Ampliar imagem | Tamanho original
O interior compacto abriga nove pequenos apartamentos para cidadãos socialmente vulneráveis. O canteiro de obras tem apenas 10 metros de largura, essa limitação física da arquitetura é transformada em uma qualidade de projeto, já que a configuração de apenas dois apartamentos em cada pavimento confere aos jovens uma sensação de privacidade, além de dar a segurança ao tornarem-se parte de uma comunidade. Cada apartamento tem a sua própria cozinha e banheiro juntamente com um nicho para relaxar enquanto aprecia a vista de uma das ruas mais vibrantes de Copenhague. A fachada é revestida em alumínio acinzentado que, além de criar variação e vibração no ambiente urbano, suas janelas salientes oferecem vistas da rua desde cada apartamento. As janelas extrudadas são um importante recurso de projeto, que é estética e funcionalmente inovador, pois contribuem para a expressão arquitetônica geral do edifício e criam uma experiência totalmente diferente de luz e ventilação em cada apartamento. Na fachada, as proporções de elementos protuberantes se conecta ao ritmo e ao fluxo do ambiente urbano. Para conseguir isso, o edifício é dividido em unidades menores que correspondem ao espaço urbano existente. As unidades ocorrem como resultado da sobreposição entre elementos, que por sua vez é criada para garantir o sombreamento da luz solar direta. Para incorporar ainda mais o ambiente construído ao redor, os elementos salientes alinham-se com as marcações horizontais dos edifícios vizinhos. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar