1. ArchDaily
  2. Patrimônio

Patrimônio: O mais recente de arquitetura e notícia

Piscinas de Leça da Palmeira de Álvaro Siza são contempladas no programa de preservação da Getty Foundation

A Getty Foundation anunciou mais de US$ 2 milhões em doações para 13 edifícios importantes do século XX, como parte do programa Keeping It Modern. Lançada em 2014, esta é a última edição da iniciativa de conservação que tem como objetivo estimular profissionais de todo o mundo a se envolverem em pesquisa e planejamento proativos para a preservação a longo prazo de edifícios modernos.

Cortesia de Getty FoundationCortesia de Getty FoundationCortesia de Getty FoundationCortesia de Getty Foundation+ 13

1o Fórum FAZER Patrimonial - Ação, Zeladoria, Educação e Resistência Patrimonial

Como pensar a arquitetura e o urbanismo aliados com a produção cultural e a memória coletiva? É pra trocar conhecimentos sobre essa potente relação que surge o FAZER Patrimonial - Fórum de Ação, Zeladoria, Educação e Resistência Patrimonial! 
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
O evento acontece virtualmente nos dias 10 e 11 de julho e conta com a participação de diversos convidados. Juntos, vamos abordar e discutir perspectivas contemporâneas sobre a educação patrimonial e sua integração na vida social. A transmissão é pelo youtube, aberta ao público e acessível em Libras.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Para se inscrever, acesse even3.com.br/1fazerpatrimonial/

Projeto realizado com apoio institucional do @caursoficial

Os geoglifos do Acre: um patrimônio histórico-social amazônico

Ensaio produzido originalmente como trabalho final da disciplina eletiva Moradias Tradicionais da Escola da Cidade em 2017 aborda a presença pouco conhecida de construções pré-colombianas de grande escala presentes no meio da Floresta Amazônica.

Nos últimos 40 anos, foram encontradas no Estado do Acre centenas de formações geométricas maciças escavadas no solo – os chamados geoglifos. Estas construções demonstram que a Amazônia já foi habitada há milhares de anos e que a sua vegetação foi manejada, desmentindo a imagem de que a região seja um território intocado.

Cité Frugès de Le Corbusier, lições de um bairro de habitações sociais modernas

Na década de 1920, o bairro de habitação industrial Cité Frugès, em Pessac, França, estava sendo concluído. Um dos 17 sítios de Le Corbusier catalogado como patrimônio da UNESCO.

10 Projetos que ressignificam o patrimônio histórico construído

Reaproveitar uma pré-existência, atribuindo-lhe novo uso ou simplesmente melhorando suas condições, poder ser uma estratégia inteligente em nosso contexto ambiental de acelerado consumo de recursos. Pensar em modos de recuperar um edifício é tarefa da arquitetura, mas a missão se complexifica quando a pré-existência é imbuída de altos valores e significados culturais e históricos, já que intervir – e alterar – o patrimônio arquitetônico significa redesenhar o passado e prescrever um futuro, que pode ou não conter novos modos de usar a estrutura.

Inscrições abertas para o maior prêmio de valorização do patrimônio cultural no Brasil

Todos os brasileiros que atuam na gestão, preservação, valorização e promoção do Patrimônio Cultural podem participar do Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade. Promovido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) desde 1987, esta é a maior premiação nacional no campo do patrimônio cultural e tem como objetivo valorizar aqueles que atuam em favor da preservação dos bens culturais do país.

Open House Porto 2020 abre chamada para voluntários

Na sua 6ª edição, o Open House Porto (OHP) dá as boas vindas à cidade da Maia, que assim se junta a Matosinhos, Porto e Vila Nova de Gaia para a grande festa anual da arquitetura organizada pela Casa da Arquitectura – Centro Português de Arquitectura. Para informar e orientar os visitantes estarão abertas, até 20 de abril, as candidaturas para o recrutamento de 400 voluntários.

Como as paredes dos edifícios romanos eram construídas?

No apogeu do Império Romano, seu território se estendia a mais de cinco milhões de quilômetros quadrados, entre Europa, Ásia e África. Roma exercia poder sobre uma população de mais de 70 milhões de pessoas, o que correspondia a 21% da população mundial na época. De fato, como já mostramos em outro artigo, todos os caminhos levavam à cidade de Roma, grande sede do império e o patrimônio material e imaterial deixado pelo império é incomensurável, sendo que até hoje pesquisadores buscam entender todo o seu impacto no mundo atual. Desde o início de sua expansão no século VI a.C. até sua queda no ano de 476 d.C., o legado deixado pelos romanos abrange áreas como o direito, as artes plásticas, o latim que originou diversos idiomas, o sistema de governo e, muito importante, a arquitetura.

