Ampliar imagem | Tamanho original
Como uma das obras mais recentes do aclamado arquiteto, ganhador do Pritzker, I.M. Pei, o Museu Suzhou foi construído no coração de sua cidade natal, Suzhou, na China. Como um dos últimos modernistas sobreviventes, o arquiteto se esforçou para reunir tanto suas sensibilidades modernistas quanto o vernacular local. Situado na parte nordeste do bairro histórico de Suzhou, o museu fica ao lado do famoso Zhong Wang Fu, um complexo de residências históricas do século XIX e do Jardim do Administrador Humilde, um jardim do século XVI listado como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. [1] As imagens deste artigo foram capturadas em 2016 pelo fotógrafo Chenxing Mi, baseado em Roma. Leia o artigo completo abaixo. Enquanto o museu transmite muitos dos elementos geométricos e visuais que caracterizam a obra de Pei - quadrados, retângulos e pirâmides -, o projeto é inspirado na arquitetura tradicional de Suzhou, com o uso de paredes brancas caiadas, azulejos de barro cinza escuro e uma intrincada arquitetura do jardim. [1] As dobras ondulantes das geometrias, juntamente com uma paleta familiar à região de Suzhou, tornam-se um híbrido único que representa a ambição do arquiteto em rever o vernáculo de Suzhou e chinês em um contexto contemporâneo. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar