1. ArchDaily
  2. Habitação Rural

Habitação Rural: O mais recente de arquitetura e notícia

MVRDV projeta o novo Centro de Ciência e Tecnologia de Chengdu, China

MVRDV revelou as primeiras imagens do "Sky Valley" de Chengdu, projeto para o concurso da Cidade de Ciência e Tecnologia no sudoeste da China. A proposta vencedora apresenta “uma cidade habitável na paisagem da comunidade rural Linpan”, fundindo tecnologia e natureza, urbano e rural, modernidade e tradição. Localizado em uma das cidades emergentes da China, o projeto equilibra as necessidades da região por meio de um fluxo de trabalho computacional desenvolvido pelo grupo de tecnologia MVRDV NEXT.

© ATCHAINCortesia de MVRDVCortesia de MVRDVCortesia de MVRDV+ 10

Êxodo urbano: a transição para as habitações rurais

Cidades ao redor do mundo enfrentam um novo êxodo urbano. À medida que a pandemia do COVID-19 se espalha, as condições de vida e as crises habitacionais são ressaltadas, desde o trabalho remoto até a reconstrução das economias globais. De acordo com um artigo da Fast Company, desde o início da pandemia, quase 40% das pessoas que vivem nas cidades, já consideraram se mudar. Com a possibilidade da pandemia se prolongar por anos, cada vez mais habitantes estão considerando a mudança para áreas rurais e cidades pequenas.

© Benjamin Benschneider© David Lauer Photography© Anne Lutz & Thomas Stöckli© Darren Bradley+ 14

Projeto de pesquisa analisa a situação atual da habitação tradicional no México

Casa en la costa. San Felipe, Yucatán. 2017.. Image © Onnis Luque + Mariana OrdoñezCasa en la costa. San Felipe, Yucatán. 2017.. Image © Onnis Luque + Mariana OrdoñezCasa Tzeltal. Tenejapa, Los Altos de Chiapas. 2016.. Image © Onnis Luque + Mariana OrdoñezCasa Mixe. Coatlán, Oaxaca. 2018.. Image © Onnis Luque + Mariana Ordoñez+ 41

A tradicional habitação mexicana está sendo rapidamente transformada por uma série de fatores, como a urbanização de áreas rurais, a interrupção da transmissão do conhecimento popular, a perda de bens naturais e as políticas públicas de habitação que negligenciam a importância dos tradicionais sistemas construtivos e promovem materiais industrializados, o que cria imaginários aspiracionais que ressignificam o conceito de moradia digna e resiliente.

Esse panorama conduz à perda do patrimônio arquitetônico tangível e intangível, bem como aos valores arquitetônicos que os povos indígenas desenvolveram ao longo do tempo. Ou seja, não apenas os objetos arquitetônicos correm o risco de desaparecer, mas também o conhecimento por trás da habitação vernacular, bem como sua relação e complexo entendimento do território em que está inserida.

A casa como renúncia

A arquiteta Carmen Espegel, do Coletivo ARKRIT, nos traz um artigo que exemplifica como a habitação pode ser um refúgio simples para a essência da vida, a austeridade do sobrevivente, a renúncia voluntária e a rejeição do modelo de vida burguês.