Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Im Pei

Im Pei: O mais recente de arquitetura e notícia

I. M. Pei morre aos 102 anos

Ieoh Ming Pei, conhecido como I. M. Pei, faleceu hoje, dia 16 de maio de 2019, aos 102 anos, conforme relatado pelo The New York Times.

Quem já ganhou o Prêmio Pritzker?

O Prêmio Pritzker é o reconhecimento mais importante que um arquiteto(a) pode receber em vida. A honraria é outorgada todos os anos a arquitetos e arquitetas cuja obra construída "tenha produzido significativas contribuições para a humanidade ao longo dos anos", segundo explica a própria organização responsável pela premiação. Por esta razão, o júri presta homenagem a pessoas e não a escritórios, como já aconteceu em 2000 (Rem Koolhaas ao invés do OMA), 2001 (Herzog & de Meuron), 2010 (SANAA), 2016 (Elemental) e 2017 (RCR Arquitectes), premiando seus fundadores (como no caso do SANAA), o então, um deles (Elemental).

O prêmio surgiu de uma iniciativa criada por Jay Pritzker através da Fundação Hyatt, organização associada a empresa hoteleira que o mesmo fundou em conjunto com seu irmão Donald em 1957. A primera edição do prêmio foi realizada em 1979, quando Philip Johnson se tornou o primeiro arquiteto a ser homenageado. Estadunidense, Johnson é autor de importantes obras da história da arquitetura moderna, como a Glass House (1949).

O Prêmio Pritzker já conta com quarenta edições anuais ininterruptas, galardoando arquitetos e arquitetas de 18 nacionalidades diferentes. Metade dos premiados são europeus; América, Ásia e Oceania dividem as outras vinte edições, e até hoje nenhum arquiteto o arquiteta africano(a) teve a chance de receber o prêmio, sendo o único continente do globo a não possuir representantes no hall da fama da arquitetura.

Os desafios de preservar um patrimônio local, mas mundialmente famoso

Em sua periferia, a cidade de Columbus, no estado de Indiana, é uma cidade suburbana como qualquer outra dos Estados Unidos. Mas passeie pelo centro da cidade e você verá uma inesperada variedade de arquitetura moderna. Esta pequena cidade foi, nos últimos cinquenta anos, uma espécie de laboratório para a arquitetura, atraindo arquitetos tão diversos quanto Kevin Roche e IM Pei. As crianças frequentam a escola em um edifício projetado por Richard Meier, os fiéis frequentam uma igreja projetada por Eliel Saarinen.

Clássicos da Arquitetura: Museu Suzhou / I.M. Pei + Pei Partnership Architects

Como uma das obras mais recentes do aclamado arquiteto, ganhador do Pritzker, I.M. Pei, o Museu Suzhou foi construído no coração de sua cidade natal, Suzhou, na China. Como um dos últimos modernistas sobreviventes, o arquiteto se esforçou para reunir tanto suas sensibilidades modernistas quanto o vernacular local. Situado na parte nordeste do bairro histórico de Suzhou, o museu fica ao lado do famoso Zhong Wang Fu, um complexo de residências históricas do século XIX e do Jardim do Administrador Humilde, um jardim do século XVI listado como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. [1]

As imagens deste artigo foram capturadas em 2016 pelo fotógrafo Chenxing Mi, baseado em Roma. Leia o artigo completo abaixo.

© Chenxing Mi © Chenxing Mi © Chenxing Mi © Chenxing Mi + 26

A rota da arte: uma alternativa para integrar áreas vulneráveis da Colômbia

"Outras noites como tantas das cores da cidade, transformando uma esquina em obra se arte sem cessar, mas é tudo um artista que compartilha sua visão", canta Skool 77 em Color en la ciudad, e claro, a rota do grafite se transformou em um dos atrativos turísticos para solucionar diversas problemáticas em áreas vulneráveis de diversas cidades e municípios na Colômbia.

Trata-se de uma iniciativa que, além de disfrutar a contemplação de belos murais e projetos inovadores de renovação urbana, busca também despertar o espírito de empreendimento em crianças, jovens e adultos que participam na elaboração do Arte Callejero, e que através da cor, hoje devolvem esperança à população, deixando para trás as diferenças e ensinando a todos que somos iguais.

11 Obras asiáticas em época de floração

Esta semana, apresentamos uma seleção de imagens de arquiteturas asiáticas em época de floração. São onze projetos no Japão e Coreia do Sul que incorporam a beleza das cerejeiras e amendoeiras na primavera. A seguir, veja nossa seleção de fotografias feitas por nomes como Miho Museum, Shigetomo Mizuno e Kai Nakamura.

Descubra a arquitetura animal de Ernesto Neto

Esculturas de grande formato configuram espaços onde o espectador pode submergir em um extenso mundo sensorial. Trata-se de uma obra que apela aos cinco sentidos e convida o público a explorar seu corpo e sua mente através de um percurso em que o tato, a cor, o cheiro e as diversas formas de habitar constituem a essência da expressão artística. O ponto onde a arte encontra a arquitetura constitui uma plataforma de interação entre os visitantes e a sensibilidade corpórea com o entorno. 

Ernesto Neto é um artista brasileiro nascido na década de 1960 no Rio de Janeiro. Desde muito jovem se interessou pela escultura e, ainda que diga ter passado por momentos de incerteza de seu futuro como artista, sempre se dedicou a fazer o que mais gosta, explorar os sentidos e as diversas experiências que o mundo natural pode dar ao homem por meio da matéria.

© <a href='https://www.flickr.com/photos/angsschool/6111072015'>angs school [Flickr]</a>, bajo licencia <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/2.0/'>CC BY-NC-ND 2.0</a> © <a href='https://www.flickr.com/photos/angsschool/6111636924/'>angs school [Flickr]</a>, bajo licencia <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/2.0/'>CC BY-NC-ND 2.0</a> © <a href='https://www.flickr.com/photos/angsschool/6111636542/'>angs school [Flickr]</a>, bajo licencia <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/2.0/'>CC BY-NC-ND 2.0</a> © <a href='https://www.flickr.com/photos/angsschool/6111093217'>angs school [Flickr]</a>, bajo licencia <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/2.0/'>CC BY-NC-ND 2.0</a> + 20

As histórias por trás dos 7 óculos mais icônicos da arquitetura

Óculos, pequenas obras de arquitetura que você pode usar - uma expressão externa da sua personalidade interior. Sejam quadrados, redondos ou wire-frame, pretos, brancos, tartaruga ou em tons de néon brilhante, eles ajudam a comunicar nossos ideais e nossa visão de mundo. Como tais, guardam histórias interessantes que merecem ser contadas. Leia a seguir as histórias dos sete óculos mais famosos no mundo da arquitetura.

A concepção da arte como arquitetura

Desde o princípio do século XIX, sob a influência de Jean Nicolás Luis Durand, a composição começou a se relacionar fortemente à concepção arquitetônica. Em si, esta remete a ideia de pensar um projeto de acordo com os princípios de regularidade e hierarquia para criar um equilíbrio. Entretanto, a composição não parece falar sobre a origem da concepção de desenho, mas também de um processo de que se move entre o uso de dispositivos arquitetônicos, a adoção de processos agregativos e de operações "objetivas" como mecanismos para pensar um projeto. 

K. Michael Hays, professor da Escola de Arquitetura e Design de Harvard, fala sobre diferentes maneiras de pensar a arquitetura, e ainda remete constantemente à composição, centrando-se na imaginação como modo de pensar essa disciplina.

