O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Ellen van Loon fala sobre a influência da Casa da Música no mais recente projeto do OMA: BLOX

Ellen van Loon fala sobre a influência da Casa da Música no mais recente projeto do OMA: BLOX

  • 10:00 - 16 Maio, 2018
  • por
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
Ellen van Loon fala sobre a influência da Casa da Música no mais recente projeto do OMA: BLOX
Ellen van Loon fala sobre a influência da Casa da Música no mais recente projeto do OMA: BLOX, © BLOX / Rasmus Hjortshøj - COAST
© BLOX / Rasmus Hjortshøj - COAST

No início do mês, na abertura de seu mais novo edifícioEllen van Loon sentou-se no terraço da BLOX em Copenhague, exalando a satisfação que vem com a finalização de um grande edifício público. Após o dia de atividades de abertura, van Loon conversou com o ArchDaily sobre o edifício de uso misto de 27.000 metros quadrados. Construído para a Realdania, ele é o novo lar do Centro de Arquitetura Dinamarquês na beira do porto, localizado em um terreno incrivelmente desafiador, cortado por uma rua movimentada.

© BLOX / Rasmus Hjortshøj - COAST
© BLOX / Rasmus Hjortshøj - COAST

“A melhor coisa é que você pode projetar um prédio público”, diz van Loon. “As portas estão sempre abertas.” Sua paixão palpável por prédios sem barreiras vem com um histórico louvável de trabalhar em alguns dos projetos públicos mais interessantes e inovadores da Europa, como o Reichstag, o novo parlamento alemão em Berlim - do qual ela participou trabalhando para Norman Foster - e mais tarde a Casa da Música no Porto.

© BLOX / Rasmus Hjortshøj - COAST
© BLOX / Rasmus Hjortshøj - COAST

O exterior do BLOX apenas sugere sua organização interna. Mas a fachada de vidro comunica uma transparência visual que forma o coração da filosofia do projeto. Van Loon, uma viciada em trabalho assumida, disse à casa lotada durante a abertura que o prédio é como apresentar um trabalho.

© BLOX / Rasmus Hjortshøj - COAST
© BLOX / Rasmus Hjortshøj - COAST

No interior, um grande espaço de exposição central serve como núcleo central do projeto. As salas que o cercam têm visões diretas dos programas apresentados pelo DAC e do desempenho arquitetônico. Um desses espaços de trabalho, o BLOXHUB, com seu lema “Co-Creating Better Cities”, é uma incubadora de inovação urbana que facilita projetos colaborativos entre membros como Gehl Architects, 3XN, Centro de Design Dinamarquês e Instituto de Pesquisa Econômica Urbana. O espaço cria, literal e fisicamente, uma relação de trabalho lado a lado entre as empresas, instituições de pesquisa e municípios da Dinamarca. Concebido para facilitar a colaboração em tempo real entre o Centro de Arquitetura Dinamarquesa e os membros do BLOXHUB, a organização espacial do edifício BLOX confere à essa colaboração uma fase muito mais pública.

A ideia de que a arquitetura é uma performance não é o único gesto que Loon utiliza no seu projeto. Um centro de arquitetura deve transmitir o máximo possível sobre o ambiente construído, e o design do BLOX ajuda a expor os princípios fundamentais da profissão; destaca e enquadra as visões da cidade (contexto) enquanto demonstra a natureza, “cria uma vila”, de fazer a arquitetura ganhar vida (colaboração).

Casa da Música em Porto, Portugal, projeto OMA. Imagem © Philippe Ruault
Casa da Música em Porto, Portugal, projeto OMA. Imagem © Philippe Ruault

“A Casa da Música realmente mudou a minha vida, de certa forma, porque era um projeto de performance e aprendi muito nesse projeto com os artistas, não com arquitetos. Aprendi muito sobre fazer cenários”, diz ela sobre o espaço de espetáculos concluído no Porto em 2006. No salão do BLOX, em particular, a magia da Casa da Música ressurge. Quando questionada sobre como os projetos anteriores afetam projetos posteriores, ela explicou que a Casa da Música em particular “mudou toda a minha maneira de ver a arquitetura. [Casa da Música] é sobre encenação. É sobre o enquadramento de visualizações. É sobre ir de espaços escuros para espaços de luz. Então, esse prédio me impactou muito. De certa forma, posso dizer que todo edifício se torna um pouco de teatro desde então”.

© BLOX / Rasmus Hjortshøj - COAST
© BLOX / Rasmus Hjortshøj - COAST

A teatralidade do BLOX também se baseia em decisões familiares de projeto para o OMA. BLOX “é um centro de arquitetura que se parece mais com um escritório de arquitetura porque você vê o trabalho que é produzido. É também algo que tentamos fazer na Casa da Música; abrimos a parte de trás da casa porque você normalmente não vê os bastidores e as pessoas estão realmente interessadas no que está acontecendo nos bastidores ”, diz van Loon.

© Søren Svendsen
© Søren Svendsen

Os habitantes de Copenhague e os turistas também são convidados à performance de um exterior habitado. O clima fantástico durante o fim de semana de abertura trouxe multidões de pessoas aos espaços externos.

© BLOX / Rasmus Hjortshøj - COAST
© BLOX / Rasmus Hjortshøj - COAST

Com nossa conversa chegando ao fim, van Loon nos diz para retornarmos ao prédio em 12 meses para realmente experimentar o que ela espera que venha a tomar forma. “Eles acabaram de se mudar, então você sente que os diferentes usuários ainda estão se perguntando: 'Esse é o meu limite? Posso ir lá? Acho que devemos voltar daqui a um ano para ver como eles se desenvolvem ”, ela brinca com um sorriso.

© BLOX / Rasmus Hjortshøj - COAST
© BLOX / Rasmus Hjortshøj - COAST

Veja o projeto completo aqui, com desenhos, diagramas e fotografias.

Cita: Quintal, Becky. "Ellen van Loon fala sobre a influência da Casa da Música no mais recente projeto do OMA: BLOX" [OMA’s Ellen van Loon on the Influence of Casa da Música in Her Latest Project, BLOX] 16 Mai 2018. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/894172/ellen-van-loon-fala-sobre-a-influencia-da-casa-da-musica-no-mais-recente-projeto-do-oma-blox> ISSN 0719-8906