1. ArchDaily
  2. Instalação

Instalação: O mais recente de arquitetura e notícia

Studio Etienne Bastormagi e Hatch contrastam a história de Beirute com instalação urbana interativa

Após a explosão devastadora que ocorreu em 4 de agosto de 2020, o Studio Etienne Bastormagi, com Nada Borgi e Sandra Richani da Hatch Architects and Planners projetaram uma instalação pública modular para o histórico Museu Sursock, uma estrutura que foi fortemente impactada pela explosão e está atualmente passando por reformas, em Beirute, Líbano. Intitulada "Diving Board", a instalação cria uma ligação entre o museu e os visitantes, abrindo a esplanada fechada da estrutura e configurando um novo espaço público intercambiável no rico distrito cultural.

Cortesia do Studio Etienne Bastormagi - em colaboração com a HATCH ARCHITECTS & PLANNERSCortesia do Studio Etienne Bastormagi - em colaboração com a HATCH ARCHITECTS & PLANNERSCortesia do Studio Etienne Bastormagi - em colaboração com a HATCH ARCHITECTS & PLANNERSCortesia do Studio Etienne Bastormagi - em colaboração com a HATCH ARCHITECTS & PLANNERS+ 20

Instalações do Coachella 2022 exploram arquitetura, cultura pop e comunidades ao redor do mundo

O Coachella Valley Music and Arts Festival 2022, um festival anual realizado no Deserto do Colorado em Indio, Califórnia, abriu ao público na sexta-feira, 15 de abril, com instalações imersivas de 11 arquitetos, artistas e designers internacionais. Por meio de explorações de escala, luz, som e cores, as instalações contextuais exploram temas globais como conectividade, sustentabilidade ambiental, imigração, comportamento social e arquitetura, cultura pop e comunidade, e serão exibidas de 15 a 17 de abril e 22 a 24 de abril de 2022.

Circular Dimensions x Microscape por Cris Cichocki. Foto por Lance Gerber. Imagem Cortesia de Coachella Valley Music & Arts FestvialThe Playground por Architensions, foto por Lance Gerber.  Imagem Cortesia de Coachella Valley Music & Arts FestvialMutts by Oana Stănescu, foto por Lance Gerber.  Imagem Cortesia de Coachella Valley Music & Arts FestvialCocoon (BKF + H300) por Martín Huberman, foto por Lance Gerber.  Imagem Cortesia de Coachella Valley Music & Arts Festvial+ 64

Mudando os paradigmas da memória coletiva: a história do Memorial do Holocausto Babyn Yar

Babyn Yar, uma ravina na capital ucraniana Kiev, testemunhou a morte de mais de 33.000 homens, mulheres e crianças judeus, em 29 e 30 de setembro de 1941. Local de um dos maiores massacres perpetrados por tropas alemãs de ocupação contra judeus durante a Segunda Guerra Mundial, Babyn Yar tornou-se um dos símbolos do Holocausto.

Embora o principal evento trágico tenha ocorrido em 1941, durante toda a ocupação o espaço foi utilizado como local de extermínio pelas forças alemãs. Com efeito, entre 70 e 100 mil pessoas perderam suas vidas em Babyn Yar. Sem uma arquitetura destinada à tragédia e apenas uma paisagem remanescente, não há espaço de memorialização para o reconhecimento público.

A Glimpse Into the Past / Anna Kamyshan. Image Courtesy of BYHMCCrystal Wall of Crying por Marina Abramovic. Imagem Cortesia de BYHMCThe Mirror Field Installation. Imagem Cortesia de BYHMCBabyn Yar Synagogue por Manuel Herz, imagem por Iwan Baan. Imagem Cortesia de BYHMC+ 30

Maior obra permanente de Christo e Jeanne-Claude será construída no deserto de Abu Dhabi

Concebida em 1977, The Mastaba, a maior obra de arte permanente de Christo e Jeanne-Claude, será construída no deserto de Liwa, em Abu Dhabi, Emirados Árabes Unidos. Composta por 410 mil barris de cores variadas, a instalação criará "um mosaico colorido que faz referência à arquitetura islâmica". Com 150 metros de altura e 300 metros de comprimento, o projeto da dupla de artistas levará ao menos três anos para ser construído após ser aprovado pelas autoridades locais.

The Mastaba of Abu Dhabi (Project for United Arab Emirates). Image © Christo and Jeanne-Claude FoundationThe Mastaba of Abu Dhabi (Project for United Arab Emirates). Image © Christo and Jeanne-Claude FoundationThe Mastaba of Abu Dhabi (Project for United Arab Emirates) Scale model 1979. Image © Christo and Jeanne-Claude FoundationThe Mastaba of Abu Dhabi (Project for United Arab Emirates). Image © Christo and Jeanne-Claude Foundation+ 12

8 Arquitetos projetam casas de passarinho para explorar a relação entre arquitetura e natureza

A exposição pública permanente Muz Yer, em Rennes, na França, convidou 8 arquitetos reconhecidos internacionalmente para projetar casas de pássaros que destaquem a relação entre a arquitetura contemporânea e a natureza. Cada casa serve como abrigo para uma ou mais das treze espécies de aves escolhidas pelo Comitê de Proteção dos Pássaros (Ligue pour la Protection des Oiseaux - LPO), e ajudará a conscientizar o público sobre o patrimônio arquitetônico de Rennes e sua ecologia urbana. A lista de arquitetos inclui Julien De Smedt Architects, ADEPT, a/LTA, Duncan Lewis, Marion Normand, Kengo Kuma & Associates, Tham & Videgard, e Dominique Perrault Architects & Gaëlle Lauriot-Prévost Design.

Wild & Raw. Imagem © Duncan Lewis© Tham & VidegårdGeorges Star - ALTA. Imagem © Stéphane ChalmeauFloresta Dançante - Kengo Kuma. Imagem © Stéphane Chalmeau+ 9

Brasileiros projetam instalação que leva segundo sol para o inverno do Canadá

O hemisfério norte costuma ter invernos intensos, com temperaturas negativas que chegam ao extremo oposto das registradas no verão brasileiro, o que costuma fazer com que as pessoas não saiam tanto de casa ou se sintam um pouco depressivas.

Um projeto brasileiro irá contribuir para reverter essa situação ao levar um "segundo sol" para Winnipeg. Selecionado em um concurso público internacional, o projeto "Sunset", do estúdio de arquitetura Democratic Architects, baseado em São Paulo, busca reativar a cidade canadense durante os meses mais frios do ano, que registram temperatura média de 39° negativos.

A arquitetura temporária das bienais, festivais e exposições mundiais

Helsinki Biennial Pavilion by Verstas Architects. Imagem © Tuomas Uusheimo
Helsinki Biennial Pavilion by Verstas Architects. Imagem © Tuomas Uusheimo

Evento como bienais, festivais urbanos e exposições mundiais têm operado historicamente como um estimulante território de pesquisa e experimentação em arquitetura, cenários que viram nascer algumas das mais provocativas, controversas mas também inspiradoras obras de arquitetura e engenharia. A verdadeira importância das Exposições Mundiais, em particular, reside no fato de que oferecem aos arquitetos um contexto para que estes possam explorar novas ideias e tipologias em uma outra escala que diversamente, não seria possível. Nesta conjuntura, grandes feiras e exposições têm se estabelecido como uma espécie de plataforma para o intercâmbio de ideias e conhecimento. Desta forma, a arquitetura efêmera—e não apenas—tornou-se um espaço de fala para que arquitetos e urbanistas possam dar voz a novas ideias para o futuro do ambiente construído de nossas cidades.

UAE Pavilion at the Venice Biennale 2021. Imagem © Frederico Torra for PLAN-SITE© Raul BettiUS Pavilion at the Venice Biennale 2021. Imagem © Laurian GhinitoiuUK Pavilion atShanghai Expo 2010. Imagem © Daniele Mattioli+ 7

Instalação feita com fungos vence concurso da Bienal de Arquitetura de Tallinn 2022

O escritório australiano Simulaa, em parceria com Natalie Alima, acaba de receber o primeiro prêmio no concurso de projetos para a Bienal de Arquitetura de Tallinn de 2022 na Estônia. Intitulada de Burlasite, a proposta foi desenvolvida a partir de uma estrutura impressa em 3D que servirá como um substrato para o crescimento de uma estrutura orgânica secundária feita de fungos. Neste sentido, a proposta desenvolvida pelo Simulaa procura destacar a importância do reaproveitamento e reutilização de materiais locais de origem orgânica na arquitetura contemporânea e sustentável. A Bienal de Arquitetura de Tallinn está planejada para ser aberta ao público no dia 7 de setembro de 2022, sendo que a instalação deverá permanecer no local por mais dois anos.

Cortesia de SimulaaCortesia de SimulaaCortesia de SimulaaCortesia de Simulaa+ 8

Kengo Kuma cria instalação multissensorial de bambu para a Semana de Design de Milão

Cortesia de OPPO e Kengo Kuma Associates
Cortesia de OPPO e Kengo Kuma Associates

Para a Milan Design Week 2021, Kengo Kuma Associates projetou uma instalação de bambu que mescla forma, materialidade e música, criando uma experiência multissensorial. Criada em colaboração com o fabricante de dispositivos inteligentes OPPO, Bamboo (竹) Ring :|| Weaving a Symphony of Lightness and Form responde ao tema "Conexões Criativas" mesclando arquitetura e música, bem como habilidade manual e tecnologia.

Cortesia de OPPO e Kengo Kuma AssociatesCortesia de OPPO e Kengo Kuma AssociatesCortesia de OPPO e Kengo Kuma AssociatesCortesia de OPPO e Kengo Kuma Associates+ 14

Instalação póstuma de Christo no Arco do Triunfo em Paris começa a ser construída

A famosa obra não-construída do artista Christo no Arco do Triunfo em Paris começou a ser construída. As primeiras imagens, feitas pelo fotógrafo de arquitetura Jad Sylla, mostram o monumento sendo envolvido com 25 mil metros quadrados de tecido de polipropileno reciclável azul prateado e três quilômetros de corda vermelha. Intitulada L’Arc de Triomphe, Wrapped, a obra permanecerá no local entre 18 de setembro e 3 de outubro deste ano.

© Jad Sylla© Jad Sylla© Jad Sylla© Jad Sylla+ 17

Cidade não-visual: um audioguia pelo centro de São Paulo

A Cidade não-visual: um audioguia pelo centro de São Paulo é um ensaio de projeto auditivo e sonoro sobre as relações urbanas e seus eventos. Uma proposta que possui como centralidade as formas de percepção da cidade por pessoas portadoras de deficiências visuais onde se procura tensionar e dialogar com suas vivências no meio urbano a fim de potencializar seus respectivos direitos à cidade, sua autonomia e o seu exercício enquanto cidadãos. Parte-se como espacialidade nesta análise de caso a região onde foi implementado o projeto das ruas abertas para pedestre no centro novo de São Paulo (República). 

Tecendo a rua: colaboração e reciclagem para criar uma sombra de verão

“É preciso saber que o senhor Matías tirou uma sombrinha do local onde você a instalou para levá-la à varanda, porque ele quer sombra na porta”, diz Pepe, um dos moradores de Valverde de la Vera, pequeno concelho da zona rural da Estremadura, apresentado no livro "Tejiendo la Calle". Nesta nova publicação, reúnem-se cerca de dez anos de depoimentos de tecelões e vizinhos que deram origem ao projeto homônimo iniciado por Marina Fernández Ramos em 2013.

Atelier Marko Brajovic explora raízes de manguezais em instalação na Bienal de Veneza 2021

Concebido pelo Atelier Marko Brajovic, o projeto ROOTS - mangrove ecosystem participa da exposição Future Assembly, com curadoria do Studio Other Spaces, do artista plástico Olafur Eliasson e do arquiteto Sebastian Behmann, que responde ao tema Como vamos viver juntos? proposto por Hashim Sarkis, curador da 17ª Mostra Internacional de Arquitetura da Bienal de Veneza. O projeto conta com uma maquete de impressão 3D, desenhos à mão e vídeos, que permanecem abertos à visitação até 21 de novembro de 2021 no Giardini.

