1. ArchDaily
  2. Copenhague

Copenhague: O mais recente de arquitetura e notícia

BIG projeta centro de reciclagem como um equipamento de bairro

Centros de reciclagem e gestão de resíduos são tipicamente projetados como equipamentos utilitários em áreas industriais das cidades. No entanto, o escritório Bjarke Ingels Group (BIG) está desafiando essa concepção ao projetar uma estação de reciclagem que funciona também como um espaço urbano atraente e vibrante no bairro onde se localiza.

Contratado pela Amagerforbrænding, o escritório projetou o Centro de Reciclagem Sydhavns como um espaço público com equipamentos de academia, pistas de corrida e áreas para picnic. O núcleo do centro de reciclagem está imerso em meio à exuberante paisagem, oferecendo ao visitantes curiosos uma "espiada" na "praça de reciclagem" enquanto desfrutam de suas atividades de lazer.

7 cidades que estão tirando os carros de suas ruas

Esta é sem dúvida uma das maiores mudanças que nossas cidades estão enfrentando. O reinado do automóvel chegou ao fim e o espaço das ruas está sendo aos poucos devolvido às pessoas,

São cada vez mais evidentes os efeitos negativos que os automóveis criam nos espaços urbanos. Os mais evidentes são a poluição do ar, os acidentes de trânsito e, claro, todo o espaço que ocupam, gerando congestionamentos e ambientes desagradáveis para as pessoas que caminham.

Em muitas cidades hoje em dia, o automóvel não é a forma mais eficiente de se deslocar. Por exemplo, em Londres os automóveis têm uma média de velocidade inferior a das bicicletas. Os motoristas de Los Angeles passam 90 horas por ano presos em engarrafamentos e, segundo um estudo britânico, os condutores passam 106 dias de suas vidas procurando uma vaga para estacionar seu carro.

A Fast Company realizou uma seleção de 7 cidades que seguem em frente na iniciativa de tirar os carros das ruas, um processo que muitas outras cidades experienciarão num futuro não muito distante.

Veja a seguir quais são essas 7 cidades:

Jardim de Infância Forfatterhuset / Cobe

© Rasmus HjortshøjCourtesy of Adam MørkCourtesy of Adam MørkCourtesy of Adam Mørk+ 24

  • Arquitetos: COBE
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  1927
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2014
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Ruukki, Sto

4B / Holscher Nordberg Architecture and Planning

© Peter Nørby© Peter Nørby© Peter Nørby© Peter Nørby+ 23

Copenhagen, Dinamarca

Um teto verde a cada edifício: A política de Copenhague para eliminar as emissões de carbono até 2025

Em 2008 a Comissão Europeia estabeleceu que a partir de 2010 daria o título de “Capital Verde Europeia” às cidades que adotassem iniciativas sustentáveis visando tornar o meio-ambiente mais saudável. A primeira cidade a receber esse prêmio foi Estocolmo, seguida por Hamburgo (2011), Vitoria-Gasteiz (2012) e Nantes (2013).

Esse ano a Capital Verde Europeia é Copenhague, cidade que se destaca pelo incentivo ao uso da bicicleta como meio de transporte. Nesse sentido, um dos objetivos de seus governantes é que, até 2015, 50% da população – cerca de 541 mil habitantes – utilize a bicicleta para trajetos urbanos cotidianos. Para alcançar essa meta um Circuito Verde - onde coexistem uma linha de metrô e uma “super rota de bicicletas” – está sendo projetado.

Um segundo objetivo que a cidade se propôs é eliminar suas emissões de carbono até 2025. Para desenvolver essa ideia a cidade estabeleceu, através de planos estratégicos de sustentabilidade e mudança climática, que as coberturas dos novos edifícios (que tiverem a inclinação adequada) deverão ser, obrigatoriamente, "tetos verdes".

Saiba mais sobre essa medida e sobre os projetos urbanos incluídos nela.

Bicycle Snake / DISSING+WEITLING Architecture

© DISSING+WEITLING Architecture© DISSING+WEITLING Architecture© DISSING+WEITLING Architecture© DISSING+WEITLING Architecture+ 30

Copenhague, Dinamarca

Ninho de Passáros / Primus Arkitekter

Cortesia de Primus ArkitekterCortesia de Primus ArkitekterCortesia de Primus ArkitekterCortesia de Primus Arkitekter+ 15

  • Arquitetos: Primus Arkitekter
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  130
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2014
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Armstrong Ceilings, HTH, Okholm Lighting

Planos para uma ciclovia sobre a ponte que conecta Copanhague a Malmö

Até o momento a Ponte de Öresund, uma das maiores da Europa com mais de 7.800 metros de extensão, que conecta Copenhague (Dinamarca) e Malmö (Suécia), permite, em seus dois níveis, apenas o tráfego de carros, caminhões e trens em dois níveis.

Recentemente, entretanto, a Dinamarca propôs um plano de conexão via bicicletas entre estas duas cidades, reconhecidas entre as mais bem preparadas para o ciclismo urbano segundo o Ranking Copenhagenize 2013. A ideia consiste em criar uma “estrada” ou ciclovia sobre a ponte que une os dois países, ampliando consideravelmente suas infraestruturas cicloviárias e conformando uma região metropolitana internacional que engloba quatro milhões de habitantes.