A Bit of Nostalgia. Imagem © Ben Lozovsky A Bit of Nostalgia. Imagem © Ben Lozovsky A Bit of Nostalgia. Imagem © Ben Lozovsky A Bit of Nostalgia. Imagem © Angélica Teuta + 14

Sete arquitetos famosos e seus curiosos primeiros empregos

Envelhecer é, sem dúvida, importante no campo da arquitetura. Apesar do que se diz, a profissão pode pagar relativamente bem - assumindo que você já trabalha há algumas décadas. Mesmo Bjarke Ingels, provocador e criador de vídeos, que fez parte de um documentário do Netflix e fundador do ultra-contemporâneo BIG não é um milenar; com 42 o dinamarquês é nove anos mais velho do que Mark Zuckerberg.

Como resultado, é comum levar uma vida complexa antes de encontrar fama arquitetônica e muitos dos arquitetos mais bem sucedidos do mundo começaram suas carreiras em um campo completamente diferente. Se você ainda não conseguiu o seu trabalho dos seus sonhos, fique tranquilo e confira a lista dos primeiros trabalhos de arquitetos famosos.

13 Edifícios que resistiram bem à força do tempo

A humanidade sempre aprecia grandes obras de arte que resistem ao passar dos anos. Este mês, por exemplo, completam-se o 50º aniversário do psicodélico Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band dos Beatles e o 20º aniversário do distópico Ok Computer do Radiohead. Estes marcos psicologicamente satisfatórios geraram uma grande apreciação e nostalgia. Da mesma forma, também adoramos elogiar a longevidade da arquitetura. O AIA, por exemplo, concede anualmente um "Prêmio de vinte e cinco anos" para reconhecer projetos que "resistiram ao teste do tempo" e "exemplificam um significado duradouro da arquitetura". Mas reconhecer um projeto por ano parece pouco. Abaixo, portanto, estão 13 clássicos modernos que, embora não tenham sido bem quistos de início, passaram a ser adorados:

© <a href='https://www.flickr.com/photos/leandrociuffo/3665886505'>Flickr user Leandro Neumann Ciuffo</a> licensed under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by/2.0/deed.en'>CC BY 2.0</a> © <a href='https://www.flickr.com/photos/aseles/6149740236'>Flickr user Andrew Seles</a> licensed under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-nd/2.0/'>CC BY-ND 2.0</a> © <a href='https://www.flickr.com/photos/g_firkser/6233067891'>Flickr user Gavin Firkser</a> licensed under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by/2.0/deed.en'>CC BY 2.0</a> © <a href='https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Bank-of-china_clean-img-sma.jpg'>Wikimedia user LERA Engineering</a> licensed under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/3.0/deed.en'>CC BY-SA 3.0</a> + 15

Clássicos da Arquitetura: Museu de Arte Herbert F. Johnson, Cornell University / I.M. Pei

Descrição enviada pela equipe de projeto. Com um anseio de criar uma declaração dramática, uma quantidade ótima de vistas panorâmicas, espaços abertos transparentes e janelas, foi contrastada com o peso e a ousadia das formas retangulares de concreto.

Cortesia de Cornell University Cortesia de Cornell University Cortesia de Cornell University Cortesia de Cornell University + 16

23 Exemplos de museus impressionantes no mundo

Projetar um museu é sempre um desafio arquitetônico emocionante. Os museus muitas vezes vêm com suas próprias necessidades e limitações - desde museus de arte que precisam de espaços especializados para preservar as obras, até enormes coleções que requerem um extenso espaço de arquivos. Em homenagem ao Dia Internacional dos Museus, selecionamos 23 museus emblemáticos que fazem parte de nossa base de dados, com cada editor do ArchDaily explicando o que torna esses edifícios tão impressionantes.

A inspiração de I.M. Pei: uma comparação de sua arquitetura com a arte minimalista

Ontem, dia 26 de abril de 2017, comemoramos o aniversário de 100 anos de I.M. Pei. A ocasião oferece uma oportunidade maravilhosa para dar uma olhada retrospectiva em um dos arquitetos mais significativos e produtivos dos últimos 100 anos, com muitas organizações de eventos, comemorações e simpósios para falar sobre Pei e seus projetos notáveis. No entanto, nesses eventos, assim como em toda a carreira de I.M. Pei, é improvável que haja muita conversa intelectual sobre seu legado arquitetônico. A principal discussão em torno de I.M. Pei ainda está focada em seu talento de projeto e narrativas intrigantes sobre o carisma que ele usa para convencer os clientes a continuarem através de projetos árduos.

