Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Patrimônio

Patrimônio: O mais recente de arquitetura e notícia

Reuso adaptativo: 4 exemplos de como intervir no patrimônio arquitetônico

A ação do tempo é inevitável para qualquer obra arquitetônica: todos os edifícios estão sujeitos, em maior ou menor grau, às consequências das condições atmosféricas e dos diferentes usos que lhes são atribuídos ao longo do tempo. Como alternativa para “dar vida” a edifícios sem uso, o reuso adaptativo tem ganhado força nas últimas décadas. Mas apesar de sua grande difusão, a aplicação prática deste conceito não é simples.

Iphan oferece 10 bolsas de estudo para mestrado profissional em preservação do patrimônio

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - Iphan abriu inscrições para 10 bolsas de Mestrado Profissional em Preservação do Patrimônio Cultural. Os interessados em participar do processo seletivo podem se inscrever até o dia 02 de março de 2020.

Museu da Bíblia pode colocar em risco a preservação do Eixo Monumental de Brasília

O governo do Distrito Federal anunciou, em meados do mês passado, planos para a construção do Museu da Bíblia a partir de croquis de Oscar Niemeyer produzidos em 1987. Entidades de Arquitetura e Urbanismo do DF manifestaram preocupação com os planos, que podem alterar sensivelmente e preservação do Eixo Monumental da capital federal.

Como evitar a degradação de prédios tombados

Não há dúvida que a preservação do patrimônio histórico, artístico e arquitetônico é um objetivo fundamental para a construção de uma cidade justa. É um direito de todos os cidadãos, das presentes e das futuras gerações, conhecer e fruir nossa memória e nossa cultura. Mas para que de fato isto aconteça é essencial um olhar criterioso e ao mesmo tempo uma visão geral da cidade.

As 7 estações de trem mais belas da América do Sul

Trens não são a primeira opção nos transportes em países da América do Sul, seja de carga ou de passageiros. A malha ferroviária dos diferentes países é pouco conectada e, mesmo internamente, está, em grande medida, desatualizada ou sucateada. Todavia, do passado em que os transportes se davam, principalmente, sobre trilhos, restam belíssimas estações ferroviárias que, ainda hoje, recebem trens de carga e passageiros.

Dicionário Iphan do Patrimônio Cultural: o que é "revitalização"

Podemos inicialmente apreender o conceito de revitalização como uma prática projetual ou um processo socioespacial liderado estrategicamente por determinados grupos associados ao planejamento urbano contemporâneo. A estruturação da cidade contemporânea depende, de acordo com Meyer (2000), de grandes projetos urbanos estratégicos. O valor estratégico de tais projetos está subordinado, segundo a autora, à sua capacidade de provocar transformações significativas no espaço metropolitano, aumentando seu poder de atratividade e influência. Mais do que simplesmente melhorias urbanas pontuais e específicas, o planejamento urbano contemporâneo se revela, na intencionalidade de seus defensores, como um instrumento capaz de promover a agregação do território metropolitano e de organizar os fluxos que evitam a dispersão funcional e espacial.

Cobogós e azulejos: designer mapeia afetivamente a arquitetura de Olinda

No Centro Histórico de Olinda (PE), a arquitetura furta formas e cores da natureza: os furos dos cobogós nas varandas lembram folhas leves e frutos redondos; os portões de gradil espiralam com um quê de galho retorcido de flor. Há também cor de terra e de céu no chão: quintais, cozinhas e salas de casas coloniais são ladrilhadas em marrom e azul.

Conselho de Patrimônio de Ponta Grossa se recusa a tombar casas de Vilanova Artigas e Miguel Juliano

O Conselho Municipal de Patrimônio Cultural de Ponta Grossa negou o pedido de tombamento de duas das últimas casas modernistas preservadas da cidade. Os imóveis são a Residência Família Correia de Sá, de 1948, projetada por João Vilanova Artigas, e a Residência Família Justus, de 1950, concebida pelo arquiteto goiano Miguel Juliano, que ganhou destaque nacional pelas obras de cunho público.

