1. ArchDaily
  2. Milão

Milão: O mais recente de arquitetura e notícia

Apartamento TP3 / Atelierzero + Tommaso Giunchi

© Simone Furiosi© Simone Furiosi© Simone Furiosi© Simone Furiosi+ 22

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  140
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2019
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Aparici, CE.SI. Ceramica, Cielo, EQUIPE CERAMICS, Flos, +3

Systematica divulga estudo sobre áreas verdes, públicas e lugares de encontro na cidade de Milão

A Systematica acaba de divulgar um estudo de caso sobre as áreas verdes, públicas e lugares de encontro da cidade de Milão. Particularmente relevante neste momento — em que as pessoas estão voltando a tomar as ruas da capital lombada depois de meses de isolamento em uma das regiões mais afetadas pela recente crise sanitária—, a pesquisa oferece um panorama global da atual situação das áreas de domínio público na cidade, assim como destaca uma série de parques e praças de Milão que costumam ser menos procurados e portanto, mais seguros e convidativos.

Espaços públicos: lugares de protesto, manifestação e engajamento social

Por definição, “espaço público” é uma terminologia que aborda a noção de propriedade da terra, sugerindo que esse não pertence a ninguém em particular, mas ao próprio estado e portanto, a todos e cada um de nós. Isso significa que a manutenção destes espaços é uma obrigação que recai sobre as administrações públicas, seja em âmbito municipal, estadual ou federal. Abertos, gratuitos e acessíveis, espaços públicos encontram a sua relevância não apenas em suas definições legais, mas principalmente quando assumem um papel ativo em direção à mudança.

Espaços públicos são lugares de protestos e manifestações – poderosas ferramentas de expressão social e transformação política. Desde a marcha em Washington por melhores oportunidades e liberdade de expressão em 1963, passando pela Primavera Árabe em 2010 até a mais recente onda mundial de manifestações em defesa da vida e contra toda forma de discriminação racial, historicamente, espaços públicos operam como uma importante ferramenta de transformação social. Em momentos como esse, enquanto ainda precisamos “ir às ruas” para lutar por nossos direitos, para nos fazer ouvir e sermos vistos, os espaços públicos finalmente voltam à estar no centro das atenções – lançando uma nova luz sobre o seu importante papel na construção da identidade coletiva e como ferramenta de expressão social.

Zócalo, México City. Image © Santiago ArauMartyrs' Square, Beirut. Image © Rami RizkPlaza Alfredo Sadel, Caracas. Image via Shutterstock/ By EddvlpPuerta del Sol in Madrid during the 2011 Spanish protests. Image via Wikipedia By Fotograccion under CC BY-SA 3.0+ 16

Casa di Ringhiera / studio wok

© Federico Villa studio© Federico Villa studio© Federico Villa studio© Federico Villa studio+ 24

  • Arquitetos: studio wok
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2019

Milão melhorará suas ruas para pedestres e ciclistas após a crise de COVID-19

Vislumbrando a instauração da “nova” normalidade, a prefeitura da cidade de Milão acaba de apresentar o projeto Strade Aperte ou “Ruas Abertas”, uma inciativa que procura favorecer os pedestres e ciclistas em detrimento dos veículos motorizados no centro da capital lombarda. Buscando desincentivar o uso do carro, a região da Lombardia irá transformar mais de 35 quilômetros de vias urbanas na cidade durante todo o verão, incentivando a retomada após meses de lockdown provocado por conta da luta contra o surto de coronavírus, incentivando a sociabilidade e caminhabilidade do espaço urbano.

Residencial Carlo Erba / Eisenman Architects + Degli Esposti Architetti + AZstudio

© Maurizio Montagna© Maurizio Montagna© Maurizio Montagna© Maurizio Montagna+ 25

Salone del Mobile. Milano é adiado para abril de 2021

À luz da pandemia de coronavírus que afeta o mundo inteiro, o conselho do Salone del Mobile. Milano decidiu adiar a edição de 2020 para o próximo ano. O evento internacional ocorrerá, portanto, de 13 a 18 de abril de 2021.

Carlo Ratti propõe UTI móvel com contêiner para tratar casos graves de COVID-19

O escritório CRA-Carlo Ratti Associati, juntamente com Italo Rota e uma equipe internacional de especialistas, desenvolveu o CURA (Unidades Conectadas para Doenças Respiratórias), uma espécie de módulo de terapia intensiva plugável para a pandemia de COVID-19. Um projeto de código aberto para hospitais em situação de emergência, a primeira unidade do projeto está atualmente em construção em Milão, Itália.

Cortesia de CURA/ CRA-Carlo Ratti Associati e Italo RotaCortesia de CURA/ CRA-Carlo Ratti Associati e Italo RotaCortesia de CURA/ CRA-Carlo Ratti Associati e Italo RotaCortesia de CURA/ CRA-Carlo Ratti Associati e Italo Rota+ 8

Arquiteto italiano Vittorio Gregotti morre em decorrência do coronavírus aos 92 anos

O arquiteto italiano Vittorio Gregotti, coautor do estádio para os Jogos Olímpicos de Verão de Barcelona de 1992 e do estádio Marassi da Copa do Mundo de 1990, morreu de pneumonia no domingo, 15 de março, em decorrência do coronavírus. Gregotti estava hospitalizado com sua esposa Mariana Mazza em Milão.

