1. ArchDaily
  2. Manaus

Manaus: O mais recente de arquitetura e notícia

Casa Campinarana / Laurent Troost Architectures

© Leonardo Finotti© Maíra Acayaba© Leonardo Finotti© Maíra Acayaba+ 28

Manaus, Brasil
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  366
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2017
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Amazon Aço, Dellanno, Gerdau Corsa, ROCHA Aluminium, mmcite

Hotel em Manaus / AMZ Arquitetos

© Maira Acayaba© Maira Acayaba© Maira Acayaba© Maira Acayaba+ 37

  • Arquitetos: AMZ Arquitetos
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  2100
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2016

Casa Manaus / Alexia Convers Architecture

© Ivan De La Luz© Ivan De La Luz© Ivan De La Luz© Ivan De La Luz+ 61

Manaus, Brasil
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  697
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2017
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Deca, Cemex, Fanimation, Jado

Clássicos da Arquitetura: Residência Recife / Severiano Porto

© NPD-Núcleo de Pesquisa e Documentação da UFRJ© Humberto Barata Neto© Humberto Barata Neto© Humberto Barata Neto+ 18

Por Marcos Cereto

O lote em esquina obtusa localiza-se na Avenida Mário Ypiranga (antiga rua Recife, 1762) com a Alameda Luis Mendes em Manaus. Com poligonal irregular, o terreno deriva da união de um leque com dois retângulos com área aproximada de 650 m2. O edifício estava locado na orientação norte-sul na porção ortogonal junto ao limite Oeste. Na porção irregular do lote ao Leste, vegetação. O volume estava organizado em três partes: um paralelepípedo com dois pavimentos no Leste, outro térreo no Oeste e um Átrio que articulava a composição. No volume ao Leste do terreno, dez colunas colossais em itaúba com 0,40m de diâmetro distantes 4,20m no sentido norte-sul por 5,20m sustentavam a coberta em uma água com telhas Brasilit. Na fachada Leste, um beiral de 2,50m protegia as réguas horizontais em cedro que uniam as colunas. No volume térreo ao Oeste, o bloco de serviços em alvenaria de tijolos cerâmicos com cobertura em uma água e beiral de 1,20m.

A história das cidades em 10 edifícios, segundo o Guardian Cities

Todas as coisas boas devem chegar a um fim e a excelente série "History of Cities in 50 Buildings" do Guardian Cities, infelizmente, não é uma exceção. A série definitivamente vale a pena ser lida, trazendo o melhor da escrita acadêmica e arquitetônica de autores convidados e da equipe própria, mas se você está com pouco tempo - e se é um arquiteto, é bastante provável que isso seja verdade - compilamos, a seguir, 10 destaques da lista do Guardian para você.

Teatro Amazonas, Manaus. Imagem © Wikimedia user LeaderfoNarkomfin Building, Moscou. Imagem © Wikimedia user NVOPonte Tower, Joanesburgo. Imagem © Flickr user fiverlockerByker Wall Estate, Newcastle. Imagem © Flickr user George Rex+ 11

"Salada de Frutas", a dissolução entre infraestrutura, arquitetura e território urbano

Vencedora da última edição do Holcim Awards América Latina, o projeto Ensalada de Frutas (Salada de Frutas), desenvolvido pelos arquitetos Patricio Cuello, Iván Báez, Alejandro Alaniz e Christian Barrera, propõe um porto flutuante em pleno coração do Amazonas, Manaus, revertendo a "lógica fragmentária atual da orla" de uma das principais cidades do norte do Brasil.

No contexto do SOS Cidades Manaus 2012, o projeto busca potencializar o vínculo entre a cidade e o rio, assumindo como parte do enfoque conceitual a variação do nível das águas, que se faz presente no programa flutuante e no parque inundável.

Saiba mais sobre o projeto premiado com o Primeiro Lugar no Holcim Awards América Latina, a seguir.

Corte pelo mercado. Cortesia de Estudio monoHall. Cortesia de Estudio monoCortesia de Estudio monoVista a partir do rio. Cortesia de Estudio mono+ 16

Manaus, Território Amazônico: 9 teses relacionadas à cidade e ao território

Manaus: Tese para o Território Amazônico” reúne nove teses de graduação realizadas na Disciplina Arquitetura 6A / Oficina Mediterrânea da Faculdade de Arquitetura, Urbanismo e Desenho da Universidade Nacional de Córdoba, Argentina. Os trabalhos exploram o potencial de associar grandes infraestruturas urbanas com programas arquitetônicos mistos que se apropriem e maximizem a concentração de investimentos e infraestruturas.

Os ensaios, motivados pela experiência do programa S.O.S. Cidades, organizado pela Oficina Sul-americana da FADU-UBA, adotam como caso de estudo a cidade de Manaus, localizada em meio à selva amazônica.

Linking Manaus. Imagem Cortesia de Nahuel RecabarrenManaus +31: Novos Cenários Amazônicos. Imagem Cortesia de Nahuel RecabarrenSalada de Frutas. Imagem Cortesia de Nahuel RecabarrenNovas Redes de Mobilidade como catalizadoras de Projetos Urbanos. Imagem Cortesia de Nahuel Recabarren+ 19

Clássicos da Arquitetura: Sede da SUFRAMA / Severiano Porto

Cortesia de Banco de Imagens da SUFRAMA. Image © Fernando Folhadela© Juliana Rosa© Ivo BrasilCortesia de Banco de Imagens da SUFRAMA. Image © Juliana Dantas Pazuello+ 20

Por Letícia de Oliveira Neves
O edifício é composto por dois blocos, um principal e um anexo, que possuem cota única de implantação. A ligação entre os diversos ambientes fechados se dá por pátio e corredores cobertos, tudo organizado embaixo de uma cobertura única, em concreto, que é dividida em módulos e dá suporte estrutural ao conjunto. Dentro do edifício principal há um jardim interno, que ocupa o espaço de dois módulos.

Arena da Amazônia / gmp architekten

© Marcus Bredt
© Marcus Bredt
Manaus, Brasil
  • Arquitetos: gmp Architects
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2014
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Sika

© Marcus Bredt© Marcus Bredt© Marcus Bredt© Marcus Bredt+ 20

Clássicos da Arquitetura: Residência Robert Schuster / Severiano Porto

© Severiano Porto© Severiano Porto© Severiano Porto© Severiano Porto+ 10

Casa aberta, em pilotis. A estrutura toda em madeira, sob uma malha ortogonal de dois metros e meio por dois metros e meio. Modulação calculada para permitir a armação de redes nas diagonais. Em qualquer parte da casa é possível deitar numa rede.