Prefeitura de São Paulo assina concessão do Pacaembu a consórcio privado

A Prefeitura de São Paulo assinou nesta segunda-feira, 16 de setembro, a concessão do estádio do Pacaembu ao consórcio Patrimônio SP, formado pelas empresas Progen, de engenharia, e Savona, fundo de investimentos. O estádio passará por reformas e deverá permanecer fechado ao público pelos próximos dois anos.

A comida e o espaço público

Quem já frequentou a praia do Rio se Janeiro certamente viu vendedores oferecendo queijo coalho ou camarão grelhados, chá mate e biscoito Globo, lanches clássicos da orla carioca. Em São Paulo, feiras servem caldo de cana e pastel frito, adaptação local de um prato trazido originalmente pelos chineses e popularizado pelos japoneses. Em Minas, o pão de queijo e o pastel, também de queijo. Em Salvador, impossível não mencionar o acarajé (com ou sem pimenta), inclusive declarado como bem cultural imaterial pelo IPHAN. A capital baiana também já conta com um Guia de Comida de Rua próprio, tamanha a diversidade encontrada na cidade.

Dicionário Iphan do Patrimônio Cultural: o que é um "quilombo"

A Constituição Federal de 1988, ao trazer em dois de seus artigos termos associados aos quilombos, abriu portas para a apropriação dessa categoria pelos movimentos sociais camponeses mobilizados e organizados em torno do fator étnico. Processo esse não previsto pelos legisladores, que tratavam a categoria quilombo a partir de uma perspectiva passadista, baseada mais em uma abordagem arqueológica e exotizante do patrimônio cultural associado a outras matrizes culturais que não a luso-brasileira.

Edifício que seria demolido por diferenças entre projeto e construção será preservado no Reino Unido

Após 2 anos de luta judicial, GROUPWORK e Amin Taha Architects vencem o processo contra a demolição do edifício 15 Clerkenwell Close.

Ecologia Urbana: do corpo ao território

Como exercitar um olhar holístico, complexo e sistêmico para o habitar do que chamamos de casa? Como produzir outras formas de valorizar e reconhecer culturas não hegemônicas? Quais as patologias dos sistemas que somos ensinados a acreditar e como criar novas formas de percepção e ação que entendam como os sistemas de produção e organização de vida estão interconectados?

Os principais problemas do mundo são um resultado de como a natureza funciona e como as pessoas pensam: o que significaria mudar a forma como pensamos? As ideias, afinal, estão relacionadas a forma como nós habitamos o mundo. Existimos na terra

Plano-Piloto em Olinda nos anos 80 pode apontar caminhos para gestão urbana do patrimônio cultural na atualidade

Entre 1985 e 1989, a cidade de Olinda-PE foi palco do Piloto de um programa federal que seria desenvolvido em outras 48 cidades do Brasil. Entre outras coisas, este programa procurava viabilizar habitação social em núcleos construídos e garantir através da permanência de moradores tradicionais a memória e os modos de vida locais. Ainda pouco difundido na história do patrimônio cultural e das políticas de habitação social no Brasil, este plano aponta caminhos para a gestão de territórios a partir das práticas sociais e culturais de seus habitantes.

Exposição Jockey Club Patrimônio Cultural da Cidade de São Paulo

Atenção arquitetos, urbanistas, profissionais da área de preservação do patrimônio e estudantes universitários:

Contamos com um programa de monitoria especializada para visitas à exposição "Jockey Club Patrimônio Cultural da Cidade de São Paulo", que traça uma breve história do clube, ilustrada por fotos, vídeos e alguns objetos que desvelam os segredos dos edifícios preservados pelo Patrimônio Histórico, suas obras de arte e aspectos do convívio social e esportivo.

A exposição está montada na Av. Lineu de Paula Machado, nº 1.263, na antiga Pagadoria, do lado direito de quem chega pela entrada social.

As visitas exclusivas para profissionais da área terão monitoria de um