Casa Tarumã / Laurent Troost Architectures

Casa Tarumã / Laurent Troost Architectures

© Joana França© Joana França© Joana França© Joana França+ 29

Manaus, Brasil
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  403
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2020
  • Fotógrafo Fotografias:  Joana França
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Aluminios Rocha, Gerdau, Jatobá, Tegape
  • Autor Do Projeto:Laurent Troost
  • Equipe De Projeto:Laurent Troost, Raquel Brasil dos Reis, Amanda Perreira, Fernanda Martins
  • Construção:Helena Rabello, Daniel Herzson
  • Estrutura:Secope Engenharia
  • Projeto Estrutural:Secope Engenharia Ltda
  • Projetos Complementares:RB Instalações Ltda
  • Cidade:Manaus
  • País:Brasil
Mais informaçõesMenos informações
© Joana França
© Joana França

Descrição enviada pela equipe de projeto. A Casa Tarumã, localizada nas proximidades de um pequeno lago desaguando no Rio Tarumã, na cidade de Manaus, foi idealizada a partir de vários princípios de sustentabilidade passiva do para garantir o conforto térmico de seus usuários: implantação adequada, beirais generosos, dimensionamento e orientação das aberturas para maximizar a ventilação cruzada, assim como a preservação dos sistemas ecológicos locais.

© Joana França
© Joana França
Planta - Térreo
Planta - Térreo
Seção transversal
Seção transversal
© Joana França
© Joana França

Para preservar grande parte da floresta e minimizar o desmatamento, a estratégia arquitetônica principal foi a inserção do volume principal num corte do terreno em declive, invertendo a tipologia habitacional clássica. Na Casa Tarumã, os quartos estão localizados no pavimento inferior e os ambientes de vida internos, o estar externo e a piscina, estão localizados no pavimento superior.

© Joana França
© Joana França

Para otimizar as relações entre espaços externos e internos e para otimizar a exposição aos fatores climáticos, a casa foi dividida em dois volumes: um longilíneo e outro com formato de mirante, acessível por passarelas estreitas. O volume longilíneo abriga as funções que precisam estar protegidas do sol e das chuvas, tais como a sala de estar, de jantar e as suítes, enquanto o volume mirante abriga as funções que não precisam estar protegidas do sol, tais como o depósito, a lavanderia, o quaradouro no pavimento inferior e a piscina e o deque mirante no pavimento superior.

© Joana França
© Joana França
Diagrama
Diagrama
© Joana França
© Joana França

Concebida como uma estrutura independente do resto da casa, a cobertura em aço corten do volume principal apresenta duas aguas com uma tiragem de ar na parte traseira, permitindo a fruição dos ventos e a criação de um colchão de ar entre a cobertura e os ambientes regriferados, protegendo o conforto térmico do volume de vida do pavimento superior da casa. O telhado recebeu uma platibanda invertida do lado do sol poente para maior proteção do sol equatorial e privacidade da casa. A largura reduzida do volume principal foi planejada para a garantia da ventilação cruzada em todos os ambientes. Com suas janelas deslizantes em dois lados, a sala de vida envidraçada do pavimento superior permite uma integração total com o estar coberto, a piscina e a natureza.

© Joana França
© Joana França

Parafraseando o Roteiro de Armando de Holanda, foi proposta “uma arquitetura sombreada, aberta, continua, vigorosa, acolhedora e envolvente que, ao nos colocar em harmonia com o ambiente tropical, nos incite a nele viver integralmente.”

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos
Sobre este escritório
Cita: "Casa Tarumã / Laurent Troost Architectures" 29 Set 2021. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/969268/casa-taruma-laurent-troost-architectures> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.