BIG projeta pórtico monumental no CityLife District de Milão

O Bjarke Ingels Group acaba de apresentar o The Portico, um empreendimento de mais de cinquenta mil metros quadrados para o CityLife District de Milão, na Itália. Os responsáveis pelo CityLife apresentaram a proposta em parceira com o BIG, a qual revela dois edifícios independentes conectados por um enorme pórtico suspenso de 140 metros de comprimento, o qual será o principal ponto de referência e portal de acesso do mais novo distrito da cidade de Milão.

The Portico - CityLife Milan. Imagem Cortesia de Beauty and The BitThe Portico - CityLife Milan. Imagem Cortesia de Beauty and The BitThe Portico - CityLife Milan. Imagem Cortesia de Beauty and The BitThe Portico - CityLife Milan. Imagem Cortesia de Bjarke Ingels Group+ 9

SOM propõe reuso adaptativo de antigo edifício projetado por Gio Ponti em Milão

© SOM
© SOM

O primeiro empreendimento da Skidmore, Owings & Merrill em Milão é uma reutilização adaptativa de um edifício dos anos 60, originalmente projetado pelos arquitetos Gio Ponti, Piero Portaluppi e Antonio Fornaroli. O escritório imaginou um desenho que renova a antiga sede da Allianz Milanese enquanto transforma o Complexo Corso Italia em um espaço contemporâneo de escritórios.

Makr Shakr inaugura sky-bar automatizado nas cidades de Milão e Londres

A fabricante de bares automatizados Makr Shakr apresentou seu mais novo produto de entretenimento self-service: um sky-bar robotizado com vistas para o skyline de Milão e Londres. Idealizado pelo arquiteto italiano e professor do MIT, Carlo Ratti, o projeto de bar automatizado foi desenvolvido pela Mark Shakr para oferecer uma nova experiência aos usuários das grandes cidades. Em Milão, o sky-bar com vistas para a Piazza del Duomo é o primeiro bar robotizado da cidade, enquanto que em Londres, o bar projetado por Ratti foi instalado junto ao Barbican como parte do evento AI: More than Human. Os bares automatizados fabricados pela Makr Shakr representam uma perfeita associação entre homem e máquina, oferendo uma experiencia inovadora para a vida noturna das grandes cidades.

The View. Imagem © KrishantiThe View. Imagem Cortesia de TownHouse Duomo, © Marco Beck PeccozThe View. Imagem Cortesia de TownHouse Duomo, © Marco Beck PeccozThe View. Imagem © Krishanti+ 6

Barreca & La Varra vence concurso de sustentabilidade em Milão com masterplan "carbono zero"

Barreca & La Varra venceu o concurso “C40 Reinventing Cities” com a proposta de um masterplan de habitação social em Milão, intitulado INNESTO, trabalhando em colaboração com a Arup Italia.

© Barreca & La Varra, Wolf Visualizing Architecture© Barreca & La Varra, Wolf Visualizing Architecture© Barreca & La Varra, Wolf Visualizing Architecture© Barreca & La Varra, Wolf Visualizing Architecture+ 7

Carlo Ratti ganha concurso internacional com edifício inspirado nos vinhedos italianos

A Carlo Ratti Associati acaba de vencer o concurso internacional de arquitetura "Reinventing Cities" com o projeto para um novo centro de pesquisa localizado em pleno centro de Milão, próximo a recentemente inaugurada Fondazione Prada. Implantado sobre um enorme jardim suspenso de mais de 250 metros de comprimento, o VITAE será um dos mais modernos edifícios de escritórios da capital da Lombardia, conectando os espaços públicos no nível da rua até a sua cobertura jardim por meio de uma série de percursos acessíveis e permeáveis.

Milano Arch Week divulga programação que inclui palestras de Stefano Boeri e Rem Koolhaas

Milano Arch Week publicou detalhes de seu evento de 2019, viabilizando uma semana de palestras, conversas, workshops e passeios sobre os principais desafios da transformação urbana contemporânea. De 21 a 26 de maio de 2019, a Milano Arch Week “explora o futuro da arquitetura e das cidades através de uma polifonia de vozes; arquitetos, urbanistas, paisagistas, cientistas, filósofos, artistas e curadores de todo o mundo”.

David Chipperfield Architects projetará o novo campus da Universidade de Pádua na Itália

David Chipperfield Architects ganhou uma competição internacional para o projeto de um novo campus para a Universidade de Pádua. Desenvolvido em colaboração com a empresa de engenharia Steam, o concurso desafiou os arquitetos a projetarem um novo campus “PiaveFutura” de Ciências Sociais e Econômicas. Entre os escritórios selecionados para a competição estavam Bak Gordon, Barozzi Veiga, Cruz e Ortiz Arquitectos, Foster + Partners e Sauerbruch Hutton.

© David Chipperfield Architects© David Chipperfield Architects© David Chipperfield Architects© David Chipperfield Architects+ 4

OMA vence concurso para a reurbanização de antigos pátios ferroviários em Milão

O OMA é o grande vencedor do concurso internacional para o novo masterplan de duas importantes áreas da cidade de Milão - Scalo Farini e San Cristoforo-, dois antigos estaleiros ferroviários abandonados ao norte e ao sul do centro da capital lombarda. A equipe do concurso foi liderada pelos sócios do OMA, Ippolito Pestellini Laparelli e Reinier de Graaf, em parceria com o proeminente estúdio de arquitetura italiano, Laboratorio Permanente. A proposta vencedora, chamada de "Agenti Climatici", é um projeto e reurbanização que considera princípios de desenvolvimento sustentável e ecologia urbana. O projeto do OMA foi escolhido entre um seleto grupo de finalistas, incluindo Baukuh, Arup, Grimshaw e Kengo Kuma.