O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Uma nova Revolução Industrial? As infinitas possibilidades da impressão 3D

Uma nova Revolução Industrial? As infinitas possibilidades da impressão 3D

Uma nova Revolução Industrial? As infinitas possibilidades da impressão 3D
Uma nova Revolução Industrial? As infinitas possibilidades da impressão 3D , Experience #1. Image Cortesia de Guto Requena
Experience #1. Image Cortesia de Guto Requena

A Primeira Revolução Industrial aconteceu no Reino Unido no final do século 18 com a mecanização da indústria têxtil. Nas décadas seguintes, em vez de construir coisas apenas com as mãos, espalhou-se pelo mundo o uso de máquinas.

A Segunda Revolução Industrial começou nos Estados Unidos no início do século 20 com a linha de produção em série, na chamada Era da Produção em Massa.

Vivemos agora uma nova revolução na indústria, amparada pela cultura e tecnologias digitais, que tem como um de seus importantes catalisadores as impressoras 3D. E, acredite, você ainda vai ter uma. Com preços cada vez mais acessíveis, uma máquina dessas é capaz de imprimir objetos tridimensionais. A técnica mais comum é a que deposita e cola, layer a layer, grãos minúsculos de algum material, como plástico, cerâmica, vidro ou metal.

Experience #1. Image Cortesia de Guto Requena
Experience #1. Image Cortesia de Guto Requena

Assim, é possível criar um objeto no computador, como uma cadeira ou um vaso, e enviar esse arquivo para uma impressora 3D, localizada em qualquer lugar do mundo, exatamente como fazemos para imprimir um documento em papel.

Essa revolução vai redefinir a lógica da indústria atual, como produção e distribuição de produtos em escala global. Será possível adquirir arquivos digitais de produtos diversos e imprimi-los na sua casa mesmo, evitando transporte intercontinental, taxações exorbitantes e pontos de venda.

Os setores de construção, arquitetura e design estarão entre os mais afetados, permitindo a confecção de formas e sistemas inimagináveis até pouco tempo.

Hoje é possível registrar uma peça de design em "copyleft" --um registro que, ao contrário do copyright, possibilita a reprodução e a distribuição--, e, assim como aconteceu com a indústria da música e de filmes, poderemos em breve copiar e remixar com facilidade edifícios, móveis e objetos, abrindo um debate acalorado sobre questões autorais.

Nóize Chair . Image © Tomek Sadurski
Nóize Chair . Image © Tomek Sadurski

São fascinantes as inúmeras possibilidades criativas trazidas com essa revolução, como novas maneiras de design colaborativo. Cabe aos arquitetos e designers de hoje explorar esse novo mundo, para criar a cidade, os espaços e os objetos que queremos para amanhã.

Leia também os outros dois artigos de Guto Requena para o ArchDaily Brasil:

Arquitetura hackeada? Fachada responde a estímulos e poluição do ar

São Paulo, assim como tantas cidades brasileiras, possui uma arquitetura estandardizada, monótona, cinza, com sua estética definida por incorporadoras e construtoras, com baixíssimo valor arquitetônico. É claro que temos edifícios de grande relevância -entre eles, os clássicos do centro histórico, como o edifício Martinelli, os exemplares modernos de Rino Levi e Artacho Jurado, em Higienópolis, e os experimentos contemporâneos na Vila Madalena, assinados por Isay Weinfeld e a Triptyque.

Fachadas interativas: arquitetura como ferramenta de comunicação

Entre as imagens que circularam das manifestações nos últimos anos na avenida Paulista, no centro de São Paulo, certamente as mais recorrentes tinham como pano de fundo o icônico edifício da Fiesp-Ciesp-Sesi, de 1979, do arquiteto Rino Levi, que oportunamente estampava a bandeira do Brasil.

Sobre este autor
Guto Requena
Autor
Cita: Guto Requena. "Uma nova Revolução Industrial? As infinitas possibilidades da impressão 3D " 05 Jun 2018. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/895774/uma-nova-revolucao-industrial-as-infinitas-possibilidades-da-impressao-3d> ISSN 0719-8906