas do concreto aparente parecem estar ressurgindo com toda força.

Robin Hood Gardens. Imagem © Steve Cadman© Amanda Vincent-Rous© Amanda Vincent-Rous© Joe Gilbert+ 13

Preservação e resiliência em Miami Beach

Ao longo do século XX, Miami Beach passou por inúmeras e profundas transformações, desde seu importante papel durante os anos dourados na virada do século, passando a ser conhecida como a capital americana do Art Déco até se transformar em um dos principais destinos de luxo da metade do século—para logo depois cair no esquecimento durante os anos 1970. Depois de quase uma década de abandono e decadência, pouco a pouco esta pequena cidade-distrito de Miami começou a despertar o interesse da comunidade de preservacionistas em meados dos anos 1980. Na década de 1990, Miami Beach ressurge como uma fênix para então se tornar novamente um dos destinos mais procurados dos Estados Unidos, atraindo novos ilustres residentes e personagens famosos como Gianni Versace entre outros.

Preservar ou demolir: duas caras de uma mesma moeda

Desde o final do século XIX até os dias de hoje, a cidade de Nova Iorque se consolidou como o principal epicentro da construção de edifícios em altura ao redor do todo. Muitas destas estruturas, concebidas e projetadas pelos mais importantes personagens da história recente da arquitetura, rapidamente adquiriram o status de ícone, influenciando para sempre a forma como concebemos nossos edifícios e cidades. Ainda assim, muitos arranha-céus históricos da cidade de Nova Iorque acabaram sendo demolidos, dando lugar a estruturas cada vez mais altas e tecnológicas. Neste contexto, novidade e obsolescência parecem duas faces de uma mesma moeda. As recentes disputas e impasses ao redor de algumas das mais icônicas estruturas em altura já construídas na cidade de Nova Iorque, revela o quão rapidamente as coisas podem mudar de figura.

Antakya Museum Hotel: uma ousada estratégia de preservação histórica

Este artigo foi originalmente publicado pela Metropolis Magazine.

Projetado pelo EAA – Emre Arolat Architecture, o hotel de 199 quartos em Antakya, na Turquia, foi construído com módulos pré-fabricados encaixados em uma enorme trama de vigas e colunas de aço.

Caminhamos todos os dias por calçadas e ruas, vagando pela superfície da terra sem saber os mistérios que ela oculta. Em algumas cidades, o passado permanece protegido e esquecido, enterrado em baixo do solo. Em outras porém, seus segredos brotam da terra como as flores da primavera. Escavar é redescobrir a história. Na cidade de Antakya, por exemplo, quando removemos uma pedra de lugar, revelam-se relíquias inestimáveis de um passado glorioso. Como aconteceu durante as obras do recém-inaugurado Antakya Museum Hotel, projetado pelo escritório de Emre Arolat (EAA). O projeto transformou este desafio em uma nova e ousada estratégia de preservação histórica.

Preservando a arquitetura brutalista esquecida da Índia

O brutalismo é uma corrente da arquitetura que se desenvolveu em diferentes partes do mundo, sempre levando em consideração algumas particularidades locais, embora compartilhando de alguns preceitos comuns como, por exemplo, o uso de materiais sem revestimento e o transparecimento do trabalho necessário para erguer as obras. O debate acerca do brutalismo é ainda intenso em diversas regiões, reunindo argumentos a favor e contra sua preservação. 

Enquanto muitos enxergam a arquitetura brutalista como "feia” ou “incompleta”, Arhan Vohra, um estudante de apenas 17 anos, lançou o Brutal Delhi, uma plataforma que reúne suas fotografias de edifícios brutalistas de Nova Delhi, Índia.

NDDB Building . Imagem © Arhan VohraNDMC Building . Imagem © Arhan VohraThe Shri Ram Centre for Performing Arts. Imagem © Arhan VohraNCDC Building . Imagem © Arhan Vohra+ 11

WORKac projeta uma cobertura "invisível" em edifício centenário

À primeira vista, o Stealth Building parece um prédio de apartamentos de ferro fundido primorosamente restaurado. Isso é porque, tecnicamente, é o que ele é. Mas, após uma observação mais minuciosa, o edifício de Lower Manhattan é repleto de práticas inovadoras de restauração e renovação da WORKac.

© Laurian Ghinitoiu© Laurian Ghinitoiu© Laurian Ghinitoiu© Laurian Ghinitoiu+ 23

Schmidt Hammer Lassen transformará antiga torre de Liverpool em um centro de pesquisas marítimas

Cortesia de Schmidt Hammer Lassen
Cortesia de Schmidt Hammer Lassen

Schmidt Hammer Lassen é o grande vencedor do concurso por convite para o projeto do Hub do Conhecimento Marinho na cidade de Liverpool, no Reino Unido. O edifício de 6.400 metros quadrados abrigará diversas áreas destinadas à pesquisa, treinamento, espaços para escritórios e realização de eventos, elevando o status de Liverpool e também do Reino Unido no setor da indústria e da pesquisa marítima.

A proposta faz parte do projeto de requalificação da Wirral Waters. O masterplan de £ 4,5 bilhões representa o maior investimento da história do planejamento urbano já apresentada no Reino Unido desde o ano de 2009.

Realidade virtual abre novas possibilidades para a preservação do patrimônio

Em parceria com uma organização sem fins lucrativos de varredura a laser em 3D chamada CyArk, o Google Arts & Culture iniciou o Open Heritage Project, um novo capítulo para a preservação histórica na forma de realidade virtual. Usando a avançada tecnologia de escaneamento a laser 3D, fotografia aérea com drones de alta resolução e câmeras DSLR, o CyArk pode recriar virtualmente o patrimônio, fazendo com que seja mais fácil explorá-lo e restaurá-lo.

Dark Arkitekter divulga projeto de recuperação do Teatro Nacional de Oslo

O escritório de arquitetura Dark Arkitekter, de Oslo, busca impulsionar a requalificação do centro cultural da cidade com a sua proposta para recuperar o Teatro Nacional e seu espaço público circundante. O governo planeja a renovação da antiga estrutura construída há 118 anos. Descontentes com a proposta apresentada pelas autoridades, o Dark Arkitekter decidiu criar uma proposta para recuperar o Teatro.

© Dark Arkitekter© Dark Arkitekter© Dark Arkitekter© Dark Arkitekter+ 12

Clássicos da Arquitetura: Basílica de Saint-Denis / Abbot Suger

A origem da arquitetura gótica, um estilo que definiu a Europa na Idade Média tardia, pode ser rastreada até uma única igreja nos subúrbios do norte de Paris. A Basílica real de Saint-Denis (Basilique royale de Saint-Denis), construída no terreno de uma abadia e um relicário estabelecidos na Dinastia Carolíngia (800-888), foi reconstruída parcialmente sob a administração de Abbot Suger no início do século XII ; Estas adições - utilizando uma variedade de técnicas estruturais e estilísticas desenvolvidas na construção de igrejas românicas nos séculos precedentes - colocariam a arquitetura medieval em um novo curso que carregaria pelo resto da época.

Félix Benoist (Domínio Público). ImageEngraving (1861)Janela. Imagem © Wikimedia user Diliff (CC BY-SA 3.0)Tumba. Image © Wikimedia user Myrabella (CC BY-SA 3.0)Fachada Oeste Portal Detalhe. Image © Wikimedia user Myrabella (CC BY-SA 3.0)+ 9