Embora o próprio Pei nunca tenha falado muito sobre sua teoria projetual ou sobre a base intelectual de seus projetos, essas simples narrativas deixam certas questões sem resposta: de onde vem a inspiração de I.M. Pei para a forma arquitetônica? Como seu projeto arquitetônico afetou os arquitetos e artistas e contribuiu intelectualmente para o mundo da arte contemporânea?

O encontro de um jovem arquiteto com a lenda viva I.M. Pei

Imagine um arquiteto de fama mundial ser o primeiro ocupante de seu primeiro projeto. E não qualquer arquiteto, mas I.M. Pei, que completa hoje incríveis 100 anos. Isso realmente aconteceu com o arquiteto costarriquenho David Konwiser, sete anos atrás, quando Pei alugou um apartamento na "Villa Punto de Vista" para passar o Ano Novo, embora o inacreditável encontro quase não tenha se tornado realidade. Apenas dois meses e meio antes da chegada de Pei, a villa era mais um canteiro de obras que um edifício construído. Compreensivelmente, esses dois meses e meio foram "os mais difíceis... da minha carreira - e provavelmente da minha vida", como descreve Konwiser neste artigo para o Architectural Digest. Apesar dessa imensa pressão, ou talvez por causa disso, a vila ficou pronta para a sua estreia, onde receberia seu mais ilustre ocupante.

Clássicos da Arquitetura: Everson Museum / I.M. Pei

Descrição enviada pela equipe de projeto. Com uma coleção centrada na arte americana e cerâmica, o Everson Museum existe como uma estrutura que é mais do que apenas um depósito para a arte. Projetado em 1968 por I.M. Pei, o edifício procurou desafiar a tipologia tradicional do museu através de sua forma inovadora, enquanto também existir como um objeto de arte moderna por si só. Pei concebeu o Everson como uma estrutura completamente aberta com acessos a seu interior a partir de todos os seus lados expostos.

© Jesse Ganes © Jesse Ganes © Jesse Ganes © Jesse Ganes + 15

Em foco: I.M. Pei

Ieoh Ming Pei, o arquiteto sino-americano que é indiscutivelmente o mais importante membro da geração modernista ainda em atividade, completa hoje 100 anos de idade! Quando recebeu o Prêmio Pritzker em 1983, o júri o elogiou por "ter dado a este século [XX] alguns de seus mais belos espaços internos e formas externas."

Por que o Museu de Arte Islâmica de I.M. Pei é o edifício perfeito para Doha

#donotsettle é um projeto de vídeo online criado por Wahyu Pratomo e Kris Provoost sobre arquitetura e a maneira como ela é percebida pelos seus usuários.

Em nosso primeiro artigo estamos levando você para Doha, a capital do Catar, onde visitamos o Museu de Arte Islâmica. Por alguns anos, este museu foi o único projeto de arquitetura que você poderia encontrar em Doha, mas recentemente isso mudou, com projetos quase concluídos por Jean Nouvel e Rem Koolhaas, e continuará a mudar com a aproximação da Copa do Mundo de 2022. O edifício foi projetado por I.M. Pei que, na época, já era aposentado, mas foi persuadido a dedicar seu tempo a projetar este proeminente museu. E proeminente essa obra com certeza é. Senhor Pei, você sabe como fazer o seu edifício se destacar. Erguido sobre uma pequena ilha, uma sólida estrutura de pedra se eleva sobre as águas.

© Wahyu Pratomo and Kris Provoost © Wahyu Pratomo and Kris Provoost © Wahyu Pratomo and Kris Provoost © Wahyu Pratomo and Kris Provoost + 9