Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Demolição

Demolição: O mais recente de arquitetura e notícia

Quais são os edifícios mais altos já demolidos?

10 edifícios mais altos já demolidos. Cortesia de Council on Tall Buildings and Urban Habitat
10 edifícios mais altos já demolidos. Cortesia de Council on Tall Buildings and Urban Habitat

O Conselho de Edifícios Altos e Habitat Urbano (CTBUH) lançou recentemente um novo estudo intitulado "Edifícios Demolidos Mais Altos", que examina 100 dos edifícios mais altos que já foram destruídos pelos seus proprietários. O relatório confirma que, se a JPMorgan Chase continuar com seus planos, o 270 Park Avenue projetado pelo SOM em Nova Iorque se tornará o edifício mais alto já demolido, sendo o primeiro com mais de 200 metros de altura.

O estudo mostrou que, na maioria dos casos, os edifícios foram demolidos para dar lugar a novos arranha-céus, como é o caso do atual edifício mais alto já demolido, o Singer Building, em Nova York. O Singer Building tinha 187 metros de altura e 41 pavimentos, até ser demolido em 1968 para dar lugar ao One Liberty Plaza.

Robin Hood Gardens de Alison e Peter Smithson começa a ser demolido

Iniciou-se oficialmente as demolições do projeto habitacional Robin Hood Gardens no leste de Londres, colocando um ponto final em qualquer possibilidade de preservação de um ícone da arquitetura brutalista do Reino Unido. Projetado pelos arquitetos britânicos Alison e Peter Smithson e concluído em 1972, os planos para a limpeza e reconstrução da área tem estado em pauta há mais de cinco anos, antes mesmo da indecisão do governo e de uma corajosa campanha de protesto liderada por arquitetos como Richard Rogers, Zaha Hadid, Robert Venturi e Toyo Ito, que questionava o plano.

14 Edifícios tragicamente demolidos que mostram nossa atitude em relação à arquitetura

Imortalizados em fotografias, desenhos e histórias, edifícios que foram demolidos ou completamente reformados existem no domínio conhecido como "arquitetura perdida". Seja por razões econômicas ou estéticas, o antigo dá lugar ao novo, frequentemente para o desdém dos membros da comunidade e de arquitetos. Mas os edifícios antigos contam uma história sobre as políticas de preservação sempre em constante mudança - e frequentemente a contam muito melhor do que os edifícios ainda preservados poderiam contar. Como a paisagem arquitetônica continua a mudar em nosso redor, é importante reconhecer nosso passado, mesmo se seus traços foram eliminados do mundo físico.

Clássicos da Arquitetura: Projeto Habitacional Pruitt-Igoe / Minoru Yamasaki

Poucos edifícios na história podem reivindicar um legado tão infame como o Projeto Habitacional Pruitt-Igoe em St. Louis, Missouri. Construído durante o auge do modernismo, esta coleção nominalmente inovadora de torres residenciais foi concebido para se erguer como um triunfo dos projetos arquitetônicos racionais sobre os males da pobreza e a deterioração urbana; Em vez disso, duas décadas de turbulência precederam a destruição final, brusca, de todo o complexo em 1973. A queda de Pruitt-Igoe acabou por significar não apenas o fracasso de um projeto de habitação pública, mas sem dúvida a morte de toda uma era de projetos modernistas.

Após duas décadas de crimes e problemas de manutenção, Pruitt-Igoe foi demolido entre 1972 e 1977. ImageVia pruitt-igoe.com As torres reluzentes de Pruitt-Igoe deveriam ter sido um\ "Manhattan no Mississippi.". ImageCourtesy de Wikimedia usuário Cadastral (Public Domain) Cortesia de "The Pruitt Igoe Myth" Grande parte do paisagismo e instalações comunitárias que Minoru Yamasaki originalmente propôs nunca foram construídas, contribuindo para a espiral descendente de Pruitt-Igoe. ImageVia pruitt-igoe.com + 8

A queda de um clássico: Time-lapse registra a demolição do Prentice Women’s Hospital em Chicago

Após uma intensa batalha para garantir a preservação do antigo Prentice Women's Hospital, de Bertrand Goldberg, o ícone de Chicago foi demolido para dar lugar ao novo Biomedical Research Building da Feinberg School of Medicine, projetado pelo escritório Perkins+Will. A luta pela preservação durou quatro anos e foi marcada por repetidas apelações enviadas à Comissão de Ícones de Chicago e ao Prefeito Rahm Emanuel na esperança de inscrever o edifício nos registros históricos e propor sua remodelagem para novos programas. A campanha global apoiada por arquitetos e preservacionistas para salvar o Prentice recebeu pouca atenção na agenda política, que priorizou o desenvolvimento em vez da preservação do passado da cidade.

Os 10 edifícios mais altos já demolidos

A lista a seguir dos dez edifícios mais altos já demolidos, compilada por Michael Aynsley, foi originalmente publicada em BuzzBuzzHome.

Antes de começar a contagem regressiva, uma ressalva: esta lista considera apenas edifícios que foram demolidos intencionalmente por seus proprietários. Se incluísse todas as estruturas em altura que não estão mais de pé, as posições de número um, dois e quatro seriam ocupadas por três edifícios do World Trade Center, tragicamente destruídos em 11 de setembro de 2001.

Concerto para Edifício Transposto / Patricia Osses