Reuso adaptativo: 4 exemplos de como intervir no patrimônio arquitetônico

A ação do tempo é inevitável para qualquer obra arquitetônica: todos os edifícios estão sujeitos, em maior ou menor grau, às consequências das condições atmosféricas e dos diferentes usos que lhes são atribuídos ao longo do tempo. Como alternativa para “dar vida” a edifícios sem uso, o reuso adaptativo tem ganhado força nas últimas décadas. Mas apesar de sua grande difusão, a aplicação prática deste conceito não é simples.

Bairro da Liberdade: o apagamento histórico da memória negra em São Paulo

O “Caminho Histórico Glória-Lavapés” é composto pelas ruas da Glória e do Lavapés, que interligam os bairros da Liberdade, Glicério e Cambuci situados na região central do município de São Paulo. Apesar de ter sido tombado em março de 2018 e homologado em julho de 2019 pelo Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo (CONPRESP), esse lugar ainda enfrenta problemáticas que reiteram e reforçam o apagamento histórico de memórias importantes compreendidas ao longo dessa extensão como a memória de ocupação negra, a memória morfológica do traçado da cidade colonial e a memória visual e topográfica da condição acidentada do terreno.

Prefeitura de São Paulo disponibiliza mapa online com os sítios arqueológicos da cidade

A Prefeitura de São Paulo, através do portal online GeoSampa - iniciativa da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (SMDU) - disponibilizou um mapa com todos os sítios arqueológicos da cidade. O portal mapeia locais de interesse patrimonial, de cemitérios clandestinos e artefatos indígenas a ruínas de mineração de ouro.

Jovens da Bahia preservam patrimônio histórico negro ouvindo comunidade

O município de Rio do Antônio, localizado a cerca de 700 quilômetros da capital do estado da Bahia, possui até hoje resquícios deixados da época da escravização no Brasil. O período deixou marcas que podem ser notadas na realidade na cidade, inclusive em sua arquitetura.

Fotos comparam o espaço ocupado por carros, ônibus e bicicletas na Ponte Hercílio Luz em Florianópolis

Comparativo do espaço necessário para a circulação de 42 pessoas. Image Cortesia de Prefeitura Municipal de Florianópolis. Programa Ponte Viva: Hercílio Luz Para as Pessoas
Comparativo do espaço necessário para a circulação de 42 pessoas. Image Cortesia de Prefeitura Municipal de Florianópolis. Programa Ponte Viva: Hercílio Luz Para as Pessoas

A Prefeitura Municipal de Florianópolis organizou uma iniciativa na Ponte Hercílio Luz que mostra, através de fotos comparativas, o espaço ocupado por diferentes modos de transporte com o mesmo número de passageiros. A iniciativa partiu do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Florianópolis (IPUF) e da Secretaria Municipal de Mobilidade e Planejamento Urbano, e faz parte do Programa Ponte Viva.

Iphan oferece 10 bolsas de estudo para mestrado profissional em preservação do patrimônio

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - Iphan abriu inscrições para 10 bolsas de Mestrado Profissional em Preservação do Patrimônio Cultural. Os interessados em participar do processo seletivo podem se inscrever até o dia 02 de março de 2020.

Museu da Bíblia pode colocar em risco a preservação do Eixo Monumental de Brasília

O governo do Distrito Federal anunciou, em meados do mês passado, planos para a construção do Museu da Bíblia a partir de croquis de Oscar Niemeyer produzidos em 1987. Entidades de Arquitetura e Urbanismo do DF manifestaram preocupação com os planos, que podem alterar sensivelmente e preservação do Eixo Monumental da capital federal.

Como evitar a degradação de prédios tombados

Não há dúvida que a preservação do patrimônio histórico, artístico e arquitetônico é um objetivo fundamental para a construção de uma cidade justa. É um direito de todos os cidadãos, das presentes e das futuras gerações, conhecer e fruir nossa memória e nossa cultura. Mas para que de fato isto aconteça é essencial um olhar criterioso e ao mesmo tempo uma visão geral da cidade.