LLAMA / KILO + BIG

© BIG© BIG© BIG© BIG+ 15

Copenhague, Dinamarca
  • Arquitetos: KILO , BIG
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2014

“The Snake”: a nova ponte para ciclistas de Copenhague

Muitas cidades do mundo estão investindo em infraestrutura para ciclistas com o objetivo de promover esse modo de transporte e suas muitas vantagens para as cidades. Uma das cidades que lideram essa tendência é Copenhague, considerada uma referência mundial no ciclismo urbano.

“The Snake” é a nova ponte para ciclistas da capital dinamarquesa que será inaugurada oficialmente amanhã, 28 de junho.

Mountain Dwellings / BIG & JDS

Imagem 01.
Imagem 01.
Copenhagen, Dinamarca
  • Arquitetos: BIG Architects
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  33000
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2008

© Jens Lindhe© Jens LindheImagem 04.   © Jens Lindhe+ 40

Dispara o número de trajetos de bicicleta em Copenhague em 2013

Durante os últimos anos, o número de ciclistas na capital dinamarquesa tem se mantido estável, contudo entre 2012 e 2013, os trajetos de bicicleta aumentaram 35%, segundo dados de um estudo de hábitos de transporte da Universidade Técnica da Dinamara (DTU). Em 2013 a média de quilômetros percorridos por trajeto foi de 4,2 km.

Este aumento ocorreu após vários anos sem grandes flutuações, de modo que diversos especialistas dinamarqueses vêm analisando o que ocorreu neste último ano.

Os planos que transformarão Copenhague na Capital Verde Europeia 2014

Os esforços de Copenhague para se converter em uma cidade mais limpa levaram a Comissão Europeia a reconhece-la como a Capital Verde 2014.

Ainda que este anúncio não surpreenda tanto a todos, já que constantemente são divulgados na capital dinamarquesa projetos que respeitam o meio ambiente, vale a pena conhecer as metas e os projetos que buscarão desenvolver após receber a nomeação.

Mais informação na continuação.

Livsrum - Centro de Assessoria ao Câncer / EFFEKT

© Quintin Lake © Quintin Lake © Thomas Ibsen© Thomas Ibsen+ 33

  • Arquitetos: EFFEKT
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  740
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2013

Projeto Urbano: City Dune, a praça privada

  • Arquitetos: SLA
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  7300
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2010

Descrição enviada pela equipe de projeto. Dentro de uma cidade, as praças são elementos fundamentais no espaço público devido às suas qualidades recreativas, articuladoras e por apresentar, em geral, alguma vegetação. A maioria delas é criada como o espaço resultante entre ruas, por isso, surgem a partir de uma iniciativa pública. No entanto, nas metrópoles de hoje em dia, é frequente encontrar cada vez mais praças de propriedade privada. Estas podem corresponder a jardins de edifícios abertos ao público, espaços residuais ou áreas comuns de um complexo de torres, para nomear apenas alguns exemplos.

Projeto Urbano: City Dune, a praça privada Projeto Urbano: City Dune, a praça privada Projeto Urbano: City Dune, a praça privada Projeto Urbano: City Dune, a praça privada + 17

“Copenhagenize flow”: Ciclovias instantâneas

Cada vez mais as pessoas ao redor do mundo vêm escolhendo a bicicleta como meio de transporte. A infraestrutura para os ciclistas (ciclovias segregadas do tráfego de veículos, ciclofaixas, etc.) é cada vez mais importante e necessária em muitas cidades de todos os continentes.

Se você perguntar a um ciclista o que é preciso para fazer uma boa ciclovia, certamente ouvirá muitas histórias sobre processos burocráticos e sobre cidadãos céticos, além de que um desenho ineficiente coloca o espaço do ciclista em disputa com o dos pedestres e motoristas.

Vídeo / Superflex: A Cool Urban Space

"Nos encontramos na praça vermelha." O artista por trás do Superkilen explica como este pequeno e colorido parque público em Copenhague, Dinamarca, teve um processo de trabalho colaborativo baseado em intensa participação dos cidadãos.

Um parque público no distrito de Nørrebro, Copenhague, o projeto Superkilen foi desenvolvido pelo grupo de artistas Superflex, em colaboração com os escritórios de arquitetura Bjarke Ingels Group (BIG) e Topotek1. O parque foi oficialmente inaugurado em junho de 2012.

Nesta entrevista, dois membros do Superflex, Jakob Fenger and Bjørnstjerne Christiansen, falam sobre as ideias por trás do projeto e como ele se tornou um grande exemplo de colaboração e inclusão cidadã: "Achamos interessante olhar este grupo muito heterogêneo de pessoas através de uma perspectiva cultural, de classe social, nacionalidade, etc., e então ver este grupo como uma base rica e significativa através da qual pudemos intervir de forma impactante na área onde estas pessoas vivem."

Mais informações a seguir.

Green Lighthouse / Christensen & Co Architects

© Adam Mørk© Adam Mørk© Adam Mørk© Adam Mørk+ 19

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  970
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2009
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Atika, VELUX Commercial