Future Assembly tem como objetivo introduzir na Bienal de Arquitetura de Veneza o sistema de valores multilateral alternativo das Nações Unidas, refletindo sobre os últimos 75 anos de multilateralismo da ONU e imaginando novos futuros sobre como podemos nos unir de forma colaborativa. O Atelier acredita que um multilateralismo futuro deve expandir-se além da visão de mundo centrada no homem para uma reunião mais do que humana.

Escritório no Equador propõe abrigo móvel para sem-tetos

Um pequeno refúgio para pessoas em situação de rua foi projetado no Equador. Mesclando dormitório e quiosque, a estrutura possui quatro rodas e, portanto, pode ser deslocada conforme a necessidade.

O projeto, batizado de “El Ambulantito”, é do escritório Natura Futura Arquitectura. O modelo de abrigo emergencial é composto por peças dobráveis. “El Ambulantito nasceu de uma realidade que testemunhamos todos os dias. Um dispositivo de abrigo e produção provisória para moradores de rua e em trânsito de uma cidade para outra, motivando reflexão e conscientização, enquanto as políticas públicas tratam do tema”, explica a empresa de arquitetura. 

Cortesia de CicloVivoCortesia de CicloVivoCortesia de CicloVivoCortesia de CicloVivo+ 7

Zaha Hadid Architects apresenta espaço de reuniões modular na Bienal de Veneza 2021

O escritório Zaha Hadid Architects foi convidado a expor na 17ª Exposição Internacional de Arquitetura — A Bienal de Veneza de 2021. Intitulada de ‘Ecologias Urbanas de Alto Desempenho’- ‘High-performance Urban Ecologies’. A instalação responde ao tema das Comunidades Resilientes, exibindo o Alis Meeting Pod, uma estrutura modular projetada para o Masteplan da Unicorn Island, que está atualmente em construção em Chengdu, na China. A instalação está exposta no Giardino delle Vergini, na entrada do Pavilhão italiano.

© Alessandra Chemollo© Alessandra Chemollo© Alessandra Chemollo© Alessandra Chemollo+ 10

Comunidade feminina de Cabo Verde transforma resíduos da construção civil em elementos de design

Na Ribeira da Barca, interior de Santiago, Cabo Verde, é testado um projeto que propõe trabalhar com as mulheres que vivem da extração de resíduos inertes da construção. Apesar de se tratar de uma atividade ilegal é nela que assenta grande parte do orçamento familiar local, num país onde uma maioria expressiva das famílias monoparentais se fazem representar por mulheres (cerca de 32%, contra 6,5% representadas por homens, dados do INE 2017). O maior rigor nas práticas de fiscalização e a queda na procura de inertes naturais dos últimos anos, vem colocar em risco iminente um sem número de famílias vulneráveis.

Enquadrado como projeto satélite da Porto Design Biennale 2021, impact tem como objetivo principal trabalhar com as mulheres da apanha da areia na reinvenção de uma atividade alternativa, que lhes procura fornecer uma maior dignidade no acesso ao trabalho e incentivar novas formas de vida.

Cortesia de Lara Plácido e Inês AlvesCortesia de Lara Plácido e Inês AlvesCortesia de Lara Plácido e Inês AlvesCortesia de Lara Plácido e Inês Alves+ 12

Casas brasileiras: 15 residências com instalações aparentes

Historicamente associadas à imagem de fábricas e edifícios industriais em geral, as instalações aparentes também têm sido adotadas nos últimos anos em outras tipologias, entre elas a residencial. Os eletrodutos, tubos hidráulicos e demais elementos utilizados nas instalações, que por muito tempo foram relegados ao segundo plano, escondidos por paredes e forros, podem ser elementos chave de partidos arquitetônicos.